Flávio Dino rebate João Dória nas redes sociais

2comentários

O governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB) reagiu, nas redes sociais, às declarações do governador de São Paulo, João Dória (PSDB) que criticou os governadores do Nordeste por não terem mobilizado as duas bancadas para que os estados fossem incluídos na Reforma da Previdência proposta pelo presidente Jair Bolsonaro e que tramita no Congresso Nacional.

Flávio Dino disse que “atitude” não significa “ser subserviente” e garante estar evitando “graves retrocessos”.

“Governador Doria, na Folha, diz que falta “atitude” aos governadores do Nordeste. Se atitude significa ser subserviente, não é realmente o nosso caso. Nossa atitude tem evitado graves retrocessos, em temas como BPC, aposentadoria rural, capitalização, desconstitucionalização”.

“Claro que respeitamos as “atitudes” do governador de São Paulo. São escolhas ideológicas e ele que responda por elas. Mas certamente ele não tem o direito de reclamar idênticas “atitudes” de quem deseja preservar direitos sociais dos mais pobres”, acrcentou.

Flávio Dino disse ainda que seguirá o diálogo, mas sem abrrir mãos de princípios diferentes dos seguidos por Dória.

“De minha parte, mantenho a mesma conduta desde sempre: diálogo com todos, mas sem abrir mão de princípios. Princípios estes que são diferentes dos adotados pelo governador Doria. Diferenças normais em um regime democrático, e por isso têm todo meu respeito”, finalizou.

Foto: Reprodução / TV Mirante

2 comentários »

Dória não vê tucanos com PCdoB e PT no MA

3comentários

O prefeito de São Paulo, João Dória (PSDB) está em São Luís para um encontro nesta quinta-feira (30) com empresários maranhenses na Fiema. Ele esteve esta manhã na TV Mirante e Rádio Mirante AM e foi entrevistado pelo jornalista Roberto Fernandes, no Ponto Final.

Dória falou sobre os rumos do PSDB no Maranhão e disse que não vê o partido caminhando junto ao PCdoB e PT.

“Eu estou acompanhando, evidentemente eu não quero aqui emitir opiniões, nem influenciar decisões do PSDB ou da política maranhense. Aqui nós temos gente de estatura, de conhecimento, de vida, de biografia e eu respeito muito, mas eu não vejo o PSDB caminhando aqui com esquerda, com o Partido Comunista Brasileiro, com o PT. Não estou desrespeitando o pensamento da esquerda, da extrema esquerda, mas esse não é o sentimento do PSDB”, disse.

Segundo Dória, os tucanos trilham no momento por uma linha comprometida com o desenvolvimento e não com o assistencialismo.

“O PSDB hoje está muito mais para uma linha liberal, uma linha social-democrata, mas comprometida com o desenvolvimento e não com o assistencialismo. Então eu vejo o PSDB caminhando aqui com forças democráticas, de centro, pode ser até um centro liberal, um centro que respeite a dignidade humana, a necessidade de proteger os mais pobres, os mais humildes, mas que olhe para frente. Eu não vejo o PSDB caminhando aqui numa linha mais à esquerda. Eu tenho certeza que o senador Roberto Rocha e outros que compõem aqui, grandes lideranças do PSDB saberão compreender isso, interpretar isso, como aliás tem feito e acredito que uma boa frente, uma frente ampla no Maranhão possa defender essa posição e juntos marchar para oferecer uma condição e opções melhores para o estado do Maranhão”, destacou.

Dória disse acreditar que o Maranhão possa trilhar o caminho da geração de empregos e oportunidades.

“O estado merece, eu gosto muito do Maranhão, já vim aqui várias vezes. Há tempos não vinha, mas aqui tenho amigos, tem pessoas que conviveram comigo a vida inteira, torço muito e quero muito bem ao estado do Maranhão. Quero que o estado possa ser gerador de empregos, de oportunidades e que os maranhenses tenham orgulho de ser maranhenses”, finalizou.

Foto: Zeca Soares

Clique aqui e ouça a entrevista na íntegra

3 comentários »

Vereadores cumprem agenda em São Paulo

1comentário

A Comissão de Mobilidade Urbana da Câmara Municipal de São Luís, presidida pelo vereador Raimundo Penha (PDT), cumpriu ampla agenda em São Paulo, esta semana, para conhecer como funciona, na prática, o uso dos aplicativos para transporte individual de passageiros. A capital paulista é uma das cidade que já regulamentou os Apps e que tem  legislação municipal em vigor.

Segundo Raimundo Penha, durante a experiência, houve reunião proveitosa com a Comissão de Mobilidade Urbana da Câmara da cidade de São Paulo, com o vereador idealizador da liberação dos aplicativos, Pólice Neto (PSD), e uma audiênci na Comissão de Constituição e Justiça.

Na capital paulista, os representantes ludovicenses ouviram outros parlamentares, discutiram determinados pontos com técnicos de órgão municipal que trata da mobilidade, com o secretário municipal de Mobilidade e Transportes de São Paulo, Sérgio Avellada, conheceram empresas que exploram serviços por aplicativos, conversaram com taxistas da cidade sobre a questão, etc.

“Voltamos a São Luís com a sensação de dever cumprido para levar adiante esse debate sobre a regulamentação dos app na capital maranhense. Vamos nos reunir outras vezes e, nos próximos dias, emitir parecer técnico sobre projeto que regulamenta o transporte individual de passageiros”, disse Raimundo Penha.

A agenda de atividades foi finalizada com uma visita de cortesia ao prefeito João Dória, que parabenizou a comissão pela iniciativa.

Os vereadores já vem estudando este tema a alguns meses. No final do mês passado, a Comissão de Mobilidade Urbana da Câmara de São Luís reuniu-se com representantes e motoristas do Uber. Em pauta, discussões sobre vistoria in loco dos veículos, exigência normal para todo e qualquer transporte de passageiros dessa forma, o que não vem sendo feito pelo aplicativo. Um carro, para entrar no sistema, não passa por isso. O interessado manda foto e, se tiver menos de dez anos, ele é autorizado.

A Comissão acompanhou ainda reunião com o secretário municipal da Fazenda, Délcio Rodrigues, onde tratou do recolhimento do ISS (Imposto Sobre Serviços) para São Luís que não vem sendo feito pelo Uber. Ele, então, determinou equipe para cobrar o pagamento do imposto desde o início da operação.

(mais…)

1 comentário »