Edilázio cobra reabertura de hospital em Matões

0comentário

O deputado federal Edilázio Júnior (PSD) cobrou do governador Flávio Dino (PCdoB), em pronunciamento na Câmara Federal, a reabertura do Hospital Geral de Matões do Norte.

A suspensão de todas as atividades da unidades havia sido denunciada pelos servidores do hospital e depois confirmadas pelo Sindicato dos Enfermeiros do Estado do Maranhão.

Edilázio lamentou a situação, cobrou respostas efetivas sobre a situação e lembrou que milhares de pessoas ficaram sem atendimento em saúde na região.

“A situação da saúde do estado do Maranhão é caótica. No começo do mês o governador Flávio Dino fechou o hospital de Matões do Norte, que atendia 14 municípios. Agora a população tem de deslocar mais de 200 quilômetros para obter atendimento de urgência e emergência no estado, onde está havendo conflito por conta do encerramento deste hospital. Meu pedido é para que governador tenha bom senso e reabra o Hospital de Matões do Norte”, disse.

De acordo com o Governo do Estado, o hospital está fechado para uma reforma e será transformado – apesar de ter sido reformado recentemente, em 2014 -, e será transformado em policlínica.  

sem comentário »

Yglésio discute situação do hospital de Matões

0comentário

O deputado estadual Dr. Yglésio (PDT) usou a Tribuna da Assembleia Legislativa, nesta quarta-feira (13), para falar da reunião na Secretaria de Estado da Saúde (SES), que tratou da situação do Hospital de Matões do Norte. A unidade suspendeu, desde a semana passada, as atividades de atendimento a população de 14 municípios da região do Vale Itapecuru.

Conforme avaliou Dr. Yglésio, em sua fala, utilizando o pequeno expediente, “o encontro foi proveitoso, uma vez que houve um avançamos nas tratativas, junto ao Governo do Estado. Na condição de vice-presidente da Comissão de Saúde desta Casa Legislativa, fiquei preocupado com o fechamento temporário do hospital. Continuarei acompanhando e intermediando para que os cidadãos não fiquem desassistidos em um dos seus direitos básicos, que é o acesso à saúde”.

O parlamentar destacou que a proposta apresentada pelo Governo do Estado manterá não só os serviços e atendimentos, como principalmente garantirá o emprego dos profissionais da área, lotados no hospital. “Com o início da pactuação de um novo modelo para a região, o mais importante é que vamos garantir o emprego dos funcionários do hospital, principalmente dos técnicos de enfermagem, administrativos, fisioterapeutas, a demanda médica e o atendimento à população”.

Consórcio de gestão compartilhada – Da reunião, ficou consensuada a implantação de um modelo misto de financiamento, em formato de Policlínica. Para tal, será formado um consórcio dos municípios também que vai ajudar no custeio do hospital. O Estado, inicialmente, fez uma proposta de financiar 40% e os outros 14 municípios, os 60% restantes.

Conforme apresentado no encontro, a Policlínica oferecerá consultas ambulatoriais, com diversas especialidades, atendimento em cirurgia geral eletiva, realizações de cirurgia de hérnia, de vesícula, histerectomia, entre outros. “Houve uma sinalização positiva à proposta que fizemos junto a SES, para que se mantivesse um plantonista de ortopedia, durante o dia, para o atendimento das principais urgências, e que fosse implementado o sistema de referenciamento na região”, destacou o deputado.

O pedetista anunciou que já está acertada uma nova reunião para detalhar a operacionalização do novo hospital, com a presença de técnicos das secretarias de Saúde da Bahia e do Ceará, que apresentarão as experiências com os consórcios intermunicipais desses estados.  “Em um prazo de 7 a 10 dias, vamos reunir para avaliar a formação deste novo modelo de atenção à Saúde, em que os municípios assumam um pouco mais, a despeito da crise econômica, as suas responsabilidades”.

Estiveram presentes, também, no encontro, o deputado Wendell Lages (PMN) e mais 14 secretários de Saúde da região. 

Foto: Agência Assembleia

sem comentário »

Hospital de Matões do Norte vai virar ‘policlínica’

0comentário

O secretário de Saúde de São Luís, Lula Fylho fez uma revelação no programa Acorda Maranhão, na Rádio Mirante AM, apresentado por Marcial Lila que explica o real motivo do fechamento do Hospital de Matões do Norte.

Segundo Lula, em conversa com o secretário Carlos Lula, o Hospital de Matões do Norte será transformado em uma policlínica – uma das promessas de campanha do governador Flávio Dino.

A revelação foi feita no momento em que o secretário explicava a superlotação nos corredores dos Socorrões.

“O Socorrão I e o Socorrão II não são causa. Ali é efeito do problema na rede de saúde pública, eu não vou cansar de dizer isso. Quando lota o Socorrão I é porque está faltando hospital em algum lugar. Os municípios não tem condições em investir em saúde e está cada vez mais precária essa situação e alguns hospitais macrorregionais não estão tendo continuidade. Eu tenho conversado com o Carlos Lula [secretário de Saúde do Estado] alguns serviços de saúde eles vão retomar e outros eles vão mudar como Matões do Norte que deixa de ser um hospital de ortopedia e passa a ser uma policlínica. Aqueles 14 municípios que tinha um hospital de ortopedia para ser atendido vão vir para o Socorrão II, então vai lotar”, disse.

Está mais do que claro que o governador Flávio Dino não vai construir novos hospitais. Em casos como esse vai apenas mudar o nome e anunciar a construção e instalação das policlínicas.

Portanto, a primeira policlínica logo estará funcionando em Matões do Norte, onde funcionava o hospital que foi fechado pelo governo do Maranhão.

sem comentário »

MPT fará audiência após fechamento de hospital

0comentário

O Ministério Público do Trabalho no Maranhão (MPT-MA) marcou para sexta-feira (8), às 11h, em São Luís, a audiência de mediação que tratará da situação dos trabalhadores do Hospital Regional de Matões do Norte.

De acordo com a procuradora do Trabalho Anya Gadelha Diógenes, três órgãos do Estado do Maranhão foram notificados: Secretaria Estadual de Saúde (SES), Empresa Maranhense de Serviços Hospitalares (Emserh) e Procuradoria Geral do Estado (PGE). Os trabalhadores serão representados pelos três sindicatos da categoria (SEEMA, Sindsaúde e Sintaema) e por uma comissão formada por profissionais da unidade de saúde.

Na mediação, o MPT-MA buscará ajudar nas negociações entre as partes, tendo em vista que os serviços do Hospital Regional de Matões do Norte foram suspensos e os trabalhadores se encontram afastados dos postos de trabalho desde o dia 1º de fevereiro.

Na manhã desta terça (5), os sindicatos e a comissão de trabalhadores estiveram no MPT-MA. Eles foram recebidos pela procuradora Anya Gadelha Diógenes. Ela ouviu relatos e explicou que o MPT-MA, como mediador, tentará contribuir para a solução desse conflito. “Iremos ouvir todas as partes envolvidas”, disse.

Foto: Reprodução/TV Mirante

sem comentário »

Hospital em Matões

0comentário

hospitalmatoes

O governo do Estado iniciou uma nova etapa na assistência à saúde da população com a inauguração, nesta sexta-feira (31), da Unidade Avançada do Hospital Geral Tarquínio Lopes Filho, no município de Matões do Norte. Com investimento de mais de R$ 4 milhões, o hospital será referência no tratamento de traumas e cirurgias emergenciais para região.

A inauguração foi feita pela governadora Roseana Sarney, pelo secretário Ricardo Murad e pelo prefeito do município, Solimar Alves de Oliveira, e contou com a participação do ministro de Turismo, Gastão Vieira, dos deputados estaduais Max Barros e Magno Bacelar, prefeitos e ex-prefeitos de municípios da região, secretários, vereadores, lideranças comunitárias e moradores locais.

“Estamos felizes de inaugurar esta unidade avançada em Matões do Norte, que vai atender 14 municípios e terá uma especificidade na área de traumatologia. Com essa inauguração, estamos avançando no cumprimento da meta do programa Saúde é Vida”, disse a governadora Roseana Sarney. E complementou: “Em cada lugar que estamos passando, vemos que o Maranhão está mudando, se transformando, crescendo e se desenvolvendo”, frisou a governadora.

O hospital será mantido com recursos estaduais e funcionará 24 horas, com equipes qualificadas de cirurgiões, ortopedistas, anestesistas, intensivistas, dispondo de três salas cirúrgicas e salas vermelhas com leitos de UCI. Ao todo, foram investidos R$ 4.145.317,28 no espaço, sendo R$ 2.243.317,28 em obras civis e R$ 1.902.000,00 em equipamentos.

“Esta é a primeira Unidade Avançada do Hospital Geral e vai revolucionar o atendimento em trauma e cirurgia na região de Itapecuru”, disse o secretário Ricardo Murad. Para o caso de pacientes que necessitarem de transferência para outra unidade da rede estadual, o hospital dispõe de 2 ambulâncias.

Murad destacou que, com o mesmo perfil do Hospital de Matões do Norte, serão implantadas outras três unidades avançadas do Hospital Geral em São Luís – nos bairros Vila Luizão, Vila Palmeira e Maiobão. Estas obras estão em andamento e serão concluídas ainda neste semestre.

Além do atendimento aos moradores de Matões o hospital beneficia moradores dos municípios de Anajatuba, Arari, Belágua, Cantanhede, Itapecuru-Mirim, Miranda do Norte, Nina Rodrigues, Pirapemas, Presidente Vargas, São Benedito do Rio Preto, Urbano Santos, Vargem Grande e Vitória do Mearim.

Fotos: Geraldo Furtado

 

sem comentário »