Hélio Soares sofre infarto e tem quadro estável

0comentário

O deputado estadual Hélio Soares (PL) sofreu um infarto durante um evento político em Satubinha, a 264 Km de São Luís, na tarde de sábado (24).

Ele estava acompanhado pelo deputado federal Josimar de Maranhãozinho e da deputada estadual Detinha.

Hélio Soares foi levado para o Hospital Macrorregional de Santa Inês, onde passou a noite na UTI.

Neste domingo, o deputado foi transferido para São Luís por uma equipe do Grupo Tático Aéreo (GTA). Ele está na UTI, do Hospital UDI e o seu quadro clínico e estável.

Foto: Redes sociais

sem comentário »

Hélio Soares é o novo articulador de Edivaldo

3comentários

PrefeitoEdivaldo

Em solenidade na sala de reuniões do Palácio La Ravardière, o prefeito Edivaldo empossou nesta segunda-feira (29) o ex-deputado estadual Helio Soares como o novo secretário municipal extraordinário de Articulação Política.

Hélio Soares assinou o ato de posse em solenidade com a participação de um grande número de vereadores da Câmara de Municipal de São Luís, secretários municipais, lideranças políticas e comunitárias.

O prefeito Edivaldo disse que a escolha de Helio Soares para comandar uma secretária de tamanha importância coincide com o momento em que a crise no país se agrava repercutindo em vertiginosa queda nas transferências constitucionais, daí a importância da experiência do ex-deputado estadual.

“Apesar da crise que assola o país estamos conduzindo a administração com muita seriedade, transparência e trabalho, mantendo avanços em várias frentes”, enfatizou o prefeito.

O novo secretário acredita que o grande desafio que terá no exercício do cargo será realizar a política que o povo espera. O Helio afirmou que a política será um instrumento para enfrentar a crise no país que reflete um cenário internacional.

“Nós que temos a responsabilidade de ouvir os problemas da população para que possamos dar soluções possíveis. A articulação política nesse cenário assume posição estratégica. Entendo que a política é arte de conviver, compreender e ouvir todas as pessoas, principalmente os mais necessitados”, disse.

Participaram da solenidade de posse os vereadores Astro de Ogum (PMN), José Joaquim (PSDB), Gutemberg Araújo (PSDB), Pavão Filho (PDT), Pedro Lucas Fernandes (PTB), Barbosa Lages (PDT), Ivaldo Rodrigues (PDT), Eidimar Gomes (PSDB), Bárbara Soeiro (PMN), Beto Castro (Pros) e vereador Nato (PRP). Estiveram ainda prestigiando a cerimônia os secretários municipais Canindé Barros (SMTT), Helena Duailibe (Semus), Fátima Ribeiro (Semsa), Delcio Rodrigues (Controladoria geral do Município), José Cursino (Seplan) e Conceição Castro (Comunicação).

Foto: A. Baêta

3 comentários »

Que mudança?

9comentários

HelioeFlavio

Por Marco D´Eça

A adesão desesperada do deputado estadual Hélio Soares (PMDB) à candidatura de Flávio Dino (PCdoB) é a prova maior de que o projeto de mudança pregada pelo comunista é apenas de troca de comando no poder.

Como Flávio Dino vai mudar o Maranhão se sua campanha é formada exatamente por quem passou os anos todos no poder?

Além de Hélio Soares, estão com Dino figuras como Waldir Maranhão (PP), José Reinaldo Tavares (PSB), Cleomar Tema Cunha, Abanadab Léda, Pinto Itamaraty (PSDB), Aderson Lago (SDD), João Castelo (PSDB), Edivaldo Holanda (PTC), Carlos Brandão (PSDB) e Roberto Rocha (PSDB).

Pais, filhos, netos e agregados do poder que o próprio Dino diz estar aí há 50 anos e pretende mudar.

E os mesmos que estão ou estavam lá, vão voltar ao mesmo lugar se o comunista vencer a eleição.

Ou seja, apenas o próprio Flávio Dino mudou para tentar chegar ao poder.

É simples assim…

9 comentários »

Dobradinha de Bárbara

5comentários

barbarasoeiroA vereadora Bárbara Soeiro entrou prá valer na campanha de André Fufuca, candidato a deputado federal e Hélio Soares que concorrer à reeleicão para deputado estadual.

Bárbara e o ex-vereador Albino Soeiro fizeram uma grande recepcão aos dois canditatos numa reunião que contou com força da sua base eleitoral.

“O deputado Hélio Soares e o deputado André Fufuca são grandes amigos, mas além de amigos são dois grandes politicos que vem fazendo um excelente trabalho pelo Maranhão na Assembleia Legislativa. Estamos apoiando os dois e estaremos a partir de agora nas ruas reforçando a campanha deles”, adiantou Bárbara.

Segundo Bárbara, nos próximos dias André Fufuca e Hélio Soares participarão de uma grande caminahda na Zona Riral e também na região do São Cristovão, onde a vereadora tem grande atuação política.

5 comentários »

Quase no fim

0comentário

biraehelio

A apenas quatro dias do fim do prazo determinado pela Justiça Eleitoral para as filiações partidárias daqueles que pretendem disputar as eleições de 2014, é grande a movimentação de partidos na Assembleia Legislativa. Ontem, mais dois deputados confirmaram desfiliações de legendas pelas quais haviam sido eleitos em 2010. Hélio Soares deixou o PP e Bira do Pindaré anunciou a sua saída do PT. Também deputado estadual – licenciado – o secretário de estado do Meio Ambiente, Victor Mendes, pré-candidato a deputado federal, trocou o PV pelo PSL.

A movimentação também é intensa entre pretensos candidatos à Assembleia e à Câmara Federal. O suplente de deputado federal e empresário Carlos Wellington Bezerra, o Wellington do Curso, se filiou ao PPS e quer uma cadeira no legislativo estadual. O ex-deputado federal e estadual e ex-prefeito Chico Coelho também deve confirmar filiação ao PSL. O ex-diretor do Socorrão Yglesio Moyses chegou a ser sondado por vários partidos, mas deve permanecer no PT – sobretudo com a confirmação da saída de Pindaré.

Sem espaços no PP, o deputado Hélio Soares confirmou ontem a O Estado a sua saída do partido. Ele pretendia ser candidato ao Senado pelo grupo da governadora Roseana Sarney (PMDB), mas a direção estadual da sigla passou a se posicionar como oposição na veiculação do programa político em TV e rádio.

Foi a própria direção da legenda quem oficializou a saída do parlamentar junto ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE) do Maranhão. Os dirigentes Ribamar Soares e Daniel Bandeira levaram ao tribunal documento de desfiliação. Hélio afirmou que discutia o seu futuro partidário com o PSDC, PT, PTdoB e PSD. “Por enquanto, não há nada decidido”, adiantou.

Outro parlamentar que ficou sem partido após deixar a legenda que o elegeu em 2010 foi Bira do Pindaré. Em conflito com a direção estadual e sem espaços no partido, ele utilizou ontem o grande expediente da sessão ordinária para anunciar a sua desfiliação.

O ex-petista falou de toda a sua trajetória no partido, iniciada em 1990 e disse ter sido obrigado de deixar a sigla. “Não me sobrou escolha. Sou forçado a sair do PT e procurar outro caminho”, disse.

Pré-candidatos ao governo também precisam se definir

Os pré-candidatos ao Governo do Estado Eliziane Gama (PPS) e Hilton Gonçalo (PDT) ainda têm futuro partidário indefinido. Eliziane aguarda uma definição do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) em relação à liberação do Rede, legenda criada pela pré-candidata a Presidência da República Marina Silva. Já Hilton tenta sem muito sucesso articular a candidatura própria dentro do PDT, que deve apoiar a candidatura de Flávio Dino (PCdoB) e indicar o vice na chapa majoritária.

Eliziane já se manifestou várias vezes a imprensa sobre o assunto. Em todas as oportunidades, garantiu que continuaria a aguardar a liberação do Rede para a disputa eleitoral do próximo ano.

Até o momento, ela trabalha na articulação de sua pré-candidatura ao Palácio dos Leões, mas não obteve apoio de nenhum partido. Mantém diálogo com o PSDB, que também não se posicionou definitivamente sobre 2014.

A situação de Hilton, por outro lado, é diferente. Ele ainda é filiado ao PDT e pretende ser candidato ao Governo do Estado pelo partido, mas não conta com o apoio da direção da legenda. Hilton chegou a ser convidado para filiar-se ao PP, mas não chegou a anunciar nenhuma decisão. Ele procura um partido que esteja disposto a lhe conceder espaço para uma disputa majoritária. Até o momento, no entanto, não obteve êxito.

Mais

O PSD é o partido que passa pelo maior processo de esvaziamento no Maranhão. Criado no fim de 2011, por iniciativa do ex-prefeito de São Paulo Gilberto Kassab, a legenda foi o destino de seis parlamentares – chegando depois a sete com a filiação de Afonso Manoel. A estratégia de todos era clara: sair de onde estavam sem perder os mandatos e garantir, no futuro, a possibilidade de uma nova troca, mais uma vez sem ser incomodados pela Justiça Eleitoral. Afonso Manoel foi obrigado a retornar ao PMDB. Já os deputados Alexandre Almeida, André Fufuca, Camilo Figueiredo e Dr. Pádua, devem sair. No mês passado, Raimundo Cutrim deixou a sigla e migrou para o PCdoB.

O Estado

sem comentário »

Mais autonomia

0comentário

maxbarros

A Assembleia aprovou, na sessão desta quarta-feira (21), o Projeto de Emenda Constitucional nº 004/13, de autoria dos deputados Max Barros (PMDB) e Hélio Soares (PP), que altera o procedimento de apreciação das Medidas Provisórias.

Pelo projeto aprovado, o inciso III, do artigo 43 da Constituição Estadual passa a vigorar com a seguinte redação: “Organização administrativa e matéria orçamentária, ficando o referido artigo acrescido de um parágrafo único com a seguinte redação: A iniciativa parlamentar sobre projetos envolvendo matéria tributária só será permitida a projetos dos quais não decorra renúncia de receita”.

Segundo o deputado Max Barros, a referida emenda constitucional aumenta as prerrogativas do Poder Legislativo. “A aprovação dessa emenda vai permitir que  a Assembleia Legislativa possa legislar sobre algumas matérias tributárias, o que era vedado e de iniciativa exclusiva do Poder Executivo”, esclareceu.

Foto: JR Lisboa/Agência AL

sem comentário »

Parceria em destaque

0comentário

Deputados da base governista destacaram, na sessão desta quinta-feira (11), na Assembleia Legislativa a parceria institucional entre governo do Estado e Prefeitura de São Luís, colocada em ação pela governadora Roseana Sarney (PMDB) e o prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PSC). O deputado Max Barros (PMDB), por exemplo, disse que não há sentido que nesse momento de crise as duas administrações não dialoguem institucionalmente.

maxbarros
De acordo com o parlamentar, “o governo do Estado e a Prefeitura entenderam que, nesse momento, não há sentido que a capital, região metropolitana que tem aproximadamente 20 por cento da população do Estado, não dialoguem institucionalmente; não tem sentido, quem perde é a população, São Luís é muito importante”.  Max Barros desejou que o prefeito, que está há menos de um ano no cargo, faça um bom trabalho, porque quem ganhará é o povo de São Luís.

“Se tiver realmente uma união institucional entre a Prefeitura de São Luís e o governo do Estado, quem vai ganhar é a população da região metropolitana, é a população de São Luís, porque há vários temas que perpassam inexoravelmente o município e o Estado, como a questão do transporte, a questão da mobilidade urbana, a questão da saúde, a questão do saneamento. Não há necessidade de haver uma união partidária ou política, mas é necessário ter um diálogo institucional que traga frutos para a população de São Luís e do Maranhão”, garantiu.

JOTAPINTO
O deputado Jota Pinto (PEN) foi outro que destacou a importância do diálogo institucional entre o governo do Estado e a Prefeitura de São Luís. “Neste momento, faço um apelo para que o prefeito de São Luís aceite essa parceria, não é boa só para ele, é boa para o povo de São Luís, é boa para a cidade de São Luís, a Cidade dos Azulejos, a Cidade Patrimônio da Humanidade, que precisa tanto do apoio do governo do Estado. E quando o governo do Estado sinaliza com essa parceria, com esse apoio, e a gente vê as dificuldades ou indecisão do prefeito, de assumir uma posição de junto com o governo do Estado e fazer uma parceria para o bem da cidade”, defendeu.

Já o deputado Hélio Soares (PP) negou que a governadora seja contra a destinação de emendas do orçamento estadual para São luís. “Tenho certeza que a nossa governadora jamais vai proibir liberação de emendas porque A ou B concorda ou não com o nosso governo. Digo: o nosso governo, que já me incluo também nesse contexto, porque somos todos responsáveis”, assegurou.

O deputado Magno Bacelar (PV) foi outro a tratar do assunto e afirmou que o governo do Estado já estaria trabalhando em prol de São Luís, antes mesmo da montagem de qualquer parceria institucional.  Bacelar disse que o governo do Estado e a Prefeitura de São Luís planejam aplicar R$ 6 bilhões em obras na Ilha.

sem comentário »

Grande jogada de Hélio Soares

9comentários

heliosoaresO deputado Hélio Soares, através de indicação, pediu à Mesa Diretora da Assembleia Legislativa que encaminhe ofício à governadora Roseana Sarney solicitando providências no sentido de determinar à Secretaria de Estado de Esportes e Lazer – Sedel-, que autorize desenvolver, em caráter de urgência, um projeto que adeque o Estádio Castelão em “Estádio da Cidadania”.

A sugestão é que sejam integradas no espaço do estádio atividades para idosos, universidade à distância, academia de reabilitação para pessoas com problemas físicos e para pessoas da 3ª idade, shopping do cidadão, ótica da cidadania (óculos de graça para a população carente), Centro de Reabilitação para Cardíacos, Núcleo de Tratamento de Doenças Virais, Biblioteca Virtual, Centro de Imagens, Policlínica da Cidadania, com acesso gratuito para o cidadão.

Hélio Soares disse que o Estádio Castelão deve seguir o exemplo do único Estádio com essas características no Brasil e que cumpre rigorosamente o Estatuto do Torcedor, o Estádio Municipal General Sylvio Raulino de Oliveira, também chamado de “Estádio da Cidadania”.

O parlamentar destacou que levantamentos mostram que diariamente passam pelas dependências do “Estádio da Cidadania”, em Volta Redonda, mais de 3.000 pessoas. O Estádio do Castelão seria o 2º Estádio do País a abrigar em seu interior um complexo de esportes, lazer, saúde e educação com acesso gratuito para a população. “Solicito à governadora Roseana Sarney que veja a nossa propositura não pelo custo da obra, mas pelo valor social que ela representa para a população que não tem acesso a programas sociais”, justificou.

9 comentários »

Hélio Soares defende convênio com o Aldenora Belo

0comentário

heliosoaresO deputado Hélio Soares (PP), durante pronunciamento feito na sessão desta segunda-feira (25), fez um apelo ao secretário de Estado da Saúde, Ricardo Murad, para que retome o convênio com o Hospital Aldenora Belo, que suspendeu o atendimento domiciliar a vários pacientes por falta de recursos financeiros.

Hélio Soares destacou o avanço ocorrido nos últimos anos na área da saúde pública em todo o Maranhão, principalmente com as inaugurações das UPAs em diversas regiões do Estado. Mas ressaltou também que o setor de Oncologia precisa de uma atenção maior por parte de todos, pois isso fez um alerta à Comissão de Saúde da Assembleia Legislativa e do governo do Estado para que unam esforços no sentido ajudar o hospital do câncer a receber pacientes de todo Maranhão e de outros Estados.

Hélio enfatizou que antes o Hospital Aldenora Belo tinha um aporte do Estado que ajudava muito a manter a parte do tratamento domiciliar, que era feito àquelas pessoas desprovidas de recursos financeiros para se deslocar para a capital onde receberiam o tratamento de quimioterapia e radioterapia no hospital

O parlamentar voltou a defender a necessidade urgente na união de esforços para que o governo do Estado volte com esse convênio que vai ajudar o hospital a manter o tratamento domiciliar que atende pessoas desprovidas de qualquer recurso, condenadas muitas vezes pela própria natureza.

“É uma questão de humanidade, por isso eu faço um apelo ao nosso nobre colega deputado Ricardo Murad, que vem realizando um trabalho muito grande nessa área da saúde, para que ele interceda e não meça consequências, não meça distância para que volte este convênio com aquela casa de saúde, que é indispensável à população maranhense”, disse Hélio Soares.

Foto: JR Lisboa/Agência AL

sem comentário »