Pão com Ovo terá participação de ator da Globo

0comentário

Quem não gosta de aproveitar o domingo se divertindo com a família? Depois de uma semana bem movimentada, nada melhor que colocar muito humor e diversão em um encontro com a família e amigos. Essa é a proposta do espetáculo maranhense, “Pão com Ovo”, que estará neste domingo (27), no Teatro Arthur Azevedo com sua temporada de férias e tem mais: com uma participação especial, durante as suas duas sessões, a primeira às 17h30 e a segunda, às 20h.

O ator global Gabriele Contente é a grande surpresa deste fim de semana, só para você ter ideia, na Rede Globo de televisão participou de Malhação “Vidas Brasileiras” (Felipe Kavaco) e a novela “Totalmente Demais” (Gil). E participações nas novelas Rock Story (Menino Desafinado), Novo Mundo (Filho com a mãe doente) e Os dias eram assim (Aluno).

Os ingressos estão à venda na Bilheteria do TAA e na Loja Camisaria (São Luís Shopping, Shopping da Ilha e Rio Anil Shopping).

A peça

O espetáculo “Pão com Ovo” envolve três personagens maranhenses que estão conquistando não apenas o estado, mas o Brasil. Clarisse, Dijé e Zé Maria, vividos pelos atores César Boaes, Adeílson Santos e Charles Jr. Hoje, a página oficial no Facebook conta com mais de 200 mil seguidores e o Instagram, com 100 mil, garantindo humor para todas as idades e o melhor: sem usar um palavrão durantes as apresentações. Brincando apenas com o cotidiano de uma forma bem humorística. “Sabemos que o dia a dia das pessoas é muito conturbado, estamos acostumados a ler e ouvir tantas tragédias por aí, então queremos levar ao Teatro muito humor, para a pessoa relaxar, sair de lá feliz e aproveitar esse encontro com quem ela gosta”, conta César Boaes.

Sobre a escolha do ator, Adeílson destaca que é o início de uma nova parceria e ideias que a Santa Ignorância Cia e Artes, quer trazer a São Luís durante o ano de 2019. “Temos sempre ideias ousadas e ao mesmo tempo diferentes para sempre acrescentar um plus nas apresentações do “Pão com Ovo”, o Gabriel chega para iniciar esse novo momento da gente e assim como ele, queremos ter em breve novos atores que estão também em destaque nacionalmente para se divertirem com a gente aqui no Maranhão”, comenta o ator.  

Gabriel Contente

Gabriel Contente é formado no curso técnico de teatro da CAL (Casa de Artes de Laranjeiras), passou por vários professores e diretores renomados como Celina Sodré, Lourival Prudêncio, Ticiana Studart, Paulo Afonso de Lima e Celina Bebiano. Atualmente cursa a faculdade de Licenciatura em Artes Cênicas da Unirio.

Começou no teatro com a cia “Gente que faz”, com 13 anos, administrada pela atriz Letícia Cannavale. Fez alguns cursos para jovens na CAL (Casa de Artes de Laranjeiras) e um curso livre com Hamilton de Oliveira. Recentemente participou de uma oficina de improvisação com Gustavo Miranda.

Trabalhos realizados

 Com o grupo “Gente que faz”, apresentou duas peças infantis no teatro Clara Nunes ” O pavão do abre e fecha” e “Mudanças no galinheiro, mudam as coisas por inteiro. E em 2009 apresentaram uma adaptação de “Otello o mouro de Veneza” (Iago) na Escola Dínamis, em estilo Artaudiano de espaço não convencional. 

Nos cursos jovens da Cal apresentou três peças: “As Doutoras”(Manoel Praxedes), “Geração Triannon” (Doutor) e “Os meninos da rua Paulo (Chico Áts).

No curso técnico da CAL, apresentou cinco peças: “A vida como ela é (adaptação das crônicas de Nelson Rodrigues)”(Vários personagens), “Mephisto” (Otto Ulrichs), “Crime sem castigo (adaptação de “Crime e castigo” e “Match Point”)” (Tom Hewett), “Ópera do Malandro” (Barrabás) e “Assim é se lhe parece” (Sr. Sirelli).

Fez Stand up comedy (Textos escritos por ele) em alguns lugares como: Olho da rua, Grupo escoteiro 44, escadaria da câmara dos vereadores, no bar “Marquês da Gávea”, no evento “Resenha do sindico” e no Colégio Pedro II.

No espaço Oliar Hostel fez a Leitura Dramatizada do texto “Pó voraz” de Rafael Ferreira e participou “Amostra de cenas autorais da Lapa”. Se formou na CAL com a peça “Ricardo III está cancelada” (O feto) dirigida por Bruce Gomlevsky. No teatro galpão do Jardim Botânico e depois no espaço cultural Midrash.

Fez o musical “A Very Potter Musical” (Harry Potter) Dirigido por Julio Angelo e supervisionado pelo diretor Rubens Lima Junior (The book of Mórmon.)

Com o diretor Anderson Anibal, fez a peça “Coisas Invisíveis” (André) no teatro Eva Herz e com o diretor e dramaturgo Eber Inácio fez a peça “Manter fora do alcance das crianças” (Cássio) no Sesc Tijuca.

Sua estreia como autor foi com a peça “Natal” na Sede das Cias, onde ele também faz uma pequena participação como “Câmera”.  

No Cinema, protagonizou o longa “Intimidade entre estranhos” de José Alvarenga (Horácio) e participou do longa “Aos teus olhos” de Carolina Jabor. Também protagonizou o curta “Domingo” de Pedro Henrique Martins.

Fotos: Divulgação

sem comentário »

Ator morre ao levar descarga elétrica em ensaio

0comentário

Um jovem de 23 anos morreu após sofrer uma descarga elétrica na tarde dessa sexta-feira (30), no município de Pedreiras, a 276 km de São Luís.

De acordo com testemunhas, no momento do acidente o ator Yago Cortez ensaiava para atuar no espetáculo da Via Sacra quando levou o choque e caiu de uma altura de sete metros.

Após o acidente, o ator foi socorrido e levado para o Hospital Geral de Presidente Dutra. A vítima foi atendida por uma equipe médica do hospital e chegou passar por uma cirurgia, mas não resistiu às fraturas e faleceu na madrugada deste sábado (31).

O espetáculo da Via Sacra foi realizado na noite de sexta-feira no Anfiteatro Dom Jacinto, em Pedreiras. Antes do início, os atores realizam uma homenagem a vítima que iria interpretar o papel de Judas.

Foto: Reprodução/Instagram

Leia mais

sem comentário »

Morre o ator e diretor Aldo Leite

0comentário

AldoleiteeCesarBoaes

Teatrólogo Aldo Leite dividiu o palco com o ator e diretor César Boaes na peça Marat Sade

Morreu no início da manhã deste sábado, aos 75 anos, o teatrólogo maranhense Aldo Leite. Ele estava internado no Centro Médico Maranhense.

Aldo nasceu em Penalva. Foi professor do departamento de Artes da Universidade Federal do Maranhão, carnavalesco da Escola de Samba Turma do Quinto e atuou como ator e diretor em diversos espetáculos, inclusive fora do Brasil.

Sua peça mais famosa foi Tempo de Espera, com a qual venceu o prêmio Molière – o mais prestigiado prêmio da história teatral brasileira. Chegou a se apresentar na França, Holanda e Alemanha. A sua última obra,  Rainha da Zona está em cartaz São Luís, com direção de Tácito Borralho.

No Facebook, o ator e diretor teatral César Boaes prestou uma homenagem a Aldo Leite.

“Hoje o palco está mais vazio. Aldo Leite o grande mestre do teatro maranhense nos deixou. Aldo você foi uma grande inspiração para mim. Obrigado por dividi o palco com você em Marat Sade e por me dá conselhos e me contar suas historiasse vida quando dividimos o camarim enquanto eu fazia a sua maquiagem. Você deixou um grande legado. Na minha apresentação de hoje subirei ao palco muito mais emocionado. Que Deus o receba muito bem querido mestre. Évoe Baco!!!!!”, escreveu.

O velório de Aldo Leite será Academia Maranhense de Letras, no Centro.

sem comentário »