Mutirão no Carlos Macieira

0comentário

Mutirao

O Hospital Estadual de Alta Complexidade Dr. Carlos Macieira realiza neste sábado (11), a partir das 8h, um mutirão cirúrgico de hérnia. A iniciativa visa reduzir o tempo de espera dos pacientes já cadastrados pela rede estadual de saúde para submeter-se a esse tipo de procedimento.

Será o segundo mutirão de intervenções cirúrgicas realizado pela equipe médica do Hospital de Alta Complexidade Dr. Carlos Macieira, desde a inauguração do seu centro cirúrgico, que conta com sete salas de cirurgia em pleno funcionamento. O primeiro mutirão ocorreu no mês passado, quando 16 pacientes foram submetidos a uma técnica cirúrgica inovadora para tratamento de varizes em membros inferiores.

De acordo com o médico Luis Alfredo Guterrez, coordenador da equipe de cirurgiões que atuará no mutirão, nessa nova etapa serão beneficiados 20 pacientes que sofrem com dores abdominais causadas por hérnias inguinais, epigástricas e umbilicais (este é o tipo mais comum entre as três formas) e têm uma série de limitações para desenvolverem atividades rotineiras.

“Esses mutirões, além de ser uma forma de restabelecer a saúde do paciente e normalidade das ações diárias, são uma forma de diminuir o tempo de espera dos pacientes que não têm condições financeiras para buscar atendimento na rede suplementar e aguardam por este tipo de procedimento na rede pública de saúde há algum tempo, devido à grande demanda por este tipo de serviço”, explica Luis Alfredo .

Para estarem aptos a passar pelo procedimento, todos os pacientes já diagnosticados com casos de hérnia tiveram que realizar exames pré-operatórios necessários para avaliar o risco e comprovar as perfeitas condições para que eles sejam levados ao centro cirúrgico.

Foto: Nestor Bezerra

sem comentário »

Mutirão de hérnia

0comentário

mutiraohernia1

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) realiza, nesta sexta-feira (29), a partir das 8h, o segundo mutirão de hérnia no Hospital Geral de Alto Alegre do Maranhão. Serão beneficiadas 25 pessoas dos municípios de Alto Alegre do Maranhão, Bacabal e São Mateus, com indicação cirúrgica para hérnias de natureza inguinal, epigástrica e umbilical – esta última a mais comum entre as três.

​O diretor do Hospital do Câncer Tarquínio Lopes Filho (Geral), Luis Alfredo Guterrez, coordena a equipe de cirurgiões que vão atuar no mutirão. Ele disse que no primeiro mutirão em Alto Alegre do Maranhão foram beneficiadas 20 pessoas. “Esta é uma das formas de diminuir o tempo de espera dos pacientes que aguardam por este tipo de procedimento no interior do estado”.  Mutirões como este também são realizados na Unidade Avançada do Hospital Estadual de Matões do Norte.

​A diretora do Hospital de Alto Alegre, Letícia Albuquerque Paiva, explicou que todos os pacientes passaram previamente por uma bateria de exames antes de passarem pelas intervenções. “São pacientes já diagnosticados com casos de hérnia e que estão há algum tempo integrando uma fila de espera do hospital. Todos são previamente agendados e fazem os exames necessários para risco cirúrgico, só então podem fazer as cirurgias no dia do mutirão”, disse.

As hérnias abdominais são pretoberâncias observados no abdome (barriga). Dentro destas formações podem estar alojados órgãos que deveriam estar dentro da cavidade abdominal. Atividades de esforço que aumentem a pressão abdominal podem desencadear o aparecimento da hérnia nas pessoas que já tenham esta predisposição. Não há tratamento preventivo, e quando a hérnia é confirmada no exame médico, o único provcedimento efetivo é a cirurgia.

sem comentário »

SES realiza mutirão de hérnia em Matões

0comentário

mutiraohernia1

O segundo mutirão de cirurgia de hérnia na Unidade Avançada do Hospital de Alta Complexidade Tarquínio Lopes Filho no município de Matões do Norte será realizado nesta sexta-feira (16). Das 43 pessoas encaminhadas pelos municípios adjacentes, 20 serão submetidas aos procedimentos. No primeiro mutirão foram beneficiados 20 pacientes.

A terceira etapa está prevista para acontecer no próximo mês.   “Ainda é grande o número de pessoas que aguardam pelas cirurgias e por isso estamos organizando mutirões para que possamos atender toda a demanda da região”, justificou o diretor do Hospital de Alta Complexidade Tarquínio Lopes Filho (Geral), Luis Alfredo Guterres, que também coordena a equipe médica em Matões do Norte.

Além dos pacientes de Matões do Norte, os procedimentos vão beneficiar moradores de Anajatuba, Arari, Belágua, Cantanhede, Itapecuru-Mirim, Miranda do Norte, Nina Rodrigues, Pirapemas, Presidente Vargas, São Benedito do Rio Preto, Urbano Santos, Vargem Grande e Vitória do Mearim.

A Unidade Avançada em Matões do Norte é mantida pela Secretaria de Estado da Saúde (SES) para atender casos de urgência e emergência daquela região, e os mutirões cirúrgicos foram idealizados para reduzir a fila de espera por cirurgias eletivas.

“Continuamos trabalhando para facilitar o acesso da população a serviços de saúde públicos de qualidade. Ao mesmo tempo em que investimos na ampliação da nossa estrutura física e de equipamentos, também possibilitamos o deslocamento das equipes médicas para atender as pessoas que necessitam de cirurgias”, declarou o secretário estadual de Saúde, Ricardo Murad.

As hérnias abdominais são pretoberâncias observados no abdome (barriga). Dentro destas formações podem estar alojados órgãos que deveriam estar dentro da cavidade abdominal. Atividades de esforço que aumentem a pressão abdominal podem desencadear o aparecimento da hérnia nas pessoas que já tenham esta predisposição. Infelizmente não há tratamento preventivo, e quando a hérnia é confirmada no exame médico, o único tratamento efetivo é a cirurgia.

Foto: Nestor Bezerra

sem comentário »

Mutirão de hérnia em Matões do Norte

0comentário

matoesdonorteA Secretaria de Estado da Saúde (SES) realiza nesta sexta-feira (25), a partir das 7hs, o primeiro mutirão de cirurgia de hérnia na Unidade Avançada do Hospital Tarquínio Lopes Filho (Geral) no município de Matões do Norte. Vinte pacientes da região serão submetidos aos procedimentos. Mutirões como este foram realizados ano passado nos hospitais regionais de Grajaú, Coroatá, Peritoró, Barreirinhas e Alto Alegre do Maranhão.

O diretor do Hospital Tarquínio Lopes Filho (Geral), Luis Alfredo Guterres, disse que a iniciativa está conseguindo reduzir o tempo de espera por esse tipo de cirurgia de hérnias inguinais, umbilicais ou epigástricas. “Após a triagem dos pacientes, médicos do Hospital Geral e da Unidade Avançada de Matões do Norte, além de todos os colaboradores dos centros cirúrgicos dessas unidades, se empenham em realizar os procedimentos”, completou.

Além dos pacientes de Matões do Norte, os procedimentos vão beneficiar moradores dos municípios de Anajatuba, Arari, Belágua, Cantanhede, Itapecuru-Mirim, Miranda do Norte, Nina Rodrigues, Pirapemas, Presidente Vargas, São Benedito do Rio Preto, Urbano Santos, Vargem Grande e Vitória do Mearim.

Hérnia é o diagnóstico mais comum entre as alterações degenerativas da coluna lombar. É também a principal causa de cirurgia de coluna na população adulta. Este ano foi realizada a Jornada Nordestina de Hérnia, que atendeu 12 pessoas. “Este foi um encontro que reuniu renomados cirurgiões para que pudéssemos trocar experiências e melhorar ainda mais os atendimentos aos nossos pacientes”, justificou Luis Alfredo.

Foto: Nestor Bezerra

sem comentário »

Jornada de Hérnia

1comentário

herniafoto

São Luís sediará nesta terça (25) e quarta (26), a partir das 8h, a Jornada Nordestina de Hérnia. O evento terá como tema “A parede abdominal no SUS” e reunirá médicos convidados de diversos estados brasileiros, além de um colombiano. O evento tem a realização da Secretaria de Estado da Saúde (SES), Hospital Geral Tarquínio Lopes Filho e Sociedade Brasileira de Hérnia e Parede Abdominal (SBH).

A jornada será dividida em duas partes sendo que a primeira será dedicada à teoria e acontecerá a partir das 8h de terça (25), no auditório do Conselho Regional de Medicina (Renascença). Na quarta (26), também a partir das 8h, será realizada a parte prática, quando serão feitas cirurgias de pacientes de hérnia que aguardam na fila de espera do Hospital Geral Tarquínio Lopes Filho, da SES.

De acordo com o coordenador da Jornada e diretor do Hospital Geral, Luiz Alfredo Guterres, “o evento servirá para debatermos as novas técnicas cirúrgicas voltadas para a hérnia e as que são possíveis de serem aplicadas ao Sistema Único de Saúde”.

Participarão do evento, como convidados, médicos dos estados do Ceará, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul e Goiás. “Além disto, teremos também a presença do médico Valentin Vega, que vem da Colômbia para participar da jornada”, adianta Luiz Alfredo.

Fazem parte da programação, mesas redondas, palestras, conferências, discussões e debates sobre temas, como análises de casos complexos, mutirões de cirurgias, papel das sociedades médicas, experiências realizadas no Maranhão e em outros estados, tratamentos de hérnias, definição e classificação, entre outras abordagens.

Foto: Nestor Bezerra

1 comentário »

Mutirão em Grajaú

0comentário

mutiraoA Secretaria de Estado da Saúde (SES) realizou, no município de Grajaú, a 680 km de São Luís, mais um mutirão de cirurgias de hérnia, com a participação da equipe do Hospital de Alta Complexidade Tarquínio Lopes Filho (Geral). Foi a nona ação desta natureza organizada pela SES para diminuir o tempo de espera dos pacientes que aguardam por este tipo de procedimento no interior do estado.

As cirurgias ocorreram sexta-feira (6) e sábado (7) no Hospital Regional de Grajaú, unidade da rede estadual de saúde. Foram realizadas 50 cirurgias de hérnias ingnal, epigástrica e umbilical em 40 pacientes.

Para cumprir o número de cirurgias eletivas agendadas, o mutirão contou com uma equipe de cirurgiões formada por médicos do próprio Hospital Geral de Grajaú e do Hospital Geral de São Luís.

Luis Alfredo Guterres, diretor do Hospital Geral e coordenador dos mutirões cirúrgicos, explica que todos os pacientes passaram previamente por uma bateria de exames. “São pacientes já diagnosticados com casos de hérnia onde há indicação cirúrgica e que estavam há algum tempo integrando uma fila de espera do hospital onde o mutirão ocorreu. Todos foram previamente agendados e fizeram os exames necessários”, disse.

 

sem comentário »

Mutirão de hérnia

0comentário

mutirao

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) realizará mais um mutirão de hérnia nesta quarta-feira (14), no Hospital Regional de Alto Alegre do Maranhão. Até agora, 12 mutirões já foram realizados no estado por cirurgiões do Hospital Estadual Tarquínio Lopes Filho (Geral), somando mais de 360 cirurgias.

Segundo o médico Luis Alfredo Guterres, diretor do Hospital Geral e coordenador das equipes médicas que atuam no mutirão, a iniciativa está conseguindo amenizar em curto espaço de tempo a espera por esse tipo de cirurgia. Doze mutirões já foram realizados até agora, seis nas dependências do Hospital Geral, em São Luis, e mais seis em cidades do interior para atender a pacientes com hérnias inguinais, umbilicais ou epigástricas.

“Desde que iniciamos estes mutirões pelo interior, no mês de março deste ano, com o apoio dos Hospitais Regionais nas cidades de Lago dos Rodrigues, Itapecuru-Mirim, Barreirinhas, Timbiras, Peritoró e Coroatá, já conseguimos levar este tipo de atendimento a muitas pacientes destes municípios e de cidades vizinhas, reabilitando estas pessoas e fazendo com que voltassem a exercer suas profissões ou até mesmo atividades simples que antes não conseguiam devido a dores abdominais”, disse Luís Alfredo.

Após a triagem, os pacientes são encaminhados ao centro cirúrgico e duas equipes – formadas por cinco cirurgiões e dois anestesistas do Hospital Geral -, além de todos os colaboradores do centro cirúrgico de cada unidade, se empenham em realizar os procedimentos.

“Trata-se da colocação de uma tela cirúrgica junto ao local do abaulamento (ruptura muscular na parede abdominal). Após a cirurgia, o paciente fica 24 horas em repouso e observação, e com uma nova avaliação médica pode ser liberado em até 24 horas após o procedimento”, explicou Luis Alfredo Guterres.

O 13º mutirão a ser realizado em Alto Alegre do Maranhão vai atender a uma demanda de casos já triados e referenciados para cirurgia pelo Hospital Geral de Alto Alegre do Maranhão. O ultimo município a receber o mutirão foi Peritoró, no mês passado.

sem comentário »

SES realiza Mutirão de Hérnia

0comentário

mutiraoA maioria de pacientes era de homens com idade entre 25 e 65 anos, vindos de vários municípios do Maranhão. Todos estavam na fila de espera para serem submetidos ao procedimento cirúrgico.

Segundo o diretor do Hospital Geral, Luis Alfredo Guterres, este é o sexto mutirão de hérnia realizado na unidade, totalizando 149 pessoas atendidas nesse sistema de mutirão, desde o início deste ano.

“A ação faz parte de um esforço para garantir que pacientes que aguardam por este tipo de cirurgia em uma lista de espera possam voltar a realizar atividades normais em seu dia-a-dia e obter mais qualidade de vida”, explicou o diretor, lembrando que o hospital também tem empregado esforços em mutirões de outras especialidades, como cirurgia vascular, mastologia e urologia.

Para este sábado (27), foram agendados apenas procedimentos cirúrgicos de hérnia inguinal, umbilical e epigástrica, havendo casos em que alguns pacientes possuem até dois tipos de hérnia (ruptura de uma alça do intestino através de um orifício que se forma na parede abdominal na região da virilha).

“Nós estamos trabalhando com uma carga de volume de cirurgias mensal muito grande neste hospital. Este mês, já superamos a quantidade registrada em março e estamos chegando perto de 500 cirurgias por mês. Daí, a importância de esforços como este para tentar prestar um atendimento de qualidade e acima de tudo garantir o acesso a quem precisa”, avaliou o diretor do Hospital Geral, Luis Alfredo Guterres.

Foto: Nestor Bezerra

sem comentário »