Juscelino Filho é diplomado pela Justiça Eleitoral

0comentário

O deputado federal reeleito Juscelino Filho (DEM) foi diplomado para cumprir o novo mandato na Câmara dos Deputado em sessão solene realizada na tarde dessa terça-feira (18) no Centro de Convenções Pedro Neiva de Santana de São Luís. O ato de diplomação do parlamentar democrata e de outros 97 candidatos eleitos nas eleições de 2018 (entre titulares e 1º e 2º suplentes) foi comandado pelo presidente do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-MA), desembargador Ricardo Duailibe.

O presidente estadual do DEM recebeu o diploma de deputado federal ao lado do filho Mateus. De acordo com Juscelino Filho, a diplomação é um momento muito importante e significa mais um compromisso assumido por ele para com a população maranhense.

“Esse é um momento muito importante para essa nossa renovação para mais um mandato de deputado federal. Serão mais quatro anos trabalhando pelos municípios maranhenses, pelo povo do nosso Estado lá no Congresso Nacional. É uma grande responsabilidade. É mais um grande desafio que encaro neste momento. Iremos continuar, como já fizemos no primeiro mandato, representando o nosso povo da melhor forma possível, buscando trazer recursos para o nosso Estado. A população pode esperar um compromisso da nossa parte de sempre de sempre trabalhar, de retribuir o nosso mandato com trabalho e responsabilidade. Vamos atuar lá na Câmara e junto ao governo federal para trazer dias melhores para os maranhenses, para que o nosso Estado volte a crescer, tenha geração de emprego e renda, para que consigamos transformar o Maranhão em um Estado menos desigual”, afirmou Juscelino.

O democrata destacou, ainda, a necessidade de continuar mostrando força política em prol do povo maranhense.

“O Maranhão precisa de apoio da União e a nossa atuação pode ajudar muito a trazer benefícios e recursos para o Estado e para os municípios. Esse será um foco do nosso mandato em Brasília, assim como buscaremos usar força política do nosso partido – o Democratas –, no qual temos a honra de presidir aqui no Maranhão. Usaremos isso em benefício do Maranhão. Iremos estar juntos ao partido lá buscando a reeleição do presidente Rodrigo Maia, junto aos nossos ministros democratas tentando sempre ajudar o nosso Estado”, completou.

Foto: Divulgação

sem comentário »

Justiça Eleitoral define diplomação dos eleitos

1comentário
Prefeito Edivaldo Holanda Júnior e candidato a vice Júlio Pinheiro participam de plenária do PCdoB

Prefeito Edivaldo Holanda Júnior e o vice Júlio Pinheiro serão diplomados dia 19 de dezembro

A Justiça Eleitoral no Maranhão definiu a data de diplomação do prefeito reeleito em São Luís, Edivaldo Holanda Júnior (PDT) e do vice Júlio Pinheiro (PCdoB). A solenidade será no dia 19 de dezembro, às 17h, no Centro de Concenções Pedro Neiva de Santana, no bairro Cohafuma.

Além do prefeito e do vice, serão diplomados os 31 vereadores eleitos para a Câmara Municipal, além de dois suplentes de cada uma das coligações e partidos políticos que disputaram a eleição em outubro.

A posse do prefeito Edivaldo Holanda Júnior e do vice Júlio Pinheiro ocorrerão no dia 1º de janeiro, à tarde, logo após a posse dos vereadores eleitos na Câmara de São Luís.

A diplomação dos eleitos em Paço do Lumiar e Raposa será no dia 16 de dezembro, às 16h, na Associação dos Servidores da Assembleia Legislativa do Maranhão, na Avenida 1, no Maiobão. Os eleitos em São José de Ribamar serão diplomados no dia 19 de dezembro, 9h, na Casa da Justiça em São José de Ribamar.

Lista dos diplomados em Sâo Luís:

Prefeito
Edivaldo Holanda Júnior (PDT)

Vice
Júlio Pinheiro (PCdoB)

Vereadores e suplentes

Unidos por São Luís (PRTB/ PTN/ REDE)

Eleitos
Genival Alves
Silvino Abreu

Suplentes
Basileu
Zeca Medeiros

Coragem Para fazer (PMDB/ PRP)

Eleito
Afonso Manoel

Suplentes
Sebastião Albuquerque
Alex Paiva

Partido Social Democrático (PSD)

Eleito
César Bombeiro

Suplentes
Jean Mary
Riba

Partido Social Liberal (PSL)

Eleitos
Chico Carvalho
Pereirinha

Suplentes
Dr. Ubirajara
Sebastião Uchôa

Por Amor a São Luís 1 (PP/ PSB)

Eleitos
Nato Júnior
Estevão Aragão
Chaguinhas

Suplentes
Nelsinho
Kátia Lobão

Juntos para seguir em frente (PDT/ DEM/ PR/ PROS)

Eleitos
Osmar Filho
Astro de Ogum
Pavão Filho
Raimundo Penha
Marquinhos
Beto Castro
Aldir Júnior
Ivaldo Rodrigues

Suplentes
Paulo Victor
Barbosa Lages

O Trabalho continua (PTC/ PT)

Eleitos
Honorato Fernandes
Edmilson Jansen

Suplentes
Antônio Garcez
Vieira Lima

Partido Humanista da Solidariedade (PHS)

Eleitos
Professor Sá Marques
Edson Gaguinho

Suplentes
Dr. Cosmo
Beto do Comércio

Juntos para seguir em frente 1 (PTB/ PEN)

Eleitos
Pedro Lucas Fernandes
Marcial Lima
Concita Pinto

Suplentes
Joãozinho Freitas
Domingos Paz

São Luís de Todos Nós (PCdoB/ PSC)

Eleitos
Marcelo Poeta
Fátima Araújo
Bárbara Soeiro
Ricardo Diniz

Suplentes
Rommeo Amin
Batista Matos

São Luís de Verdade 2 (PSDB/PPS/ PSDC)

Eleitos
Dr. Gutemberg
Umbelino Júnior
Josué Pinheiro

Suplentes
Armando Costa
Pintinho Itamaraty

1 comentário »

Discurso de Dino

2comentários

FlavioDino1

De quem são e o que significam os diplomas entregues na tarde do dia 19 de dezembro de 2014, em São Luís, aos candidatos eleitos? Com esta reflexão, Flávio Dino conduziu o discurso de diplomação para frisar que sua atuação como governador será em nome dos milhões de maranhenses que sofrem pela falta de assistência do Poder Público.

Eleito governador do Maranhão com 63,4% dos votos no primeiro turno, Flávio Dino fez seu primeiro pronunciamento oficial na Diplomação dos Eleitos organizada pelo Tribunal Regional Eleitoral. Para ele, o ato da diplomação marca a vontade de milhões de maranhenses esquecidos pelo Poder Público, e que devem ser lembrados em todas as ações do próximo governo.

Defendendo a superação das desigualdades refletidas nos índices sociais alarmantes como o Índice de Desenvolvimento Humano (IDH), Dino afirmou que a diplomação não é um mero ato formal, mas um momento carregado de significados.

“Este diploma não é estático, mas é impregnado de vida. Do abraço que foi dado pela criança que encontramos na campanha, por aquela senhora que dizia que ora por nós. Este momento pertence aos mais humildes, aos esquecidos do Maranhão,” disse.

O foco no combate às desigualdades reflete o entendimento do próximo governador do Estado sobre as prioridades para o Maranhão. Segundo ele, o diploma materializa a missão “grandiosa que os eleitos têm pela frente”. Essa missão não é de autoridade, mas de promover a igualdade entre os maranhenses, disse emocionado.

Com o diploma, completou Flávio Dino, os eleitos estão investidos da missão de “ser servidor público, de servir ao povo, de não estar acima dos homens e das mulheres, mas estar junto a eles.”

Uma das metas a serem perseguidas cotidianamente é a fome, que ainda atinge metade dos maranhenses. Dados divulgados pelo PNAD esta semana revelaram que o Maranhão é o estado que possui o maior número de pessoas com insegurança alimentar. “Fome: palavra forte, aguda, cortante, mas que deve ser pronunciada para que lembremos sempre de nossa maior batalha. Essa é a missão que dá sentido maior a este momento”.

Além das desigualdades sociais, Flávio destacou o combate à corrupção e à reforma política que se colocam como temas centrais para atender aos clamores da sociedade, que esperam dos seus representantes políticos a representação “à altura do que os brasileiros merecem” e a prestação de serviços públicos de qualidade.

Acompanhado pela esposa Daniela Lima, Flávio Dino homenageou os seus familiares e se emocionou ao lembrar que seu pai, Sálvio Dino empenhou-se pessoalmente nas caminhadas, carreatas e ações da campanha. Dino citou ainda sua mãe, Rita Maria, e seus irmãos que acompanharam toda a cerimônia. O governador eleito agradeceu ainda aos parceiros de coligação e aos membros do TRE e servidores da Justiça que se empenharam para garantir eleições democráticas no estado.

E finalizou, emocionado: “Aproveito também para agradecer a generosidade do povo do Maranhão. Autenticamente sinto o peso das palavras que pronuncio e sinto peso das tarefas que nos foi incumbida. Junto com elas, sinto também coragem para enfrentar os desafios e por fim às desigualdades”.

2 comentários »