Prisão em massa

1comentário

microonibus

A Polícia Militar do Maranhão (PM-MA) conduziu 120 pessoas, entre elas 80 menores de idade, na noite desse domingo (18) para a Superintendência Estadual de Investigações Criminais (Seic). Todas participavam de uma festa no bairro do São Cristóvão, em São Luís (MA). Dentro, os menores consumiam bebidas alcoólicas. Na manhã desta segunda-feira (19), todos foram liberados.

Inicialmente, a PM-MA interrompeu a festa por acreditar que se tratava de um evento promovido por uma facção criminosa, mas no local nenhuma arma foi encontrada, conforme informou o delegado Thiago Bardal. Apenas uma pequena quantidade de crack foi encontrada no interior da residência, localizada na avenida Santos Dumont.

Para conduzir todos os suspeitos para a Seic, no bairro de Fátima, a PM-MA precisou usar três micro-ônibus.

A denúncia partiu dos vizinhos da festa. Na região, em 2014, 100 pessoas haviam sido detidas suspeitas de tráfico de drogas e de pertencerem a uma facção criminosa.

Foto: Biaman Prado/ O Estado

Leia mais

1 comentário »

Combate ao tráfico

1comentário

prisaopcc

Representante da facção criminosa paulista com ramificação no Maranhão é preso durante operação realizada pela Polícia Civil, na noite desta quarta-feira (24), no bairro do São Raimundo em São Luís. Além dele, outras três pessoas suspeitas de integrarem a célula criminosa local na capital maranhense foram detidas.

Jheykison Pereira da Silva, também conhecido por Diego ou Amarelinho, é apontado pela polícia como o líder do tráfico da Vila Conceição, no Alto do Calhau, assim como em outros bairros da cidade. Segundo o delegado Marcos Affonso, um dos envolvidos na operação, Jheykison é suspeito de cometer pelo menos dez homicídios durante a expansão da organização pela cidade.

“É um individuo extremamente perigoso que é investigado por ter cometido de oito a dez assassinatos na guerra pelo controle do tráfico em São Luís. Tirar o líder de uma facção das ruas acalma temporariamente os ânimos, até porque ele mesmo estava à frente de muitas coisas por ser um dos lideres do PCC no estado”, afirmou o delegado.

Entre os presos estão o comerciante Luís Alfredo Pimenta, irmão de Odilon, apontado como o braço direito de Amarelinho e tesoureiro da quadrilha, Jarison Sá Almeida vulgo Senzala e o motorista Natan Costa de Oliveira. Com a quadrilha foi apreendida uma pistola 9mm, 60 munições 9mm, 40 munições .40, aproximadamente um quilo de maconha, e quantidade em dinheiro (Dólar, Real e Bolívar).

Leia mais

1 comentário »