Pacientes dormem em fila de consulta

0comentário

Pacientes estão dormindo na fila da porta do Hospital Adelson de Sousa Lopes, situado no bairro Vila Luizão, em São Luís, com o intuito de garantir uma vaga na marcação de consulta e exames. Tudo isso porque esta segunda-feira (24) será o único dia neste mês para realizar a marcação de consulta no hospital.

Os pacientes afirmam que as senhas que são distribuídas no hospital não são suficientes para todas as pessoas e em virtude disto eles são obrigados até a dormir no local.

Uma paciente identificada apenas como Antônia que revela que para conseguir marcar uma consulta ela se submeteu a passar a noite na fila. Ela acrescenta que está no local desde as 19h de domingo (23).

“Eu cheguei sete horas da noite. Passei a semana todinha com vômito, diarreia e aqui que nem o que vocês estão vendo olha a humilhação. Quem já está doente termina de morrer. Cadê o governador? Cadê o prefeito? Eu fui na UPA e aí só faz encaminhamento para médico e a gente está aqui para pegar a vez e isso se a gente conseguir o médico que a gente quer. Eu estou na frente do esgoto, da fossa”, desabafou.

Policiais militares estão no local realizando a segurança e mantendo a ordem na fila que se formou nas proximidades do Hospital Adelson de Sousa Lopes, na capital.

Ao G1, a Secretaria de Estado da Saúde (SES) informa que 15 dias será implantado o processo de regulação ambulatorial eletrônica, de modo que o acesso às consultas será via encaminhamento médico com agendamento prévio, sem necessidade de marcação presencial. Além disso, pede desculpas pelo transtorno à população e comunica o afastamento dos três diretores da unidade.

Foto: Reprodução/ TV Mirante

Leia mais

sem comentário »

Idosos enfrentam fila para marcar consultas

0comentário

IdososFilaOs idosos que dependem do Sistema Único de Saúde (SUS), em São Luís, estão enfrentando filas e até dias fora de suas residências para conseguir marcar consultas ou realizar exames na da Central de Marcação de Consultas e Exames do Município (Cemarc), que funciona na sede da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae), no bairro do Outeiro da Cruz.

É que como o sistema foi descentralizado o número de senhas acaba sendo menor que o grande número de pessoas que procura o local. Situação essa que obriga pessoas como o aposentado João Araújo, de 84 anos, a passar o seu domingo (24) em uma fila somente para não perder a sua vez na fila de atendimento. “Eu cheguei aqui ontem uma hora da tarde. Se eu não viesse ontem eu não teria vez para mim’, conta.

O operador de máquinas Raimundo Nonato da Silva foi o primeiro a chegar. Ele passou mais de 24 horas na fila porque já tinha retornado outras vezes e não conseguia atendimento. Ele revela que a Cemarc é um local bastante visado por criminosos. “Aqui não é só eu como vem todo mundo aqui. Aqui é escuro, corre o risco de ser assaltado. Eu já fui assaltado duas vezes aqui. É difícil. Não tem como. E chega aqui com essa luta todinha não tem senha”, desabafa.

Segundo a Prefeitura de São Luís, não há necessidade de chegar mais cedo porque as senhas só são entregues às sete horas da manhã. Mesmo assim, as pessoas dizem que se chegarem em cima da hora não conseguem uma das 450 senhas disponibilizadas para as especialidades médicas.

O policial militar reformado José de Ribamar Rodrigues diz que o serviço não é eficaz e pontua que os órgãos responsáveis poderiam criar meios de qualificar o atendimento. “Se a Prefeitura tivesse um órgão que nós tivéssemos onde chegar com as nossas requisições e que fosse confiável não seria necessário isso. É só inventar meios. Ter meios mais viáveis do que esse sofrimento aqui para todos”, finaliza.

Sobre o atendimento no Posto da Cemarc que funciona na sede da Apae, até o momento, a Secretaria de Saúde de São Luís não se manifestou.

Foto: Reprodução/ TV Mirante

Leia mais

sem comentário »

Drama na fila

0comentário

Idososnafila

A Central de Marcação de Consultas e Exames (Cemarc) de São Luís (MA) voltou a registrar, na noite dessa segunda-feira (20), filas de idosos em busca de procedimentos ambulatoriais oferecidos pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Eles passaram a noite na calçada em frente à sede da Cemarc, que fica no bairro da Alemanha.

No início da manhã desta terça-feira (20), já não havia movimento fora da Central, quando os idosos passaram a ser atendidos dentro da unidade. Por dia, são distribuídas 1,5 mil senhas para atendimento. Na unidade, no entanto, a distribuição das senhas ocorre em apenas um dia da semana.

A Cemarc faz o atendimento exclusivo aos idosos, gestantes, lactantes e deficientes. O atendimento, de acordo com a Secretaria Municipal de Saúde (Semus), é descentralizado e ocorre em 26 pontos de marcação de consulta, das 7h às 13h.

Veja a lista completa de unidades marcadoras:

Unidade Marcadora Central – Av. dos Franceses , S/N, Alemanha;
U.M. Bequimão – Av. do Contorno, S/N, Bequimão;
U.M. Coroadinho – Rua da Vitória, S/N, Coroadinho;
U.M. São Bernardo – Av. Tiradentes, S/N, São Bernardo;
U.M. Itaqui-Bacanga – Av. dos Portugueses, S/N, Vila Isabel;
C.S. Amar – Rua D. Luís Rocha, Vicente Fialho;
C.S. Cohab Anil – Rua 4, S/N, IV Conj. Cohab Anil;
C.S. São Cristovão – Rua Campo da Estrela, S/N, São Cristovão;
C.S. Carlos Macieira – Av. dos Africanos, S/N, Sacavém;
C.S. Salomão Fiquene – Av. Leste Oeste, S/N, Cohatrac;
C.S. Estiva – BR-135, S/N, Estiva;
C.S. Nazaré Neiva – Rua 15, 1, São Raimundo;
C.S. Quebra Pote – Praça do Cemitério, S/N, Quebra Pote;
C.S. Santa Bárbara – Rua Principal, 180, Santa Bárbara;
C.S. Thales Gonçalves – Praça N. S. da Conceição, S/N, Vila Esperança;
C.S. Tibiri – Rua Santo Antônio, S/N, Tibiri;
C.S. Vila Itamar – Rua do Fio, S/N , Vila Itamar;
C.S. Vila Maranhão – BR-135, Vila Maranhão;
C.S. Clodomir Pinheiro Costa – Av. Odilo Costa Filho, S/N, Anjo da Guarda;
Hospital da Criança – Av. dos Franceses, S/N, Alemanha;
Hospital da Mulher – Av. dos Portugueses, S/N, Vila Izabel;
Hospital Aldenora Belo – Rua Seroa da Mota, 23, Apeadouro;
PAM Diamante – Rua João Luís, S/N, Diamante;
Apae – Granja Barreto, 1, Outeiro da Cruz;
Laboratório Central – Rua Osvaldo Cruz, S/N, Centro;
Santa Casa de Misericórdia – Rua do Norte, 233, Centro.

Leia mais

sem comentário »