Prefeitura realiza Dia D contra a gripe em São Luís

0comentário

Seguindo orientação do prefeito Edivaldo Holanda Junior, todos os postos de saúde da rede municipal estarão abertos neste sábado Dia D de Vacinação contra gripe. Após realizar o Dia D Municipal Contra a Influenza (gripe), a Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Semus) realizará, neste sábado (4), das 8h às 17h, a ação do Dia D Nacional.

Nesta data, as unidades de saúde da capital maranhense estarão abertas no horário da campanha. A gestão do prefeito Edivaldo Holanda Junior também ofertará ao público-alvo postos volantes nos shoppings centers. No Tropical Shopping (Renascença) funcionará sábado (4), das 9h às 17h. Já no São Luís Shopping (Jacarati), Rio Anil Shopping (Cohab) e Shopping da Ilha (Maranhão Novo) o horário será das 14h às 19h tanto na sexta-feira (3) quanto no sábado (4).

“Com mais esse Dia D queremos facilitar o acesso do público- alvo da campanha à vacina. Essa iniciativa integra as ações preventivas de saúde que vêm sendo colocadas em prática na nossa gestão, no sentido de garantir mais saúde e qualidade de vida para a população. Nossas equipes estão preparadas e esperamos um grande movimento nos postos de saúde neste sábado e nos locais onde estarão os postos voltantes”, disse o prefeito Edivaldo.

De acordo o Ministério da Saúde, o público-alvo inclui pessoas com 60 anos ou mais, crianças de seis meses a menores de seis anos de idade (5 anos, 11 meses e 29 dias), gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto), trabalhadores da saúde, professores das escolas públicas e privadas, populações indígenas, portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas, população privada de liberdade e funcionários do sistema prisional.

O secretário municipal de Saúde, Lula Fylho, também convocou todos aqueles que são público-alvo da campanha e ainda não se vacinou a participar do Dia D. “A campanha conta com grande adesão. No último fim de semana tivemos mais de 800 pessoas vacinadas nos shoppings, e com o Dia D Nacional o objetivo da gestão do prefeito Edivaldo é ampliar ainda mais essa cobertura com o funcionamento excepcional das sala de vacinação das unidades de saúde municipais”, disse.

A gestão do prefeito Edivaldo tem trabalhado com diferentes estratégias para atingir a meta de vacinação contra a gripe que, na capital, que tem como objetivo vacinar 254.958 pessoas, até 31 de maio, quando encerra a campanha nacional. Além do Dia Nacional, a Prefeitura realizou, no dia 13 de abril, o Dia D Municipal de Vacinação Contra a Gripe e com a ação conseguiu imunizar muita gente.

Foto; Maurício Alexandre

sem comentário »

Prefeitura abre campanha contra a gripe

2comentários

A Prefeitura de São Luís deu início hoje (17) em 62 unidades de saúde da rede municipal, a 19ª Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza. A campanha que é realizada pelo Ministério da Saúde e coordenada pela Secretaria Municipal de Saúde vai até o dia 26 de maio, com o “dia D” programado para o dia 13.

O primeiro dia da campanha transcorreu normalmente, sem filas e nem demora nos postos.

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde (Semus), a meta é vacinar 80% do público alvo, que este ano inclui professores de escolas públicas e privadas que estejam em atividade, além de pessoas a partir de 60 anos, crianças de seis meses a 4 anos de idade, gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto), profissionais de saúde, indígenas, portadores de doenças crônicas, população privada de liberdade e funcionários do sistema prisional.

A secretária municipal de Saúde, Helena Duailibe, orienta a população a procurar logo os postos. “A cidade está tendo uma variação climática muito grande que favorece o aparecimento de casos de gripe e essa vacina demora cerca de duas semanas para fazer efeito; por isso, quanto mais cedo o público alvo procurar o posto de vacinação melhor porque fica imunizado com mais antecedência”, explica Helena Duailibe.

A secretária de Saúde lembra que é indispensável levar o cartão de vacinação, mas se não tiver, pode ser feito na unidade. Pessoas com mais de 60 anos devem apresentar o RG e aqueles que têm doença crônica ou autoimune devem levar o relatório médico comprovando a patologia. Para os professores é exigida a comprovação da atividade profissional.

2 comentários »

São Luís participa de campanha contra gripe

1comentário

Vacinacao1

A vacinação foi o ponto alto do programa Todos por São Luís, realizado no bairro João de Deus, neste sábado (30). A edição do evento marcou a 18ª Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza – gripe – neste que foi o ‘Dia D’ da imunização. A vacina protege contra os vírus H1N1, H3N2 e influenza B.

“Estamos participando dessa campanha nacional para prevenir o surto da gripe. O município está preparado, com todos os postos e também escolas disponíveis para a vacinação e vamos alcançar a meta”, destacou o prefeito Edivaldo. O Dia D da vacinação envolveu mais de 1.600 profissionais da saúde distribuídos nos 180 postos de saúde, além de pontos volantes disponibilizados para atendimento.

Os grupos prioritários são crianças de seis meses a menores de cinco anos, doentes crônicos, idosos com 60 anos ou mais, trabalhadores da saúde, gestantes, puérperas (mulheres com até 45 dias após o parto), apenados, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos sob medida socioeducativas e trabalhadores do sistema prisional.

“A vacina é segura e não apresenta reações. Apenas aqueles que tem alergia a ovo ou com quadro febril não devem tomar a vacina. Caso contrário, todos do grupo prioritário devem se vacinar. Só a vacina evita a doença”, ressaltou a secretária municipal de Saúde (Semus), Helena Duailibe. A meta é vacinar 200 mil pessoas dentro do grupo prioritário. A vacinação prossegue até dia 20 de maio, nos postos e unidades de saúde do município.

O secretário Estadual de Saúde, Carlos Lula, também esteve presenta na ação. “Temos a preocupação com as estatísticas nacionais que apontam o aumento dos casos. O vírus não chegou ao Maranhão e assim queremos permanecer. A campanha faz parte das nossas ações preventivas”, disse.

Foto: Honório Moreira

1 comentário »

Dia D contra a gripe em São Luís e Ribamar

2comentários

influenzaRibamarA Prefeitura de São José de Ribamar realiza neste sábado (20), o Dia D de Mobilização e Vacinação contra a gripe Influenza, infecção viral que afeta o sistema respiratório, mas precisamente o nariz, garganta e brônquios. A ação faz parte da campanha municipal de vacinação contra a doença, que terá prosseguimento até próximo dia 26.

Durante todo o dia, das 8h às 17h, a doses gratuitas da vacina estarão disponíveis em mais de 70 postos instalados na cidade pela Secretaria Municipal de Saúde.

A meta da Semus é vacinar 18.555 pessoas, integrantes dos grupos elegíveis. Fazem parte do público alvo que deve tomar a vacina idosos com 60 anos ou mais; crianças de 06 meses a menor de 2 anos (1 ano, 11 meses e 29 dias); trabalhadores do setor de saúde; gestantes em qualquer período gestacional e indígenas; puérperas (até 45 dias após parto); portadores de doenças crônicas (conforme listagem definida pelo Ministério da Saúde).

São Luís

Será realizado neste sábado (20), em todo o Brasil, o Dia “D” da vacinação contra a gripe. Iniciada na última segunda-feira (16), a campanha de vacinação 2013 terá neste dia de mobilização 240 pontos de vacina em toda São Luís. A abertura das atividades será realizada, às 8h30, no Hospital da Criança, com a presença da secretária de Saúde em exercício, Silvia Helena Cavalcante.

vacinaA Campanha em São Luís é uma ação da Prefeitura Municipal, com coordenação da Secretaria de Saúde (Semus). O objetivo é reduzir a internação e mortes causadas pela doença na população com mais de 60 anos de idade, em crianças com faixa etária de 6 meses a menores de 2 anos, gestantes, puérperas (mulheres com até 45 dias após o parto), povos indígenas, população prisional, profissionais de saúde e pacientes com complicações médicas.

A meta é imunizar, até o final da Campanha, no dia 26 de abril, cerca de 140 mil pessoas em todo o município. Mais de dois mil profissionais estão envolvidos diretamente na vacinação que também atuarão nos domicílios de pacientes acamados, com dificuldade de locomoção. Para estes casos, deve ser realizado um agendamento pelo número (98) 3212-8442. A partir do agendamento, a coordenação de imunização da Semus colocará uma equipe em campo para o atendimento.

Mulheres gestantes devem apresentar algum documento (exame) que comprove o seu estado e as mamães que tiveram bebês há 45 dias devem levar o registro de nascimento do filho.

2 comentários »

Semus espera vacinar 140 mil contra Influenza

2comentários

vacinaComeçou nesta segunda-feira (15) a Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe. Este ano, 240 postos de vacinação estarão ativos em São Luís. A meta é imunizar cerca de 140 mil pessoas em todo o município. A Campanha local contra o vírus Influenza, que ocasiona a gripe, é uma ação da Prefeitura de São Luís, com coordenação da Secretaria de Saúde (Semus).

O objetivo é reduzir a internação e mortes causadas pela doença na população com mais de 60 anos de idade, em crianças com faixa etária de seis meses a dois anos, gestantes, puérperas (mulheres com até 45 dias após o parto), povos indígenas, população prisional, profissionais de saúde e pacientes com complicações médicas.

Mais de 1.700 profissionais estarão envolvidos diretamente na Campanha que contará com equipes especiais para o atendimento a pacientes que não tenham condições de se deslocarem até um ponto de vacinação. Para estes casos, deve ser realizado um agendamento pelo número (98) 3214-7332. A partir daí, a coordenação de imunização da Semus colocará uma equipe em campo para o atendimento.

O secretário de Saúde, Vinicius Nina, destaca que a edição da Campanha deste ano traz dois novos grupos que são os pacientes com doenças crônicas e as mulheres com até 45 dias após o parto. “É importante que a cobertura vacinal chegue a todos os grupos. Só com prevenção poderemos combater, verdadeiramente, os problemas relacionados à saúde. A Semus está fazendo a parte dela, levando as vacinas para perto da população. Agora, a população tem que fazer a outra parte que é participar. Temos certeza que isso vai acontecer”, enfatizou.

2 comentários »