Wellington vê Dino ‘descontrolado e sem limites’

0comentário

“Governador descontrolado e sem limites”, diz deputado Wellington ao requerer posicionamento do MPF contra decreto de Flávio Dino que limita ação do Judiciário

Fundamentando-se no artigo 34, inciso IV da Constituição Federal o deputado estadual Wellington do Curso requereu ao Ministério Público Federal que se manifestasse contra o Decreto Nº 34.593, de 30 de novembro de 2018, do governador Flávio Dino, que sobrepõe o Executivo ao Judiciário, dando a ele a autonomia para descumprir as decisões judiciais.

Ao se pronunciar, na Tribuna da Assembleia Legislativa, sobre o assunto, o deputado Wellington afirmou que a medida do governador Flávio Dino contraria diretamente o que a Constituição Federal assegura

“A Constituição é clara: a União pode, e deve, intervir nos estado sempre que for necessário a atuação para garantir o livre exercício de qualquer dos Poderes nas unidades da Federação. Com esse Decreto, Flávio Dino, que pensa ser um rei absolutista, atrela a si, enquanto chefe do Executivo, uma superioridade ao Judiciário, a partir do instante em que desvincula a obrigatoriedade de determinadas decisões judiciais. Um verdadeiro absurdo que abre precedente para muitas outras arbitrariedades. Não iremos permitir isso. Esperamos a devida intervenção por parte do MPF, já que o Maranhão, infelizmente, está com um governador descontrolado e sem limites”, disse Wellington.

Foto: Agência Assembleia

sem comentário »

Edivaldo comemora 21 anos de título da Unesco

3comentários

A edição da última quarta-feira (5) do Passeio Serenata pelas ruas do Centro Histórico foi especial ao fazer um tributo aos 21 anos do título de Patrimônio Cultural da Humanidade, concedido à São Luís pela Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (Unesco). Ao lado da população e de turistas, o prefeito Edivaldo Holanda Júnior e a primeira-dama Camila Holanda, acompanharam as homenagens à Ilha do Amor feitas por meio de encenação teatral e músicas de louvação à capital.

Um verdadeiro teatro a céu aberto foi montado no largo da Praça Dom Pedro II e ruas da Praia Grande, atores da companhia Tramando Teatro apresentaram personalidades marcantes na história de São Luís, como religiosos, poetas, empresários e pessoas de prestígio na sociedade ludovicense no passado.

Após as intervenções artísticas, os acompanhantes da Serenata eram convidados a acompanhar músicas que homenageavam a beleza da cidade, como o hino da cidade “Louvação a São Luís”, “Ilha Magnética”, a toada “Se Não Existisse o Sol”, do Boi da Maioba e outras, todas executadas com alegria e talento pelos músicos Arlindo Pipiu (violão), Eliézio (acordeon), Carlos Chinês (percussão) e Lazico (pandeiro), e a cantora maranhense Tássia Campos.

“O Passeio Serenata já se tornou uma tradição entre a população e este tem um significado especial por comemorar os 21 anos de São Luís como Patrimônio da Humanidade. Para a nossa gestão é uma alegria podermos festejar esta data com tanto a comemorar já que estamos, em parceria com o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), entregando obras importantes para a nossa capital e sua população a exemplo do Complexo Deodoro que será um presente de Natal para São Luis e para o seu povo”, frisou o prefeito. “Isto soma-se às ações de valorização do nosso Centro Histórico. O Passeio Serenata, Sarau Histórico e o Roteiro Reggae compõem o Programa Reviva que traz as pessoas de volta para o Centro Histórico, dando oportunidade para os turistas que visitam a cidade e também para quem mora em São Luís de participar de um momento tão especial”, completou Edivaldo.

Foto: Maurício Alexandre

3 comentários »

CPI da Cyrela se reúne com Lítia Cavalcanti

0comentário

Os integrantes da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) estiveram reunidos, na manhã desta quinta-feira (6), com a promotora do Consumidor, Lítia Cavalcanti, para saber detalhes sobre os processos envolvendo os empreendimentos da construtora Cyrela.

A reunião foi realizada na sede da Promotoria do Consumidor, no Calhau, e contou com as presenças dos deputados Zé Inácio (PT), que preside a CPI; César Pires (PV), Wellington do Curso (PSDB), Francisca Primo (PCdoB) e Bira do Pindaré (PSB). A CPI foi instaurada com o objetivo de apurar irregularidades na construção civil dos prédios Jardim de Toscana, Jardim de Provence, Pleno Residencial e Vitória. Também está sendo apurada a concessão de alvarás emitidos por órgãos ambientais para a construção desses empreendimentos.

O deputado Zé Inácio disse que a reunião foi positiva e, a partir das informações repassadas por Lítia Cavancanti, será dado prosseguimento à CPI, ouvindo as pessoas elencadas pela promotora.

“A visita foi muito positiva, pois a promotora Lítia Cavalcante – autora da Ação Civil Pública que tramita na Vara de Interesses Difusos e Coletivos – nos trouxe informações, que; agora; nós vamos dar desdobramento no decorrer da CPI. Vamos ouvir pessoas, que foram trazidas a partir do depoimento dela, pegamos cópias de todo o processo e, com base no processo que nós tomamos cópia, vamos identificar, sobretudo, as autoridades vinculadas ao poder público, que a CPI vai precisar ouvir”, explicou o parlamentar.

“A reunião foi muito positiva. Ela tem um arsenal de informações, mas sempre é bom a Assembleia Legislativa cumprir o seu papel, e é isso que nós estamos fazendo. A promotora nos aparelhou de informações, de nome de pessoas que concederam alvarás, liberaram para procedimentos, bem como outras organizações, que estão envolvidas como um todo na construção de prédios nos Jardins. Nós fomos bem instruídos, foi uma conversa boa, informações tecnicistas excelentes e, agora, o deputado Zé Inácio. que é o presidente da CPI, vai encaminhar os expedientes via consultoria e marcar a data da primeira audiência”, afirmou o deputado César Pires.

(mais…)

sem comentário »

Tudo começa na falta de investimento na base

0comentário

Entra ano e sai ano e falamos a mesma coisa dos nossos times de futebol. e mais uma vez vamos falar da falta de interesse e investimento na base.

Na prática, a impressão que temos é que nossas equipes, principalmente Sampaio, Moto, Maranhão e Imperatriz são equipes ricas e que não tem qualquer dificuldade financeira.

Reclamam a falta de patrocínio, mas gastam aquilo que não tem com a importação de uma enxurrada de jogadores. E sabe porque isto acontece? Exatamente porque não possuem trabalho de fato na base.

E digo que nossas equipes não tem trabalho de base porque trabalho na base é bem diferente do “arranjo” que é feito por aqui na maioria das equipes, principalmente nessas equipes tidas como “grandes” no Maranhão.

Nossas equipes saem por ai buscando um ou outro atleta e monta uma equipe na base em cima da hora disputar uma competição nas diversas faixas etárias. O treinador de fora, quando chega descarta logo a prata da casa e por ai vai.

O resultado de tudo isso podemos ver na Copa São Paulo que é a principal competição de futebol da base no país. Nenhuma das nossas principais equipes estarão lá. E sabe porque isso acontece? Exatamente porque elas não possuem trabalho sério na base.

Nossos clubes precisam profissionalizar as ações na base, criar ou fortalecer as suas escolinhas. Precisam montar uma comissão técnica permanente que trabalhe na formação de atletas a base e consequentemente para a equipe principal.

Identificado o atleta com potencial na base, o clube deve investir nele da mesma forma como acontece nas grandes equipes.

Dessa forma, além de aproveitar o excelente material humano que o Maranhão possui, nossas equipes de fato começarão a gastar menos e a gastar certo.

Sem isso não vejo como o nosso futebol voltar aos seus grandes momentos.

Foto: Site do Sampaio

sem comentário »

Roberto Costa vota contra o aumento de impostos

1comentário

O deputado Roberto Costa (MDB) votou contra o aumento de impostos no Maranhão, durante a sessão desta quarta-feira (05), que deliberou sobre o Projeto de Lei nº 239, de autoria do Poder Executivo, que determinava o aumento de tributos estaduais sobre combustíveis e bebidas.

O parlamentar explicou que o aumento de tributos gera um efeito cascata sobre a população. “Se aumenta o preço do diesel, consequentemente essa elevação será repassada ao cidadão através do aumento de passagens de ônibus e do aumento de preço das mercadorias que são transportadas por caminhões”, exemplificou.

Costa explicou que o cidadão não pode ser penalizado e que reajustes devem ser feitos para sanear as contas do Estado. “Claro que é necessário reajustes, mas eles não podem ser feito de modo a prejudicar o cidadão. É preciso que se busquem alternativas”, finalizou.

Contra o aumento de impostos: Roberto Costa (MDB), Adriano Sarney (PV), César Pires (PV), Wellington do Curso (PSDB), Léo Cunha (PSC), Max Barros (PMB) e Nina Melo (MDB)

A favor do aumento de impostos: Antonio Pereira (DEM), Bira do Pindaré (PSB), Cabo Campos (PEN), Levi Pontes (PCdoB), Edivaldo Holanda (PTC), Edson Araújo (PSB), Fábio Macedo (PDT), Franscisca Primo (PCdoB), Glalbert Cutrim (PDT), Hemetério Weba (PP), Júnior Verde (PRB), Marcos Caldas (PTB), Neto Evangelista (DEM), Paulo Neto (DEM),  Rafael Leitoa (PDT), Marco Aurélio (PCdoB), Raimundo Cutrim (PCdoB), Ricardo Rios (SD), Rogério Cafeteira (DEM), Sérgio Frota (PR), Stênio Rezende (DEM), Valéria Macedo (PDT), Vinícius Louro (PR) e Zé Inácio (PT)

Abstenção: Eduardo Braide (PMN)

Foto: Agência Assembleia

1 comentário »

Moto pode enfrentar time da elite na Copa do Brasil

0comentário

Os dois representantes maranhenses na 1ª fase da Copa do Brasil vão conhecer os seus adversários na próxima quinta-feira (13) em sorteio na sede da Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

Atual campeão maranhense, o Moto está no pote “E” e vai enfrentar uma equipe do pote “A”, onde estão Santos-SP, Corinthians-SP, Botafogo-RJ, Fluminense-RJ, Vasco-RJ, Chapecoense-SC, Bahia-BA, Sport-PE, Vitória-BA e Ponte Preta-SP.

Apesar da dificuldade técnica que terá ao enfrentar uma equipe da 1ª divisão, dependendo do sorteio, o Moto poderá ter boa perspectiva de arrecadação assim como foi em 2016, quando enfrentou o São Paulo.

O vice-campeão, Imperatriz está no pote “G” e vai enfrentar uma das equipes do pote “C”: Luverdense-MT, Juventude-RS, CRB-AL, Vila Nova-GO, Londrina-PR, Náutico-PE, Oeste-SP, Joinville-SC, Boa Esporte-MG e Brasil-RS.

Nesta primeira fase, Moto e Imperatriz terão mando de campo em jogo único com o adversário jogando pelo empate. De acordo com o calendário da CBF, a primeira rodada da competição está prevista para o dia 6 de fevereiro.

Atual campeão da Copa do Nordeste, o Sampaio também participará da Copa do Brasil, mas entra na competição na fase de oitavas-de-final. Mas também deve pegar pela frente alguns adversários muito difíceis como Palmeiras, Flamengo, Grêmio, Internacional, Atlético-MG e até o Atlético-PR caso conquiste a Copa Sulamericana.

Foto: CBF

sem comentário »

Braide apanha após se ‘abster’ em votação

1comentário

A decisão do deputado estadual Eduardo Braide (PMN) de se abster durante a votação do projeto do governo Flávio Dino (PCdoB) que aumenta os impostos no Maranhão em várias áreas ganhou repercussão na mídia e nas redes sociais.

Muita gente ficou sem entender a posição do deputado Eduardo Braide que se mostrou o tempo todo contrário ao aumento proposto pelo governo Dino.

Segundo Braide, o projeto traz só dois pontos positivos: a isenção na diferença de alíquota do ICMS para algumas empresas e o Cheque Cesta Básica. O restante é só aumento de imposto e retirada de incentivos aos comerciantes maranhenses.

As emendas que o deputado apresentou retiravam todos esses pontos negativos. Como as emendas foram rejeitadas, ele não poderia ser contra quaisquer que sejam as medidas que beneficiam a população. E jamais seria a favor de mais um aumento de impostos.

E segue o voto dos deputados:

Contra o aumento de impostos: Adriano Sarney (PV), César Pires (PV), Roberto Costa (MDB), Wellington do Curso (PSDB), Léo Cunha (PSC), Max Barros (PMB) e Nina Melo (MDB)

A favor do aumento de impostos: Antonio Pereira (DEM), Bira do Pindaré (PSB), Cabo Campos (PEN), Levi Pontes (PCdoB), Edivaldo Holanda (PTC), Edson Araújo (PSB), Fábio Macedo (PDT), Franscisca Primo (PCdoB), Glalbert Cutrim (PDT), Hemetério Weba (PP), Júnior Verde (PRB), Marcos Caldas (PTB), Neto Evangelista (DEM), Paulo Neto (DEM),  Rafael Leitoa (PDT), Marco Aurélio (PCdoB), Raimundo Cutrim (PCdoB), Ricardo Rios (SD), Rogério Cafeteira (DEM), Sérgio Frota (PR), Stênio Rezende (DEM), Valéria Macedo (PDT), Vinícius Louro (PR) e Zé Inácio (PT)

Abstenção: Eduardo Braide (PMN)

Foto: Kristiano Simas e JR Celedônio / Agência Assembleia

1 comentário »

Bandidos explodem banco em Humberto de Campos

0comentário

Bandidos explodiram na madrugada desta quinta-feira (6), a agência do Banco do Brasil em Humberto de Campos, que fica a 92 Km de São Luís.

A ação foi registrada por volta de 2h30 da madrugada.

Segundo a Polícia, os bandidos chegaram em três carros e se dividiram na entrada da cidade; um grupo seguiu em direção ao Quartel da Polícia Militar e um terceiro se dirigiu ao banco.

Além da agência do Banco do Brasil, os bandidos atacaram o Quartel da PM que teve o muro e o portão atingidos por disparos de armas de fogo.

Pelas informações, os bandidos não teriam conseguido levar o cofre com dinheiro.

Foto: Domingos Moraes

sem comentário »

Baixa visibilidade impede pousos em São Luís

0comentário

Pelo menos cinco vôos que pousariam em São Luís, na noite desta quarta-feira (5) e nas primeiras horas desta quinta-feira(6) tiveram que ser desviados por conta da baixa visibilidade no aeroporto Hugo da Cunha Machado.  O problema começou a ser registrado por volta de 22h.

Dois vôos da GOL tiveram que ser desviados para Fortaleza e Belém. O primeiro saiu de Brasília e o outro do São Paulo.

Um vôo da Latam que saiu do Rio de Janeiro também foi desviado para Fortaleza. Outro vôo da Azul que saiu de Fortaleza, teve que retornar à capital cearense. Não obtivemos informações sobre um outro vôo da Azul que saiu de Recife e não conseguiu pousar em São Luís.

Um passageiro do vôo da Gol desviado para Fortaleza contou que ficou aproximadamente 45 minutos dentro da aeronave até ser comunicado que seriam colocados em outro vôo com destino a São Luís. Outros passageiros tiveram que ser levados para hotéis. A foto é do aeroporto Pinto Martins em Fortaleza.

Apenas uma aeronave da Latam A319 conseguiu pousar no aeroporto da capital maranhense por volta de 1h36.

Todos os vôos previstos para decolar de São Luís para outros estados até 5h da manhã foram cancelados.

Esclarecimento da Infraero

Por volta de 10h21min, a Infraero encaminhou nota a imprensa: “O Aeroporto de São Luís operou por instrumentos das 23h45min do dia 05/12 às 05h31min do 06/12, em função de mau tempo na região. Nesse período, as empresas aéreas cancelaram quatro voos e registraram dois atrasos e seis alternados para outras cidades. Para mais detalhes sobre o atendimento aos passageiros, recomendamos o contato com as empresas aéreas”.

Foto: Jorge Aragão

sem comentário »