Projeto social muda rotina de crianças da Vila Conceição

0comentário

Uma escolinha de futebol cuja a missão é aliar educação à prática esportiva. Desde fevereiro deste ano, este tem sido o desafio do Projeto Educação e Esporte – Escolinha de Futebol junto à comunidade do bairro da Vila Conceição, localizada na região do Altos do Calhau, em São Luís. Mais do que apenas proporcionar lazer à criançada do bairro, a iniciativa, patrocinada pelo governo do Estado, El Camiño Supermercados e pela Drogarias Globo por meio da Lei de Incentivo ao Esporte, também se dedica a incentivar o estudo dos participantes do projeto.

Atualmente, o Projeto Educação e Esporte – Escolinha de Futebol atende cerca de 40 crianças entre 8 e 12 anos que moram na Vila Conceição e Adjacências. Semanalmente, ocorrem os treinos da Associação dos Médicos e, paralelamente ao trabalho em campo, a garotada recebe acompanhamento educacional.

As aulas ministradas às crianças servem como uma espécie de reforço escolar, o que ajuda os meninos a conseguirem melhorar o rendimento na escola. “Eu gosto muito do projeto e de vim para cá toda semana. Aqui a gente joga bastante futebol e ainda aproveita para revisar e fazer as tarefas da escola. E ainda tem lanche pra gente”, explicou Vinícius Conceição Mendes, de 9 anos, estudante da UEB Menino Jesus de Praga e aluno do projeto social.

É importante destacar que os participantes da escolinha são alunos matriculados em escolas públicas da rede municipal de ensino e devem possuir 80% de frequência e aproveitamento escolar.

“Problemas sociais, não só os de origem financeira, podem ser menores para aqueles que praticam uma atividade física regularmente. Levando em conta esse aspecto, o esporte é um grande aliado para a formação de cidadãos capazes de interagir com a sociedade”, explicou o coordenador do projeto, Kléber Muniz.

É importante destacar que cada criança participante do projeto recebeu um kit doado pela organização composto de uniforme (camisas, calções e meiões), chuteiras e bolas esportivas. Para os pais, o projeto contribui para o desenvolvimento dos filhos como jovens atletas e, principalmente, como cidadãos.

“A escolinha é importante porque vai tirar esses meninos das ruas. Nós moramos num bairro carente e sabemos dos perigos que existem. Gostei muito de como se dá o projeto, com regras e disciplina. Muito interessante ensinar a prática esportiva sem se esquecer da necessidade de estudar”, disse Ana Cláudia, mãe de uma das crianças participantes do Educação e Esporte.

Projeto Educação e Esporte

O grande diferencial do Projeto Educação e Esporte – Escolinha de Futebol é justamente oportunizar a crianças de 8 a 12 anos os benefícios que a união entre esporte e educação podem proporcionar na formação do cidadão. As atividades são realizadas sempre duas vezes por semana: às segundas e quartas-feiras no turno vespertino. Nos dias dos treinos, sempre há o acompanhamento de uma pedagoga e um lanche para as crianças.

Durante a realização do Projeto Educação e Esporte – Escolinha de Futebol, haverá, ainda, a realização de um torneio onde os meninos poderão pôr em prática o que trabalhado nos treinamentos.

Fotos: Paulo de Tarso Jr.

sem comentário »

Escolinha leva nome do craque Canhoteiro

5comentários

O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado do Esporte e Lazer (Sedel), através da Lei de Incentivo ao Esporte, lançou no sábado (24) o projeto Canhoteiro – Escolinha de Futebol, direcionado para jovens entre 8 e 14 anos de idade. A cerimônia de abertura ocorreu no Espaço Solar de Maria, em Paço do Lumiar.

Com realização do Instituto de Estudos Sociais e Terapia Integrativas (IESTI), o ‘Canhoteiro’ contemplará 60 vagas para moradores das comunidades da Vila Tamer e do Mangue Seco. O evento contou com partidas amistosas e também com a entrega de troféus de agradecimento às instituições parceiras.

Para Assis Júnior, coordenador do Projeto, a Lei de Incentivo ao Esporte é uma das maiores ferramentas de inclusão social dentro do Estado. “Esse momento só é possível por conta da Lei de Incentivo ao Esporte, e por isso fazemos um agradecimento especial para o Governo do Estado, pois sem o compromisso com a Lei e com a inclusão social, nós não poderíamos realizar esse momento agora”, disse.

A importância da participação do Governo na inclusão social dos esportistas tem sido uma das buscas da Sedel. “O Governo do Estado tem investido em desenvolver o lado social, com apoio a diversos projetos no esporte, o que tem sido uma das grandes metas dessa gestão”, falou o superintendente de articulação com municípios e entidades da Sedel, Costa Neto.

O Projeto Canhoteiro – Escolinha de Futebol contempla crianças e adolescentes, com faixa etária entre 8 e 14 anos, objetivando a inclusão social, por meio do acesso ao esporte, através da escolinha de futebol. A equipe é composta por um educador físico, dois instrutores, um psicólogo, uma nutricionista, além de colaboradores que realizarão palestras educacionais.

Foto: Marcele Costa

5 comentários »

Society Club abre escolinhas de futebol

0comentário

O Society Club abriu inscrições para as escolinhas de futebol.

Estão sendo oferecidas vagas em três turmas. Sub 6 (de 4 a 6 anos), Sub 10 (de 7 a 10 anos) e Sub 15 (11 a 15 anos).

Traga seu pequeno campeão para uma aula experimental. Conheça um novo conceito em Futebol Society.

Matricule o seu filho. Informações pelo telefone (98) 991232582

sem comentário »

Penha prestigia Copa Itaqui Bacanga

1comentário

O vereador de São Luís, Raimundo Penha (PDT), prestigiou, no final de semana, a abertura  da 9ª Copa Itaqui Bacanga de Futebol de Base. A competição envolve crianças e adolescentes. O parlamentar está apoiando o evento por meio de emenda que vai garantir a premiação dos atletas.

“É uma satisfação grande poder apoiar essa competição voltada para crianças e adolescentes, porque é dever de todos nós, adultos, incentivarmos a prática esportiva entre eles. Assim estaremos contribuindo para o desenvolvimento mais saudável dos nossos menores, evitando que eles sejam cooptados por pessoas do mal”, comentou Raimundo Penha.

A Copa Itaqui Bacanga de Futebol de Base chegou à sua nona edição com a participação de 40 times de toda região metropolitana, divididos em quatro categorias: Subs 11, 13, 15 e 17, totalizando 960 menores.

Os jogos serão realizados em diversos campos da cidade, tendo sua final marcada para o Estádio Nhozinho Santos. A  abertura da competição ocorreu no dia 26 de agosto no estádio Guioberto Alves, no Bairro do Fumacê, onde aconteceu um torneio que teve início nas categorias sub 13 e 15, que farão a sua final no dia 12 de outubro junto às comemorações do Dia das Crianças.

A premiação às equipes vencedoras será em dinheiro que será  utilizado para garantir melhor estrutura na escolinhas.

Foto: Divulgação

1 comentário »

Escolinhas de esporte

1comentário

parquedobommenino

A Secretaria de Desporto e Lazer (Semdel) dará continuidade ao processo de inscrição de novos alunos para as escolinhas de esportes através do “Projeto Movimento e Resgate”. O cadastro seguirá de 3 a 16 de agosto, das 8h às 19h, no Parque do Bom Menino (Avenida Alexandre Moura, Centro). Poderão se inscrever crianças e adolescentes com idade entre 10 e 17 anos.

“O projeto Movimento e Resgate é um projeto grandioso que abrange mais de cinco mil crianças. A Semdel está fazendo um recrutamento minucioso para que todos tenham a oportunidade de mostrar seu talento esportivo e quem sabe até descobrirmos um atleta”, garante o secretário Raimundo Penha.

Durante a primeira etapa foram inscritas 2.800 crianças e adolescentes. O Projeto Movimento e Resgate abrange 68 escolinhas na grande São Luís e zona rural. Com as atividades, crianças e adolescentes de baixa renda também vão ter a oportunidade da prática do esporte em várias modalidades, como atletismo, basquete, capoeira, futsal, futebol, handebol, karatê e judô.

A iniciativa da Semdel tem como foco a democratização das práticas desportivas e de lazer, por meio do sistema municipal de educação e de organizações da sociedade civil, incentivando a cultura do esporte e diminuindo a exposição dos riscos sociais.

Para as atividades, a Semdel conta com uma equipe multiprofissional formada por pedagogos, assistentes sociais, dentre outros profissionais que acompanharão os trabalhos desenvolvidos pelos núcleos do projeto.

Os interessados devem se dirigir ao local de inscrição, com os respectivos documentos: cópia da certidão de nascimento, e/ou carteira de identidade do aluno, cópia da carteira de identidade do responsável, cópia do comprovante de matricula escolar e cópia do comprovante de endereço. As inscrições estarão abertas até o preenchimento das respectivas vagas. Mais informações pelo telefone: (98) 3232-5934.

Foto: Honório Moreira

1 comentário »