Políticos destacam participação de Spinucci no JN

3comentários

A edição história do Jornal Nacional nos seus 50 anos teve a apresentação neste sábado (23), de Giovanni Spinucci, da TV Mirante e Aline Aguiar, da TV Globo Minas. Veja como foi a apresentação do Jornal Nacional.

Nas redes sociais, a repercussão foi enorme e todos fizeram questão de destacar a participação de Giovanni Spinucci.

O prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Júnior (PDT) escreveu:

“Foi bom assistir o Giovanni Spinucci representando tão bem o Maranhão na bancada do Jornal Nacional”, disse.

A senadora maranhense Eliziane Gama também destacou a participação de Spinucci.

“O Maranhão dando show de profissionalismo e segurança com Giovani Spinucci agora na bancada do Jornal Nacional. Estamos muito bem representados”, afirmou.

“Valeu, Giovani Spinucci! Orgulho te ver tão bem na tela nacional. Salve!”, destacou o deputado federal, Márcio Jerry (PCdoB).

Fotos: Reprodução/Redes Sociais

3 comentários »

Giovanni diz que foi uma honra representar o MA

0comentário

A edição deste sábado do Jornal Nacional foi especial para o Maranhão. Veja aqui.

Junto com a apresentadora do MG1, Aline Aguiar, Giovanni Spinucci , da TV MIrante apresentou uma edição histórica, que teve entre os destaques as manchas de óleo no Nordeste, a crise política na Bolívia e ainda a cobertura completa da morte de Gugu Liberato e a conquista da Libertadores pelo Flamengo.

Repercussão

Nas redes sociais, a apresentação de Giovanni também foi destaque. Antes mesmo da apresentação, vários internautas compartilhavam a expectativa de ver o representante maranhense na bancada mais importante do país.

No encerramento, o apresentador fez questão de lembrar da família, da TV Mirante e ainda todos os amigos que estiveram com ele até esse momento tão especial.

“Eu queria dizer que foi muito bom estar aqui nesse 23 de novembro tão importante. Se eu estou aqui hoje é por causa da minha família, dos meus amigos, da TV Mirante, e também de todos aqueles que caminharam comigo. Foi uma honra representar um estado tão maravilhoso, que é cheio de cores, de raças e ritmos”, disse Giovanni, no encerramento do JN.

sem comentário »

Giovanni Spinucci receberá títulos após Jornal Nacional

7comentários

Logo que retornar do Rio de Janeiro, onde apresentará o Jornal Nacional, no próximo sábado (23) ao lado da apresentadora mineira Aline Aguiar, o jornalista Giovanni Spinucci, da TV Mirante receberá duas grandes e justas homenagens no Maranhão: na Assembleia Legislativa e Câmara de São Luís.

Por indicação do deputado Duarte Jr (PcdoB), Giovanni Spinucci receberá o título de cidadão maranhense, na Assembleia Legislativa.

“Como o Giovanni Spinucci está no Maranhão desde 2003, se formou em São Luís, construiu sua brilhante carreira aqui, casou com uma maranhense e tem uma filha da nossa terra, tenho a honra de conceder o título de cidadão maranhense a esse profissional que muito nos representa. Parabéns!”, afirmou Duarte.

“É um orgulho imenso ver o Maranhão tão bem representado na bancada do JN da TV Globo, Giovanni Spinucci meu amigo, você entra para história do jornalismo nacional. Parabéns por esse grande e inesquecível momento, não só para você e sua família, mas também para o nosso Estado”, acrescentou.

A outra homenagem será na Câmara de Vereadores. Proposta pelo vereador Umbelino Junior (Cidadania), Giovanni deverá ser agraciado com o título de cidadão ludovicense.

“Não há homenagem mais justa para concedermos ao Giovanni. Ele representará o nosso Estado no telejornal de maior audiência do país, já mora aqui há mais de dez anos, é formado na nossa cidade e todos os dias deixa o cidadão ludovicense bem informado no telejornal local de maior audiência. Devemos reconhecer e prestar essa importante homenagem para esse profissional que tanto tempo contribui com a nossa cidade”, disse Umbelino.

“Uma honra”, reagiu Giovani Spinucci ao tomar conhecimento das homenagens mais do que merecidas….

Foto: Divulgação/TV Mirante

7 comentários »

Todos com Giovanni Spinucci no Jornal Nacional

2comentários

Chega logo, sábado!!!

Vocês não tem ideia como é grande a expectativa e a torcida em todo o Grupo Mirante e, é claro pela imensa maioria dos jornalistas que aqui trabalham para a apresentação do Jornal Nacional pelo jornalista Giovanni Spinucci e Aline Aguiar, de Minas Gerais.

Já no Rio e na TV Globo, Giovanni sabe que o Maranhão todo só fala nisso, afinal São Luís e todo o Maranhão estarão de olho no plim, plim no próximo sábado (23).

Não é apenas um momento “dele”. É nosso também.

Como nosso legítimo representante, esse paulista que chegou ao Maranhão ainda com 16 anos, se formou em jornalismo aqui, construiu família, filha, conquistou amigos e uma legião de fãs apresentando o JM 2ª edição, na TV Mirante, emissora afiliada da Rede Globo no Maranhão.

Giovanni é merecedor da “honra” de estar na bancada do principal telejornal do Brasil e não tenho a menor dúvida de que representará todos os maranhenses muito bem.

Boa sorte, Giovanni estamos todos com você.

Que o seu “boa noite” no Jornal Nacional seja o nosso também…

Foto: Divulgação/TV Mirante

2 comentários »

Hildo Rocha comanda sessão em homenagem ao JN

0comentário

Por iniciativa de Hildo Rocha, a Câmara dos Deputados realizou nesta terça-feira (3) sessão solene em homenagem aos 50 anos do Jornal Nacional da TV Globo. Clique aqui e veja o vídeo.

Rocha destacou que o programa nasceu num momento agitado e crítico da vida nacional. “A manchete foi a doença do presidente Costa e Silva e a instalação da Junta Militar que governaria o país no lugar do vice-presidente Pedro Aleixo”, lembrou o parlamentar.

Rocha ressaltou que o Jornal Nacional, primeiro telejornal em rede nacional do Brasil, somente se tornou possível com a implantação da rede de micro-ondas da Embratel, em 1969.

“A implantação do Jornal Nacional exigiu um esforço grandioso. Para que o programa fosse ao ar, uma nova estrutura tecnológica precisou ser estabelecida no país. Antes de 1969, não havia propriamente redes de televisão no Brasil, mas emissoras somente. Um capítulo de telenovela, por exemplo, poderia demorar até três meses para que fosse assistido em todas as regiões brasileiras. Podemos dizer, sem medo de errar, que o JN representou uma revolução na forma de fazer televisão no país”, afirmou o deputado.

Nova linguagem jornalística

O parlamentar destacou ainda que além do refinado tratamento estético e da sofisticada tecnologia implantada, a Globo inovou também no aspecto da comunicação, porque uma nova linguagem jornalística capaz de interagir com todas as culturas regionais e locais que formam o Brasil teve que ser criada.

“Em pouco tempo, o Jornal Nacional se tornaria o mais respeitado, influente e assistido. Mais que isso: o Jornal Nacional se tornou a referência de notícia do povo brasileiro, o mais frequente e confiável instrumento para manter-se bem informado sobre os assuntos do dia”, destacou.

O deputado disse que o prestígio conquistado pelo programa decorre da segurança transmitida pela excelente equipe de jornalistas e pelo processo editorial meticuloso que caracteriza o telejornal desde sua fundação.

“Se o coração de um telejornal é a reportagem, os apresentadores são o rosto. Eles são a ligação entre o jornal e as pessoas; é por seu intermédio que todos recebem, em primeiro lugar, a informação dos fatos. Poucas vozes no Brasil são tão admiradas e tão imediatamente reconhecidas como a de Cid Moreira, o primeiro e mais longevo apresentador do Jornal Nacional, onde trabalhou por quase três décadas e que marcou a história do JN em dupla com Sérgio Chapelin”, declarou Hildo Rocha.

Homenagem aos profissionais

O deputado ressaltou que o Jornal Nacional, como nenhum outro programa de televisão, foi pródigo em grandes apresentadores, mestres da fala, e da palavra.  “Cumprimento a todos que passaram pela bancada mais ilustre do noticiário brasileiro nas pessoas de William Bonner e Renata Vasconcellos, os atuais apresentadores, que também exercem as funções de editor-chefe e editora executiva”, explanou.

Hildo Rocha parabenizou os diretores do Grupo Globo, pelo transcurso de 50 anos do telejornal mais antigo da TV brasileira e citou alguns personagens responsáveis pelo que ficou conhecido como padrão Globo de qualidade.

“Não poderia deixar de felicitar o Sr. Roberto Irineu Marinho, presidente do Conselho, e Jorge Nóbrega, presidente executivo, pelos 50 anos do Jornal Nacional. Também não poderia esquecer de fazer referências aos pioneiros que conseguiram lançar o Jornal Nacional: Roberto Marinho, fundador da TV Globo e um dos maiores nomes da história da imprensa brasileira; José Bonifácio Sobrinho, o Boni; Walter Clark, o primeiro diretor-geral da emissora, e Armando Nogueira, por tantos anos diretor-geral da Central Globo de Jornalismo”,

Ao final do pronunciamento, o deputado cumprimentou, de modo especial, os milhares de profissionais que atuaram no Jornal Nacional nas muitas e variadas funções necessárias para pôr o jornal no ar. “Os senhores e as senhoras são os grandes responsáveis por este que é um dos melhores e mais vistos telejornais do mundo, orgulho e tesouro do Brasil. Parabéns a todos os profissionais envolvidos na produção diária do Jornal Nacional, concluiu Hildo Rocha.

O presidente da Câmara, deputado Rodrigo Maia participou do evento, que   contou com a presença do vice-presidente de relações institucionais do Grupo Globo, Paulo Tonet Camargo. Jornalistas da TV Globo também acompanharam a solenidade. O diretor-geral da Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão (Abert), Cristiano Lobato Flores, também compareceu.

História

O Jornal Nacional foi o primeiro telejornal do país a ser transmitido em rede nacional. Estreou no dia 1° de setembro de 1969 para competir com o Repórter Esso, da TV Tupi. Em pouco tempo, conquistou a preferência do público e se transformou num dos jornais mais respeitáveis da TV brasileira.

O JN foi o ponto de partida de um projeto que pretendia transformar a Globo na primeira rede de televisão do Brasil. Meses antes, a Embratel havia inaugurado o Tronco Sul, que possibilitava a integração de Rio, São Paulo, Porto Alegre e Curitiba. A partir dessa tecnologia, a Globo pretendia gerar uma programação uniforme para vários estados e diminuir os custos de produção.

Na edição de estreia, o principal assunto era a reviravolta política que vivia o Brasil. O país seria entregue a uma junta militar devido a um problema de saúde do então presidente Costa e Silva. O anúncio foi feito pelo ministro Delfim Neto e exibido, em filme, durante 46 segundos.

Fotos: Divulgação

sem comentário »

Eliziane Gama é destaque no Jornal Nacional

3comentários

A senadora Eliziane Gama (Cidadania) foi destaque no Jornal Nacional, da Rede Globo de Televisào nesta quinta-feira (28), após apresentar três propostas que vão acelerar a votação do pacote anticrime, do ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, no Congresso Nacional. 

Eliziane Gama explicou no Jornal Nacional que o texto final do pacote anticrime deverá focar em três pontos: corrupção, narcotráfico e crime organizado. (Clique aqui e veja o vídeo).

“A gente ia se encontrar ou da Câmara para o Senado ou do Senado para a Câmara e a construção dos dois textos pelas duas Casas, no meu entendimento ela vai agilizar o processo e ao final nós vamos ter um texto muito mais completo. O Senado tem várias propostas andando, a Câmara tem várias propostas andando e nesta junção de forças a gente vai ter um projeto único que vai centrar fundamentalmente na corrupção, no narcotráfico e no crime organizado”, disse Eliziane ao Jornal Nacional.

Mais cedo, a líder do Cidadania no Senado já havia sido mencionada em reportagem na grande imprensa.

O jornal O Globo destacou que a iniciativa da senadora Eliziane Gama foi uma alternativa à falta de prioridade que existia até então na Câmara. A senadora protocolou nesta quinta-feira três projetos, com o mesmo conteúdo do pacote apresentado por Moro, que serão encaminhados para a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ). Eliziane não considera, contudo, que a tramitação conjunta seja um problema. (Clique aqui e leia mais).

Sem dúvida alguma um dia importante para a senadora Eliziane Gama neste início de mandato em Brasília.

Foto: Reprodução/TV Globo

3 comentários »

Jornal Nacional repercute inelegibilidade de Dino

0comentário

O Jornal Nacional repercutiu a decisão da juíza da 8ª Zona Eleitoral de Coroatá, Anelise Nogueira Reginato, que decretou a inelegibilidade do governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB) por oito anos, por abuso de poder econômico nas últimas eleições municipais.

A sentença também decretou a inelegibilidade do ex-secretário de articulação política, Marcio Jerry, e cassou o diploma do prefeito de Coroatá, Luís Amovelar e do vice Domingos Alberto.

Cabe recurso da decisão.

Clique aqui e veja o vídeo

sem comentário »

Abandono do VLT é destaque no JN

1comentário

A equipe do Jornal Nacional encontrou o VLT fora do galpão onde deveria estar guardado

A equipe do Jornal Nacional encontrou o VLT fora do galpão onde deveria estar guardado

Um investimento que seria solução de transporte público no Maranhão acabou virando exemplo de desperdício.

Dois vagões estão jogados ao relento. O veículo leve sobre trilhos era para atender 200 mil pessoas por dia, mas nunca levou ninguém a lugar nenhum, a não ser na viagem inaugural, onde percorreu 800 metros cheio de passageiros esperançosos, como mostram alguns vídeos na internet. “Isso aqui é um sonho. Eu não quero acordar desse sonho”, diz uma mulher.

Ficou só no sonho. Hoje, o veículo está se estragando com o tempo. A equipe do Jornal Nacional encontrou o VLT fora do galpão onde deveria estar guardado e já deteriorado. O veículo foi comprado em julho de 2012 pelo então prefeito João Castelo, do PSDB, dois meses antes das eleições municipais, sem análise técnica para o projeto ou previsão orçamentária.

Para o Ministério Público, uma obra eleitoreira. “Foi uma obra feita em cima da eleição, sem uma programação suficiente e sem recursos para essa obra continuar após a eleição. Tanto prova que não foi pago e a obra parou”, diz o promotor de justiça José Leonardo Pires Leal.

O projeto previa que fossem construídos 13 quilômetros de trilhos ligando a região central de São Luís ao bairro do Anjo da Guarda, que é um dos mais populosos da cidade. Mas apenas 800 metros foram colocados. A obra consumiu quase R$ 8 milhões dos cofres públicos.

Boa parte dos dormentes usados para fazer os trilhos foi roubada. Muitos trilhos foram cobertos de terra e pedras. A estação construída em um terminal de ônibus é usada como guarita para seguranças.

Depois das eleições de 2012, o prefeito eleito Edivaldo Holanda Júnior, do PDT, alugou um galpão para guardar o elefante branco. Foram gastos mais de R$ 400 mil com aluguel, até que a prefeitura conseguiu na justiça que a empresa que vendeu os vagões, a Bom Sinal Indústria e Comércio, passasse a pagar os custos do aluguel. Só que depois disso o VLT foi retirado de onde estava guardado e está debaixo de sol e chuva.

A prefeitura diz que um projeto para colocar o VLT em circulação está em análise no Ministério das Cidades. Enquanto isso, a população segue vendo o VLT só mesmo pela janela dos ônibus lotados.

A prefeitura de São Luís declarou que o projeto iniciado na gestão anterior não teve planejamento. O ex-prefeito João Castelo, do PSDB, morreu este mês. Já a empresa Bom Sinal Indústria e Comércio declarou que nunca foi notificada pela justiça sobre a responsabilidade de guardar os vagões até que eles sejam usados.

Leia mais

1 comentário »

Carreta tomba em buraco na MA-006

2comentários

FotocaminhaoPermanece interditado o trecho da MA-006, entre os municípios de Balsas e Tasso Fragoso, na Região Sul do Maranhão.

Um caminhão carregado com 60 toneladas de soja tombou na manhã de ontem (6) no momento em que o motorista tentou passar por um buraco.

Toda a carga de soja ficou espalhada e tomou toda a extensão da pista obstruíndo a passagem de veículos nos dois sentidos.

O motorista do caminhão sofreu ferimentos leves.

Ontem após grande repercussão de reportagem exibida pelo Jornal Nacional na edição de terça-feira (5), o governador Flávio Dino (PCdoB) demonstrou irritação nas redes sociais ao tentar esclarecer a posição do Governo do Maranhão em relação aos buracos nas rodovias.

E disparou: “Nosso problema: são as MAs”.

FlavioDIno

Foto: Miranda Neto

2 comentários »

Jornal Nacional mostra caos na BR-135

14comentários

BR135

As chuvas dos últimos dias piorou a situação do asfalto nas BR-135, no Maranhäo.

Os buracos aumentam em até cinco horas o tempo da viagem.

E foi por conta dos buracos que a bailarina Ana Duarte foi morta há duas semanas. Ela foi alvo dos assaltantes no momento em que reduziu a velocidade do carro para passar por um buraco.

Para tentar diminuir o sofrimento de motoristas até moradores ajudaram a tapar os buracos e cortaram o matagal que está perto de invadir a pista.

Acompanhe o drama dos motoristas que não sabem mais a quem apelar.

E para piorar a situação, segundo o DNIT, o trabalho de recuperação dos buracos na BR-135 deve durar até 2 meses.

Veja a reportagem de Alex Barbosa, exibida no Jornal Nacional

14 comentários »