Moto acerta contratação de Léo Paraíba

0comentário

O Moto anunciou a contratação do atacante Léo Paraíba que disputou a segunda divisão do Campeonato Maranhense pelo Juventude, de São Mateus,

Aos 30 anos, Léo Paraíba já atuou em outras equipes maranhenses como Imperatriz, Sampaio e JV Lideral.

O atacante se apresenta no Moto nesta sexta-feira (4) e vai disputar posição com os atacantes Danilo Galvão, Valdo e Diego Vitor.

Léo Paraíba já atuou em equipes como Tocantinópolis-TO, Parauapebas-PA, Ferroviário-CE, Imperatriz, Remo, Princesa-AM, Nacional-AM, Campinense-PB, Sampaio, Olaria-RJ, Flamengo-PB e Santo André-SP.

Foto: Lucas Almeida

sem comentário »

Eliziane Gama alerta para decisão de Bolsonaro

1comentário

A senadora eleita Eliziane Gama (PPS) toma posse apenas no dia 1º de fevereiro, mas decidiu, nas redes sociais engrossar a polêmica sobre a demarcação das terras indígenas no país.

Por determinação do presidente da República, Jair Bolsonaro (PSL), a questão deixa de ser tratada pela Fundação Nacional do Índio (Funai) e passa para o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.

Segundo a parlamentar, os dois órgãos tem funções bem distintas e a medida pode colocar em risco as minorias étnicas.

“Qual a relação funcional de um ministério que desenvolve um setor produtivo e uma fundação que protege etnias e salvaguarda povos tradicionais? Essa medida pode por em risco minorias étnicas e não ajudará nem o setor produtivo nem a garantia da vida dos povos tradicionais”, disse.

Eliziane Lembrou que a Funai foi criada em 1967 para executar as políticas indigenistas.

“A Fundação Nacional do Índio é órgão oficial do Estado brasileiro. Foi criado em 5 de dezembro de 1967. É vinculado ao Ministério da Justiça. Sua missão é coordenar e executar as políticas indigenistas do Governo Federal, protegendo e promovendo os direitos dos povos indígenas”.

Ainda segundo Eliziane, o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento é responsável pelo estímulo à agropecuária.

“O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento possui como responsabilidade a gestão das políticas públicas de estímulo à agropecuária, para assim incentivar o agronegócio e pela regulação e normatização de serviços vinculados ao setor”, destacou.

Foto: Agência Câmara

1 comentário »

Edivaldo visita obras do Ecoponto Centro

1comentário

O prefeito Edivaldo Holanda Júnior visita nesta quinta-feira (3), às 8h30, as obras do Ecoponto Centro. Localizado na Avenida Vitorino Freire, área próxima ao Anel Viário, o equipamento está com mais de 80% das obras concluídas e é o primeiro da cidade a contar com Galpão de Triagem instalado em área próxima, o que irá facilitar a logística de transporte do material até a associação de catadores que receberá a concessão de uso do galpão.

O local escolhido pelo poder público municipal para a implantação dos equipamentos era utilizado como ponto de descarte irregular de resíduos sólidos. A Prefeitura de São Luís, através dos serviços de limpeza urbana, realizava remoção mecânica no local com frequência mínima de duas vezes por semana. Na última limpeza realizada durante a preparação do terreno para as obras, foram retiradas 121 toneladas de resíduos sólidos depositados de forma irregular no local.

O galpão associado ao Ecoponto será entregue em regime de cessão à Associação de Catadores de Material Reciclável de São Luís (ASCAMAR), instalada atualmente na Rua de São Pantaleão. A entrega dos galpões engloba também o aparelhamento e treinamento das cooperativas de catadores, com o fornecimento dos equipamentos necessários para o desenvolvimento das atividades tais como mesa de triagem, carrinhos metálicos para transporte de recicláveis, prensa e enfardadeira.

O Ecoponto Centro faz parte do pacote de cinco novos Ecopontos, cuja ordem de serviço foi assinada pelo prefeito Edivaldo no dia 30 de outubro de 2018. As obras estão seguindo um cronograma para que sejam entregues ainda no primeiro semestre deste ano. A meta é encerrar o ano com 20 Ecopontos em funcionamento. Atualmente, já são 11 Ecopontos implantados, que atendem a população da capital, sobretudo os moradores dos 104 bairros de São Luís que ficam próximos aos Ecopontos em atividade.

Ecopontos

Implantados desde 2016, os Ecopontos são uma política importante da gestão de resíduos sólidos em São Luís porque integram diversas ações. A principal delas é garantir à população um espaço adequado para a destinação ambientalmente adequada de todos os resíduos que podem ser reciclados ou reutilizados, incentivando a reciclagem e atitudes sustentáveis.

Por meio dos Ecopontos, São Luís faz parte do grupo de 7% das cidades brasileiras que têm políticas efetivas de encaminhamento para a reciclagem dos resíduos gerados pela população. Até o final de 2018, mais de 18 mil toneladas de resíduos passíveis de reciclagem ou reuso foram recebidos nos Ecopontos de São Luís.

Foto: Divulgação

1 comentário »

Osmar Filho reafirma diálogo com servidores

0comentário

“Não terei recesso. Vamos aproveitar esse período para estreitar o relacionamento com os servidores e preparar a Casa para o retorno das atividades, em fevereiro”.

A afirmação é do presidente da Câmara Municipal de São Luís, vereador Osmar Filho (PDT), na manhã desta quarta-feira (2), um dia após ser empossado no cargo, ao fazer uma visita a todos os setores administrativo da Casa, ocasião na qual ouviu sugestões e dialogou com os funcionários.

Osmar Filho estava acompanhado dos vereadores Paulo Victor (PROS), Barbosa Lages (PDT), Edson Gaguinho (PHS) e Antônio Garcês (PTC); além do novo diretor-geral do Legislativo Municipal, Márcio Lucas; e do procurador-geral, Vitor Cardoso.

Recebido com aplausos  pelos servidores, Osmar Filho explicou que o objetivo é fazer uma espécie de radiografia de cada setor com o objetivo de, no menor espaço de tempo possível, implementar novas ações e operacionalizar melhor as atividades.

Ele destacou que espera contar com o apoio de todo o funcionalismo para que o Legislativo da  cidade continue a prestar um bom trabalho para o povo da capital.

“Estamos unidos com um só propósito: fazer uma Câmara ainda mais eficiente, que discuta as problemáticas importantes de São Luís e aponte caminhos para resolvê-las”, disse.

Foto: Divulgação

sem comentário »

Hildo alerta para paralisação da obra na BR-135

0comentário

Paralisada a pedido do Ministério Público Federal, criou- se um entrave em torno da duplicação do segundo trecho da BR-135 (Bacabeira até Miranda do Norte) que poderá ocasionar a perda total dos recursos que foram conseguidos por meio de duas emendas impositivas da bancada federal.

O alerta foi feito pelo deputado federal Hildo Rocha, em vídeo postado nas redes sociais. O parlamentar enfatizou que já participou de duas audiências com a diretoria do Dnit com o objetivo de ajudar a encontrar soluções para o impasse.

“Infelizmente a obra foi paralisada em atendimento a sugestão do Ministério Público Federal (MPF). Mas, nós não podemos perder essa obra que é de grande importância para o desenvolvimento do nosso Estado”, disse o deputado.

Hildo Rocha enfatizou que a duplicação da BR-135 irá dinamizar o complexo portuário de São Luis e contribuir para a geração de empregos. “Além de criar melhores condições para o complexo portuário de São Luís essa obra irá contribuir para a diminuição de acidentes e reduzir o custo do transporte realizado através daquela rodovia. Tenham certeza que o deputado Hildo Rocha continuará empunhando a bandeira da duplicação da BR-135”, afirmou o parlamentar.

Foto: Divulgação

sem comentário »

Hora de trabalhar

0comentário

Passadas as festas de fim de ano e iniciado um novo ciclo com a chegada de 2019, o maranhense guarda expectativas em relação ao segundo mandato do governador Flávio Dino (PCdoB).

Empossado ontem, o comunista repetiu o que já havia feito no dia 1º de janeiro de 2015, quando iniciou o primeiro mandato, e assinou decreto com a instituição de medidas e programas sociais, sobretudo no setor da Educação.

Foram promessas de que o Maranhão vai, enfim, alavancar e promover justiça social, desenvolvimento econômico e financeiro, bem-estar para a população, segurança, saúde e promoção de emprego e renda.

Tudo isso, aliás, já havia sido prometido lá atrás, há quatro anos, ocasião em que da sacada do Palácio dos Leões, Dino “proclamou a república do Maranhão”.

No discurso, o Maranhão vai bem obrigado. Na prática, passou a liderar o ranking de extrema pobreza no país, submeteu mais da metade da população à situação de pobreza, assistiu à queda do Produto Interno Bruto (PIB), não conseguiu evitar o fechamento de inúmeras empresas em todo o território estadual, e promoveu o sucateamento de unidades de saúde da rede estadual.

Portanto, é necessário que se inicie o trabalho. De discurso, o maranhense está cheio…

Decreto – A exemplo do que fez em 2015, na ocasião da posse para o primeiro mandato, o governador Flávio Dino assinou decreto com medidas e novos programas.

Um destes programas foi o “Pacto pela Aprendizagem”, que consiste em uma parceria com os municípios em favor das escolas.

Dino prometeu melhorar materiais didáticos, formação de professores e o transporte escolar.

Estado Maior

sem comentário »