Moto abre vantagem, recua e é castigado nos pênaltis

2comentários

O Moto saiu na frente contra o ABC, no Frasqueirão, em Natal. Chegou a fazer 2 a 0, mas levou o empate no fim e foi castigado nos pênaltis.

O time maranhense fez 1 a 0, aos 38 minutos do primeiro tempo num cruzamento de Juninho Arcanjo que Márcio Diogo desviou para o fundo do gol.

O Moto poderia ter ampliado ainda no primeiro tempo se o árbitro carioca Grazianni Maciel Rocha tivesse marcado um pênalti claro do goleiro Édson em Diego Vitor.

No segundo tempo, logo a 12 minutos, outra vez Márcio Diogo marca e faz 2 a 0 Moto. A classificação parecia estar encaminhada.

O Moto dominava o jogo, mas começou a recuar e aceder espaço ao ABC. Numa cobrança de escanteio, a zaga do Moto deixa o zagueiro Maurício subir livre para diminuir o placar.

Com o gol do ABC, o Moto recuou ainda mais e continuava dando espaço ap time Potiguar até que aos 42 minutos, o atacante Rodrigo Rodrigues aparece livre para cabecear e empatar o jogo 2 a 2.

Um castigo para o Moto que abriu mão de jogar bola para fazer o tempo passar e segurar a vitória quando tinha time para até ampliar a grande vantagem de 2 a 0.

Com o empate, a decisão da vaga foi para as cobranças de pênaltis e o Moto logo perdeu com o artilheiro Márcio Diogo. O ABC não bobeou e fez 5 a 3.

Com a vitória nos pênaltis, o ABC enfrentará na próxima fase o Santa Cruz-PE e leva o prêmio de R$ 1 milhào 450 mil.

Foto: Antrei Torres/ABC FC

2 comentários para "Moto abre vantagem, recua e é castigado nos pênaltis"


  1. Felipe

    Engraçado era o narrador caindo no moto só de time frouxo e covarde…hahahahahahaha

  2. Júnior

    O Moto perdeu a classificação pra si mesmo.
    Esse time do abc é fraquíssimo, só cruza bola na área. Os zagueiros do Moto jogaram com um saco de cimento nas costas. No primeiro gol o zagueiro do abc nem precisou subir pra fazer o gol. No segundo novamente os zagueiros na subiram e o goleiro saiu do gol todo atabalhoado. A estatura defensiva do Moto é muito baixa. A preparação física está aquém do esperado, em vários jogos o Moto “prega” no segundo tempo. O técnico do Moto teve uma postura covarde hoje. Se o Moto não abdicasse do ataque, fatalmente faria mais gols, o abc tava perdido. O Moto não tem centro avante. Enfim, miseravelmente o Moto tem que contratar um goleiro, um zagueiro, um lateral esquerdo, um meia e um centro avante se quiser subir no brasileiro.

deixe seu comentário