Prefeitura realiza Dia D contra o sarampo em SL

0comentário

A Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Semus) realiza, neste sábado (19), o Dia D da Campanha Nacional de Vacinação Contra o Sarampo na capital maranhense. A ação tem como público-alvo crianças de seis meses a menores de cinco anos. Durante a programação será disponibilizada, pela manhã, das 8h às 12h, nas 62 unidades de saúde a vacina tríplice viral, que protege contra o sarampo e outras doenças. À tarde, das 15h às 19h, ainda no sábado, as doses estarão disponíveis em postos volantes nos shoppings da Ilha (Maranhão Novo), Rio Anil (Turu) e São Luís (Jaracati).A campanha reforça as ações preventivas de saúde colocadas em prática pelo prefeito  Edivaldo Holanda Junior. 

O prefeito Edivaldo destaca que a saúde preventiva tem sido um dos foco de sua gestão que tem realizado ações de promoção e proteção da saúde como estratégias para garantir à população melhoria da qualidade de vida. “Temos executado uma série de programas na área de saúde preventiva, disponibilizando em nossa rede a vacina contra sarampo, rubéola e caxumba, imunizando de forma permanente o público-alvo para estas doenças”, disse o prefeito. 

Como parte das ações preventivas de saúde a Prefeitura tem mantido equipes de combate a endemias nas ruas e realizado campanhas educativas em bairros e escolas, entre outras atividades. 

Segundo o secretário Lula Fylho este fim de semana é decisivo para ampliação da cobertura  vacinal. Ele alerta os pais para necessidade de apresentação do Cartão Criança. “A vacinação é exclusiva para aquelas que não receberam dose alguma ou não tomaram o reforço, e o profissional da unidade de saúde faz a avaliação se há ou não necessidade da imunização”, explica o secretário.

Mais de 3.520 crianças já compareceram às unidades de saúde da rede em resposta à campanha contra o sarampo, iniciada no dia 7 de outubro. Do total de pessoas convocadas, 1.678 receberam a vacina. De acordo com a Coordenação de Imunização da Semus, muitas crianças estavam com as carteiras de vacinação atualizadas, o que excluiu a necessidade de aplicação da dose contra o sarampo.

A segunda etapa da campanha contra o sarampo, que englobará pessoas de 20 a 29 anos de idade e que ainda não foram vacinados contra a doença, ocorrerá entre os dias 18 e 30 de novembro. Para este público, o Dia D ocorrerá em 30 de novembro.

Foto: Honório Moreira

sem comentário »

Dia D de vacinação

0comentário

Por Edivaldo Holanda Junior

A manutenção da saúde pública é, sem dúvida, um dos principais desafios dos gestores de todo o país. Na contramão dos investimentos federais, que só reduzem repasses aos estados e municípios – motivado em grande parte pela crise que o Brasil enfrenta nos últimos anos -, as demandas nas unidades de saúde e hospitais não param de crescer. Para amenizar os problemas no atendimento que há décadas vêm sendo enfrentados na área, é imprescindível que cada cidade esteja empenhada em garantir a atenção básica ao cidadão, e nesse contexto a vacinação é uma estratégia importante para a prevenção da ocorrência de doenças. 

Ontem, em São Luís, um grande número de profissionais da nossa rede municipal de saúde passou o dia mobilizado para conseguir o maior número de adesão do público-alvo da campanha de vacinação contra gripe. Já havíamos realizado no dia 13 do mês passado o Dia D Municipal de Vacinação Contra a Gripe, e ontem, Dia D Nacional, estivemos novamente, em horário excepcional, em todas as unidades de saúde da cidade com salas de imunização, além de postos de vacinação em shoppings, facilitando o acesso da população. 

O público-alvo da campanha são pessoas com 60 anos ou mais, crianças de seis meses a menores de seis anos de idade (5 anos, 11 meses e 29 dias), gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto), trabalhadores da saúde, professores das escolas públicas e privadas, populações indígenas, portadores de doenças crônicas não-transmissíveis e outras condições clínicas especiais, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas, população privada de liberdade e funcionários do sistema prisional.

Para conseguir atingir a meta vacinal, a Prefeitura de São Luís tem adotado diversas estratégias, incluindo ampla divulgação para estimular o público-alvo, vacinação de alunos dentro da faixa-etária prevista na campanha em escolas públicas da rede municipal de ensino e implantação de unidades volantes em quatro dos principais shoppings da capital maranhense. A meta estabelecida para São Luís é de imunizar 254.958 pessoas até 31 de maio, quando encerra a campanha nacional. É importante que todos para quem a campanha é direcionada procurem o posto mais próximo de casa com a carteirinha de vacinação e um documento de identificação.

Mais do que somente a prevenção individual, o cidadão ao se vacinar está contribuindo para a diminuição de casos de doenças em São Luís, sendo a influenza ou as demais patologias com imunizações disponíveis em nossos postos de saúde. A gripe, por exemplo, é responsável atualmente por um número significativo das internações nos hospitais, o que acaba contribuindo para aumentar a demanda por atendimento nas unidades básicas de saúde, acarretando uma série de problemas, como a demora no atendimento e a sobrecarga dos profissionais da área. Além disso, também provoca o aumento nos gastos com medicamentos, em tempos em que os recursos financeiros são bem restritos. O ditado “é melhor prevenir do que remediar” é bastante assertivo no contexto de dificuldades em que o país se encontra atualmente.

O trabalho preventivo, de um modo geral, é, portanto, fator fundamental para transformar o sistema público de saúde. É necessário que cada gestor tenha o compromisso de oferecer essa rotina de serviços ao cidadão em suas cidades, até para também não sobrecarregar os grandes centros populacionais e os hospitais de alta e média complexidade com pacientes já com doenças em estágios evoluídos ou até irreversíveis. Aqui, em São Luís, temos um trabalho contínuo de atenção básica, de acompanhamento e orientação para os cuidados com a saúde. Tudo para levar mais bem-estar e qualidade de vida para a população.

*Edivaldo Holanda Júnior é prefeito de São Luís

sem comentário »

Prefeitura realiza Dia D contra a gripe em São Luís

0comentário

Seguindo orientação do prefeito Edivaldo Holanda Junior, todos os postos de saúde da rede municipal estarão abertos neste sábado Dia D de Vacinação contra gripe. Após realizar o Dia D Municipal Contra a Influenza (gripe), a Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Semus) realizará, neste sábado (4), das 8h às 17h, a ação do Dia D Nacional.

Nesta data, as unidades de saúde da capital maranhense estarão abertas no horário da campanha. A gestão do prefeito Edivaldo Holanda Junior também ofertará ao público-alvo postos volantes nos shoppings centers. No Tropical Shopping (Renascença) funcionará sábado (4), das 9h às 17h. Já no São Luís Shopping (Jacarati), Rio Anil Shopping (Cohab) e Shopping da Ilha (Maranhão Novo) o horário será das 14h às 19h tanto na sexta-feira (3) quanto no sábado (4).

“Com mais esse Dia D queremos facilitar o acesso do público- alvo da campanha à vacina. Essa iniciativa integra as ações preventivas de saúde que vêm sendo colocadas em prática na nossa gestão, no sentido de garantir mais saúde e qualidade de vida para a população. Nossas equipes estão preparadas e esperamos um grande movimento nos postos de saúde neste sábado e nos locais onde estarão os postos voltantes”, disse o prefeito Edivaldo.

De acordo o Ministério da Saúde, o público-alvo inclui pessoas com 60 anos ou mais, crianças de seis meses a menores de seis anos de idade (5 anos, 11 meses e 29 dias), gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto), trabalhadores da saúde, professores das escolas públicas e privadas, populações indígenas, portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas, população privada de liberdade e funcionários do sistema prisional.

O secretário municipal de Saúde, Lula Fylho, também convocou todos aqueles que são público-alvo da campanha e ainda não se vacinou a participar do Dia D. “A campanha conta com grande adesão. No último fim de semana tivemos mais de 800 pessoas vacinadas nos shoppings, e com o Dia D Nacional o objetivo da gestão do prefeito Edivaldo é ampliar ainda mais essa cobertura com o funcionamento excepcional das sala de vacinação das unidades de saúde municipais”, disse.

A gestão do prefeito Edivaldo tem trabalhado com diferentes estratégias para atingir a meta de vacinação contra a gripe que, na capital, que tem como objetivo vacinar 254.958 pessoas, até 31 de maio, quando encerra a campanha nacional. Além do Dia Nacional, a Prefeitura realizou, no dia 13 de abril, o Dia D Municipal de Vacinação Contra a Gripe e com a ação conseguiu imunizar muita gente.

Foto; Maurício Alexandre

sem comentário »

Prefeitura realiza ‘Dia D’ contra a gripe em São Luís

0comentário

A Prefeitura de São Luís realiza neste sábado (13) o Dia D de Vacinação contra a Influeza. A vacinação acontece nas unidades de saúde, das 8h às 12h. A ação, executada pela Secretaria Municipal de Saúde (Semus), integra as atividades da Campanha Nacional contra a Influenza, coordenada pelo Ministério da Saúde.

A campanha de vacinação tem como público-alvo crianças de seis meses a menores de seis anos de idade (5 anos, 11 meses e 29 dias), pessoas acima dos 60 anos de idade, trabalhadores da área da saúde, povos indígenas, gestantes, mulheres com até 45 dias após o parto, além da população privada de liberdade, dos funcionários do sistema prisional e das pessoas portadoras de doenças crônicas não transmissíveis.

O Dia D de Vacinação é mais uma ação para a melhoria da saúde pública, especialmente na área da atenção básica. Contribuindo com os objetivos da campanha nacional que incentiva as pessoas a buscarem a vacina. Durante o Dia D Municipal será feito um alerta aos pais para conscientizá-los sobre a importância da vacinação da gripe em crianças como o meio de imunização mais eficaz que pode evitar as complicações da doença.

A Campanha Nacional de Vacinação contra a Influeza acontece até o dia 31 de maio Para ampliar o alcance da ação, além das unidades de saúde, a Semus vai disponibilizar pontos de vacinação em locais públicos. Nos dias 26 e 27 de abril, e em maio (nos dias 3 e 4, 10 e 11, 17 e 18, 24 e 25), a vacina estará disponível nos shoppings Rio Anil (na avenida São Luís Rei de França, Turu), da Ilha (na avenida Daniel de La Touche, Cohama) e São Luís (na avenida Carlos Cunha, Jacarati). Entre as estratégias, também estão previstas ações em escolas da rede municipal de ensino.

A gripe é responsável atualmente por grande parte das internações hospitalares. A febre é um dos sintomas mais evidentes e comuns da enfermidade e dura, normalmente, em torno de três dias. Além deste sintoma, a gripe também pode vir acompanhada de tosse, dor de garganta e dor de cabeça.

Foto: Divulgação

sem comentário »

Prefeitura realiza Dia D de Limpeza das praias

1comentário

Para chamar a atenção da população para o problema da poluição das praias de São Luís, a Prefeitura realiza neste sábado (15), mais um Dia D de Limpeza de Praia, iniciativa firmada pela gestão do prefeito Edivaldo Holanda Júnior. A ação faz parte de uma campanha lançada em setembro, durante o Dia Mundial de Limpeza das Praias, para conscientizar a população da cidade sobre os prejuízos ao meio ambiente marinho decorrentes do descarte irregular de resíduos sólidos na areia. A ação acontece na Avenida Litorânea.

A concentração começa às 7h30. O ponto de encontro será a Casa das Dunas. Às 8h, voluntários farão a catação dos resíduos encontrados na faixa de areia que no trecho que segue até a Praça dos Pescadores, na Avenida Litorânea. Os resíduos serão separados em três tipos: recicláveis, orgânicos e perigosos. A catação dos resíduos recicláveis, exceto vidro, será feita pelos voluntários e estudantes municipais. Já os resíduos de vidro, orgânicos e perigosos serão recolhidos pelos agentes de limpeza.

Ao longo da faixa de areia haverá ainda máquinas de remoção que recolherão os resíduos mais pesados, que não podem ser recolhidos manualmente. A catação será encerrada às 10h por causa da tábua de marés.Ao longo do percurso, os frequentadores da praia receberão dicas de como fazer o descarte correto do seu lixo e reduzir a geração de resíduos, protegendo as praias da cidade.

Ao final, tudo que for recolhido será pesado para que as pessoas tenham noção do quanto é descartado irregularmente nas praias de São Luís e os riscos que esse descarte traz. O Cidadão Limpeza Cidade Beleza acompanhará toda a ação, chamando a atenção da população para o problema.

A ação que será realizada neste sábado é um chamamento de cunho social e voluntário à população para que se consiga acabar com o descarte irregular de resíduos. Com a ação a Prefeitura de São Luís pretende que a população compreenda que o ideal é que o serviço de limpeza urbana recolha apenas o que é gerado pela ação da natureza e não pela interferência humana no meio ambiente.

Foto: Agência São Luís

1 comentário »

Prefeitura promove combate ao Aedes aegypti

3comentários

A Prefeitura de São Luís, em parceria com o Governo do Estado e o município de São José de Ribamar, realizou neste sábado (11) o Dia D de combate ao mosquito Aedes aegypti em bairros da região metropolitana. As atividades, que foram a culminância de uma série de ações executadas ao longo da semana, tiveram como foco a região do Cohatrac e áreas limítrofes entre os dois municípios. Durante toda a manhã, diversos serviços de saúde, limpeza urbana e de conscientização foram realizados na região para coibir a proliferação do mosquito e evitar o surgimento de casos de dengue, zika vírus e febre chikungunya na ilha. A ação reforça o trabalho que vem sendo realizado pela gestão do prefeito Edivaldo durante todo o ano.

A Prefeitura de São Luís participa da força-tarefa que tem como tema “Vencer o Aedes é um trabalho em equipe: junte-se a essa batalha” por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Semus), do Instituto Municipal da Paisagem Urbana (Impur), do Comitê Gestor de Limpeza Urbana e Secretaria Municipal de Educação (Semed). As atividades da Prefeitura de São Luís são coordenadas pela Secretaria Municipal de Governo (Semgov).

A ação, colocada em prática na gestão do prefeito Edivaldo, tem apresentado resultados positivos. Nos primeiros cinco meses deste ano, houve redução de aproximadamente 50% no número de casos de dengue notificados no município, em relação ao mesmo período do ano passado. Segundo dados da Semus, de janeiro até a primeira semana de junho de 2017 foram notificados 650 da doença, enquanto em 2018, no mesmo período, este número caiu para 324. A primeira ação concentrada em apenas um bairro foi realizada em abril pela Prefeitura de São Luís. Desde então, já foram contempladas as regiões dos bairros Vinhais, Planalto Vinhais e Cohafuma.

A presidente do Comitê Gestor de Limpeza Urbana, Carolina Moraes Estrela, destaca a importância do combate ao mosquito na Região Metropolitana de São Luís. “A ação desta semana é continuidade da campanha iniciada no Vinhais, em abril, e que está sendo realizada em diversos bairros de São Luís para coibir a proliferação do mosquito. É uma ação importante, quem vem sendo reforçada pela gestão do prefeito Edivaldo, para garantir a saúde pública na nossa cidade. Com a ampliação dos serviços para a região metropolitana, nós fortalecemos esse trabalho e garantimos que toda a Ilha fique protegida”, afirmou.

Foto: Honório Moreira

3 comentários »

Prefeitura realiza dia D contra Sarampo e polio

5comentários

Um grande número de pessoas respondeu ao chamado da Prefeitura de São Luís e foi aos postos de saúde da rede municipal neste sábado (4), Dia D Municipal de Vacinação Contra Sarampo e Poliomielite. Por orientação do prefeito Edivaldo, a campanha foi antecipada na capital, tendo iniciado no dia 23 de julho.

A campanha, que tem como foco proteger a saúde das crianças de um ano a menores de cinco anos, prossegue até o dia 31 de agosto. Com a antecipação a Secretaria Municipal de Saúde (Semus) espera aumentar a cobertura vacinal. Em dez dias foi registrada uma cobertura de cerca de 13% do público-alvo.

São Luís não registra casos dessas doenças há mais de duas décadas. “Com o empenho da gestão e antecipação da campanha, queremos manter nossas crianças imunizadas e saudáveis. Neste sábado foi o Dia D, mas as vacinas continuam disponíveis na rede municipal e é muito importante que os pais e responsáveis levem as crianças para serem vacinadas”, disse o prefeito Edivaldo, destacando o planejamento da gestão municipal que se antecipou à mobilização nacional.

As crianças receberam gotinhas da vacina para combate à poliomielite e, contra o sarampo, a injeção. O objetivo é evitar o surgimento de novos casos e garantir o alcance da meta de imunização estipulada pelo Ministério da Saúde que é 95% de 61.700 crianças pertencentes ao grupo prioritário. Durante a campanha, os profissionais da saúde promovem ainda um trabalho educativo e informativo orientando os responsáveis sobre a importância das vacinas e de manter atualizada a carteira das crianças.

Foto: Honório Moreira

5 comentários »

São Luís realiza Dia D de combate ao Aedes

0comentário

Com visitas domiciliares, ações de limpeza nas ruas e abordagens educativas, a Prefeitura de São Luís contribuiu com o Dia D de Combate ao Aedes aegypti. Realizado nesta quarta-feira (13), o Dia D em São Luís reuniu, no Parque do Bom Menino, representantes de municípios da grande Ilha e do poder público federal e estadual. O objetivo foi intensificar as iniciativas contra o mosquito e mobilizar a população para o combate às arboviroses (doenças transmitidas por mosquito a exemplo da dengue, zika e chicungunya). As ações visam fortalecer a prevenção, especialmente alertando a sociedade para os cuidados durante o período chuvoso.

Representando o município de São Luís, a secretária adjunta da Secretaria Municipal de Saúde (Semus), Natália Mandarino, ressaltou a redução de 80% nos casos de dengue registrados em 2017 na cidade. “Esse índice é fruto de um trabalho permanente realizado pela Prefeitura em todos os distritos sanitários da cidade. Apesar do resultado favorável e do cenário positivo, não vamos ficar confortáveis. Vamos prosseguir com as ações, trabalhando continuamente e cada vez mais para eliminar o mosquito e combater as doenças causadas por ele”, enfatizou a adjunta.

O Dia D contou com a participação do representante do Ministério do Meio Ambiente, Jair Tannus. “O poder público precisa da colaboração ativa da população no combate ao mosquito. O cuidado permanente em casa, nos locais de trabalho, nas escolas e em outros espaços públicos é o principal instrumento no desafio de eliminar o mosquito. Essa é a hora de, mais uma vez, lembrar que o Maranhão é forte e que o Brasil tem um povo que não será derrotado por um mosquito”, disse Jair Tannus.

Parceria

As ações de combate às arboviroses em São Luís, contam com iniciativas dos governos federal, estadual e municipal. O trabalho do município, por exemplo, consiste em realizar visitas domiciliares e abordagens educativas, com distribuição de materiais informativos. As ações envolvem o trabalho das secretarias municipais de Saúde (Semus) e de Obras e Serviços Públicos (Semosp) e são executadas especialmente em áreas prioritárias como Centro, Monte Castelo, Coroadinho e Cohatrac III.

Representando o poder público estadual, o secretário adjunto da Política de Atenção Primária e Vigilância em Saúde da Secretaria de Estado de Saúde (SES), Marcelo Rosa, reforçou a importância do trabalho conjunto na luta contra o Aedes aegypti. “Tivemos um avanço grande no combate ao mosquito, na redução dos casos das arboviroses. Isso é resultado de uma parceria do Governo Federal e Estadual e dos municípios que se dedicaram muito nesse trabalho. Contamos com o compromisso das prefeituras na limpeza das cidades e, por isso, evoluímos especialmente nos municípios de São Luís, Paço do Lumiar e Raposa”, destacou.

Foto: A. Baeta

sem comentário »

Santa Rita realiza Dia D de Multivacinação

0comentário

Com o slogan “Todo mundo unido fica mais protegido”, a Prefeitura de Santa Rita realizou neste sábado (16), o Dia D da Campanha de Multivacinação no município. A imunização começou no dia 11 e vai até o dia 23 de setembro. Mais de 14 tipo de vacinas estão disponíveis para crianças e adolescentes de até 15 anos.

De acordo com o secretário de Saúde, Crezus Ralph, as vacinas disponíveis nesta campanha para crianças menores de 7 anos são: BCG – ID, hepatite B, penta (DTP/Hib/Hep B), VIP (Vacina Inativada Poliomielite), VOP (vacina oral contra pólio), VORH (Vacina Oral de Rotavírus Humano), vacina pneumocócica 10 valente, febre amarela, tríplice viral (sarampo, rubéola, caxumba), DTP (tríplice bacteriana), vacina meningocócica conjugada tipo C, tetraviral (sarampo, rubéola, caxumba e varicela) e hepatite A.

Já as doses disponíveis para crianças e adolescentes entre 7 e 15 anos são hepatite B, febre amarela, tríplice viral, dT (dupla tipo adulto), dTpa, vacina meningocócica conjugada tipo C e HPV.

O secretário Municipal de Saúde, garante que o estoque disponibilizado é suficiente para imunizar todo o público alvo do município, podendo estender o prazo, caso seja necessário.

No entanto, dona Juliete, moradora do Bairro Bahia não quis perder tempo, chegou cedo ao centro de especialidade na sede, para garantir a atualização da carteira de vacinação do pequeno Carlos André de 2 anos. Ela falou da importância de imunizar as crianças: “eu sei que a vacina é o principal meio de prevenir a doenças nas crianças e adolescentes. Essa campanha deveria ter a participação de todos”.

Para a realização do Dia D, a Prefeitura de Santa Rita montou uma super tarefa para garantir o atendimento, envolvendo enfermeiros e técnicos, a maioria inseridos no ESF – Estratégia da Saúde da Família, divididos no Centro de Especialidade na sede, UBS de Carema, UBS do Cai Coco, UBS do Enfezado, Posto de Centrinho I, Posto de Areias e UBS de Veneza. A meta é resgatar todas as crianças e adolescentes não vacinados no município e, com isso, iniciar ou completar os esquemas de imunização.

Dados do Ministério da Saúde mostraram em todo o país, que 53% desse público não estavam com a vacinação em dia.

Cumprindo o rodízio de plantão de secretário, Júnior Enfermeiro da pasta  Desenvolvimento Social, esteve a todo o momento acompanhando a ação, assim como o prefeito Hilton Gonçalo.

Foto: Divulgação

sem comentário »

Dia ‘D’ da Campanha de Multivacinação

1comentário

Uma grande articulação foi desenvolvida pela Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Semus), para realizar o Dia ‘D’ da Campanha Nacional de Multivacinação de crianças e adolescentes menores de 15 anos, que acontece neste sábado (16). Para isso, as 63 unidades de saúde da capital estarão abertas disponibilizando doses suficientes das 14 vacinas que serão ofertadas ao público-alvo da campanha, das 8h às 17h. A abertura oficial da campanha em São Luís será no Centro de Saúde Amar, na Vila Fialho, às 8h30.

A Campanha de Multivacinação, que vem sendo realizada em todo o país desde segunda-feira (11) e prossegue até dia 22 deste mês, é uma ação do Ministério da Saúde, que tem como meta vacinar cerca de 47 milhões de crianças menores de cinco anos, crianças de nove anos e também adolescentes de 10 a 15 anos incompletos. O objetivo é reforçar o acesso às vacinas principais e atualizar o calendário vacinal desses grupos, para evitar o reaparecimento de doenças já controladas ou mesmo eliminadas no país.

O secretário municipal de Saúde, Lula Fylho, destaca a importância da atualização do calendário vacinal e faz um chamamento à população de São Luís no sentido de sensibilizar os grupos alvos da campanha, para imunizar o maior número possível de pessoas. “A Prefeitura de São Luís oferece na rotina todas as vacinas consideradas obrigatórias pelo Ministério da Saúde, mas muitas pessoas deixam de vacinar, o que aumenta os riscos de contraírem doenças imunopreveníveis. A intenção dessa campanha é diminuir o número de pessoas não vacinadas e ampliar a nossa cobertura vacinal no município”, afirmou o secretário Lula Fylho.

A superintendente de Vigilância Epidemiológica e Sanitária da Semus, Terezinha Lobo, assegurou que todas as vacinas previstas pela campanha estarão disponíveis no Dia ‘D’ deste sábado (16), nos postos de saúde da capital. “Todos devem levar o cartão de vacinação para que os técnicos da Semus avaliem o que precisa ser atualizado e administrem as doses necessárias”, alertou a superintendente Terezinha Lobo.

Entre as vacinas disponíveis no Dia ‘D’ estão a BCG – ID, Hepatite B, dT (dupla tipo adulto), Penta (DTP/Hib/Hep B), Febre amarela, VIP (Vacina Inativada Poliomielite), VOP (vacina oral contra pólio), dTpa, VORH (Vacina Oral de Rotavírus Humano), HPV, Vacina Pneumocócica, Vacina meningocócica e Tetraviral (Sarampo, rubéola, caxumba, varicela).

No caso da HPV, devem vacinar meninas a partir dos nove anos e meninos, a partir dos 11 anos. Quem já tomou a primeira dose, deve estar com intervalo de seis meses para que possa tomar a segunda dose.

Já a vacina contra a febre amarela, por exemplo, que precisava ser tomada a cada 10 anos, houve mudanças com relação ao período de imunização. Agora são apenas duas doses que imunizam de forma permanente. Crianças podem ser vacinadas a partir dos seis meses de vida. Caso não sejam imunizadas nesta idade, devem tomar a primeira dose aos cinco anos e a segunda após 30 dias.

Foto: Maurício Alexandre

1 comentário »