Moto inicia reformulação para a Série D

8comentários

O técnico Wallace Campos seguirá no Moto para o Campeonato Brasileiro Série D. Ele chegou a ser comunicado pelo presidente do Moto, Natanael Júnior sobre a sua saída após a derrota para o Imperatriz, mas o dirigente recuou e acho que a manutenção do treinador seria fundamental para a sequência do trabalho no clube.

Wallace disse em entrevista à Rádio Mirante AM que recebeu a situação com tranquilidade e que decidiu ficar porque acredita no projeto e que o Moto tem amplas condições de buscar o acesso à Série C.

“Eu estou continuando porque eu acredito no projeto. Eu tinha propostas para sair do Moto club, mas nós acreditamos no projeto. No momento em que eu estiver no comando, o comando técnico é meu. Quando eu me sentir constrangido com alguma coisa eu pedirei para sair. É normal o clube querer trocar treninador quando o resultado não vem e nesse ponto eu sou muito tranquilo e não tem nenuma sequela e nem problema algum. Eu sou bem resolvido, bem tranquilo e eu quero deixar um legado no Moto e um legado de conquistas”, disse.

O Moto terá algumas modificações no elenco antes do início da preparação para a Série D que começa no próximo dia 24. O clube confirmou o acerto com o meia Neto, destaque do Pinheiro no Campeonato Maranhense, além dos atacantes Henrique, ex-Remo e Vinícius Paquetá, ex-Pinheiro. O volante Amarildo e o atacante Bruno Henrique já estavam no elenco.

Enquanto alguns chegam, o Moto confirmou as saída de Mateus e Danilo Galvão. Outro que deve deixar o clube é o meia Juninho Arcanjo que deve ir para o ABC e o zagueiro Lucas Dias que se apresentará ao CSA-AL.

A estreia do Moto na Série D será no dia 4 de maio, contra o Atlético Roraimense, em Roraima.

Foto: Zeca Soares

8 comentários para "Moto inicia reformulação para a Série D"


  1. Fernando Paiva

    Concordo plenamente com o Marcos. Diego Renan nunca foi um lateral eficiente para o Moto. Todas as bolas cruzadas pra área foram praticamente do lado dele. Não sei como foi escolhido o melhor da posição, porque o Denilson é muito melhor que ele.

  2. Genival Pereira dos Santos

    Concordo com a permanência do treinador. Entendo porém, que o Moto está cometendo o mesmo erro quando não quis investir um pouco mais no Marcinho, na competição da série C e foi rebaixado. Agora está abrindo mão de investir mais um pouco no Juninho Arcanjo, e está contratando 3.O mais seria manter o Arcanjo. Mas, vamos para série D e vamos classificar.

  3. MARCOS

    CONTINUAR COM WALLACE CONCORDO AGORA DISPUTAR OUTRA SERIE D COM DIEGO RENAN NA LATERAL NÃO MARCA NINGUEM E NÃO SABER CRUZAR UMA BOLA AI E PEDIR PARA FRACASSAR DE NOVO

  4. Jeorge Almeida

    O presidente do Moto pode até esta tentando fazer um bom trabalho, mais é muito imaturo para dirigir um clube de futebol , quando se demite , não se volta atrás por que se perde a moral , este treinador na primeira oportunidade que tiver vai deixar o clube na mão,podem ter certeza , se não conseguiu ganhar nada, tem que contratar outro com mais experiência em campeonatos de mata-mata para dar seguimento ao trabalho e levar o time ao acesso , este já demonstrou que não sabe trabalhar na pressão, com ele o clube perdeu muito dinheiro e isto é prenuncio para mais decepção.

  5. Ruan

    Não acredito que o Moto insiste em Henrique, jogador problema…

  6. Junior

    Henrique é menos util do que os que já estão aqui.

    Juninho Arcanjo fará falta, assim como Lucas Dias.

  7. Conde maximu’s del reis

    Por enquanto o moto com as saídas e vindas, está a perder, esperamos pelo menos equilibrar.

    • Zeca Soares

      Mas isso era previsível até pela boa campanha e pelo time perder os recursos que ganharia se tivesse avançado na Copa do Brasil e ganho o Campeonato Maranhense.

deixe seu comentário