Samba Que Roda celebra aniversário de São Luís

1comentário

O Projeto Samba Que Roda pede passagem nas comemorações dos 407 anos de São Luís. Neste sábado (7), a partir das 19h, os sambistas Serrinha do Maranhão, Nivaldo Santos e Boscotô comandam a maior roda de samba do Estado. O Ceprama abre suas portas para este projeto, uma realização do Grupo Oito e da OCTOP Entretenimento que conta com os patrocínios da Glacial e do governo do Estado por meio da Lei de Incentivo à Cultura. Para quem curte uma boa música, nada melhor do que aproveitar um sábado à noite com samba da melhor qualidade. E detalhe: a entrada é gratuita.

Nesta edição do Samba Que Roda serão mais de seis horas de música. São Luís vai simplesmente respirar samba “porque quem não gosta de samba, bom sujeito não é”. Serrinha, Nivaldo e Boscotô serão os anfitriões da festa, mas não os únicos a subirem ao palco.

O trio de bambas terá a companhia de convidados ilustres do cenário local. Inácio Pinheiro, Marlon Reis, Chico Chinês, Fernando Macaé, Adão Camilo e Dadá Maravilha já estão confirmados no Samba Que Roda. No repertório dos sambistas, estão composições de artistas da terra e também de grandes nomes do cenário nacional.

“Vai ser uma autêntica roda de samba com parte dos representantes desse gênero que, há pelo menos 30 anos, já fazem o samba acontecer em São Luís e no Maranhão. Vamos curtir uma roda de samba como nunca se fez na capital e em um local escolhido de forma especial. Vai comparecer um público que gosta do bom samba, daqueles sambas que são imortais e que ficaram marcados ao longo dos tempos. Vamos fazer um passeio por todas essas músicas. Vamos proporcionar um ambiente muito bem organizado, com cerveja gelada, com espaço para se divertir, dançar, sambar. A expectativa é muito positiva para uma noite que será memorável”, afirmou Boscotô, um dos nomes que comandará a noite.

Idealizadora do Samba Que Roda, a produtora executiva do projeto, Cássia Melo, explica que a intenção é levar o samba de raiz para outras localidades de São Luís e, posteriormente, para outras cidades. Para ela, é importante oferecer a toda a população a oportunidade de conhecer e aproveitar o que há de melhor na música maranhense.

“O projeto nasceu de uma ideia de fazer uma itinerância do samba de raiz do Maranhão para outros municípios, outros bairros. Por isso que o nome é Samba Que Roda. Ele abre este ano no Ceprama, no aniversário de São Luís, e a ideia é dar a sequência dessa festa em outros bairros com entrada fraca e acesso a um lazer genuinamente maranhense para toda a população, ocupando os espaços públicos”, revelou.

Perfis

Serrinha do Maranhão não é apenas uma voz que canta samba. É o próprio samba se expressando em “sua mais perfeita” tradição. Não é apenas mais um cantor de samba, mas a “cara e a alma” desse gênero musical tipicamente brasileiro. Em seu currículo, já tocou com nomes como Zeca Pagodinho, Arlindo Cruz, Beth Carvalho, Jorge Aragão, dentre outros bambas do samba. Atualmente, seu trabalho de maior destaque está no projeto Samba de Iaiá, onde divide o palco com Chico Chinês.

Nivaldo Santos  já tocou em parceria com César Teixeira, Nanina da Vila, Mestre Joca, dentre outros. Em 2014, venceu o Festival de Música Carnavalesca na categoria Melhor Música e Intérprete. Entre os anos de 2014 e 2016, foi homenageado com o prêmio Melhores do Samba.

Boscotô é músico percussionista, intérprete, compositor e produtor cultural atuante do tradicional reduto cultural de São Luís, o bairro da Madre Deus. É membro-fundador de diversos grupos, como o Regional Trezentos e Dez, do bloco carnavalesco Máquina de Descascar’alho, da Companhia Barrica de Teatro de Rua, do Conjunto Madrilenus, dentre outros. Como músico, já participou de shows com artistas locais e nacionais, como Naninha da Vila Maria, Alcione, Martinho da Vila, Arlindo Cruz, Paulinho da Viola, entre muitos outros.

Foto: Divulgação

1 comentário »

São João do Maranhão

2comentários

 caboclo

O São João no Maranhão promovido pelo governo do Maranhão começa neste sábado com a abertura do Arraial da Vila Palmeira, no Parque Folclórico que vai funcionar até o dia 30 de junho.

Além da Vila Palmeira, outros dez arraiais do governo funcionarão entre os dias 20 e 29 em São Luís, nos seguintes locais: Lagoa da Jansen, Ceprama, Centro Histórico, Madre Deus, Vila Embratel, Anjo da Guarda, Liberdade, João Paulo, Bairro de Fátima e Estiva, na Zona Rural.

O São João também será promovido no interior do Maranhão. As cidades contempladas, num total de dezenove são: São José de Ribamar, Axixá, Humberto de Campos, Nina Rodrigues, Presidente Juscelino, Cachoeira Grande, Cururupu, São Bento,  Pinheiro, Viana, Bacuri, Santa Inês, Timon, Itapecuru-Mirim, Barra do Corda, Fortaleza dos Nogueiras, Ribamar Fiquene e Barra do Corda. A abertura no interior está confirmada para o dia 13, em Bacuri.

2 comentários »