Deputados debatem crise do Cordino na Assembleia

0comentário

Em pronunciamento na sessão desta terça-feira (19), o deputado Rigo Teles (PV) falou da insatisfação dos jogadores do Cordino, que estão com os salários atrasados desde o início do ano. Ao cobrar uma prestação de contas por parte da direção do time, Rigo afirmou que o Cordino está à beira de um rebaixamento.

“Hoje há um descrédito de todo o elenco para com o Cordino. O presidente não mostra como é que estão os recursos, que foram destinados pela Federação Maranhense de Futebol e que foram assinados pela CBF. Eu queria que a diretoria do Cordino – se for possível, uma vez que há dinheiro público envolvido – preste contas à sociedade e aos jogadores”, disse o parlamentar, lembrando que, no final da semana passada, foi procurado por alguns jogadores, que estavam indignados pela maneira como vêm sendo tratados pela direção.

Rigo Teles também afirmou que o Estádio Leandrão está abandonado e que os jogadores são obrigados a pedir ajuda para os torcedores até para comprar medicamentos. “Tem jogadores ameaçados até de serem presos por atraso de pensão. Por isso, peço à direção do Cordino que olhe com bons olhos para o time, que está à beira do rebaixamento. Não vamos deixar o Cordino cair, porque é alegria não só da nossa querida Barra do Corda, mas de todo o Maranhão”.

Ao finalizar, Rigo Teles se colocou à disposição para ajudar o Cordino. “Eu me coloco à disposição para colaborar, não deixar o time ser rebaixado, para que continue sendo o orgulho dos nossos atletas e da população de Barra do Corda, do Maranhão e do país”, finalizou.

O deputado Fernando Pessoa (SD) esclareceu sobre a atual situação financeira do Cordino Esporte Clube, do município de Barra do Corda. Segundo o parlamentar, uma das causas geradoras da crise enfrentada pelo time de futebol é o bloqueio de parte dos recursos pela Justiça, por conta de débitos da gestão anterior.

Fernando Pessoa afirmou que os problemas financeiros que, hoje, prejudicam o time têm relação direta com as administrações anteriores, que não cumpriam com os devidos pagamentos de fornecedores. O deputado pontuou, também, que, por conta de ações judiciais, os bens da instituição são constantemente bloqueados, prejudicando jogadores e funcionários.

O deputado ressaltou, ainda, que o time sobrevive apenas com o incentivo da Prefeitura. Fernando Pessoa colocou-se à disposição para ajudar a solucionar o problema e informou que, assim que tiver as emendas liberadas, destinará parte dos recursos para a reforma do Estádio Municipal Leandro Cláudio da Silva (“Leandrão”).

“E essa semana ainda, quando chegar em Barra do Corda, irei sentar com a diretoria do Cordino, uma instituição independente do poder público, para prestar apoio e ajudar no que for necessário. O Cordino está precisando de parceiros, o Cordino está precisando de ajuda e não de ser criticado, porque a diretoria que hoje está presidindo o Cordino também foi a responsável para que o time fosse campeão”, assinalou.

Sem comentário para "Deputados debatem crise do Cordino na Assembleia"


deixe seu comentário