Sob nova direção

3comentários

CBFO futebol brasileiro tem novo comando a partir de hoje (16). O novo presidente da CBF, Marco Polo Del Nero tomou posse em solenidade pela manhã, na sede da entidade no Rio de Janeiro e que contou com a presença de todos os presidentes das federações estaduais. Del Nero foi presidente da Federação Paulista de Futebol (FPF).

Além do presidente, também tomaram posse os cinco vices regionais: Fernando Sarney (Norte), José Maria Marin (Sudeste), Marcus Vicente (Centro-Oeste), Delfim Peixoto (Sul) e Gustavo Feijó (Nordeste).

“A CBF teve atuação importante com os nossos filiados em competições como as Séries B e D, Copa do Brasil e Copa do Nordeste. Queremos cada vez mais estreitar essa relação e tratar de assuntos importantes, como a questão das bases e o sempre avanço nos pleitos das federações e dos clubes da Região Norte”, destacou Fernando Sarney.

O maranhense Fernando Sarney foi o único dirigente da gestão anterior a ser reeleito para o cargo de vice-presidente da CBF representando a Região Norte.

3 comentários »

Posse na CBF

20comentários

fernandosarneyO novo presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) Marco Polo Del Nero que foi presidente da Federação Paulista de Futebol toma posse hoje (16), em evento na Sala de Federações da CBF, às 10 horas.

Também tomará posse como um dos vices, o empresário maranhense Fernando Sarney que foi reconduzido vice-presidente da Região Norte. Fernando continuará representando e defendendo o futebol do Maranhão e da região norte dentro da CBF.

“A CBF teve atuação importante com os nossos filiados em competições como as Séries B e D, Copa do Brasil e Copa do Nordeste. Queremos cada vez mais estreitar essa relação e tratar de assuntos importantes, como a questão das bases e o sempre avanço nos pleitos das federações e dos clubes da Região Norte”, afirmou.

Os outros vices que tomam posse são José Maria Marin (Sudeste), Marcus Vicente (Centro-Oeste), Delfim Peixoto (Sul) e Gustavo Feijó (Nordeste).

Após a posse, às 11 horas, o presidente Marco Polo fará no auditório um discurso para autoridades e convidados. A expectativa é que o presidente anuncie novidades que serão implantadas no futebol brasileiro nos próximos anos.

20 comentários »

Esclarecimento

8comentários

joaquimenero

O secretário de Esporte e Lazer, Joaquim Haickel encaminhou comentário ao Blog do Zeca Soares em resposta ao post Seleção no Castelão? De tudo que foi dito quero comentar apenas um aspecto.

De fato não fui ao Castelão, mas se alguém colocou palavras na boca do secretário Joaquim Haickel não fui eu. O texto que publiquei no Blog foi elaborado pela assessoria do próprio secretário, por isso estranho a sua colocação agora.  (Veja cabeçalho do e-mail)

email

A matéria completa, o secretário Joaquim Haickel pode conferir inclusive com o mesmo texto no portal do Governo do Maranhão.

Sei que sou bastante criticado e odiado por escrever coisas que muita gente não gosta ou concorda, mas não é prática minha  inventar histórias.

Uma coisa é certa. Se o secretário se irritou com as críticas daqueles que comentaram no Blog sobre uma possível defesa de um jogo da Seleção no Castelão em detrimento da ajuda aos clubes daqui, pelo menos desta vez posso assistir de tudo sentado numa cadeira, uma vez que, como foi dito pelo secretário a sugestão partiu de um jornalista e como não estive presente posso garantir que a ideia não foi minha.

Mas não vejo como nenhuma loucura ou absurdo alguém defender um jogo da Seleção Brasileira no Castelão. Porque não?

Em respeito ao que comentou Joaquim Haickel faço questão de publicar o comentário na íntegra. Ao mesmo tempo em que sugiro que procure saber de onde partiu a informação atribuida a ele em texto distribuído pela Secom.

Veja o comentário de Joaquim Haickel:

Zeca, o nobre amigo não estava na visita que fez o vice-presidente da Confederação Brasileira de Futebol e presidente da Federação Paulista, Marco Polo Del Nero, no Estádio Castelão, no último sábado, dia 27. Então fica um tanto difícil você comentar com o mínimo de precisão sobre o que lá aconteceu.

Primeiro é bom esclarecer que a ideia de levar o ilustre visitante ao Castelão não foi minha, e sim do presidente da FMF, Dr. Antonio Américo. O senhor Marco Polo Del Nero veio a São Luis para um compromisso particular e ele já viu muitos estádios de futebol, melhores, iguais e piores que o nosso. Imagino que ao levá-lo ao Castelão o presidente da FMF queria mostrar que temos um estádio a altura dos campeonatos e dos jogos que desejamos sediar.

Em segundo lugar não fui eu quem solicitou um amistoso da seleção brasileira, foram os jornalistas que sugeriram e perguntaram se seria possível um jogo antes da copa em nossa cidade. Sua informação esta equivocada, logo todo o resto também está, principalmente os comentários grosseiros de seus leitores.

Indagado quanto à esta possibilidade, o dirigente ficou embaraçado, pois todos sabem que os amistosos do Brasil até a Copa já estão programados. Em resposta ele aventou que um jogo da nossa seleção seria muito caro e disse claramente que a empresa dona dos jogos iria dar preferência a rendas acima de seis milhões de dólares, insinuando que aqui essa meta não seria alcançada. Nessa hora eu intervi em auxilio do jornalista e em defesa de nossos torcedores, dizendo que muita gente faria sacrifícios para assistir o escrete Canarinho.

Reafirmei muitas vezes durante toda a visita que o que mais nos interessava era o apoio ao Sampaio, ao MAC e a FMF.

Podem me chamar de tudo, menos de burro. Eu jamais iria pleitear um jogo da seleção brasileira para cá tendo tantas outras necessidades mais prementes que precisamos suprir.

A única coisa que poderia justificar um jogo amistoso do Brasil em São Luís seria a possibilidade de com ele alavancarmos a vinda para nossa cidade de uma seleção para fase de aclimatação, antes da Copa.

Se essa ideia tivesse saído da minha cabeça, teria sido eu o primeiro a propagá-la, coisa que não fiz e não faria.

8 comentários »