Bárbara apresenta Moção pela morte do jogador Caio

1comentário

A vereadora Bárbara Soeiro (PSC) apresentou, na Câmara de São Luís, uma moção de pesar pela morte ex-jogador Caio, falecido na tarde de terça-feira, 12, na capital maranhense.

Aos 63 anos, Luiz Carlos Tavares Franco, mais conhecido como Caio, foi campeão da Taça Libertadores da América e Mundial Interclubes pelo Grêmio de Porto Alegre, em 1983.

O jogador nasceu no Rio de Janeiro no dia 16 de março de 1955. Iniciou a carreira profissional no Botafogo, atuando como ponta-direita.

Sem espaço no alvinegro, o jogador acabou emprestado ao Madureira, por onde ficou dois anos.

Em 1977, Caio iniciaria seu vínculo com o futebol do Maranhão, jogando pelo Moto Club, sendo campeão estadual pelo Rubro-negro maranhense.

Em suas considerações, a vereador destacou a biografia do jogador, ressaltando como um dos mais importantes nomes do esporte do estado.

Foto: Agência Câmara

1 comentário »

Morre o ex-campeão Mundial Caio

3comentários

Morreu nesta terça-feira (12), o campeão Mundial e da Libertadores, aos 62 anos, o atacante Caio.

Caio nasceu no Rio de Janeiro, mas começou a se destacar ao jogar no Moto Club. Ele estava internado há um mês no Hospital Presidente Dutra e sofria de trombose.

Caio foi jogador do Moto Club. No Maranhão casou-se com uma maranhense de Bacabal com quem teve dois filos.

Além do Moto, Caio atuou nas divisões de base do Madureira de onde seguiu para o Botafogo e depois na Portuguesa e Grêmio, onde sagrou-se campeão mundial.

Caio teve papel fundamental na conquista da Copa Libertadores de 1983 pelo Grêmio, quando marcou 4 gols, um deles na decisão contra o Peñarol. Jogou também a final do Mundial, em Tóquio quando sagrou-se campeão.

O site do Grêmio prestou uma homenagem ao ex-campeão do Mundo.

Foto: Site do Grêmio

3 comentários »

Gre-Nal em solidariedade a ex-campeão mundial

1comentário

Um Gre-Nal pela solidariedade a um guerreiro que ganhou o mundo. Foi assim que tricolores e colorados encaram uma partida amistosa entre Grêmio e Internacional com grandes nomes do passado das duas equipes, nesse sábado (15), em São Luís (MA). A busca pela vitória não estava no placar e sim nas próteses de Caio, centroavante campeão da Libertadores e do Mundial com o Tricolor em 1983, que por conta de problemas vasculares perdeu as duas pernas.

No jogo pelo campeão, torcedores maranhenses das duas equipes se juntaram a jogadores de destaque na história dos times gaúchos. Pelo lado do Grêmio estiveram em campo Jardel e Nildo e com a camisa do Internacional Wamberto e Kléber Perreira, maranhenses, que já vestiram a camisa do Colorado.

– Estou feliz do jeito que eu estou. Se eu puder andar outra vez, ótimo. Se não puder vou levar a vida do mesmo jeito. Eu tenho tudo que eu preciso. Tenho uma família boa, bons amigos, prova disso aqui é essa partida, então não preciso muito para ser feliz – disse Caio, que hoje precisa de cadeiras de rodas para se locomover.

Luiz Carlos Tavares Franco é nascido do Rio de Janeiro, mas escolheu São Luís (MA) como seu lar. Nascido em 16 de março de 1955, o ex-jogador tem 63 anos e além do Grêmio teve passagens marcantes nos principais times maranhenses? Moto Club e Sampaio Corrêa. Além disso o ex-centroavante esteve também em times como Botafogo-RJ, Portuguesa-SP, Paysandu-PA, Tuna Luso-PA e Madureira-RJ. Caio encerrou a carreira em 1991, na Bolívia Querida maranhense. Após se aposentar, antes do acidente vascular, o -ex-jogador chegou a trabalhar como taxista no aeroporto de São Luís.

A partida amistosa em solidariedade a Caio foi disputada no Campo do Águia Dourada, em São Luís (MA). Após a partida ex-atletas e torcedores se confraternizaram junto campeão do mundo. O Gre-Nal terminou 6 a 3 para os tricolores.

Foto: Reprodução/TV Mirante

Leia no Globoesporte

1 comentário »