Wallace Lemos segue trabalho no Moto na Série D

10comentários

O presidente do Moto, Natanael Júnior decidiu pela permanência do técnico Wallace Lemos, mesmo após a derrota para o Imperatriz e a perda de forma incrível do título do Campeonato Maranhense.

No futebol brasileiro, sempre que uma equipe perde acaba sobrando para o treinador e no Moto não foi diferente. O “fracasso” em mais uma decisão levou o dirigente a discutir sobre a manutenção do treinador. E de forma acertada, Natanael mantém o treinador que deu ao Moto o padrão que se espera de um time de futebol.

Ah, mas alguém vai dizer: mas Wallace Lemos não ganhou nada. Isso é verdade também…

Desta vez prevaleceu o bom senso. E embora não tenha assimilado a derrota ainda, Natanael se convenceu que o melhor para o Moto é seguir com o trabalho por conta do Campeonato Brasileiro Série D.

É fato que Wallace Lemos errou na decisão contra o Imperatriz, da mesma forma como já havia errado contra o ABC, na Copa do Brasil, mas não foi o único a errar. Jogadores tiveram falhas individuais incríveis na defesa e sobretudo no ataque quando jogaram foram várias chances de ampliar o placar quando a equipe esteve na frente por duas vezes.

Mas a diretoria do Moto também errou ao identificar que o time tinha carências, por exemplo no ataque e na lateral esquerda e mesmo quando ainda podia contratar para o Campeonato Maranhense achou que o time que tinha era suficiente para vencer.

E errou também ao programar festa com apresentação de cantor antes e no intervalo da partida. Já vi em muitos jogos importantes o Moto fazer festa e acabar se dando muito mal. Festa só se faz quando se ganha. Aliás, nesse ponto na sexta-feira (12) cheguei a conversar com o presidente do Moto sobre essa “festa antecipada” e relembrei episódios anteriores. Não deu outras… Isso nunca dá certo.

Daí responsabilizar apenas o treinador não é correto, ainda mais quando sabemos que vem realizando um bom trabalho. Bom, mas nesse ponto Wallace precisa mudar.

Covardia, teimosia e soberba não combinam com futebol e o técnico Wallace Lemos precisa entender isso o quanto antes. Já vi alguns momentos em que o treinador do Moto até já discutiu com torcedores por teimar tanto com jogadores que não corresponderam como é o caso de Danilo Galvão.

Não quero ter a pretensão de escalar time de futebol, mas quando se tem Vitor Salvador no banco de reservas, o Moto não pode apostar em Pedro Dias que apesar de ter feito um bom campeonato ainda não tem a experiência que uma decisão pede. Mas foi uma opção do técnico e que se tivesse dado certo todos estariam aplaudindo.

Neste caso não deu certo, assim como não deu em Natal quando o Moto de Wallace Lemos foi covarde e recuou até ceder o empate fatal para o ABC. Dessas duas grandes tragédias rubro-negras no ano, espera-se que Wallace tire lições para o resto da vida.

É verdade que o índice de acerto do Moto nas contratações sob o comando de Wallace Lemos é excelente e isso não pode ser deixado de lado. O Moto tem um bom time e um bom técnico, só precisa é saber utilizar corretamente as peças que tem.

As quedas do Moto na Copa do Brasil e no Campeonato Maranhense devem servir de lições para todos dirigentes, comissão técnica e jogadores, pois no futebol só se ganha quando o juiz apita o fim do jogo.

Que o trabalho no Moto continue e que todos aprendam que não podem mais errar…

10 comentários para "Wallace Lemos segue trabalho no Moto na Série D"


  1. Fernando Paiva

    Como é que pode um técnico que erra duas vezes querer pedir o comparecimento da torcida no estádio? Será que não tomou exemplo da primeira eliminação? Se fosse o dirigente já teria tirado pra fora.

  2. Fernando Paiva

    Parece que já se tornou uma sina, o Moto sempre entregando o jogo nos minutos finais. Até quando esses técnicos que que passam pelo time vão parar de serem covardes e não saberem administrar resultados.

  3. Junior

    Nos ultimos anos, o melhor treinador que passou pelo Moto.

    Recuou o time aos 5 minutos do segundo tempo,muito cedo. A zaga do Imperatriz é muito lenta,mas ele recuou o time cedo demais, assim como no jogo do abc. Quando levantou a placa de acrescimo, era pra ter feito a ultima alteração pra ganhar tempo e esfriar o jogo. Tomara que aprenda, é a segunda vez que comete o mesmo erro.

  4. alex

    Antes do jogo de ontem foi divulgado que um empresário havia prometido um prêmio extra aos jogadores do Imperatriz em caso de conquista do título. Ouvi a notícia em uma rádio local ligada aos padres, onde os radialistas esportivos comentaram o assunto entres risos irônicos. O castigo veio.

  5. Dionezio

    SUBESTIMARAM O ADVERSÁRIO,COMO DIRIA O VICENTE MATEUS,O JOGO SÓ TERMINA QUANDO ACABA, O JOGO É JOGADO, O LAMBARI É PESCADO!!!

  6. Jeorge

    Na minha opinião tem que se avaliar a eficácia,não adianta ter padrão de jogo e não ganhar nada,isto é um sinal que falta alguma coisa para este treinador,o Moto perdeu muito dinheiro,isto é fato.

  7. Junior Bolivia Querida

    O Morto é cavalo paraguaio… é como empurrar bêbado para subir ladeira…vocês empurram mas não adianta..

  8. Alexandre

    O moto só esqueceu que do outro lado tinha um adversário que também queria o titulo..e a história é construída com coragem e ousadia…parabéns ao cavalo de aço e de alguma forma o imperatriz fez por merecer! Parabéns.

  9. Conde maximu’s del reis

    Exatamente, errou? Errou, mais é um bom treinador, tem é que parar de amarelar em decisões, se o moto joga no campo do imperatriz,tinha ganho, mais o que se viu foi o contrario o imperatriz foi que jogou no campo do moto, mesmo o moto ganhando 1×0 e o imperatriz precisando marcar 2 gols., que convenhamos seria um pouco difícil, ele sendo atacado.
    Mais passou, o presidente agiu certo em ficar com o treinador, agora precisamos de novas peças,entre elas um bom atacante, no resto é mantermos a calma.

  10. Júnior Motense Oficial

    Eu estava aguardando essa decisão da diretoria e pensei que a demissão estava certa. Esse técnico fez o moto perder milhões na copa do Brasil, perder o maranhense e milhões na copa do nordeste 2020, com essa atitude covarde e medroso.
    Desde 2016 não perco um jogo do Moto e com essa permanência desse técnico covarde eu não vou mais em campo. Não irei mais deixar de estar com a minha família para ir ao Castelão assistir essas palhaçada e covardia desse treinador. É por isso que vejo tantos vizinhos de 60 anos me falar que faz uns 20 anos que não vai a estádio, por causas dessas palhaçada de diretoria, ou federação, ou jogadores, ou comissão técnica e etc….

deixe seu comentário