FMF esclarece rateio de dinheiro público no futebol

17comentários

A Federação Maranhense de Futebol (FMF) divulgou em seu site o rateio do montante de R$ 1,2 milhão destinados pela Cemar e Governo do Maranhão por meio da Lei de Incentivo ao Esporte.

Segundo a FMF, os quatro campeões estaduais Moto, Sampaio, Maranhão e Imperatriz receberão R$ 115 mil cada equipe. As demais Cordino, Pinheiro, São José e Santa Quitéria R$ 60 mil. Ao todo, os clubes receberam R$ 700 mil.

“Do restante do valor temos várias rubricas de gastos, como Fundo do Esporte, elaboração, captação, prestação de contas, mídia, impostos, cobertura (aqui incluíndo campanhas publicitárias, palco, troféu, deslocamento ao interior, material gráfico, mão de obra, placas de publicidade, agência, VT’s, spots, equipes esportivas de rádios)”, afirma o presidente Antônio Américo referido-se aos R$ 500 mil restantes.

Ainda segundo o Presidente da FMF, a entidade não recebe um centavo sequer do valor repassado pela Cemar e Governo do Maranhão.

“O proponente do projeto é o Instituto Maranhense de Futebol, ligado à FMF. Nem o Instituto e nem a Federação recebem quaisquer valores do projeto. De maneira irresponsável, algumas pessoas propagam que a FMF fica com maior parcela, o que não é verdade”, explica Américo.

Esclarecimentos

Antes de apresentar os dados no site da FMF, ainda na parte da parte, o presidente da FMF ligou para o meu celular se queixando das cobranças da imprensa e até de clubes por conta desse rateio. E, é claro me responsabilizou por ser um dos críticos do nosso futebol.

Américo precisa entender que estamos falando de recursos públicos e, portanto não vejo nenhum motivo para que os dirigentes não abram o jogo e mostrem o que estão fazendo com o dinheiro que vem dos cidadãos.

Sobre as críticas que reclamou Américo digo que fiz, faço e continuarei a fazê-las, pois entendo que vivemos uma democracia e temos a liberdade de expressão. Sei que ninguém e muito menos eu, sou dono de verdade alguma e apenas exerço o papel que é de todo cronista esportivo.

Se a Federação de Futebol do Maranhão entende que estou sendo “injusto” e que não reconheço “avanços”, sinceramente não consigo me “comover” com esse tipo de cobrança. Pelo contrário, elas atestam que estou no caminho certo e por isso seguirei ouvindo a voz do torcedor.

Criticar, analisar, opinar é o meu papel e dele não pretendo abrir mão gostem ou não os dirigentes de futebol do Maranhão que definitivamente só gostam mesmo de “aplausos”.

Não é minha obrigação aplaudir ninguém… isto só faço quando entendo ser oportuno.

Foto: Divulgação/Sedel

17 comentários »

Polêmica na 2ª divisão é culpa da Federação

0comentário

Mais uma polêmica desnecessária estimulada pela própria Federação Maranhense de Futebol (FMF) ganha as páginas esportivas no futebol maranhense, desta vez na decisão da 2ª divisão entre Chapadinha e Pinheiro.

Depois de permitir que o Chapadinha disputasse as partidas em Anapurus, a FMF decidiu que a final do Campeonato Maranhense da 2ª divisão venha para São Luís, mediante à impossibilidade de ocorrer em Chapadinha.

O fato está provocando muita polêmica e reclamação de dirigentes e torcedores do Chapadinha, pois o presidente da FMFM, Antônio Américo é Pinheirense e como Pinheirense é torcedor do time da Baixada.

Vocês devem estar lembrado que isso aconteceu em 2017 na final do Campeonato MAranhense da 1ª divisão, quando o Cordino jogou toda a competição em seu estádio, mas a decisão teve quer ser disputada em Imperatriz.

Nos dois casos, o erro foi da própria Federação ao permitir que os jogos fossem disputados inicialmente numa praça onde numa eventual final não teria condições de segurança de receber jogos decisivos.

A FMF precisa ter pulso e não aceitar que equipes que não tenham condições disputar seus jogos na própria cidade por falta de campo participem das competições.

A Federação sabia que isso poderia acontecer e ao admitir que o erro da 1ª divisão em 2017 fosse repetido, acabou permitindo que a 2ª divisão acabasse com uma grande polêmica.

Foto: O Estado

sem comentário »

Antonio Américo é reeleito na Federação

3comentários

Domingo foi dia de eleição na Federação Maranhense de Futebol (FMF).

Pouco divulgada, a eleição causou muito surpresa no meio futebolístico, mas com apoio em peso das Ligas Amadoras e dos clubes da primeira divisão, o atual presidente Antonio Américo foi eleito para comandar a FMF, no período entre 2019 a 2022.

Américo assumiu a FMF em 2011 como interventor após queda de Alberto Ferreira. Foi eleito presidente em 2012 e reeleito em 2019 para comandar a entidade até 2019. Agora terá mais quatro anos pela frente. Até lá serão 11 anos de comando no futebol maranhense.

Dos clubes da primeira divisão, apenas Moto e Maranhão não votaram no atual presidente.

O Moto como todo mundo sabe tem tido sucessivas brigas com a FMF. O MAC divulgou nota e disse que não concorda com o modelo atual do processo eleitoral.

Foto: Divulgação / FMF

3 comentários »

Antonio Américo será reeleito na FMF

15comentários

Pouco se sabe, pois a divulgação é praticamente inexistente, mas tem eleição para presidente e vice da Federação Maranhense de Futebol (FMF), no próximo domingo (22), às 11h. Isso mesmo, no domingo.

É tudo muito estranho, tanto é que a FMF que nunca funcionou num dia de domingo, abrirá as suas portas exatamente para a eleição. Vejam vocês que a CBF, fez eleição da nova diretoria exatamente ontem (18) à tarde.

A eleição surpreendeu até dirigentes de clubes que disseram não saber que a ela ocorreria neste domingo. O edital teve pouquíssima divulgação. Nem mesmo no site da entidade é fácil encontrá-lo, embora esteja disponível lá.

O estatuto da FMF, que poucos conseguem ter acesso assegura o voto aos clubes da primeira de visão e a uma centena de dirigentes de ligas amadoras do interior, embora a principal competição que existia o Torneio Intermunicipal ninguém mais ouviu falar.

Dessa forma, o atual presidente Antonio Américo que assumiu como interventor por 90 dias e dizia que só ia “arrumar a casa” será reeleito para mais um mandato.

A gestão de Américo tem como ponto positivo a briga que comprou na CBF pela entrada de clubes do Maranhão e Piauí na Copa do Nordeste, além de promover melhorias na estrutura física da entidade.

Por outro lado, a sua gestão nunca conseguiu viabilizar financeiramente as competições que realiza e tem sido alvo de duras críticas por conta das fórmulas de disputa e mudanças constantes nas tabelas principalmente do Campeonato Maranhense em sua principal divisão em completo desrespeito ao estatuto do Torcedor.

Até mesmo em relação à ajuda financeira destinada pelo Governo do Maranhão, por meio da Lei de Incentivo ao Esporte ao Campeonato Maranhense quem menos recebe são os clubes. Uma quantia significativa tem sido destinada à TV para a transmissão dos jogos que nada contribuem com a competição. E isso quando ocorrem as transmissões, pois em dois anos foram apenas cinco jogos transmitidos.

Mesmo com tudo isso, Américo tem o apoio dos clubes para a sua reeleição.

Agora é esperar que a sua gestão consiga avançar nestes pontos neste novo mandato.

Veja o edital aqui

15 comentários »

Presidente da FMF ‘acende’ polêmica sobre horário

27comentários

Tinha deixado o dia para falar apenas da decisão do Campeonato Maranhense, mas não é que o presidente da Federação Maranhense de Futebol me deu uma excelente pauta para essa manhã.

Antonio Américo me enviou a seguinte mensagem no whatsapp: “Zeca, bom dia. “Absurdamente”, primeiro jogo da final do cearense foi ontem, às 21:45, Ceará X Fortaleza”.

E acrescentou: “Detalhe: transmissão pelo Esporte Interativo, Sky e também pela TV Verdes Mares, afiliada Globo, para Fortaleza.”

Bem, preciso dizer a Américo que lá no Ceará a TV Verdes Mares pagou pelo televisionamento do Campeonato Cearense R$ 800 mil para Ceara e Fortaleza. Só para os dois foi R$ 1,6 milhões. Os demais clubes, cada um recebeu R$ 120 mil.

Aqui quem mais ganhou com o Campeonato Maranhense foi a TV Difusora, arrendada pelo deputado federal Weverton Rocha, amigo e candidato do governador Flávio Dino ao Senado para transmitir os jogos. A FMF, por exemplo que foi a proponente do projeto por meio do Instituto Maranhense de Futebol de cara levou R$ 150 mil (10%) do montante liberado pelo governador.

O Sampaio foi quem mais recebeu R$ 150, mesmo eliminado na primeira fase. O Moto teve apenas R$ 120 mil e o Imperatriz R$ 115 mil, nesse convenio, assim como contrato com o Esporte Interativo que parecem estar guardados mesmo numa “caixa preta”.

Acho que essas informações são mais do que suficientes para entender que a FMF, infelizmente, ainda não sabe o que precisa fazer para que o nosso futebol volte a crescer.

Esses, presidente Américo não são fatos, mas bons argumentos para quem conhece o mínimo de futebol. Se, ao contrário de buscar um novo embate, você tivesse optado pelo silêncio, teria feito melhor.

Agradeço pela mensagem enviada que serve como esclarecimento ao torcedor maranhense e coloco o blog à sua disposição para novos debates sobre o futebol.

27 comentários »

Verba para o futebol abre nova polêmica

16comentários

A Federação Maranhense de Futebol (FMF), especialmente o seu presidente Antonio Américo Lobato precisa, urgentemente vir a público para esclarecer sobre o repasse de recursos da Lei de Incentivo ao Esporte para o Campeonato Maranhense.

Ontem, após a entrega dos certificados aos clubes pelo governador Flávio Dino e confirmação de que R$ 1,5 milhões seriam destinados ao futebol uma grande polêmica teve início nas redes sociais. Muitos entendem que esse dinheiro deveria ir para saúde, segurança e educação, mas acho que para o esporte e o futebol também merecem.

Ontem mesmo conversei com o presidente Antonio Américo. Ele afirmou que desse montante, R$ 795 mil será para os clubes. Mesmo eliminado na metade do campeonato, o Sampaio receberá a maior parte R$ 150 mil. O Moto terá cota de R$ 120. Maranhão, Cordino e Imperatriz receberão cada R$ 115 mil e São José, Bacabal e Santa Quitéria R$ 60 mil.

A chiadeira dos clubes é geral, mas não entendo como nenhum, e repito: nenhum clube tem a coragem de se manifestar publicamente. Qual o motivo da conivência dos clubes? Alguém sabe explicar? Porque os dirigentes ficam calados e aceitam tudo passivamente?

Ainda segundo Américo, o restante R$ 705 mil será para dividido entre a TV Difusora e uma produtora encarregada nas transmissões dos jogos e outras despesas, dentre elas R$ 90 mil para quem elaborou o projeto, R$ 20 mil para contabilidade e 3% para o Fundo Estadual de Esporte que corresponde a R$ 45 mil.

A polêmica é grande, pois, a TV Difusora está arrendada para o deputado federal e candidato a senador Weverton Rocha (PDT) aliado do governador Flávio Dino. È que desde o ano passado, o repasse vem sendo feito e poucos jogos são transmitidos. No ano passado, foram apenas dois jogos. E este ano, apenas dois foram transmitidos e poderemos chegar no máximo a seis jogos.

Vale lembrar que não houve qualquer tipo de licitação para a transmissão dos jogos, mas uma escolha do governo para que a TV Difusora fosse a emissora beneficiada.

O presidente da FMF, Antonio Américo que não sabia, naquele momento informar os valores da TV Difusora e da produtora, mas fez questão de adiantar que a FMF não receberá um centavo e ficou de enviar as informações completas.

Se me perguntarem o que acho, o governo deve apoiar os clubes de futebol sim, mas todo o recurso deveria ser destinado às equipes que dariam retorno por meio de seus uniformes e mídia nos estádios e imprensa, sem transmissão de jogos pela TV que só tira público dos estádios e dinheiro dos clubes.

Fica o espaço do blog para a FMF mostrar como será o rateio desses recursos e, principalmente quanto será destinado à TV arrendada pelo amigo e candidato do governador ao Senado.

Foto: Karlos Geromy

16 comentários »

Procon notifica a Federação de Futebol

0comentário

O Instituto de Promoção e Defesa do Cidadão e Consumidor do Maranhão (Procon-MA) notificou a Federação Maranhense de Futebol (FMF) a respeito da alteração de data do jogo entre Santa Quitéria e Sampaio Corrêa, pela segunda rodada do Campeonato Estadual. O órgão quer que a entidade justifique o adiamento divulgado na semana em que a partida aconteceria.

A alteração do dia no confronto foi feita na última quarta-feira (24), quatro dias antes da data prevista na tabela divulgada pela FMF. O Procon quer ainda que a Federação comprove que houve “obediência aos requisitos previstos no Regulamento Geral das Competições – 2018 da CBF” e que não infrigiu o Estatuto do Torcedor, que determina um prazo mínimo de 10 dias para alterações na data e local dos jogos.

– Notificamos a FMF para justificar a mudança na data da tabela do jogo do Santa Quitéria e Sampaio, válido pela segunda rodada do Campeonato Maranhense, do dia 28/01 para 10/02. A Federação deve comprovar também que houve obediência aos requisitos previstos no Regulamento Geral das Competições – 2018 da CBF, para adiamento da partida e que não haverá qualquer prejuízo aos consumidores e para os clubes participantes da competição maranhense de futebol – divulgou o órgão.

Na divulgação da mudança, a Federação Maranhense de Futebol disse que o jogo foi transferido por conta de um pedido do Santa Quitéria, que tinha seu estádio, o Rodrigão, passando por revitalização.

– Não há irregularidade alguma na mudança, não há prejuízo para qualquer dos clubes e ou torcedores, e tudo foi feito obedecendo os critérios dos regulamentos geral é específico da competição e as leis: Estatuto do Torcedor é Lei Pelé. Tudo será demonstrado ao PROCON – explicou o presidente Antônio Américo.

Foto: Reprodução/ TV Mirante

Globoesporte.com

sem comentário »

FMF estuda mudar pagamento a TV

7comentários

O presidente da Federação Maranhense de Futebol, Antônio Américo Lobato Gonçalves disse em entrevista a O Imparcial que utilizará uma nova fórmula para pagamento das emissoras de TV que deverão transmitir o Campeonato Maranhense.

Nem mesmo foi anunciado pelo Governo do Maranhão, o assunto já está dando no que falar nos bastidores do futebol, embora seja apenas a primeira vez que essa proposta tenha sido citada por um dirigente da FMF.

“A pretensão deste ano vai ser da seguinte forma. Você transmite, você recebe essa transmissão 24 horas depois. Não vamos mais pagar 100 por cento depois jogos e depois ocorrer de não passar nada”, disse Américo prevendo que serão apenas seis transmissões este ano.

A declaração é de certa forma polêmica, pois embora nào tenha citado a emissora, no ano passado a TV Difusora, na época arrendada pelo senador Weverton Rocha recebeu metade dos R$ 1,8 milhões e transmitiu apenas uma partida. Um escândalo e que todo mundo fechou os olhos.

Sobre a emissora de televisão que transmitirá os jogos, o presidente da FMF deixou claro que essa decisão é do Governo do Maranhão que compra a transmissão.

“O patrocinador máster é quem escolhe. Eu não posso escolher, não estou pagando. E aqui no Maranhão a gente tem essa situacão, a gente paga pra empresa transmitir, enquanto no resto do mundo, a empresa paga para transmitir”, afirmou.

O fato é que o Campeonato Maranhense já começa no próximo sábado (20), com a partida entre Imperatriz e Moto, e diante dessa indefinição nào teremos transmissão nas primeiras rodadas.

7 comentários »

Precipitação e amadorismo da Federação

5comentários

Presidente da FmF, Antônio Américo e o diretor de competições Antônio Henrique

Foi no mínimo precipitada a declaração do diretor técnico da FMF, Antonio Henrique ao afirmar que existia irregularidade no caso Fredson.

Em entrevista à Rádio Mirante AM, ontem à tarde, o dirigente afirmou: “A Federação consultou duas fontes, primeiro a súmula que diz que ele jogou irregular e consultou o site da própria federação. E ele estava realmente irregular. Ele pegou os três cartões amarelos e jogou esta quarta partida na sequência quando ele deveria ter cumprido (suspensão) uma partida, e não cumpriu. Então, em o Sampaio perdendo esses pontos, o Cordino se sagra campeão do campeonato”, disse após consultar as súmulas.

Mas não havia irregularidade alguma segundo o Sampaio, por isso, o dirigente deveria ter evitado qualquer tipo de manifestação precipitada.

Até mesmo o presidente da FMF mergulhou no erro do seu diretor ao afirmar que o Sampaio era reincidente e que tinha que se profissionalizar. “isso tudo desencadeia vários problemas por falta de profissionalismo, essa que é a realidade. Falta de profissionalismo daqueles que fazem o campeonato e não atentam para os jogadores que estão aptos para serem escalados em um jogo de futebol”, disse o presidente da FMF.

Hoje, o presidente da FMF, Antonio Américo Lobato Gonçalves disse que a denúncia foi equivocadamente encaminhada ao TJD e pedirá a devolução e consequentemente o arquivamento da “denúncia”.

“Ante o erro na análise da Súmula do jogo Sampaio X Cordino, acerca do cartão amarelo, nas primeiras horas da tarde de hoje estarei oficiando ao TJD/MA, para devolver a denúncia formulado pelo Cordino, equivocadamente encaminhada”, disse.

A precipitação do diretor técnico é mais um elemento para Américo substituí-lo no cargo. É por isso que surge com toda força o nome do ex-presidente do Moto Hans Nina como foi divulgado aqui com exclusividade.

Foto: Flora Dolores/ O Estado

5 comentários »

Hans Nina pode assumir cargo na FMF

12comentários

Presidente do Moto Hans Nina já teria recebido convite do presidente Antonio Américo

O ex-presidente do Moto, Hans Nina pode assumir um cargo na Federação Maranhense de Futebol (FMF) após o término do Campeonato Maranhense na próxima semana.

Ele já teria sido sondado e até recebido convite do presidente da FMF, Antonio Américo Lobato Gonçalves para substituir a Antônio Henrique de Morais Rego, no Departamento Técnico de Futebol e passaria ser o responsável pela organização das competições promovidas pela Federação.

Ninguém fala sobre o assunto que é mantido em sigilo total.

Afastado do futebol desde que entregou a presidência do Moto no ano passado, Hans tem feito cursos de atualização em gestão no futebol e tem ido a jogos, ontem (15) por exemplo, esteve no Estádio Castelão para prestigiar a primeira partida entre Sampaio x Cordino, pela decisão do Estadual.

Vamos aguardar!!!!

Foto: Welliandrei Campelo

12 comentários »