Edivaldo grava mensagem de fim de ano

0comentário

Em vídeo com mensagem de fim de ano, o prefeito Edivaldo Holanda Junior (PDT) felicitou todos os ludovicenses e definiu 2018 como um período em que se teve que trabalhar mais com menos.

Encerrando mais um ano de administração planejada e equilibrada, o pedetista tem vivenciado uma das maiores altas de popularidade da sua carreira política.

Edivaldo conseguiu, mesmo enfrentando um cenário de crise, assegurar as contas públicas em dia, tarefa difícil para a maioria dos municípios, diante dos sequenciais aumentos da demanda da cidade e das sucessivas quedas dos repasses federais.

Enquanto capitais tiveram dificuldade de manter em funcionamento até os serviços básicos, em São Luís o pedetista investiu em obras e ações de todos os setores.

“Não recuo um milímetro da responsabilidade assumida porque tenho convicção que trabalho e seriedade só geram resultados positivos”, disse o prefeito em trecho da mensagem em que desejou um ano de prosperidade para todos.

Clique aqui para ver o vídeo

sem comentário »

Penha incentiva Copinha Itaqui-Bacanga

0comentário

O vereador Raimundo Penha (PDT) participou, neste sábado (22), das finais da 10ª Copa Itaqui-Bacanga de Futebol de base.

Cerca de 800 crianças e adolescentes, divididos em 40 equipes estão participando da competição nas categorias sub-11, sub-13, sub-15 e sub-17.

A Copinha é um evento tradicional do calendário esportivo ludovicense e, além de revelar futuros craques da bola, funciona como importante mecanismo formador de bons cidadãos.

O campeonato conta com o apoio do parlamentar, que destinou recursos de emenda de sua autoria para a realização.

“O vereador Raimundo Penha é um incentivador do esporte. Nós, desportistas do Itaqui-Bacanga, só temos que agradecer o seu empenho”, disse Josias Rabelo, presidente do Centro Comunitário de Formação Cidadãos, entidade promotora da competição.

O grande campeão na categoria sub-13 foi a equipe do Afasca, que bateu o time do Atlântico pelo placar de 3 a 0. As demais finais acontecerão neste domingo (23).

Desde que comandou a Secretaria Municipal de Esporte, Raimundo Penha se estabeleceu como um dos principais incentivadores do desporto em São Luís.

Sob seu comando, a pasta promoveu competições em várias modalidades; implantou novos núcleos para prática esportiva; e desenvolveu projetos de estímulo à atividade física para todos os públicos.

“Esporte, além de saúde e de uma melhor qualidade de vida, ajuda na integração e formação dos  cidadãos. Aliado à educação, torna-se, ainda, uma ferramenta fundamental no processo de desenvolvimento de políticas públicas eficazes direcionadas à juventude”, comentou o parlamentar.

Foto: Divulgação

sem comentário »

São Luís será sede de Circuito de Vôlei de Praia

0comentário

O governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado do Esporte e Lazer (Sedel), em parceria com a Federação Maranhense de Voleibol (FMV) e Confederação Brasileira de Vôlei (CBV), trará, no mês de janeiro, o Circuito Banco do Brasil de Vôlei de Praia, competição considerada uma das maiores do mundo, e que reúne diversos atletas de renome olímpico e mundial.

Com jogos entre os dias 23 e 27 de janeiro, o Circuito se prepara para a 25ª edição, e ocorrerá na Lagoa da Jansen, em uma Arena Central, montada próxima à Arena Domingos Leal. “Esse é o maior evento de vôlei de praia que ocorre no mundo, e que conta com medalhistas mundiais e campeões olímpicos. A parceria entre Sedel, FMV e CBV proporciona, dessa forma, a realização de um evento de grandes proporções no Estado”, afirmou o gestor do setor de Desporto e Rendimento da Sedel, Mauro Câmara.

A competição, de renome mundial, contará com transmissão da rede SporTV no sábado e domingo de jogos.  “Trazer um projeto esportivo de alto nível no Maranhão é de suma importância, já que traz ao Estado a possibilidade de promover ações de intercâmbio cultural por meio da realização de eventos esportivos estratégicos”, destacou o secretário de Esporte e Lazer, Hewerton Pereira.

Nos Jogos Olímpicos, o voleibol, incluindo quadra e areia, é a modalidade que mais proporcionou medalhas ao Brasil, com 13 medalhas no total. A presença de atletas olímpicos contribui para a grandiosidade do evento: Campeões olímpicos, contaremos com a presença de Alison, Bruno Schmidt e Ricardo, e do campeão mundial e prata olímpico, Márcio Araújo.

Já no feminino, as medalhistas de prata, Ágatha e Bárbara, e bronze, Juliana, também participarão do evento.

Foto: Divulgação

sem comentário »

Denúncia sem fundamento

0comentário

A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, pediu nesta semana o arquivamento de denúncia contra o ex-presidente da República José Sarney (MDB).

Como era de se esperar, adversários de Sarney se apressaram em tentar desqualificar o pedido de Dodge. Vale lembrar que a denúncia contra o ex-presidente foi feita pelo ex-procurador-geral da República Rodrigo Janot, que tinha como seu substituto Nicolao Dino, irmão do governador do Maranhão, Flávio Dino.

A denúncia refere-se a uma doação oficial de campanha para a eleição de 2008, remetida pelo diretório nacional do então PMDB para ao partido no Maranhão. Janot, absurdamente, atribuiu essa remessa – diga-se, feita legalmente – a Sarney.

O absurdo da história era o fato de se tratar de uma eleição municipal e não haver nenhum candidato diretamente ligado a Sarney à época. Ainda assim, Janot forçou a barra ao considerar que a doação teria sido feita ao então candidato Gastão Vieira porque este fora secretário estadual na gestão da ex-governadora Roseana Sarney.

A mesma ilação sem fundamento teria sido feita por Janot em relação à eleição municipal de 2008 no Amapá, atribuindo a Sarney a remessa de R$ 100 mil do diretório nacional para o então candidato à prefeitura de Santana, Geovani Borges. A dedução do ex-procurador baseou-se tão somente no fato de Borges ter feito elogios a Sarney em discurso no Senado.

Ao solicitar arquivamento da denúncia contra Sarney, Dodge fez juntar ao pedido um memorial do ex-ministro do STF Sepúlveda Pertence, considerando que muito embora “o presente inquérito tramite perante o STF há mais de um ano, é incontroverso que o ex-presidente Sarney nunca constou no rol dos investigados, nem fora nominado em qualquer de suas passagens, documentos, depoimento ou delações. Só em 9/9/2017, é nele, injusta e inconsistentemente, incluído entre os denunciados”.

A vez em que Sarney aparece no processo refere-se a uma gravação inescrupulosa feita pelo delator Sérgio Machado, na qual pede ao ex-presidente que o livrasse de cair nas mãos do juiz Sérgio Moro. Os ministros Edson Fachin e Teori Zavascki mandaram arquivar a denúncia a pedido do próprio Janot, que a zera. Como benefício pela delação na Lava Jato, Machado cumpre prisão domiciliar.

Evidenciou-se que tal processo tratou-se de uma armação política com intuito de atingir o ex-presidente. Há de se considerar que nos bastidores da denúncia contra Sarney possa estar a influência do governador Flávio Dino, sendo ele irmão do à época vice-procurador Nicolao Dino e amigo de Rodrigo de Janot.

Ouvido pela coluna a respeito do arquivamento da denúncia, Sarney declarou que “está deixando passar todos os julgamentos referentes aos casos relacionados para, então, processar os que lhe denunciaram caluniosamente”.

Estado Maior

sem comentário »