Os desafios de Rogério Cafeteira na Sedel

7comentários

O secretário Rogério Cafeteira (DEM) terá muitos desafios pela frente assim que assumir a Secretaria de Desporto e Lazer (Sedel). Mas não tenho a menor dúvida de que terá a capacidade de superá-los nos próximos anos.

Logo de cara, Cafeteira que assume o cargo na quinta-feira (21), verá como é difícil fazer esporte com tão poucos recursos. Nesse sentido, a sua proximidade ao governador Flávio Dino, de quem foi líder na Assembleia Legislativa nos últimos 4 anos, poderá ajudar muito.

Além disso, o fato de ter sido deputado e ter boa relação com os parlamentares é outro fator muito importante, pois estes poderão destinar mais emendas para o esporte.

De saída, Rogério Cafeteira terá que enfrentar alguns “gargalos”. Dentre os desafios, vamos enumerar alguns…

Vai precisar mostar o quanto antes que não foi para a Sedel por acaso. Nós sabemos que, normalmente, os escolhidos para a pasta, pouco ou nada tem a ver com ela e, em muitos casos nem gostariam de ter sido indicados ao cargo.

A Lei de Incentivo ao Esporte tem sido a salvação do esporte no Maranhão, mas muitas críticas ainda são feitas. Muitos atletas e muitas Federações ainda reclamam não ter acesso e que o benefício é sempre de poucos.

A Sedel pode disponibilizar o seu corpo técnico para orientar a elaboração de projetos e a correta prestação de contas. Muitos que reclamam não ter acesso à Lei de Incentivo ao Esporte não sabem fazer seus projetos ou não prestam contas corretamente.

A reedição do programa Bolsa Atleta deve ser vista como prioridade para garantir aos atletas o auxílio nas despesas dos seus treinamentos e preparação para as competições.

Os Jogos Escolares Maranhenses (JEMs) devem ser reformulados. Hoje, por exemplo, uma escola se prepara o ano todo para disputar no futsal, apenas dois jogos. Se vencer seguem e podem fazer mais dois ou três jogos. Uma parceria com a Seduc, por exemplo poderia garantir uma competição mais longa, com mais escolas e conseguentemente mais atletas/alunos.

A necessidade de programas de qualificação para técnicos, professores e até atletas é muito importante também. Nesse sentido, as parcerias com as universidades e a iniciativa privada podem ser o caminho.

Será que a piscina do Complexo Esportivo agora vai ser feita? Essa é uma pergunta que todos nós fazemos toda vez que muda um secretário. Além da piscina, diria que o Complexo Esportivo do Outeiro da Cruz e o Estádio Castelão precisam ser vistos com a devida atenção.

Temos muitos espaços públicos que podem ser transformados pela Sedel em espaços para a prática de esporte e lazer. São praças ou terrenos ocupados por lixões em todos os municípios maranhenses e que podem viarar espaços para a prática esportiva, além de ajudar a mudar a paisagem nas cidades.

Em São Luís, por exemplo, é possível incentivar a prática esportiva nas praias disponibilizando o equipamento necessário para diversas modalidades durante todo o dia.

Bom, as ideias são muitas.. Se Rogério Cafeteira quiser desenvolver um bom trabalho e dar a sua contribuição para o desenvolvimento do esporte no Maranhão basta se cercar de auxiliares que conheçam o assunto de verdade.

Não é difícil não, basta ter sensibilidade e vontade para fazer…

Foto: Agência Assembleia

7 comentários para "Os desafios de Rogério Cafeteira na Sedel"


  1. Marcelo Silva

    COMENTÁRIO MODERADO

  2. evandro bessa

    Parabens ao ZECA e ao JORGE GOBEL pela lucidez dos temas abordados.
    Desejo ao novo Secretario muito sucesso em seu trabalho.

  3. Junior Bolivia Querida

    Deu no Blog do G. Leda… “Josemar de Maranhãozinho barrou Sergio Frota na Sedel”.. pelo texto o Frota se ferrou em se unir com esse Maranhãozinho.

  4. Raimundo Mesquita

    Zeca,
    Só discordo de você quando afirma que equipes jogam apenas duas partidas. Não é verídico, veja bem uma equipe que chega aos JEMs, já participou da sua etapa municipal e da etapa regional, portanto já são 4 partidas e com as duas da etapa estadual, são 6 partidas jogadas.

    • Zeca Soares

      Mas me refiro exatamente às equipes que disputam só dois jogos na etapa municipal. Você acha que vale à pena a uma escola disputar apenas dois jogos numa etapa municipal? A etapa municipal hoje é o JEMS propriamente dito.

  5. Jorge Gobel

    Existe um leque muito grande dentro do esporte para ser explorado e você Zeca Soares soube muito bem alinhar em seu post. Hoje a nossa juventude com a facilidade de manusear as redes sociais através de vários aplicativos, estão deixando de lado as praticas esportivas e se tornando crianças e adolescentes ociosos, ocasionando aí uma série de doenças que há tempos atrás não existiam nessa faixa etária. Todos nós sabemos que o esporte é o maior meio de socialização e que expulsa de todas as formas o caminho das drogas que hoje são encontradas com muita facilidade. Quem pratica qualquer tipo de modalidade esportiva, seja de alto rendimento ou por puro prazer, valoriza a sua saúde e não tem tempo para pensar em besteira. O esporte traz a mente sã e o corpo são. Que o novo secretário tenha a sensibilidade de saber que a SEDEL é sim uma Secretaria importante para o estado do Maranhão, pois ela é responsável pelos sonhos de muitas crianças em se tornar um dia um grande atleta, sonhos esses que vem através dos nossos Jogos Escolares que em consequência os Jogos da Juventude. O maior exemplo disso temos aí para mostrar o caso do China, atleta de handebol, onde participou de um Olimpída e que saiu para jogar fora do Estado quando se revelou nos jogos Escolares. Temos a Iziane do basquete e Ana Paula do Handebol que também jogaram o Jems e foram atletas olimpicas. Temos o exemplo no atletismo do José Carlos Moreira, mais conhecido como Codó, medalhista olímpico que também saiu dos Jogos Escolares. isso sem contar com as diversas convocações para seleção brasileira nas mais variadas modalidades, sem contar diversos títulos nacionais que nossos atletas já conquistaram.
    Isso tudo torna a SEDEL uma Secretaria importante quando ela estiver realmente voltada para a realização e a condução do esporte.
    Desejo que o Secretário Rogério tenha luz e apoio do Governador para realizar uma grande gestão. O desporto maranhense com certeza saberá reconhecer e apoiar a sua administração.
    Boa sorte ao novo secretario.

    • Zeca Soares

      Bom, você como grande conhecedor do esporte só conrfirma aquilo que falamos o que prova que se Rogério Cafeteira se cercar de bons profissionais e ouvir quem conhece pode fazer um bom trabalho. Obrigado pela contribuição.

deixe seu comentário