Prefeitura reduz déficit habitacional

4comentários
Prefeitura trabalha para reduzir déficit habitacional e melhorar qualidade de vida de famílias

Prefeitura trabalha para reduzir déficit habitacional e melhorar qualidade de vida de famílias

Desde que se mudou para seu novo lar, um dos apartamentos do Residencial Piancó, na região Itaqui-Bacanga, a dona de casa Francisca Alves Ferreira, 59 anos, relata que houve uma verdadeira revolução em sua vida, tanto no aspecto social como econômico. Ela transformou um dos espaços da sua nova residência em uma pequena mercearia e já colhe os frutos do seu novo negócio, hoje muito frequentado pelos moradores do habitacional. Dona Francisca é uma das 39 mil pessoas beneficiadas pelo programa Minha Casa, Minha Vida, na capital maranhense. O programa, de iniciativa do governo federal e executado pela Prefeitura de Sãp Luís por meio da Secretaria Municipal de Urbanismo e Habitação (Semurh), entregou 11 mil unidades desde o início da atual gestão.

O prefeito Edivaldo destacou que os índices alcançados representam um marco na política habitacional de São Luís. “Com planejamento e muita responsabilidade, conseguimos entregar um volume significativo de unidades e realizar o sonho da casa própria para milhares de famílias. Para nós, é motivo de grande alegria garantir dignidade e condições adequadas de moradia a essas pessoas”, afirmou Edivaldo.

As 11 mil unidades habitacionais entregues estão distribuídas em 28 conjuntos residenciais. Entre os empreendimentos entregues estão os residenciais Ribeira, de 1 a 9; Amendoeira, de 1 a 4; Santo Antônio, 1 e 2; Piancó, 7 e 8; Nova Aurora, 1 a 4; Recanto Verde, 1 a 4; Luiz Bacelar, 1 e 2, São José 5 e mais cinco conjuntos do Residencial Vila Maranhão.

Segundo Diogo Lima, titular da Secretaria Municipal de Urbanismo e Habitação (Semurh), estão sendo finalizadas as obras de construção de mais cinco conjuntos

Segundo Diogo Lima, da Semurh estão sendo finalizadas a construção de mais cinco conjuntos

Segundo Diogo Lima, titular da Secretaria Municipal de Urbanismo e Habitação (Semurh), estão sendo finalizadas as obras de construção de mais cinco conjuntos habitacionais, que serão entregues no próximo ano. Entre os empreendimentos estão o Eco Tajaçoaba 1 e 2, com mil unidades de casas; o Vila Maranhão 5, com 272 apartamentos; o Piancó de 1 a 6, com 1.344 unidades habitacionais; o Residencial Mato Grosso I e II, com 3 mil casas; e o Morada do Sol I e II, com 2.186 unidades habitacionais.

“As unidades residenciais do programa Minha Casa, Minha Vida atendem pessoas de comprovada situação de vulnerabilidade social, moradores de áreas de risco, beneficiários de aluguel social e pessoas com deficiência. Avançamos muito e beneficiamos muitas pesslas mesmo em um cenário difícil do ponto de vista da aquisição de recursos”, afirmou o secretário Diogo Lima.

Foto: Maurício Alexandre

4 comentários »

Edivaldo visita obras em creches

4comentários
Prefeito Edivaldo Holanda Júnior visita obras com os secretários Diogo Lima e Moacir Feitosa

Prefeito Edivaldo Holanda Júnior visita obras com os secretários Diogo Lima e Moacir Feitosa

Estão em ritmo acelerado as obras das creches que vão beneficiar moradores do Residencial Morada do Sol, na Vila Maranhão, zona rural de São Luís. Na tarde desta segunda-feira (31), o prefeito Edivaldo vistoriou os serviços que estão na etapa final, acompanhado dos secretários municipais de Habitação e Urbanismo (Semurh), Diogo Lima, e de Educação (Semed), Moacir Feitosa. As obras estão na etapa de acabamento e pintura. A fase seguinte é a instalação da caixa d’água.

São duas creches que serão abrigadas em quatro prédios integrados entre si, com capacidade para 400 crianças, oferecendo atividades lúdicas e aulas em dois turnos. “Continuamos honrando nosso compromisso com a população ludovicense. Além de trabalhar para reduzir o déficit habitacional em nossa cidade, estamos garantindo à população também os equipamentos sociais que elas precisam, expandindo a rede escolar municipal”, ressaltou o prefeito Edivaldo.

A estrutura inclui, no primeiro prédio, sala de informática, cozinha, lavanderia, despensa, vestiário masculino e feminino, copa de funcionários e lactário; no segundo está o fraldário, sala de repouso, área de lazer e salas para crianças de um a dois anos e para até um ano de idade; no terceiro, sala de administração, almoxarifado, sala dos professores, banheiro masculino e feminino adulto; já o quarto prédio abriga salas de aulas para crianças de quatro a seis anos e dois a quatro anos, área de lazer, refeitório e banheiro feminino para crianças de quatro a seis anos.

CrecheMoradadoSol

Duas creches que serão abrigadas em quatro prédios com capacidade para 400 crianças

O secretário Moacir Feitosa destacou a importância da ampliação do acesso à escolaridade na Educação Infantil. A meta está prevista no Plano Municipal de Educação (PME), sancionado em 2015 pelo prefeito Edivaldo. “As creches são um equipamento sociais importantíssimo. Depois de entregues estas obras, as mães terão um lugar adequado para deixar seus filhos e ir trabalhar”, destacpu o titular da Semed.

As creches vão atender ainda moradores dos Residenciais Santo Antônio e Amendoeira, localizados na mesma região. O acesso para as suas creches também será pavimentado. O Residencial Morada do Sol está com as residências também em fase de conclusão. “As creches que estão sendo construídas pela Prefeitura de São Luís complementam a política habitacional possibilitando o acesso à educação. São, portanto, equipamentos sociais importantíssimos”, destacou o titular da Semurh, Diogo Lima.

O gestor acrescentou ainda que a consolidação desse amplo programa contempla diversos direitos constituídos de ordem social. “É uma parceria prioritária e indispensável da gestão do prefeito Edivaldo”, concluiu Lima.

Foto: Divulgação/ Assessoria

4 comentários »

Honorato denuncia problema na Zona Rural

0comentário
Secretário Diogo Lima com Honorato Fernandes

Secretário Diogo Lima com Honorato Fernandes

O vereador Honorato Fernandes (PT) utilizou as redes sociais para lamentar que um grupo pequeno de pessoas esteja atrapalhando a construção de uma obra importante, uma escola no assentamento do povoado Rio Grande, na zona rural de São Luís. A contrução da escolas vai beneficiar os estudantes em toda a região.

Segundo Honorato, os moradores do assentamento foram contemplados com a assinatura do contrato de crédito com a Caixa Econômica Federal e a Prefeitura de São Luís para a construção de uma escola que beneficiará cerca de 1.200 crianças da região e ainda a construção de um campo de futebol society ao lado da escola.

“É inadmíssivel que, por três vezes, a empresa contratada para a construção da escola tenha sido impedida de dar andamento às obras, por conta de ameaças, inclusive físicas, de um grupo que é contra a construção. São anos de luta em busca de acesso à educação. Fui até a Secretaria de Segurança, acompanhado de uma comissão de moradores do assentamento, para solicitar medidas urgentes de segurança na região”, disse.

Honorato destacou que a Secretaria de Segurança prometeu uma equipe iria até o local para avaliar a situação e que um reforço policial também seria destinado à região para garantir a integridade física dos empregados da empresa. No entanto, até hoje as ameaças continuam e apesar do esforço do secretário Diogo Lima (Urbanismo) e secretário Lula Fylho (Governo) a obra ainda não início.

“Quero aqui reiterar nossa solicitação junto à prefeitura e em especial a secretaria de segurança, na pessoa do amigo secretário Jefferson Portela , para que garanta as condições de segurança na região e o início da construção da escola tão desejada e sonhada pelo população. São Luís ficará grata”, finalizou.

sem comentário »

Ponta d’Areia terá ciclovia

2comentários
Ciclovia

Prefeitura de São Luís está construindo uma ciclovia na Rua Nina Rodrigues, na Ponta d’Areia

Mais segurança para quem trafega de bicicleta e deseja praticar atividade física com segurança. Com este propósito, a Prefeitura de São Luís está construindo uma ciclovia na Rua Nina Rodrigues, no bairro Ponta d’Areia.

Com as obras, a área será revitalizada tornando-se mais atrativa para passeios de bicicleta e também convivência. A construção de calçamento e guias de proteção também vão contribuir para dar mais segurança a quem pedalar pelo local. A ciclovia terá mais de 700 metros de extensão, ao longo da Rua Nina Rodrigues, e também placas de piso tátil, de modo a garantir acessibilidade para pessoas cegas.

O secretário municipal de Habitação e Urbanismo (Semurh), Diogo Lima, destacou que a ciclovia vai possibilitar que as pessoas possam andar de bicicleta em um local adaptado. “Os ciclistas terão, a partir desta obra, um lugar mais seguro e livre de acidentes. A Prefeitura vem revitalizando e readequando espaços tendo como foco a integração social e a inclusão”, ressaltou o titular da Semurh, Diogo Lima.

Os trabalhos iniciaram há cerca de um mês e seguem na etapa de escavação da vala para a concretagem de um muro que vai separar a área verde da ciclovia. Nesta fase será realizada a colocação dos blocos e pilares, e ainda, construídas as cintas de amarração que sustentam o muro.

2 comentários »

Prefeitura debate programa em Recife

6comentários
DiogoLima

Secretário de Urbanismo, Diogo Lima discute Programa Minha Casa, Minha Vida em Recife

O secretário municipal de Urbanismo e Habitação, Diogo Diniz Lima, participou em Recife, de reunião com Ministério das Cidades, Secretaria Nacional de Habitação, Caixa, Sindicato das Indústrias da Construção Civil do Maranhão (Sinduscon -MA), para discutir a continuidade do Programa Minha Casa, Minha Vida.

“Em um momento de crise, em que há dúvidas sobre este importante Programa Habitacional do qual dependem as cidades para reduzir seu déficit habitacional, discutir e apresentar as peculiaridades de cada região, é fundamental na busca de uma solução que atenda a todos”, disse.

Diogo Lima falou sobre a prioridade para o programa. “A prioridade é a retomada da produção que implica em mais unidades para contemplar as pessoas que aguardam a realização do sonho de ter sua moradia”, finalizou.

Na gestão do prefeito Edivaldo Holanda Júnior já foram entregues mais de 8 mil unidades habitacionais, sendo que 6 mil somente nos últimos dois anos.

Foto: Divulgação/ Assessoria

6 comentários »

Edivaldo entrega 400 títulos de propriedade

4comentários

EdivaldoeDiogo

A Prefeitura de São Luís já entregou, na gestão do prefeito Edivaldo, mais de 3 mil títulos de propriedade a moradores da capital. Na tarde de sábado (2), a comunidade beneficiada com títulos de imóveis foi a do bairro Santa Cruz. Em ato realizado na União de Moradores, 400 famílias receberam os documentos que garantem legalmente a posse de suas casas.

O prefeito afirmou que, até o final da sua gestão, muitas outras famílias devem ser beneficiadas. A entrega dos títulos de propriedade regulariza, para essas famílias, a posse dos terrenos, fruto de ocupação espontânea ao longo da história da cidade.

“Hoje é mais um dia muito feliz para todos nós, porque estamos efetivando o direito à moradia. É o sonho de todo mundo ter um local regularizado para morar e poder dizer que é seu. Poder proporcionar isso é motivo de grande alegria”, declarou Edivaldo, lembrando que a regularização fundiária em São Luís foi iniciada pelo então prefeito Jackson Lago na década de 1990.

A Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria Municipal de Urbanismo e Habitação (Semurh), implementou no início da atual gestão o Programa de Regularização Fundiária “Minha Casa Legal”. O bairro do Santa Cruz foi ocupado, de forma espontânea, a partir do ano de 1969. Hoje, aproximadamente 1.700 famílias residem no local.

O secretário de Urbanismo e Habitação, Diogo Lima, enfatizou que o programa é um marco para a cidade de São Luís e realçou o impacto positivo promovido na vida de milhares de pessoas através a partir da inclusão social e do incentivo ao desenvolvimento regional.

“Hoje estamos distribuindo direitos pelos quais esta comunidade esperou por muitos anos. Isso é um passaporte de cidadania para todos vocês. Com o título na mão, as pessoas beneficiadas passam a ter uma série de novos direitos, entre os quais linhas de crédito voltadas para a melhoria de sua própria habitação”, disse Diogo Lima, ressaltando que o prefeito Edivaldo já determinou a continuidade do projeto, para beneficiar outros bairros de São Luís.

Foto: Honório Moreira

4 comentários »

Prefeitura entrega mais mil casas do ‘Minha casa, Minha Vida’

5comentários

MinhaCasaMinhaVida

A Prefeitura de São Luís entregou, nesta quinta-feira (17), as chaves de mil unidades habitacionais a famílias beneficiadas pelo programa “Minha Casa, Minha Vida”, em São Luís. A entrega das novas casas do Residencial Luiz Bacelar I e II, no Maracanã, consolida o compromisso do prefeito Edivaldo em reduzir o déficit habitacional na capital maranhense e marca a plena execução do programa em São Luís, onde já foram entregues 9.495 unidades.

O ato de entrega contou com a presença do diretor de Habitação da Caixa, Teotônio Rezende; e do secretário municipal de Urbanismo e Habitação, Diogo Lima, que representou o prefeito Edivaldo no evento, e de representantes das pessoas contempladas pelo projeto. As casas fazem parte do programa “Minha Casa, Minha Vida”, executado pelo governo federal, em parceria com a Prefeitura de São Luís, sob a coordenação da Secretaria Municipal de Urbanismo e Habitação (Semurh).

“Estamos cumprindo com o nosso dever constitucional de proporcionar moradia digna à população. O prefeito Edivaldo tem empenhado todos os esforços para que a entrega das unidades habitacionais às famílias ludovicenses contempladas seja feita da forma mais célere possível. E para nós é uma grande alegria participar de um ato em que vemos o maior sonho das famílias ser realizado: a aquisição de sua casa própria”, disse Diogo Lima.

O diretor de Habitações da Caixa, Teotônio Rezende, enalteceu a execução dos projetos habitacionais do “Minha Casa, Minha Vida”, na capital maranhense. “São Luís é uma das capitais nordestinas com maior número de entrega de habitações do programa. Em todo o país, já entregamos mais de 2 milhões de unidades, das mais de 4 milhões contratadas, beneficiando cerca de 10 milhões de pessoas”, disse.

Participaram também do ato de entrega das unidades habitacionais o superintendente em exercício da Caixa, no Maranhão, Antônio Nairton Silva; os vereadores Pavão Filho e Bárbara Soeiro, além de representantes das construtoras que executaram o projeto.

Foto: A. Baeta

5 comentários »

Vereador pede que prefeitura restabeleça ordem

3comentários

lavagemnarua

O vereador Honorato Fernandes (PT) voltou a solicitar da Prefeitura de São Luís que proíba a utilização de espaços públicos como espaços privados para lavagem de carros. Segundo o vereador, o assunto foi tratado pessoalmente com o secretário Diogo Lima, mas situações como a que está sendo mostrada acima ainda permanecem.

Essa é uma prática que tem se tornado bastante comum na capital maranhense são praças públicas, calçadas, enfim vários pontos que estão sendo utilizados sem a devida autorização do poder público.

“Voltei a solicitar da prefeitura de São Luís que não permita o uso das praças da cidade como espaços privados de lavagem de veículos. Basta darmos uma voltinha nos bairros da cidade que percebemos no que tem se transformado esses espaços que deveriam ser de convívio e lazer das famílias de São Luís”, escreveu nas redes sociais.

Algo precisa ser feito urgentemente pela Blitz Urbana para que se restabeleça a ordem urbana.

3 comentários »

Edivaldo entregou de mais 8 mil casas em 2015

4comentários

EdivaldoeDiogo

O déficit habitacional de São Luís tem sido combatido desde o início da gestão do prefeito Edivaldo. Enquanto o volume de entregas de habitações do Programa Minha Casa, Minha Vida tem reduzido em outras capitais por conta da crise, em São Luís, a política habitacional da gestão municipal mantém a regularidade das entregas. A prefeitura encerra 2015 com a entrega de mais de 5 mil unidades habitacionais para os ludovicenses, totalizando aproximadamente 8.200 habitaçoes nos ultimos três anos.

A capital maranhense ficou entre as melhores capitais na execução desse programa em 2014. Uma grande redução no déficit que fomenta a economia através da construção civil e realiza o sonho da casa própria para as famílias. Mais de 30 mil pessoas já foram beneficiadas pelo Minha Casa, Minha Vida ao longo da gestão do prefeito Edivaldo.

“Ao contrário do que acontece em algumas capitais brasileiras, onde a desaceleração das ações no setor é uma realidade, em São Luís, as obras do programa minha Casa, Minha Vida são executadas no mesmo ritmo desde o início da nossa gestão. Assim, temos um resultado muito positivo no que diz respeito à redução do déficit habitacional em nossa capital, promovendo o direito à moradia digna e o resgate da autoestima de milhares de pessoas. Alguns fatores impulsionaram obras dessa natureza. Um exemplo é a parceria permanente da Prefeitura de São Luís com o governo do Estado”, destacou o prefeito Edivaldo.

casas

O programa tem imóveis em diferentes fases: em fase inicial, em andamento com mais de 50% e prontos sendo entregues constantemente. A cada dois meses, em média, a Prefeitura realiza entrega de imóveis do Programa Minha Casa, Minha Vida. Só este ano foram entregues os Residenciais da Ribeira, com três mil unidades entre casas apartamentos; Amendoeira I, II, III e IV, com 1300 unidades habitacionais; Santo Antônio I e II, com 720 casas.

O secretário municipal de Urbanismo e Habitação, Diogo Lima, destaca a quantidade de entregas que reduz muito o déficit na cidade. “É uma Prefeitura que consegue entregar cinco ou seis residenciais de grande porte em um ano. É uma redução significativa do déficit. Ano que vem, mais uma série de empreendimentos já sendo finalizados para entregar. Iremos entregar os residencial Luís Bacelar, Vila Maranhão, Piancó I, II, III e IV, Eco Tajaçuaba. É um planejamento de médio prazo para reduzir significativa o déficit habitacional da cidade”, disse Diogo Lima.

Fotos: Divulgação/ Secom

4 comentários »

Edivaldo entrega praça reformada no Rio Anil

3comentários

EdivaldoHolandaJunior

O prefeito Edivaldo entregou na manhã desta segunda-feira (21) a reforma da Praça José de Ribamar dos Santos Corrêa, no bairro Rio Anil. O espaço, que agora conta com estação de saúde e quadra reformada, representa para a comunidade uma nova área de lazer e uma oportunidade para praticar atividades esportivas. A ação integra um conjunto de atividades que tem sido realizadas pela Prefeitura de São Luís para a revitalização dos espaços públicos da cidade. O ex-jogador de futebol Kléber Pereira prestigiou a entrega da praça pelo prefeito Edivaldo Holanda Júnior.

Durante a entrega, o prefeito Edivaldo destacou que a combinação de investimentos em várias áreas tem favorecido a população ludovicense. “Estou muito feliz de estar aqui com vocês honrando mais esse compromisso e beneficiando centenas de moradores. É com o objetivo de proporcionar o bem-estar da população que essa e outras ações nas áreas da saúde, infraestrutura urbana, trânsito e transportes, regularização fundiária e assistência social, vêm sendo implementadas pela Prefeitura de São Luís”, enfatizou.

O secretário municipal de Urbanismo e Habitação, Diogo Lima, reforçou o empenho do poder público municipal em valorizar os espaços públicos e a parceria da comunidade nesse trabalho. “A colaboração dos moradores é fundamental nesse processo de revitalização do espaço público. Para chegarmos a esse resultado, a Prefeitura ouviu os moradores, que sugeriram, inclusive, a implantação dessa academia de saúde. Esse é o modelo de gestão implementado pelo prefeito Edivaldo, que serve ao povo e que se preocupa com o bem-estar de moradores de bairros que antes nem eram vistos”, afirmou.

A Prefeitura de São Luís tem trabalhado intensamente na recuperação dos espaços públicos, especialmente daqueles que servem de áreas de lazer para a população. Além da Praça José de Ribamar dos Santos Corrêa, no Rio Anil, o poder público municipal já realizou a entrega das praças Renascer e Ruy Frazão, na Cohab; das praças Verão, Jackson Lago e das Árvores, no Cohatrac; da primeira etapa da reforma da Praça do Pescador, no Portinho; e da Praça da Camboa.

Foto: A. Baêta

3 comentários »