Tutoia vence etapa do Maranhense de Beach Soccer

0comentário

A sexta etapa do Campeonato Maranhense de Beach Soccer, competição promovida pela Federação Maranhense de Beach Soccer (FMBS) com o patrocínio do governo do Estado e da Cerveja Glacial por meio da Lei de Incentivo ao Esporte, chegou ao fim na noite desse sábado (15) e consagrou a Seleção de Tutoia. Reforçada por Datinha, Eudim, Edinho, Paulinho e Bobô, os tutoienses superaram Paulino Neves na final por 10 a 7 para soltar o grito de campeão jogando diante de sua torcida, que lotou a Arena Manuel Zuzu, montada na Praia da Barra, na cidade de Tutoia.

Com o título desta etapa, alcançado de maneira invicta, Tutoia se garantiu na fase final do Campeonato Maranhense, que ocorrerá em janeiro de 2019, em São Luís. A vaga na fase final mantém vivo o sonho de Tutoia conquistar o hexacampeonato estadual.

Apesar do revés na decisão, Paulino Neves também se classificou para a fase final, onde chegará como forte candidato a desbancar Datinha e companhia. O desempenho dos paulinoenses durante a sexta etapa os credencia a brigar pelo título do Campeonato Maranhense.

Outras 10 seleções também já estão classificadas para a fase final: São Luís, Paço do Lumiar, Pinheiro, Santa Helena, Parnarama, Matões, Trizidela do Vale, Lima Campos, Barreirinhas e Santo Amaro.

A partir de quarta-feira (19), a FMBS promoverá a sétima etapa do Campeonato Maranhense. Desta vez, a competição será realizada na cidade de Imperatriz, onde mais duas vagas para a fase final estarão em disputa.

No site da FMBS (www.beachsoccerma.com.br) e em suas redes sociais oficiais (@beachsoccerma), estão disponíveis todas as informações da competição estadual. O Campeonato Maranhense de Beach Soccer de Seleções Municipais é uma realização da Federação Maranhense de Beach Soccer (FMBS) e conta com o patrocínio do governo do Estado e da Cerveja Glacial por meio da Lei de Incentivo ao Esporte.

Beach Soccer feminino

Neste sábado (15) também foi realizada a final do Campeonato Maranhense de Beach Soccer Feminino. Assim como no torneio masculino, a decisão da competição feminina foi entre as seleções de Tutoia e Paulino Neves e novamente o título ficou com as donas da casa.

Diante de sua torcida, Tutoia não encontrou dificuldades para derrotar Paulino Neves por 5 a 2 para conquistar o título invicto do torneio feminino. Nesta edição do Campeonato Maranhense Feminino, Tutoia teve campanha perfeita: 6 a 2 sobre Barreirinhas, 8 a 0 sobre Caxias, 4 a 2 sobre Paulino Neves, 13 a 4 sobre Santana do Maranhão, além do triunfo na final.

Foto: Divulgação

sem comentário »

Prefeitura recolhe 37 toneladas de lixo na Litorânea

3comentários

Na manhã deste sábado (15), a Prefeitura de São Luís reuniu alunos da rede municipal de ensino e voluntários em uma grande ação de limpeza das praias da cidade. Durante o Dia D de Limpeza de Praia, que teve caráter educativo e de conscientização sobre a importância do descarte correto de resíduos, foi feita a coleta dos resíduos descartados irregularmente na faixa de areia ao longo da Avenida Litorânea.

O evento complementa as ações da macro política de resíduos sólidos da gestão do prefeito Edivaldo e reforça o trabalho rotineiro de limpeza das praias realizado pela Prefeitura de São Luís. O resultado do trabalho foi o recolhimento de quase 37 toneladas de resíduos descartados irregularmente.

O objetivo da ação é promover a sensibilização do público para o cuidado com o meio ambiente, a partir de ações de manutenção pela limpeza das praias.Esta foi a segunda ação do tipo realizada este ano em São Luís. A primeira ocorreu em setembro em alusão do Dia Mundial da Limpeza, quando foram recolhidas mais de 45 toneladas de lixo descartado irregularmente na orla da capital.

A presidente do Comitê Gestor de Limpeza Urbana, Carolina Moraes Estrela, destacou a importância da atividade. “Esta é uma grande ação onde temos a alegria de ver crianças participando da mobilização. Diariamente, nossas equipes recolhem das nossas praias mais de 20 toneladas de lixo descartados de forma irregular, por isso a importância dessa ação para conscientizar a população sobre a sustentabilidade, o cuidado com o meio ambiente. Para isto, precisamos da população. Todos temos que dar as mãos por essa causa. A gestão  do prefeito Edivaldo possui um planejamento de atividades permanentes para essa manutenção, desenvolvido de forma regular para manter limpas as praias da nossa cidade. É um compromisso de cada um de nós, para a preservação de nossas praias e de nosso meio ambiente”, pontuou.

Foto: Douglas Júnior

3 comentários »

Especial: O Maranhão na ‘Rota das Emoções’

0comentário

De noite, da calmaria em um barco no Rio Preguiças, a única luz que se vê é a da Lua. De dia, é o céu azul que ilumina as águas. Mas ele fica vermelho quando tem revoada de guará no Delta do Parnaíba. E muda para laranja no pôr do sol atrás da Pedra Furada, no Parque Nacional de Jericoacoara.

Momentos únicos de comunhão com a natureza são a maior aposta da Rota das Emoções, roteiro turístico que passa por três estados limítrofes no Nordeste brasileiro: Maranhão, Piauí e Ceará. O chamariz são as promessas de sol, esportes de aventura (para quem quiser) e claro, as belezas naturais dos Lençóis, no Maranhão; do Delta do Parnaíba, no Piauí; e de Jericoacoara, no Ceará. Mas não é só.

A rota criada em 2005 por Sebrae, empresários e governos locais se expande. Inclui hoje ao menos 14 municípios, em uns 500 quilômetros de uma ponta à outra. O turista pode fazer o roteiro completo ou escolher partes do caminho — agências de turismo organizam os pacotes. Para aproveitar, a recomendação é reservar ao menos oito dias para a viagem. Algumas agências sugerem até 15 dias. O custo gira em torno de R$ 3 mil por pessoa, para oito dias, fora passagens de chegada a uma ponta e volta de outra. Não é uma viagem barata. Mas é acessível, com diferentes tipos de pacotes, hotéis e restaurantes pelo caminho. E vistas que só existem no Brasil.

Uma dica: embora não faltem atrativos na região o ano todo, a partir de junho geralmente as lagoas estão mais cheias, e o tempo, mais aberto, fora da temporada de chuvas.

Como os estados são vizinhos, os deslocamentos entre eles na Rota das Emoções costumam ser por terra, e esse é um charme do roteiro. Atravessar as fronteiras olhando pela janela do carro mergulha o turista na cultura local. Ajuda a se conectar melhor com a paisagem, ver o povo, provar os sabores, sentir as semelhanças de um lugar para outro — e as diferenças também. Haja emoção.

O Maranhão é o início da Rota das Emoções. Ou o fim, para quem começa no Ceará. Não há ordem definida. Mas muita gente prefere seguir da esquerda para a direita no alto do nosso mapa. Assim, o roteiro pode começar no Maranhão, cruzar o litoral piauiense, terminando no Ceará. Fica a gosto do turista…

O ponto de partida mais usual é Barreirinhas, nos Lençóis Maranhenses. Se houver tempo, na verdade vale começar a viagem desde São Luís, a capital. Um passeio pelo Centro Histórico para ver os azulejos que decoram as fachadas dos casarões e um almoço com peixe e arroz de cuxá — uma comida típica da região com folha de vinagreira, camarão seco, gengibre, farinha de mandioca seca e pimenta-de-cheiro — são imperdíveis.

Barreirinhas fica a cerca de quatro horas de carro de São Luís. É a base mais conhecida para entrada no Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses e seus 155 mil hectares de dunas de areia branca. A cidade não para de crescer e concentra várias opções de hotéis e pousadas. As cidades de Santo Amaro, Paulino Neves e Tutoia, mais rústicas e na mesma região dos Lençóis, também fazem parte da Rota das Emoções.

Os destaques são as lagoas, que aparecem como oásis nesse deserto brasileiro. As águas azuis cristalinas, alimentadas pelas chuvas e por lençóis freáticos, fazem a alegria dos turistas depois de uma longa caminhada de sobe e desce pelas dunas. Carros particulares não entram no parque. Apenas caminhonetes 4×4, as chamadas jardineiras, conseguem encarar o trajeto. Ainda assim, só em pontos determinados do parque, que é considerado unidade de conservação federal.

Em Barreirinhas, um dos passeios mais procurados é o circuito da Lagoa Azul, que inclui paradas em outras lagoas no caminho: Lagoa da Preguiça, Lagoa da Esmeralda, Lagoa Azul e a Lagoa do Peixe (passeio em média a R$ 80 por pessoa). Vale ficar para o pôr do sol. No fim da tarde, a luz e o vento fazem a areia parecer fumaça levantando da duna. Mas é miragem: o pé pisa no chão fresquinho.

Para quem busca algo mais rústico, a viagem continua para Atins, uma vila de ruas de areia fofa, sinal oscilante de wi-fi de dia e estrelas abundantes à noite. A vila faz parte do município de Barreirinhas e fica a umas três horas de lancha voadeira — com algumas paradas — pelas águas tranquilas do Rio Preguiças.

A ida a Atins já é um passeio. A vegetação é abundante nas margens do rio. No caminho há muitas árvores de buriti, bastante usadas no artesanato local e no revestimento de tetos e construções, pela força de suas fibras. Também se veem igarapés, mangue e animais como garças e maçaricos.

A primeira parada é no povoado de Vassouras, com suas dunas e água de coco na região de Pequenos Lençóis. Cuidado com os macacos, sempre atentos — e ágeis! — a algum turista desavisado que traz comida na bolsa.

Mais adiante está o vilarejo de pescadores de Mandacaru. O atrativo é o farol de onde se avistam dunas, a mata e a foz do Preguiças, num bonito encontro do rio com o mar. A subida de 160 degraus compensa. Há lojas de artesanato e, no cais, vendem-se peixes e a tradicional garrafada, feita com álcool e ervas.

Cuidado para não abusar, porque o barco ainda segue até o Caburé, um braço de dunas com uma praia extensa e passeios de quadriciclo (a diária do veículo sai a R$ 380). Aproveite para almoçar camarão na Cabana do Peixe, que pertence a uma gaúcha que se apaixonou por um maranhense — e nunca mais saiu do Maranhão.

O passeio completo de lancha até Atins custa cerca de R$ 100 por pessoa. A chegada já antecipa a simplicidade: não há cais ao atracar o barco. Há poucas casas, hotéis, quase nada de tecnologia. O melhor transporte é um 4×4 ou um quadriciclo mesmo.

Mas as obras são cada vez mais constantes na paisagem, e a oferta de restaurantes e hospedagem, muitos liderados por estrangeiros, só cresce. O sucesso, ironicamente, pode ameaçar o ar intocado que dá fama a Atins.

A vila tem outra entrada para o Parque Nacional dos Lençóis. De novo a vista se encanta com as lagoas azuis. São várias, cravejadas como diamantes na areia. E as dunas nunca são iguais: o vento move uns 20 metros de areia por ano. A paisagem de um ano não se repete no ano seguinte. Para o pôr do sol, uma dica é a Lagoa do Gavião. Com sorte, no fim da tarde ainda é possível ver o animal que dá nome ao lugar. Carcarás, ou gaviões-de-queimada, passam por ali.

Na volta do parque, quando a fome bater, vale uma parada no restaurante Canto de Atins, do Antônio. Os pratos de camarão e peixe grelhados, a R$ 80 cada, são os destaques.

Na volta para a vila de Atins, de barriga cheia, esqueça o sacolejo da caminhonete e olhe para cima. Pode ter chuva de estrelas.

Leia mais O Globo

sem comentário »

Luís Fernando inaugura escola em Ribamar

0comentário

Dando prosseguimento às ações da programação especial do fim de ano, o prefeito de São José de Ribamar, Luis Fernando Silva, entregou nesta sexta-feira (14), no segundo dia da agenda, mais uma obra para a área da educação: a Creche da Nova Terra. Com os novos padrões estabelecidos pelo Ministério da Educação, a unidade vai atender cerca de 400 crianças entre 2 e 5 anos.

O espaço com aproximadamente 1.200 m² de área construída, possui salas pedagógicas, sala de informática, cozinha, refeitório, pátio coberto, secretaria, sanitário para pessoas com necessidades especiais, entre outros ambientes como área administrativa, pedagógica, bloco de serviço, anfiteatro e playground.

Para o prefeito Luis Fernando, o avanço na política educacional, reflete diretamente nos resultados que melhorem a qualidade de vida da população.

“A creche é o primeiro passo de um longo processo educacional e fundamental para que as crianças estejam preparadas para enfrentar a vida. É neste ambiente que elas dão os primeiros passos, se socializam e chegam mais preparadas às escolas, já praticamente alfabetizadas. Por outro lado, as mães recebem segurança e tranquilidade de buscar o mercado de trabalho sabendo que seus filhos estão seguros, sendo educados, alimentados e preparados para o futuro”, afirmou o prefeito Luis Fernando.

No período da tarde, o prefeito participou da premiação do voluntariado, projeto criado em sua administração e que promove um envolvimento dos moradores de cada região por meio de ações simples que permitem a preservação do bem público. Na oportunidade, também foi realizada a tradicional festa de Natal dos beneficiários dos programas sociais desenvolvidos pela Prefeitura por meio da Secretaria de Assistência Social, Trabalho e Renda.

(mais…)

sem comentário »