Ricardo Murad divulga carta aos maranhenses

1comentário

O ex-deputado e ex-secretário de Saúde Ricardo Murad confirmou que será candidato nas eleições de 2018, mas não adiantou a que cargo concorrerá.

“Filiei-me ao Partido Republicano Progressista (PRP), partido pelo qual disputarei as próximas eleições”, disse.

Na noite desta segunda-feira (23), Ricardo Murad divulgou uma “Carta aos maranhenses”, na qual diz que percorrerá todo o Maranhão para apresentar e discutir um novo governo.

“Vamos percorrer os municípios maranhenses levando o nosso pensamento para discussão e aprimoramento daquilo que imaginamos ser os fundamentos de um novo governo para o Maranhão”.

Leia a carta na íntegra:

Queridos amigos e amigas,

Os partidos são antes de tudo instrumentos e ferramentas do exercício da política. Entendo um partido como um espaço de intervenção, de debate e de liberdade. Um espaço que privilegie e estimule a discussão de ideias, que seja, antes de tudo, um fórum que permita aos seus membros expressarem suas ideias sem preconceito ou amarras de qualquer espécie, especialmente num momento em que o mundo se transforma minuto após minuto e que a velocidade dos acontecimentos obriga que continuamente saibamos compreendê-lo e corresponder aos anseios das pessoas.

Sempre pensei pela minha cabeça, nunca fui pessoa de alinhar pelo pensamento único ou por sacrificar o que eu acho certo à comodidade e covardia de esconder as minhas convicções políticas e o meu desejo de servir o Estado e o povo do Maranhão. Nesse último ano, meditei muito, me dediquei integralmente aos estudos para definir um programa de como deveria ser um governo para o Maranhão. Um governo de resultados, que em 4 anos fosse capaz de fazer todos sentirem que a vida melhorou. O presidente Juscelino fez um governo assim, prometeu que faria 40 anos em 4 e fez. E o Brasil mudou. Sarney fez o mesmo no Maranhão em 1965. Em 4 anos tirou o Maranhão das trevas. O governo comunista, ao invés das falsas promessas e da expetativa criada junto dos eleitores, fracassou fragorosamente. Por isso precisava desse tempo, longe do dia a dia da política, para me convencer do que precisa ser feito para reerguer o Maranhão, para mudar o nosso destino, para alcançar a grandeza que tanto o nosso povo almeja.

Ao longo de toda uma vida venho adquirindo experiência, maturidade e conhecimento sobre a nossa realidade. Em todas as ocasiões, no executivo e no parlamento, sempre atuei me dedicando de corpo e alma para atender às expectativas dos maranhenses. Fui assim como deputado estadual, presidente da Assembleia Legislativa, deputado federal, prefeito eleito de Coroatá, gerente metropolitano de São Luís e secretário de Saúde do Estado.

Por tudo isso acredito que para reerguer o Maranhão temos que nos superar no trabalho, temos que acreditar que somos donos do nosso destino e que precisamos ter fome de grandeza. Só assim construiremos em apenas 4 anos de um novo governo, um caminho sem volta, no rumo do crescimento, onde todos sintam a luz do sol por igual, onde as oportunidades sejam as mesmas para todos os maranhenses e para aqueles que adotaram o Maranhão como sua terra.

Chegou o momento de um novo tempo na forma em que pretendo participar politicamente e contribuir para um Maranhão que vá ao encontro dos sonhos e anseios de todos. Filiei-me ao Partido Republicano Progressista (PRP), partido pelo qual disputarei as próximas eleições, de forma a fortalecer o vasto espaço oposicionista que irá eleger o nosso novo governador. No PMDB só deixo amigos e o desejo de sucesso a todos os filiados que sempre me dedicaram carinho e atenção e uma palavra muito especial para a governadora Roseana Sarney. Ao longo dos anos, recebi dela manifestações e provas de confiança e respeito que sempre retribuí. Foi uma honra para mim ter servido o nosso Estado sob sua liderança.

Darei sempre o melhor de mim, e agora, com muito mais espaço e liberdade, pretendo participar da construção de um novo governo que seja capaz de saciar o desejo e a ansiedade que grassa no meio de nosso povo por resultados efetivos na vida de todos. Um governo que universalize em 4 anos redes públicas de saúde, segurança, educação e infraestrutura de alta performance e qualidade equiparadas ao que tem de melhor na atualidade, e condições de trabalho para uma vida com dignidade a todos indistintamente. A rede de hospitais e upas que implantamos é um exemplo de como devem ser essas redes universais.

Vamos percorrer os municípios maranhenses levando o nosso pensamento para discussão e aprimoramento daquilo que imaginamos ser os fundamentos de um novo governo para o Maranhão. Política é isso mesmo: respeito pelas pessoas e participação de quem decide!

1 comentário »

Prefeitos maranhenses estarão em Brasília

1comentário

Cento e dezenove prefeitos e prefeitas maranhenses confirmaram, nesta segunda-feira (2), participação em uma agenda de trabalho que será promovida, esta semana, pela Federação dos Municípios do Estado do Maranhão (Famem) em Brasília.

A caravana municipalista coordenada pelo presidente da entidade, prefeito Cleomar Tema, é a maior já registrada na história do estado e é provável que, nas próximas horas, tenha o seu número aumentado.

Durante reuniões com membros da Bancada Maranhense na capital federal e representantes de Ministérios, serão tratados assuntos relacionados aos setores da saúde e educação. A agenda tem início na tarde de terça-feira (3) quando o presidente da Federação e os gestores irão se reunir com senadores maranhenses. No dia seguinte, pela manhã, um novo encontro com senadores e deputados federais será promovido. A caravana de prefeitos e prefeitas também deverá participar de evento promovido pela Confederação Nacional dos Municípios (CNM).

O ponto alto acontecerá na quarta-feira (4) à tarde. Às 17h, no Plenário III da Câmara Federal, os gestores participarão de encontro oficial com a Bancada Maranhense. Na ocasião, serão apresentados pleitos do movimento municipalista.

No setor da saúde, será reivindicada a destinação aos municípios de novos recursos oriundos de emenda de Bancada, a exemplo do que já acontece no vizinho estado do Piauí. O objetivo é de que deputados federais e senadores garantam no orçamento da União cerca de R$ 300 milhões para serem investidos em diversas ações, tais como ampliação dos leitos de UTI e compra de novos equipamentos de hemodiálise.

Na educação, os gestores solicitarão apoio político no sentido de fazer com que o governo federal cumpra decisão do juiz José Carlos do Vale Madeira, da 5ª Vara Federal Cível, que determinou a implantação do Custo Aluno Qualidade Inicial (CAQi), dispositivo criado pelo Plano Nacional de Educação, como base de cálculo para repasse de recursos do Fundeb para as prefeituras maranhenses.

A efetivação do CAQi, em substituição ao Valor Mínimo Anual por Aluno, é fruto de uma ação judicial movida pela Famem e representará um incremento de recursos no setor da educação dos municípios estimado em cerca de R$ 6 bilhões.

Na quinta-feira (5), a caravana municipalista da Federação deverá ter reuniões nos Ministérios da Saúde e Educação.

Foto: Divulgação

1 comentário »

Deputados votam na Reforma Trabalhista

2comentários

Seis deputados maranhenses votaram contra e doze a favor da Reforma Trabalhista na Cãmara

Apenas seis dos dezoito deputados federais do Maranhão votaram contra o projeto de lei da reforma trabalhista proposto pelo Governo Temmer na sessão desta quarta-feira (26), na Câmara dos Deputados.

A maioria dos deputados da bancada maranhense, no total de doze votaram a favor.

O texto que altera a Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) foi aprovado por 296 votos a favor e 177 contra e agora vai para o Senado.

Veja o voto dos maranhenses

A favor

Alberto Filho (PMDB), Aluisio Mendes (PTN), André Fufuca (PP), Cléber Verde (PRB), Hildo Rocha (PMDB), João Marcelo (PMDB), José Reinaldo (PSB), Júnior Marreca (PEN), Juscelino Filho (DEM), Pedro Fernandes (PTB), Victor Mendes (PSD) e Waldir Maranhão (PP)

Cantra

Deoclides Macedo (PDT), Eliziane Gama (PPS), Luana Costa (PSB), Rubens Júnior (PCdoB), Weverton Rocha (PDT) e Zé Carlos (PT)

Foto: J.Batista/Câmara dos Deputados

2 comentários »

Maranhenses votam na cassação de Cunha

1comentário

Deputadosmaranhenses

O plenário da Câmara cassou por quebra de decoro parlamentar nesta segunda-feira (12), por 450 votos a favor, 10 contra e 9 abstenções, o mandato do ex-presidente da Casa deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ).

Eduardo Cunha foi acusado de mentir durante a CPI da Petrobras ao negar ser titular de contas no exterior. Ele fica inelegível por oito anos a partir do fim do mandato e só poderá disputar uma eleição em 2026.

Dos 18 deputados federais do Maranhão, 17 participaram da votação. O único ausente foi o deputado Júnior Marreca (PEN).

Dos deputados maranhenses, apenas o Alberto Filho (PMDB) se absteve de votar, os demais votaram pela cassação de Eduardo Cunha.

Veja como cada deputado votou

Foto: Arte/ G1

1 comentário »

Maranhenses relatam pânico na França

0comentário

maranhensesFranca

Desde a noite dessa sexta-feira (13), o mundo inteiro está de olhos voltados para Paris, capital da França, onde pelo menos 128 pessoas morreram nos atentados terroristas, reivindicados pelo Estado Islâmico. Muitos estrangeiros visitam ou moram na capital francesa, entre eles, a advogada maranhense Michele Poulin. Ela gravou um depoimento onde relata o clima de apreensão na capital francesa após os atentados.

“Sou de São Luís, moro em Paris há mais de 10 anos. Tenho uma família aqui, vim estudar. Ontem a gente estava assistindo o jogo de futebol da França e da Alemanha na televisão quando a gente começou a saber, quando começou a passar os letreiros indicando que estavam tendo atentados em Paris”, diz.

A advogada mora no principal centro financeiro de Paris, próximo a onde aconteceram os atentados. “Eu moro em La Défense, que é o centro empresarial de Paris, onde tem as torres e onde está sempre em primeiro plano para todos os atentados. O Exército está sempre na La Défense para proteger dos atentados. Tem o maior shopping da cidade lá e todas as torres. A gente estava a quase oito, sete quilômetros dos atentados”.

Com os ataques, a rotina da cidade mudou. “Tem um teatro da mesma rua da casa de show Bataclan, que a gente tem o hábito de ir a vários show lá também. Tem o teatro nessa rua que a gente ia assistir a uma peça hoje (sábado) à noite. Então, a cidade está toda fechada. Eles fecharam todas as salas de shows e todas as salas onde pode ter alguma manifestação para poder esvaziar a cidade. Como o governo instaurou a vigilância máxima, eles querem com isso poder ter autorização de entrar nas casas dos traficantes, dos terroristas, de todo mundo que está traficando arma e todas as pistas que eles têm”, explica.

Com medo, Michele e a família se distanciaram 30 km de Paris e estão na casa da sogra. “A cidade inteira está vazia (…) As escolas fecharam. Hoje meu filho tinha uma atividade esportiva, tinha tênis e foi anulado. Tudo está anulado. (…) Eu estou em pânico, porque segunda-feira a vida volta ao normal e a gente pega o metrô, deixa as crianças na escola e a gente não sabe como vai ficar isso. A gente está em pânico. É uma guerra”, conclui.

A cantora maranhense Anna Torres que também mora em Paris revela o medo de agora viver na França. Em seu depoimento, ela afirma que está muito triste e assustada com toda a situação.

“Queridos amigos do Maranhão nós aqui na França estamos em estado luto nacional por toda essa barbárie por esse absurdo que aconteceu. O governo francês, a polícia diz para nós ficarmos vigilantes em casa, em estado de alerta. É realmente assustador tudo isso que nos acontece. Os amigos que estavam no Bataclan foram massacrados. Estamos realmente muito tristes. É só o que eu posso dizer”.

Leia mais

sem comentário »

Ciclismo

0comentário

033 A Seleção Maranhense de Ciclismo conquistou bons resultados durante as disputas da Copa Nordeste de Ciclismo disputada na cidade de Natal-RN. Os ciclistas maranhenses conquistaram sete medalhas nos três dias de competição na capital do Rio Grande do Norte. No total foram uma medalha de ouro, quatro de prata e duas de bronze.

No primeiro dia de disputas, os maranhenses participaram da prova de contra relógio. O ciclista Gilson Buna (foto) conquistou medalha de prata. No segundo dia de competições, os maranhenses conquistaram medalhas na prova de resistência com Gilson Buna (prata), Irislene Silva (bronze) e Marcone Reis (bronze).

Fechando as disputas da Copa Nordeste em Natal, os ciclistas disputaram uma prova de circuito. A grande destaque na categoria feminino foi a ciclista Cleane  Cabral que conquistou medalha de ouro. As outras medalhas da prova foram conquistadas por Gilson Buna (prata) e Marcone Reis (bronze).

“Fico muito feliz pelos resultados obtidos nas disputas da Copa Nordeste. Essas sete medalhas conquistadas são frutos do excelente trabalho e dedicação nos treinamentos dos nossos ciclistas”, disse o presidente da Federação Maranhense de Ciclismo.

Por Igor Leonardo

sem comentário »