Governo procura família de Marianny

2comentários


Após a grande repercussão nas redes sociais, gestores da Secretaria de Saúde procuraram nesta segunda-feira (3), a família na menina Marianny Ribeiro Pacheco de 1 ano e 6 meses, natural de Presidente Dutra e portadora de Atrofia Muscular Espinhal, uma doença rara e degenerativa.

A criança teve o tratamento inicial em São Luís sem sucesso e durante uma crise em decorrência da doença, em junho de 2016, foi internada no hospital de Presidente Dutra e depois encaminhada às pressas para Teresina.

O caso foi denunciado pela deputada Andrea Murad (PMDB) nas redes sociais e na tribuna da Assembleia Legislativa.

No Instagran, a família de Marianny Ribeiro Pacheco relatou a visita e disse que a repercussão do caso foi decisiva para que as autoridades tomassem as devidas providências.

“Boa noite! Hoje recebemos a visita de alguns gestores da secretaria de saúde do estado do Maranhão. Pois na última quinta feira, ficamos sabendo que existe uma ordem judicial pra Marianny não sair do hospital daqui de Teresina, isso tudo por conta das decisões negativas do nosso pedido de home care. Graças à Deus, conseguimos contato com o governo e eles vão tomar todas as providências, nos enviarão documentos que eles se responsabilizarão por todo o suporte e anexaremos junto a alta hospitalar, para dar entrada novamente no processo da justiça. Depois de feito, devemos aguardar a decisão do Juiz. E logo, como já teremos todo o suporte necessário concedido pelo estado, e a alta do hospital, não haverá motivos para que a decisão seja negada. Por favor orem, precisamos de energias boas, e continuem doando, divulgando e compartilhando a história de nossa princesa. Graças à Deus, toda essa repercussão do caso, à vocês, estamos recebendo muitas respostas boas, Marianny merece ir pra casa, viver junto da família e de quem a ama!”.

Foto: Arquivo Pessoal

2 comentários »