Moto e Sampaio querem gestão do Nhozinho Santos

5comentários

O prefeito Edivaldo Holanda Junior deve entregar o Estádio Nhozinho Santos no próximo mês de dezembro. Essa foi a promessa feito pelo prefeito durante visita ao estádio antes do aniversário de 407 anos de São Luís.

O estádio passa por reformas no gramado, vestiários, iluminação, bares, banheiros, acessos, alambrados, estrutura das arquibancadas e ganhará ares de modernização.

Com a reabertura do Nhozinho Santos, o interesse dos clubes em administrar o estádio deve aumentar. Sampaio e Moto, maiores rivais do nosso futebol devem enfrentar uma disputa neste sentido, mas tudo vai depender do interesse do poder púiblico em firmar parceria com os clubes.

O primeiro clube a manifestar interesse em assumir a administração do Nhozinho Santos foi o Moto, antes mesmo da gestão do prefeito Edivaldo Holanda Júnior iniciar a modernização.

A proposta de Parceria Público Privada (PPP) do Moto que seria apresentada em 2016, era bastante ousada e garantirá a reforma e manutenção do Nhozinho Santos, além da contratação e pagamento dos funcionários. Mas a Prefeitura não sinalizou no sentido da parceria. Agora, o Moto volta a demonstrar interesse.

“O Moto tem todo o interesse na gestão do Nhozinho Santos até porque o clube nasceu na Fabril e seria o local ideal para o clube mandar os seus jogos. Esse é um pleito antigo que o Moto vem fazendo e vamos apresentar a nossa proposta assim que a Prefeitura de São Luís lançar o edital de concorrência pública”, destacou o presidente Natanael Júnior.

Agora, o Sampaio demonstra interesse e Sérgio frota diz já ter uma proposta pronta e que será apresentada assim que o Nhozinho Santos for entregue totalmente reformado.

“O Sampaio tem todo interesse. Eu tenho uma proposta pronta há vários meses, mas vamos esperar o fim do ano para ver se o estádio será entregue mesmo. O Nhozinho Santos é um espaço para o futebol bem localizado no Centro de São Luís e nós sabemos que o poder público tem dificuldade em manter as nossas praças esportivas daí a parceria será muito interessante para todos’, disse o presidente Sérgio Frota.

O presidente do Maranhão, Robson Paz disse que o clube não tem nenhum interesse na gestão do Estádio Nhozinho Santos.

O presidente da FMF, Antonio Américo disse que já apresentou proposta para administrar o Nhozinho Santos e aguarda a manifestação da Prefeitura de São Luís.

“Já apresentei essa proposta, a pedido do então secretário Lula Filho [secretário de Governo], mas nunca obtive resposta. A FMF continua tendo interesse, mas, parece que, hoje, não o município não tem mais essa pretensão”, afirmou.

O secretário de Esporte e Lazer (Semdel), Rommeo Amim não se manifestou sobre o assunto.

Foto: Divulgação / Semdel

5 comentários para "Moto e Sampaio querem gestão do Nhozinho Santos"


  1. jeffersson

    Esses dirigentes amadores de Futebol são uma piada, o Moto só fica em atividade 3 meses do ano, tem um publico medio abaixo de 2.000 torcedores. O Sergio ninguem me ajuda Frota, não consegue gerir e investir em um terreno que ele chama de CT e que vendeu a metade…. só pode ser piada.
    Eles nem sabem o custo de manutenção de um estadio, principalmente a manutenção de um gramado.
    Federação essa nem se fala… apenas uma capitania hereditaria que ainda esta na Epoca de Alberto Ferreira.

  2. MOTENSE ROXO

    Se tem um time capaz de assumir o Nhozinho Santos, com certeza é o Sampaio.

  3. MOTENSE ROXO9

    O moto administrar o Municipal!!!????que piada, vejam o ct do moto, tá entregue às moscas, quem não consegue administrar sua casa, não administra a casa de ninguém….

  4. Junior

    Esse presidente do Moto é um brincante!
    sabe administrar nem o Moto, imagine um estádio!
    Fora incompetente!

  5. Rodigo Lauande

    quem tem de tomar de conta do estádio Nhozinho Santos são times.
    até quem fim uma proposta boa.
    Agora o Secretario da Semdel não vai aceitar kkkkk sabe porque??? Eu sei.
    O melhor mesmo é a Prefeitura de São Luís passar esse estádio para RED BULL transformar em uma Arena de Motocross.
    Imagina quanto ia entrar de receita para município. fica dica Edivaldo Holanda Junior.

deixe seu comentário