Eliziane é destaque em votação do Congresso em Foco

1comentário

A senadora Eliziane Gama (Cidadania) foi a grande destaque do Senado, entre os maranhenses, na votação do site o Congresso em Foco.

O site anualmente realiza a votação analisando os parlamentares e em três categorias: juri especializado, votação de jornalistas e na internet, que aconteceu durante o mês de agosto.

Entre os maranhenses, no Senado Federal, tanto na votação de jornalistas quanto na internet, a vitoriosa foi a senadora Eliziane Gama.

Já entre os deputados federais, os vencedores foram Bira do Pindaré (PSB) na votação dos jornalistas e Márcio Jerry (PCdoB) na votação popular.

Estiveram aptos a serem votados apenas aqueles parlamentares que exerceram o mandato por ao menos 60 dias este ano e que não respondem a investigações ou acusações criminais.

Blog do Jorge Aragão

1 comentário »

O bom exemplo de Eduardo Braide

0comentário

O deputado federal Eduardo Braide (PMN) deu, nesta terça-feira (6), mais um exemplo de que realmente faz a diferença atualmente na política maranhense.

O site Congresso em Foco divulgou levantamento feito sobre os parlamentares que não faltaram nas sessões realizadas em 2019 na Câmara Federal.

De acordo com o levantamento, um pouco mais de 10% dos deputados federais de todo o Brasil não tiveram nenhuma falta nas 86 sessões deliberativas que foram realizadas no primeiro semestre deste ano.

Dos 513 deputados federais, somente 54 estiveram presentes em todas as sessões. O detalhe é que desses 54 parlamentares, apenas um é da Bancada do Maranhão, justamente Eduardo Braide.

O exemplo dado por Eduardo Braide apenas comprova que é preciso não só na teoria, mas principalmente na prática, defender e exercitar a verdadeira nova política que o eleitor tanto espera.

Vale lembrar que o número de deputados sempre presentes nas sessões deste ano é maior que na legislatura anterior.

Blog de Jorge Aragão

sem comentário »

Marlon Reis considera Lula inelegível

3comentários

É claro que o maior questionamento, após a segunda condenação do ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva (PT), desta vez pelo TRF-4, é se o petista está ou não inelegível para o pleito eleitoral de 2018.

O site Congresso em Foco foi procurar a resposta na origem, ou seja, foi conversar com o ex-juiz maranhense, Marlon Reis, que simplesmente foi o idealizador da Ficha Limpa no Brasil. O ex-magistrado, que trocou a toga pela carreira política, foi enfático ao falar sobre o assunto.

“A Lei da Ficha Limpa é clara no sentido de que o pronunciamento condenatório de qualquer órgão colegiado já basta para tal”, disse Marlon Reis, ao comentar a condenação de Lula pelo TRF-4, órgão colegiado que por unanimidade decidiu condenar o ex-presidente a 12 anos de prisão.

Marlon Reis também lembrou que Lula poderá recorrer da decisão e conseguir uma liminar para participar do processo eleitoral, mas essa liminar deve fazer com que seu recurso seja julgado com maior celeridade.

O maranhense rebateu críticas que, agora, estão sendo feitas a Lei da Ficha Limpa por aliados de Lula, por conta da sua condenação. Marlon Reis lembrou que a legislação não foi feita para alcançar esse ou aquele, mas sim todos os políticos que cometessem irregularidades.

“Se há alguma crença de injustiça no caso dele, ela deve ser dirigida à Justiça Criminal, não à Lei da Ficha Limpa, que não tem nada a ver com isso. A Lei da Ficha Limpa é abstrata, não foi pensada para atingir ninguém em particular. Ela precisa ser defendida com afinco, porque chama atenção para a necessidade de mudança de comportamento na política”, defendeu.

Desta forma, está ficando cada vez mais difícil acreditar na candidatura de Lula para a Presidência da República, pelo menos nas eleições de 2018.

Blog do Jorge Aragão

3 comentários »

Campeão em faltas

2comentários

Waldir Maranhão foi o deputado maranhense que mais faltou às sessões na Câmara em 2016

Se não bastasse tudo que acompanhamos na Câmara sobre o deputado Waldir Maranhão (PP), ele aparece mais no site Congresso em Foco como o parlamentar maranhense que mais faltou às sessões em 2016.

Waldir Maranhão teve 37 faltas. Em segundo aparece o deputado falecido João Castelo (PSDB) com 35 e em terceiro Júnior Marreca (PEN) com 31 faltas. Os que menos faltaram foram André Fufuca (PP) e Pedro Fernandes (PTB) com 5 faltas cada um.

A lista de 2016 segue: Weverton Rocha (25), Zé Carlos (18), José Reinaldo (15), Alberto Filho (14), Juscelino Filho (14), Eliziane Gama (12), Victor Mendes (12), Hildo Rocha (10), João Marcelo Souza (10), Julião Amim (10), Rubens pereira Jr. (10), Sarney FIlho (10), Aluísio Mendes (9), André Fufuca (5), Pedro Fernandes (5), Cléber Verde (4), Ildon Marques (2), Davi Alves Júnior (2), estes dois últimos que assumiram no lugar de André Fufuca e Sarney Filho.

Em 2015, Waldir também foi o parlamentar maranhense que mais faltou às sessões na Câmara dos Deputados. Seguido por Júnior Marreca.

No Senado, segundo o Congressos em Foco, João Alberto de Souza (PMDB) teve 15 faltas, Edson Lobão (PMDB) 5 faltas, Pinto Itamaraty (PSDB) que substituiu a Roberto Rocha aparece com 4 faltas e

2 comentários »