Prefeitura busca atingir meta da vacinação contra gripe

0comentário

Nas últimas semanas, a gestão do prefeito Edivaldo Holanda Junior ampliou ainda mais as ações para que seja cumprida a meta estipulada pelo Ministério da Saúde acerca da cobertura vacinal contra a gripe na capital. Faltando menos de 10 dias para o fim da campanha, que encerra em 31 de maio, é importante que o público-alvo compareça aos postos de saúde ou às unidades volantes colocadas à disposição da população nos bairros e shoppings da cidade. A cobertura vacinal na capital, até quarta-feira (22) era de 52,35% da meta.

A Prefeitura de São Luís chama a atenção do público-alvo para prazo da campanha e para a importância da vacinação e convoca aqueles que ainda não se vacinaram a comparecer aos postos fixos e voltantes que têm sido levados para escolas, shopping, bairros populosos e para batalhões de polícia.

“Estamos imprimindo todos os esforços para atingirmos a meta da campanha. Além das mais de 50 salas de vacinação, estamos com postos voltantes em vários pontos da capital. O nosso apelo é para que o público-alvo procure um dos postos da Prefeitura e tome a vacina”, disse o prefeito Edivaldo.

Dados da Secretaria Municipal de Saúde (Semus) indicam que foram aplicadas mais de 133 mil doses, e o objetivo das equipes é manter o reforço das ações. Na sexta-feira (24) e no sábado (25), equipes estarão das 14h às 19h nos shoppings da Ilha (Ipase), Rio Anil (Turu) e São Luís (Jaracati).

O secretário municipal de Saúde, Lula Fylho, diz que a gestão do prefeito Edivaldo tem ampliado as ações de cobertura nas últimas semanas. “Além da promoção dos dias D, e dos postos volantes, incluímos a vacinação nos shoppings e nas sedes dos órgãos de segurança. Esse trabalho teve como resultado imediato o aumento do número de pessoas já imunizadas”, afirmou.

Entre os grupos que mais vacinaram estão as pessoas com comorbidades (existência de duas ou mais doenças), atingindo 67,27% de cobertura; além dos idosos (66,45%) e gestantes (60,75%). A campanha é extensiva também a crianças de seis meses a menor de seis anos, puérperas, professores, profissionais de saúde, indígenas, trabalhadores do sistema prisional, populações privadas de liberdade ou cumprindo medidas socioeducativas e membros das forças de segurança e armadas.

Foto: Maurício Alexandre

Sem comentário para "Prefeitura busca atingir meta da vacinação contra gripe"


deixe seu comentário