Comissão da AL vai ouvir Dnit e Sinfra sobre estradas

0comentário

A Comissão de Obras e Serviços Públicos da Assembleia Legislativa do Maranhão quer ouvir, na reunião da próxima quarta-feira (12), os dirigentes do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) e da Secretaria de Infraestrutura do Estado (Sinfra), sobre a situação das estradas maranhenses.

O presidente da Comissão, deputado Felipe dos Pneus (PRTB), disse que os convites serão feitos aos dirigentes e o foco principal é para que falem sobre a situação das rodovias do Maranhão. O DNIT responde pelas estradas federais e a Sinfra, pelas estaduais.

“A reunião é para que eles possam apresentar os planos de obras para as nossas rodovias. O Estado passa por um momento difícil, por conta das fortes chuvas, o que dificulta ainda mais o trabalho desses órgãos, mas como o período chuvoso está passando, a expectativa é que as coisas melhorem com um maior enfrentando dos problemas”, disse.

Vários deputados têm criticado a péssima situação em algumas BRs e MAs. O próprio presidente da Comissão contou que já esteve com os dirigentes do DNIT, que estarão, na próxima semana, em Brasília, buscando mais recursos; e que vai encontrar o titular da Sinfra, Clayton Noleto, para convidá-lo para a reunião.

“No Maranhão, houve um corte de mais de 50% dos recursos. Eram cerca de R$ 300 milhões e hoje são só R$ 143 milhões. Esperamos que o Exército atue na BR-135, porque  aempresa que estava lá foi processada e multada em R$ 18 milhões. Ela pediu um prazo de até 15 de julho, mas o DNIT ainda não deu resposta”, informou. 

Foto: JR Lisboa / Agência Assembleia

sem comentário »

Comissão debate situação crítica de rodovias, mas…

0comentário

A Comissão de Obras e Serviços Públicos da Assembleia Legislativa do Maranhão reuniu-se, na manhã desta quarta-feira (3), onde debateu sobre a situação crítica das rodovias federais do Maranhão. Na oportunidade, o presidente da Comissão, deputado Felipe dos Pneus (PRTB), anunciou uma vistoria a ser realizada nesta quinta-feira (4), nas BRs 316 e 222, com a presença de engenheiros do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) e da Secretaria de Estado da Infraestrutura (Sinfra), para verificarem, in loco, a situação precária da estradas, que agravaram com o período chuvoso.

Mas uma pergunta fica no ar: a Comissão de Obras não vai verificar a situação nas rodovias maranhenses? A MA-315 que foi inaugurada em janeiro deste ano entrou na pauta? A Estrada do Arroz foi rompida e ninguém diz nada?

Por enquanto, o foco dos deputados serão as BRs, sob a responsabilidade do governo Jair Bolsonaro (PSL).

“A situação das BRs está difícil não só nos municípios, mas, também, na nossa capital. Nesse período de chuva – que está bastante forte – a gente vê que o nosso estado está pedindo socorro. Então, nós estamos convocando os órgãos estadual e federal para poder ter essa sensibilidade com a nossa população”, afirmou Felipe dos Pneus.

O deputado Fernando Pessoa (Solidariedade) propôs a realização de uma manifestação nas rodovias, com a presença dos deputados e da população. Ele afirmou que a situação está complicada, principalmente, no trecho da BR que liga São Mateus a Alto Alegre do Maranhão.

“Todos que passam por aquela rodovia estão sentindo dificuldades. Por isso, estou propondo fazermos uma manifestação, junto com a população, para que possamos tomar alguma atitude cabível para o momento, porque, até agora, não se tem nenhuma sinalização e nada de concreto, apenas uma promessa do DNIT. Já estamos cansados de tanta promessa do DNIT sobre a questão dessa BR”, acentuou o parlamentar.

Requerimentos

Na reunião também foram aprovados os Requerimentos 138/2019, de autoria do deputado Duarte Júnior (PCdoB), e o 146/2019, de autoria do deputado Felipe dos Pneus (PRTB). O primeiro trata sobre o aumento do número de vítimas de acidentes de trânsito envolvendo pedestres, as políticas existentes sobre o trânsito na Região Metropolitana e os custos sociais decorrentes, que, segundo o deputado, constituem assuntos de interesse público de grande relevância.

Já o requerimento do deputado Felipe dos Pneus dispõe sobre a realização de uma inspeção a ser feita na Ponte dos Índios, localizada entre os municípios de Santa Inês e Bom Jardim, na BR-316.

Foto: Divulgação/Agência Assembleia

sem comentário »

Comissão da AL fará visita à barragem do Pericumã

0comentário

A Comissão de Obras e Serviços Públicos vai definir uma nova data de visita à barragem do rio Pericumã, a fim de verificar in loco os estragos causados pelo rompimento da barragem que causou sérios danos a vários bairros da cidade de Pinheiro.

A Comissão de Obras e Serviços Públicos vai definir uma nova data de visita à barragem do rio Pericumã, a fim de verificar in loco os estragos causados pelo rompimento da barragem que causou sérios danos a vários bairros da cidade de Pinheiro.

O assunto foi discutido pela comissão, em reunião na manhã desta quarta-feira (27), e contou com as presenças dos deputados Felipe dos Pneus (PRTB) que é o presidente da Comissão, e dos deputados Rildo Amaral, Adriano Sarney, Mical Damasceno e Adelmo Soares.

Felipe dos Pneus informou que a viagem – marcada anteriormente para esta semana – foi adiada em razão do pedido de alguns deputados da região da Baixada Maranhense, em função do aumento das águas do Rio Pericumã..

“Existe a possibilidade da visita ser realizada no dia 2 de abril, para que a gente possa ter o máximo possível de deputados presentes a fim de podermos ver a grande necessidade do povo daquela região do Maranhão”, disse Felipe dos Pneus.

A Barragem do Pericumã rompeu no dia 11 de fevereiro desse ano, inundando vários bairros. O represamento do rio possibilita o abastecimento de pescado para os municípios de Pinheiro, Palmeirândia, Peri-Mirim e Pedro do Rosário. Além disso, viabiliza a irrigação da agricultura familiar e ajuda a reduzir enchentes e controlar a vazão da água nos períodos chuvoso e de estiagem.

Cemar

A Comissão de Obras também deliberou sobre a realização de uma reunião com representantes da Cemar, para tratar da possível existência da prática de ligações clandestinas feitas por alguns consumidores do Maranhão. “A gente está querendo chamar a Cemar para obter respostas sobre a existência ou não de gatos no Maranhão”, disse Felipe dos Pneus.

Foto: Divulgação/Agência Assembleia

sem comentário »