Bancos terão que receber contas de outras instituições

2comentários

Foi promulgada nesta quinta-feira (5), na Assembleia Legislativa do Maranhão, a lei de autoria do deputado estadual Adriano Sarney (PV) que obriga as agências bancárias em território maranhense a receberem contas de outras instituições financeiras.

“Agora a população maranhense pode pagar suas contas de água, energia e telefone em qualquer agência bancária. A nova lei proporciona maior comodidade ao cliente, que não sofrerá mais o constrangimento de ter que se dirigir a outro banco para realizar pagamentos simples”, disse Adriano.

Segundo o deputado, as agências bancárias públicas e privadas ficam obrigadas a receber em seus caixas qualquer conta de consumo pessoal e taxas municipais, estaduais ou federais de qualquer valor, independente dos mesmos serem ou não correntistas da instituição financeira.

“Os bancos estarão obrigados a fixar avisos em locais de fácil visibilidade a todos os clientes sobre o recebimento de pagamento de contas de consumo público”, explicou Adriano.

Os bancos terão o prazo de 90 dias para se adequarem à nova lei e o descumprimento dela sujeitará a instituição financeira infratora ao pagamento de multa.

Foto: Agência Assembleia

2 comentários »

Cobrança oportuna do deputado Zé Inácio

1comentário

O deputado Zé Inácio (PT) destacou, na sessão desta segunda-feira (3), a gravidade do assalto ocorrido em São Luís, durante a madrugada, a uma agência do Banco do Brasil, localizada na Avenida dos Holandeses, em frente ao Golden Shopping.

Em seu discurso, o deputado frisou a importância da Lei 10.605/2017, fruto de projeto de sua autoria, que prevê vigilância armada para atuar 24 horas por dia nas agências bancárias públicas e privadas do Maranhão, inclusive em finais de semana e feriados.

Segundo Zé Inácio, dados recolhidos pela Secretaria de Segurança Pública do Estado demonstram que mais de 80% dos assaltos a bancos acontecem nos fins de semana, à noite, ou também em dias de feriado.

“Nós não estamos pedindo a vigilância armada 24 horas nas agências bancárias com o objetivo de substituir o trabalho da Polícia Militar, que tem melhorado consideravelmente no Maranhão. Mas é uma forma de contribuir com o trabalho da Secretaria de Segurança Pública. Por isso, há a exigência da lei não somente para  atender  à categoria  dos  vigilantes,  mas,  sobretudo  para contribuir com a  segurança  pública do nosso estado”, declarou o deputado.

Ele fez apelo ao Procon como órgão que tem o instrumento determinado pela lei de fiscalizar e aplicar multas. “É bem verdade que, desde o ano passado, o Procon aplicou multas na ordem de quase R$ 2 milhões às instituições que não cumprem a lei aqui na capital. É preciso que o Procon execute ou coloque na Dívida Ativa do Estado essas multas para executar essas instituições financeiras, para que sirva de exemplo para elas darem cumprimento à lei”.

Zé Inácio fez também apelo ao Poder Judiciário e ao Ministério Público: “Faço um apelo ao Procon, usando dos instrumentos que tem para garantir a efetividade da lei, ao Poder Judiciário e ao Ministério Público, para garantir o cumprimento dessa importante lei que contribui para a segurança pública do nosso estado”, ressaltou o deputado.

Foto: JR Lisboa / Agência Assembleia

1 comentário »

Rua Grande começa a ganhar novo visual

0comentário

Conjuntos de bancos que integram elementos do mobiliário urbano do projeto de revitalização da Rua Grande já começaram a ser instalados. O serviço faz parte de obra executada pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) em parceria com a Prefeitura de São Luís e complementa a transformação que vem sendo realizada na via, espaço que abriga o maior centro comercial de São Luís. O trabalho vem sendo acompanhado e aprovado pelos consumidores e por quem trabalha na área.

O prefeito Edivaldo Holanda Júnior destacou a importância da obra. “Nossa cidade está ficando cada vez mais bonita. As obras do Complexo Deodoro e Rua Grande, executadas pelo Iphan em parceria com a Prefeitura, integram o conjunto de investimentos que estão sendo realizados em prol da população e pelo desenvolvimento da cidade”, disse o prefeito.

De acordo com o projeto, são instalados em média quatro bancos por quadra. Os assentos são confeccionados em madeira tratada, com elementos em aço corten, muito utilizado na construção civil e que apresenta três vezes mais resistência à corrosão que o aço comum. Este tipo de aço pode desenvolver uma película de óxido protetora, que atua reduzindo o impacto dos agentes corrosivos presentes no meio ambiente, favorecendo a conservação dos bancos. Ainda fazem parte do mobiliário urbano definido para a área lixeiras, também desenvolvidas em aço, que estão em fase de fabricação.

O superintendente do Iphan no Maranhão, Maurício Itapary, destaca que o projeto visa favorecer os consumidores. “Além de favorecer a população, a obra visa fomentar o comércio na região, tornando-o ainda mais atrativo para os consumidores. O trabalho já apresenta resultados positivo e a conclusão da obra vai beneficiar ainda mais a população”, ressaltou o superintendente.

Foto: A. Baeta

sem comentário »

Hildo defende clientes de bancos ‘atacados’

0comentário

Vira e mexe a população se depara com notícias acerca de explosões de bancos. Só esta semana foram duas, na capital maranhense. Antes, esse tipo de ocorrência era pouco frequente, mas está virando rotina. Além do medo e dos prejuízos materiais provocados pela ação dos assaltantes os usuários sofrem por conta dos longos períodos em que as agências atacadas permanecem fechadas.

“Quando uma agência é explodida geralmente o banco demora em média seis meses para reabrir a agência. É muito tempo. Agência fechada prejudica principalmente os pobres, os idosos, e os aposentados que muitas vezes tem que viajar para outras cidades a fim de receber seus benefícios previdenciários”, argumentou o parlamentar.

Ação em defesa dos mais humildes

Foi pensando em evitar o sofrimento dos mais humildes que Hildo Rocha elaborou o Projeto de Lei 5280/2016 que determina o prazo de cinco dias para a reabertura das agências atingidas.

“Nas grandes cidades os usuários podem recorrer a outras agências, mas em localidades onde existe apenas uma agência os transtornos decorrentes de ataques aos caixas eletrônicos são imensos, principalmente para os aposentados e os beneficiários de programas sociais. Por isso, defendo que no prazo máximo cinco dias as agências sejam reabertas, nem que seja em outro local. O que não pode é deixar os clientes sofrendo por falta dos serviços bancários”, argumentou Hildo Rocha ao Blogueiro Gildásio Brito.

Hildo Rocha explicou que com o fim da Legislatura, todos projetos são arquivados, com exceção daqueles que vieram do Senado ou do Executivo Federal. Entretanto, parlamentares reeleitos podem pedir o desarquivamento dos seus projetos. O deputado afirmou que irá recolocar o projeto em pauta.

“Logo no início da nova Legislatura, partir de fevereiro, vou desarquivar vários projetos de leis de minha autoria entre eles esses dois pois ambos são importantes e já se encontram em fase adiantada de tramitação. Com o desarquivamento, as propostas voltarão a tramitar normalmente, a partir da etapa em que se encontravam quando foram arquivados”, explicou Hildo Rocha.

Abastecimento dos caixas eletrônicos

Também merece destaque outro projeto de Hildo Rocha direcionado para a proteção dos usuários de caixas eletrônicos: o PL 1681/2016) que obriga os bancos a disponibilizar dinheiro suficiente para atendimento a seus clientes nos caixas eletrônicos, inclusive nos fins de semana. A proposta já foi aprovada por unanimidade na Comissão de Finanças e Tributação.

Atuação produtiva

Da concepção até ser votado demanda tempo para que um projeto de lei seja pautado para votação em plenário. Além de tempo, exige vigilância, articulação, insistência, etc. Por sorte Hildo Rocha é um parlamentar atuante, vigilante, dedicado, esforçado, produtivo. Prova disso é que tem alcançado bons resultados.

Blog Minuto Barra

sem comentário »

Bancos desligam caixas eletrônicos no MA

0comentário

O advogado Luís Antonio Pedrosa denunciou nas redes sociais que por conta da falta de segurança no interior do Maranhão, os bancos além de fecharem no fim de semana no interior do Maranhão estão desligando os caixas eletrônicos.

Além dos bancos, o comércio também está fechando mais cedo no interior por conta da onda de assaltos.

Pedrosa faz um alerta aos maranhenses que não viajem pelo interior no fim de semana, pois sem os bancos, eles podem ficar sem dinheiro.

“No interior do Maranhão os bancos fecham no final de semana. Não é isso que vc está pensando. Eles também desligam os caixas eletrônicos. E para acabar de completar quase ninguém aceita cartão, mesmo que na função débito. Como os municípios estão desguarnecidos de policiais, os bancos se acham no direito de fazerem isso nos finais de semana. Com medo, alguns comerciantes estão fechando no início da tarde. Nos dias de semana, é impossível entrar na fila e ser atendido antes de pelos menos duas horas de espera. Não viagem sem dinheiro pelo interior do Maranhão. Sábado e domingo, as cidades pequenas do interior praticamente viram terra sem lei. Se houver uma urgência, o viajante se ferra. O PROCON e a SSP com a palavra”, escreveu.

sem comentário »

Gastão esclarece problema no Fies

0comentário

GastaoVieira

Gastão Vieira adiantou que se for necessário, o prazo poderá ser prorrogado na rede bancária

O presidente do FNDE, Gastão Vieira divulgou esclarecimento nas redes sociais sobre as dúvidas apontadas por estudantes quanto a aditamento não simplificado no Fies.

Segundo Gastão, os estudantes comparecem às agências bancárias e não encontram seus nomes no sistema do banco por conta de uma falha no processamento dos arquivos junto a Caixa Econômica Federal.

“Quero tranquilizar a todos e dizer que esse problema já foi resolvido e, estimamos que até a próxima sexta-feira (dia 9), a situação esteja totalmente regularizada para que todos os estudantes com aditamento não simplificado possam comparecer ao banco”, disse.

Gastão Vieira também adiantou que se for necessário, o prazo poderá ser prorrogado junto à rede bancária.

“Se for necessário prorrogar os prazos para o comparecimento dos estudantes à agência bancária, isso será feito”, afirmou.

sem comentário »

Bancos reabrem após greve de 31 dias

0comentário

Apenas a Caixa continua em greve

Apenas a Caixa continua em greve

As agências bancárias reabrem nesta sexta-feira (7) em São Luís, exceto as agências da Caixa Econômica Federal, onde os funcionários permanecem em greve em sete estados, entre eles o Maranhão.

Após 31 dias de paralisação, os bancários decidiram ontem no início da noite, em Assembleia Geral aceitar a proposta dos bancos.

A Fenaban (Federação Nacional do Bancos) ofereceu reajuste de 8% em 2016 e abono de R$ 3.500. A proposta inclui ainda aumento de 10% no vale refeição e no auxílio-creche-babá, além de 15% no vale alimentação.

Outro compromisso acordado dos bancos foi em garantir aumento real de 1% em todos os salários e demais verbas. Este acordo tem validade de dois anos.

A Fenaban aceitou conceder abono total dos dias parados, mas apenas das assembleias desta quinta.

Foto: Biné Morais/ O Estado

sem comentário »

Edilázio repudia índice de violência no MA

0comentário

EdilazioJunior

O primeiro secretário da Assembleia Legislativa, deputado Edilázio Júnior (PV), lamentou na manhã de hoje (16) a elevação do índice de violência no estado. Ele falou da explosão de caixas eletrônicos do Banco do Brasil realizada na noite de ontem no município de Colinas, ação de organização criminosa que resultou na morte de uma jovem.

“Assalto a banco, explosão de bancos e de caixas eletrônicos passaram a ser corriqueiros no estado. Dia sim, dia não, é registrado esse tipo de crime no estado. O único período em que houve uma pausa, foi no Carnaval, porque os bandidos estavam brincando. Passou o Carnaval, logo no primeiro dia útil, houve explosão de caixa eletrônico”, disse.

Edilázio relatou que a falta de segurança tem assustado a população de todo o estado, sobretudo nos municípios menores. “Nós estamos falando do município de Colinas, onde uma jovem inocente foi morta ontem. Município que tem como base e reduto o nosso vice-governador Carlos Brandão e o manda-chuva do Governo, secretário Marcio Jerry. Se lá está desse jeito, imagina nas pequenas cidades onde não têm essas autoridades, esses notáveis dentro do Governo do Estado”, completou.

Edilázio cobrou ação mais enérgica do Sistema de Segurança Pública e investimentos efetivos no setor.

“O secretário Jefferson Portela, diferentemente dos demais secretários que passaram por ali, já chegou político. Deputado Raimundo Cutrim entrou polícia e saiu político. Aluisio Mendes, entrou polícia e saiu político. E não tenho dúvida de que essa disposição de Portela de bater boca com colegas aqui de plenário, de não aceitar críticas, prejudica o comando dentro de uma secretaria tão importante. Espero isso que aconteceu em Colinas não se repita e que haja uma ação enérgica do Governo”, finalizou.

Foto: Agência Assembleia

sem comentário »

Bandidos explodem banco em Bacuri

0comentário

BancodeBacuri

Bandidos explodiram na madrugada de hoje (8) a agência do Banco do Brasil em Bacuri, no Litoral Norte do Maranhão, a 485 Km de São Luís.

Os criminosos utilizaram explosivo para detonar os caixas eletrônicos e levar todo o dinheiro. Durante a ação, os bandidos renderam o segurança de um supermercado localizado próximo à agência.

Este foi o quarto caso de explosão de banco em apenas uma semana no Maranhão. Na segunda-feira (4), bandidos explodiram a agência do Bradesco em Alto Alegre do Pindaré.

Dois dias depois, o alvo foram as agências do Banco do Brasil e do Bradesco em Igarapé do Meio.

Segundo o Sindicato dos Bancários (Seeb-MA) em 2015 foram registrados 60 arrombamentos em 52 municípios maranhenses. O número supera a estatística de 2014 quando foram registrados 46 casos.

Foto: Márcio Roberto/ Divulgação

sem comentário »

Explosões de bancos aumentam 30% no MA

2comentários

mapaarrombamentos

O ano de 2015 terminou com o registro de 60 casos de arrombamentos a agências bancárias no Maranhão, 15 a mais do que o registrado em 2015. Do total, as ações aconteceram em 52 dos 217 municípios do Estado. Os dados foram obtidos pelo G1 com base no cruzamento de informações do Sindicato dos Bancários do Maranhão (Seeb-MA) e Secretaria de Estado da Segurança Pública do Maranhão (SSP-MA).

Dos 52, oito municípios tiveram dois casos de arrombamentos. São eles: Amarante do Maranhão, Carolina, Fortaleza dos Nogueiras, Joselândia, Mirinzal, Presidente Sarney, São Mateus e Timbiras.

As cidades de Afonso Cunha, Bela Vista do Maranhão, Bequimão, Bom Jesus das Selvas, Buriti, Buriticupu, Buriticupu, Cajapió, Capinzal do Norte, Central do Maranhão, Esperantinópolis, Governador Edson Lobão, Grajaú, Guimarães, Humberto de Campos, Imperatriz, Lago do Junco, Lima Campos, Mata Roma, Matinha, Matões do Norte, Matões, Montes Altos, Monção, Nova Olinda, Olho-d’Água das Cunhãs, Passagem Franca, Paulo Ramos, Pedro do Rosário, Penalva, Pio XII, Santa Rita, Santana do Maranhão, Santo Antônio dos Lopes, Senador Alexandre Costa, São Benedito do Rio Preto, São Francisco do Brejão, São João Batista, São João do Sóter, São Pedro d’Água Branca, Tasso Fragoso, Timon e Vitória do Mearim também registraram ações do tipo.

A mais recente ação aconteceu em Afonso Cunha, na região leste do Maranhão, a 400 km de distância de São Luís, onde seis bandidos explodiram uma agência do Bradesco.

O maior número de agências danificadas pela ousadia dos criminosos é do banco Bradesco (30), seguido pelo Banco do Brasil (28). Apenas em um dos casos, o Seeb-MA não soube informar a qual banco pertencia a agência danificada.

Aumento nos casos

Segundo a Sociedade Maranhense de Direitos Humanos (SMDH), os casos de arrombamentos a agências bancárias no Maranhão tiveram aumento de 30% em 2015, se comparados com os dados de 2014.

Segundo o Seeb-MA, em 2015, foram 95 ocorrências incluindo casos de assaltos a banco, arrombamentos e saidinhas bancárias, contra 75 registrados em 2014.

2 comentários »