SES realiza mutirão de hérnia em Matões

2comentários

mutirao

O primeiro mutirão de cirurgias de hérnia na Unidade Avançada do Hospital Tarquínio Lopes Filho (Geral) em Matões do Norte foi realizado nesta sexta-feira (25) e beneficiou 20 pessoas da região. “Estamos programando novos mutirões, não só para esta como também para outras regiões, para que possamos diminuir a demanda por este tipo de procedimento em todo o Maranhão”, adiantou o coordenador das equipes médicas e diretor do Hospital Geral, Luis Alfredo Guterres. Os procedimentos beneficiaram também pessoas de Miranda do Norte, Cantanhede, Anajatuba e Presidente Vargas.

As hérnias abdominais são pretoberâncias observados no abdome (barriga). Dentro destas formações podem estar alojados órgãos que deveriam estar dentro da cavidade abdominal. Atividades de esforço que aumentem a pressão abdominal podem desencadear o aparecimento da hérnia nas pessoas que já tenham esta predisposição. Infelizmente não há tratamento preventivo, e quando a hérnia é confirmada no exame médico, o único tratamento efetivo é a cirurgia.

Além de investir na estruturação física da rede estadual de saúde, investimos na contratação de profissionais qualificados e os mutirões cirúrgicos são uma das medidas adotadas na nossa gestão para ampliar o acesso e agilizar a assistência à população”, ressalta o secretário estadual de Saúde, Ricardo Murad.

Mutirões como este foram realizados também nos hospitais regionais estaduais de Grajaú, Coroatá, Peritoró, Barreirinhas e Alto Alegre do Maranhão, beneficiando mais de 150 pessoas que haviam recebido o diagnóstico e estavam à espera de uma cirurgia. Este foi o caso do aposentado David Montelo Bezerra, 70 anos, morador do município de Mirando do Norte. Ele estava com os exames prontos há três anos e não conseguia passar pelo procedimento em seu município. “Fui avisado do mutirão e vim aqui saber. Fui logo encaminhado para fazer os exames laboratoriais esta semana e hoje estou muito feliz porque já vou passar pela cirurgia”, disse ele.

Foto: Nestor Bezerra

2 comentários »

Mutirão de hérnia em Matões do Norte

0comentário

matoesdonorteA Secretaria de Estado da Saúde (SES) realiza nesta sexta-feira (25), a partir das 7hs, o primeiro mutirão de cirurgia de hérnia na Unidade Avançada do Hospital Tarquínio Lopes Filho (Geral) no município de Matões do Norte. Vinte pacientes da região serão submetidos aos procedimentos. Mutirões como este foram realizados ano passado nos hospitais regionais de Grajaú, Coroatá, Peritoró, Barreirinhas e Alto Alegre do Maranhão.

O diretor do Hospital Tarquínio Lopes Filho (Geral), Luis Alfredo Guterres, disse que a iniciativa está conseguindo reduzir o tempo de espera por esse tipo de cirurgia de hérnias inguinais, umbilicais ou epigástricas. “Após a triagem dos pacientes, médicos do Hospital Geral e da Unidade Avançada de Matões do Norte, além de todos os colaboradores dos centros cirúrgicos dessas unidades, se empenham em realizar os procedimentos”, completou.

Além dos pacientes de Matões do Norte, os procedimentos vão beneficiar moradores dos municípios de Anajatuba, Arari, Belágua, Cantanhede, Itapecuru-Mirim, Miranda do Norte, Nina Rodrigues, Pirapemas, Presidente Vargas, São Benedito do Rio Preto, Urbano Santos, Vargem Grande e Vitória do Mearim.

Hérnia é o diagnóstico mais comum entre as alterações degenerativas da coluna lombar. É também a principal causa de cirurgia de coluna na população adulta. Este ano foi realizada a Jornada Nordestina de Hérnia, que atendeu 12 pessoas. “Este foi um encontro que reuniu renomados cirurgiões para que pudéssemos trocar experiências e melhorar ainda mais os atendimentos aos nossos pacientes”, justificou Luis Alfredo.

Foto: Nestor Bezerra

sem comentário »

Unidade avançada

0comentário

RicardoMurad

A operacionalização da primeira unidade avançada do Hospital Geral de Alta Complexidade Tarquínio Lopes Filho, que será inaugurada nesta sexta-feira (31), no município de Matões do Norte, foi detalhada, nesta quarta-feira (29), pelo secretário de Estado da Saúde, Ricardo Murad, a prefeitos e secretários de saúde dos 14 municípios da região de Matões do Norte. O hospital prestará atendimento de traumas e cirurgias ortopédicas de urgência.

Ricardo Murad explicou que o hospital será referência para os municípios de Matões do Norte, Anajatuba, Arari, Belágua, Cantanhede, Itapecuru-Mirim, Miranda do Norte, Nina Rodrigues, Pirapemas, Presidente Vargas, São Benedito do Rio Preto, Urbano Santos, Vargem Grande e Vitória do Mearim.

“É mais um hospital da rede estadual que será porta aberta para pessoas que sofrerem acidentes em áreas próximas ou forem encaminhadas pelos 14 municípios. Com isso, vamos resolver o drama da superlotação da rede de urgência e emergência em São Luís e diminuir o sofrimento das pessoas que ficam aguardando por cirurgias nos corredores dos Socorrões”, afirmou o secretário.

Ele adiantou que, para dar suporte à unidade avançada de Matões do Norte, a Secretaria de Estado de Saúde (SES) está redefinindo o perfil do Hospital Regional Adélia Matos Fonseca, em Itapecuru-Mirim, que deixará de realizar cirurgias de emergências e terá maior disponibilidade para assistência materno-infantil. “Dentro de 15 dias vamos reorganizar o atendimento no hospital de Itapecuru que, com novos obstetras, pediatras e anestesistas dará mais conforto às gestantes e aos bebês”, adiantou.

O secretário informou que a unidade de Matões do Norte, mantida com recursos estaduais, funcionará 24 horas, com equipes qualificadas de cirurgiões, ortopedistas, anestesistas, intensivistas, três salas cirúrgicas e salas vermelhas com leitos de UCI. “As unidades de urgência e emergência não podem ser de pouca qualidade e resolução. Esta será uma extensão do Hospital Geral de São Luís, com a mesma qualidade e equipes qualificadas para que as intervenções sejam realizadas com sucesso e rapidez”, enfatizou.

Com o mesmo perfil do Hospital de Matões do Norte, serão implantadas outras três unidades avançadas do Hospital Geral em São Luís – nos bairros Vila Luizão, Vila Palmeira e Maiobão. Estas obras estão em andamento e serão concluídas ainda neste semestre.

Foto: Nestor Bezerra

sem comentário »