Rua Grande começa a ganhar novo visual

0comentário

Conjuntos de bancos que integram elementos do mobiliário urbano do projeto de revitalização da Rua Grande já começaram a ser instalados. O serviço faz parte de obra executada pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) em parceria com a Prefeitura de São Luís e complementa a transformação que vem sendo realizada na via, espaço que abriga o maior centro comercial de São Luís. O trabalho vem sendo acompanhado e aprovado pelos consumidores e por quem trabalha na área.

O prefeito Edivaldo Holanda Júnior destacou a importância da obra. “Nossa cidade está ficando cada vez mais bonita. As obras do Complexo Deodoro e Rua Grande, executadas pelo Iphan em parceria com a Prefeitura, integram o conjunto de investimentos que estão sendo realizados em prol da população e pelo desenvolvimento da cidade”, disse o prefeito.

De acordo com o projeto, são instalados em média quatro bancos por quadra. Os assentos são confeccionados em madeira tratada, com elementos em aço corten, muito utilizado na construção civil e que apresenta três vezes mais resistência à corrosão que o aço comum. Este tipo de aço pode desenvolver uma película de óxido protetora, que atua reduzindo o impacto dos agentes corrosivos presentes no meio ambiente, favorecendo a conservação dos bancos. Ainda fazem parte do mobiliário urbano definido para a área lixeiras, também desenvolvidas em aço, que estão em fase de fabricação.

O superintendente do Iphan no Maranhão, Maurício Itapary, destaca que o projeto visa favorecer os consumidores. “Além de favorecer a população, a obra visa fomentar o comércio na região, tornando-o ainda mais atrativo para os consumidores. O trabalho já apresenta resultados positivo e a conclusão da obra vai beneficiar ainda mais a população”, ressaltou o superintendente.

Foto: A. Baeta

sem comentário »

Feirinha aquece comércio e cultura no pré-Carnaval

0comentário

Nesta época do ano, quem procura animação em ritmo carnavalesco na capital sabe que a Feirinha São Luís é o ponto certo de encontro dos foliões, como aconteceu nesse último domingo de janeiro (27), na 84ª edição do programa criado na gestão do prefeito Edivaldo Holanda Júnior. A Feirinha São Luís tem se destacado e atraído cada vez mais um maior número de pessoas com atração diversificada que inclui programação cultural, comercialização de produtos da agricultura familiar, artesanato e pratos da comida típica maranhense, em um único espaço.

Neste domingo (27), quem foi à Praça Benedito Leite, local onde ocorre o evento, sempre das 7h às 15h, se divertiu ao som da Banda da Feirinha, bloco tradicional Os Apaixonados, grupo de capoeira Matroá, Banda Sambores, Escola de Samba Flor do Samba e Grupo Argumento.

“A Feirinha São Luís virou essa grande festa da cultura popular, nesse encontro de gerações que celebram sua maranhensidade, em um espaço que é vitrine tanto para os turistas quanto para os ludovicenses, em um ambiente gratuito para o lazer e convivência social. Nós da organização, prezamos sempre pelo bem-estar da população”, enfatizou o secretário de Relações Parlamentares e coordenador geral da Feirinha, Ivaldo Rodrigues.

Atualmente a estrutura da Feirinha São Luís é formada por 120 barracas montadas e sobre rodas instaladas no perímetro da Praça Benedito Leite. Quando começou eram apenas 60 barracas apostando no empreendimento ousado realizado pela Prefeitura de São Luís em parceria com Serviço Nacional de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae-MA).

Desde que foi lançada em junho de 2017, a Feirinha vem contribuindo para a formalização e desenvolvimento dos pequenos negócios com base na Lei Geral da Micro e Pequena Empresa. Em 84 domingos, pela Praça Benedito Leite passaram mais de 500 mil pessoas, entre moradores de São Luís e visitantes de outras cidades, estados e países.

Definitivamente, a Feirinha passou a fazer parte do roteiro turístico de São Luís. Neste período de realização, a venda de produtos possibilitou a circulação de capital da ordem de R$ 24 milhões.

Incentivo cultural

Em todas as edições, a programação cultural funcionou como grande agente agregador e de atrativo turístico. Mais de 500 grupos culturais, entre eles nomes expressivos da cultura popular, do bumba meu boi, tambor de crioula, capoeira, danças do cacuriá, entre outros, além dos shows musicais fizeram parte da programação do evento.

Foto: Renato Carvalho

sem comentário »

Luis Fernando assina protocolo com a China

0comentário

O município de São José de Ribamar deve entrar na rota do crescimento por meio das relações internacionais. A afirmação foi destaque durante encontro que culminou na assinatura de carta de intenções entre Prefeitura e Câmara de Comércio de Desenvolvimento Internacional Brasil-China (CCIBC), neste domingo (17).

O protocolo tem como objetivo estabelecer parcerias para captação de investimentos e aproximação entre a cidade balneária e cidades chinesas com forte potencial econômico.

O documento, que é o primeiro passo para aproximar a cidade dos investidores chineses, prevê o intercâmbio econômico e comercial, além do benefício mútuo nas áreas de Ciência e Tecnologia, Cultura, Desenvolvimento Econômico, Educação, Esporte, Saúde, Segurança, Sustentabilidade, entre outras.

O chefe do Executivo ribamarense, Luis Fernando, acompanhado do vice-prefeito, Eudes Sampaio, recebeu no gabinete da prefeitura, Fábio Hu, presidente da Câmara Brasil-China, Roberto Liao, vice-presidente executivo, Felipe Zhuo, secretário, José Mauro, diretor Comercial, e o diretor de comunicação, Daniel Castro.

Durante o encontro, o prefeito falou sobre as principais características e potenciais da cidade nacionalmente conhecida em razão de diversos destaques nas áreas produtivas, culturais, e turísticas.

“São José de Ribamar possui indiscutivelmente todos os atributos para receber investimentos de ordem internacional. Temos diversos cases de sucesso implantados, a exemplo do Liceu Maranhense, que oferece educação em tempo integral, programa de compra e venda direta da agricultura familiar além do turismo como polo de destino religioso”, detalhou.

Portanto, reiterou o prefeito, “Essa carta de intenção, além de aproximar os interesses também representa uma relação amistosa. Apesar de culturas diferentes, é extremamente positivo, sobretudo, na aquisição comercial e econômica para o município”, completou.

Para o presidente da Câmara de Comércio de Desenvolvimento Internacional Brasil-China (CCIBC), Fabio Hu, conhecer São José de Ribamar é um grande passo para viabilizar futuras parcerias. “Esta cidade é uma cidade de sol nascente que tem muito a crescer. As duas culturas diferentes farão com que essa troca de experiências aconteça”, disse, antes de convidar a todos para conhecer a China, em especial a cidade de Shenzhen, que nas duas últimas décadas, implementou reformas e promoveu políticas que contribuíram para transformar a cidade, antes exclusivamente agrícola em uma moderna cidade com forte apelo industrial e comercial.

Também estiveram presentes o vereador Cristiano Pinheiro, o prefeito de Morros, Sidrack Feitosa, além de secretários municipais.

Foto: Divulgação

sem comentário »