Prefeito e secretário são presos no MA

0comentário

DInheiro

O prefeito de Mirinzal, Amaury Almeida (PDT), foi preso na manhã deste domingo (2), por suposto crime eleitoral.

Amaury que concorre à reeleição e lidera as pesquisas é suspeito de ter entrado em confronto com militantes adversários. Um eleitor teria sido baleado por seguranças do prefeito.

Em Nova Olinda do Maranhão, o candidato a vereador Pastor Joilson foi preso pela Polícia com santinhos, dinheiro e uma arma de fogo.

Em Bom Jardim, três mulheres foram presas, em flagrante, pelo crime de corrupção eleitoral.

Em Timbiras, a Polícia Militar prendeu o secretário municipal de Educação, Manoel Lima Rocha com R$ 28 mil. Ele é suspeita de compra de voto.

Além do secretário, foram presos Denival Sampaio de Araújo e Sérgio Roberto Sousa Oliveira. Com eles a Polícia apreendeu uma pistola, vários títulos eleitorais e outros documentos.

sem comentário »