Moto é eliminado na Copa do Brasil pelo Fluminense

3comentários

A Copa do Brasil para o futebol maranhense acabou aqui. Depois da eliminação de Imperatriz e Sampaio, agora foi o Moto quem deus adeus à competição logo na primeira fase.

O Moto ainda encheu a sua torcida de ilusão, após o excelente início de partida diante do Fluminense, Estádio Castelão.

Logo a 45 segundos de jogo no primeiro tempo, o Moto abriu o placar numa cobrança de escanteio com o zagueiro Wallace. Aos 11 minutos, num contra-ataque, o Moto faz 2 a 0 com Jeorge Hamilton.

Se o ataque vai bem, a defesa do Moto começa a mostrar fragilidade e num lance tolo, o Fluminense diminuiu numa cobrança de pênalti com Nenê. O lance é no mínimo duvidoso.

O Flu vira o jogo em outra tolice do setor defensivo que faz falta no início do segundo tempo na entrada da área. Gol de Nenê. O Moto ainda teve um gol mal anulado quando o placar estava empatado.

A virada veio aos 26 minutos. Numa cobrança de falta a defesa do Moto fica olhando, o goleiro Saulo não sai do gol e o zagueiro Nino faz 3 a 2 em completo impedimento.

O Fluminense ainda aproveitaria mais uma bobeira do zagueiro Douglas que saiu jogando errado e Marcos Paulo aproveitou para fechar o placar 4 a 2.

Com o resultado, o Fluminense enfrenta na próxima fase da Copa do Brasil o Botafogo-PB. O confronto único será disputado no Maracanã, no Rio de Janeiro.

Foto: Gaudêncio Carvalho/Moto Club

3 comentários para "Moto é eliminado na Copa do Brasil pelo Fluminense"


  1. Júnior

    Desde o jogo contra o Pinheiro que eu disse que esse Douglas é horroroso, esse nunca me enganou!

  2. Eduardo

    Zeca, engraçado que ninguém fala da atuação do Juiz, a imprensa de fora até entendo mas a imprensa do Maranhão, aceitar calada e não questionar, primeiro um pênalti duvidoso e o pior o gol legítimo anulado do MOTO qdo já tava 2 x 2. O Goleiro furou a bola e nenhum jogador do Moto tocou nele mas não se falou nada, tudo normal pq foi para o time pequeno

    • Zeca Soares

      Mas eu falei dos erros da arbitragem.

deixe seu comentário