Prêmio de consolo

3comentários

messiNão sei se foi prêmio de consolação, mas nem de longe o argentino Messi foi o melhor jogador da Copa.

Tanto é verdade que nem mesmo Messi comemorou o “prêmio”. E nem poderia pois a Fifa quis forçar a barra.

Pelo menos três jogadores de outras seleções brilharam mais do que Messi.

Na minha opinião, o prêmio de craque da Copa deveria ficar com um desses três: Robben, atacante da Holanda, Neuer, goleiro da Alemanha ou ainda James Rodrigues, meia da Colômbia.

Mas a Fifa quis dar um prêmio à Argentina, e por isso Messi foi o escolhido.

E você o que achou da escolha de Messi craque da Copa???

Foto: André Durão/ Globoesporte

3 comentários »

Quem leva a Copa?

0comentário

semifinalistas

Brasil, Alemanha, Argentina e Holanda são os semifinalistas da Copa do Mundo. Alguma surpresa? Nenhuma, chegaram as seleções que antes mesmo da bola rolar eram apontadas como favoritas. São seleções de “camisas”que fizeram valer o melhor futebol nas quartas de final.

A Seleção Brasileira se classificou ao vencer a Colômbia por 2 a 1. A partida foi marcada pelo lance trágico em que Zúnica atingiu o atcante Neymar com uma joelhada e o astro da Seleção Brasileira sofreu uma fratura na vertebra e está fora da Copa.

No jogo mais chato das quartas de final, a Alemanha passou pela França ao vencer por 1 a 0.

Neste sábado, a Argentina se classificou ao vencer a Bélgica por 1 a 0. A classificação da Holanda foi mais sofrida. Após empate por 0 a 0, no tempo normal e na prorrogação, a Holanda venceu a Costa Rica, nos pênaltis, por 4 a 2.

As semifinais começam na terça-feira, às 17h, no Mineirão, em Belo Horizonte com o encontro entre Brasil e Alemanha. Na quarta, também às 17h, a Argentina pega a Holanda, na Arena Corinthians, em São Paulo. Os vencedores decidem o título no domingo, 17h, no Maracanã.

sem comentário »

Craques e artilheiros

0comentário

artilheiros

A primeira fase da Copa do Mundo com o número excepcional de 136 gols em 48 jogos. A média é de quase três gols por jogo (2,8 gols).

Três atacantes lideram a lista de goleadores: Neymar (Brasil) Messi (Argentina) e Muller (Alemanha) com três gols. Eles marcaram 4 gols e vão brigar pela artilharia e também pelo título, afinal, Brasil, Alemanha e Argentina estão entre as seleções favoritas.

Neymar, Messi e Muller são sem dúvida alguma três das principais estrelas desta Copa e astros principais das suas seleções.

Eles são seguidos por Robben e Van Persie (Holanda), James Rodrígues (Colômbia), Enner Valência (Equador), Shaquiri (Suiça) e Benzema (França), todos com três gols.

Incrível não mencionar nesta lista o “melhor do mundo”, atacante Cristiano Ronaldo (CR7) de Portugal que foi uma decepção desta Copa.

Com as estrelas em evidência, até o fim da competição essa será uma briga bastante interessante… E na sua opinião quem vai ser o campeão e artilheiro????????

sem comentário »

Messi responde provocação

0comentário

messi_golargentina_get_95

Três jogos foram realizados neste domingo pela Copa do Mundo e um marco histórico do futebol mundial é registrado no país da bola.

Pela primeira vez no futebol, o uso da tecnologia serviu para validar um gol numa partida de futebol. Foi no jogo entre França e Honduras. O lance polêmico foi no segundo gol francês marcado por Benzema. Não fosse o uso da tecnologia, o árbitro brasileiro Sandro Meira Ricci poderia não ter validado o gol. A França venceu por 3 a 0, no Beira-Rio, em Porto Alegre.

No primeiro jogo de hoje, O Equador fez 1 a 0 na Suiça, mas sofreu a virada e foi derrotado por 2 a 1.

No jogo mais aguardado do domingo, o Maracanã ficou lotado por argentinos na estreia de Messi. Os germanos venceram a Bósnia por 2 a 1, sem mostrar futebol para meter medo nos adversários.

No primeiro gol, Messi bateu falta e o zagueiro Ibisevic marcou contra. No segundo tempo, Messi tabelou com Pipita, rcebeu, driblou dois adversaries e fez um golaço no momento em que o torcedor brasileiro gritava o nome de Neymar. A Bósnia ainda diminuiu, mas era tarde demais.

Nesta segunda-feira serão disputados mais três partidas. Na Arena Fonte Nova, em Salvador, Alemanha e Portugal fazem mais um clássico europeu. A partida começa às 13h.

Em seguida, pelo mesmo grupo da Argentina Irã e Nigéria se enfrentam na Arena da Baixada, em Curitiba. E fechando os jogos da segunda-feira, Gana e Estados Unidos jogam às 19h, na Arena das Dunas, em Natal.

Foto: Getty Images

sem comentário »

Sobre superação e Lionel Messi

1comentário

por Yglesio Moyses (médico)

“Apesar de ter tido um fim de tarde um tanto complicado hoje, por conta de uma cirurgia que não ocorreu como normalmente se quer, pois o paciente tinha um tumor bem avançado, uma onda de tristeza se abateu em mim. Ao final da cirurgia, tive oportunidade de ver o segundo gol de Lionel Messi, do Barcelona, contra o time mais caro do mundo, o Real Madrid.

O que me chamou a atenção foi o fato de Messi, que contra as expectativas da natureza (franzino e pequeno) ter driblado quatro adversários, sair em direção ao gol, ser agarrado (pelo menos tentaram) e não se intimidou…

Fez o que tinha de ser feito. Aquela visão me lembrou um pouco do que tinha acontecido e da energia que você deve aprender a ter na sua profissão e na vida.

Não fuja do foco, que é o gol, em inglês goal, que significa meta, objetivo, pode-se extrapolar para desejo, sonho, coisas assim. Drible as dificuldades como Messi driblou os adversários. Se você cair, não fique pedindo falta, não reclame, levante, pegue a bola novamente e siga em direção ao que realmente acredita, deseja, mesmo que se ache franzino, pequeno, mas no fundo cada um de nós tem o triplo da grandeza que aparenta, talvez mais.

No trabalho, no amor, na vida, seja que nem Messi, faça o seu melhor todo dia. Isso já é meio caminho andado.

Obrigado, Messi, por salvar o fim do meu dia.”

1 comentário »

Messi é bi, e Marta é penta

0comentário

Os prognósticos de que a Copa do Mundo seria um fator decisivo falharam. E o título de melhor jogador do mundo é, pela segunda vez consecutiva, de Lionel Messi. O craque argentino não conquistou a Liga dos Campeões nem o Mundial na África do Sul, mas seu desempenho pelo Barcelona o fez superar os amigos espanhóis Xavi Hernández e Andrés Iniesta em eleição divulgada nesta segunda-feira no Teatro Kongresshaus, em Zurique, cidade-sede da Fifa. Entre as mulheres, a brasileira Marta seguiu soberana ao se sagrar pentacampeã de forma consecutiva e fez os protagonistas serem os mesmos de 2009.

Messi já havia conquistado a mesma premiação em janeiro do ano passado, mas de forma muito mais tranquila, já que havia comandado o Barça em incríveis seis títulos na temporada. Dessa vez, jornais espanhóis e italianos chegaram até a bancar sem citar fontes que o título ficaria com algum campeão mundial, seja ele Xavi ou Iniesta.

Exceção ao espanhol “Marca”, diários também falharam ao apontar o espanhol Vicente del Bosque como melhor técnico. Campeão da tríplice coroa com o Inter de Milão, o português José Mourinho, que chegou atrasado por conta de problemas com o voo, estreou a premiação. O atual treinador do Real Madrid se emocionou no palco e citou os títulos da Copa da Itália, Campeonato Italiano e Liga dos Campeões após abraçar os ex-comandados Lucio, Maicon e Sneijder, além de Casillas.

Tanto Messi quanto Iniesta e Xavi foram formados em La Masia, a fábrica de craques do clube catalão. Com a oitava conquista da Bola de Ouro, o Barcelona se igualou a Milan e Juventus entre os maiores vencedores. Foi também o mesmo número se levado em conta somente as premiações da Fifa, dessa vez de forma isolada – o Real Madrid é o segundo, com quatro.

Leia mais no Globoesporte.com

sem comentário »

Reencontro no Qatar

0comentário

Ronaldinho Gaúcho e Lionel Messi marcaram época no Barcelona. Juntos, os dois ganharam títulos e se tornaram ídolos no clube catalão. Separados por conta da transferência do brasileiro, que foi para o Milan, os dois vivem momentos distintos na carreira quando o assunto é defender suas respectivas pátrias. Enquanto o brasuca busca o recomeço com a amarelinha, o argentino se firma como líder dos hermanos. E nesta quarta-feira, às 15h (de Brasília), em Doha, no Qatar, eles vão se enfrentar no confronto entre a renovada Seleção de Mano Menezes e a Argentina do efetivado Sergio Batista. Assista ao duelo ao vivo e em Tempo Real pelo GLOBOESPORTE.COM.

Por suas seleções, Ronaldinho e Messi se enfrentaram apenas em uma oportunidade. Nas Olimpíadas de 2008, em Pequim, a Argentina atropelou a Seleção e venceu por 3 a 0, pelas semifinais do torneio. No fim, os hermanos conquistaram a medalha de ouro. Agüero, genro de Maradona, e Riquelme fizeram os gols. Curiosamente, o mesmo Bastista que comandará a equipe em Doha nesta quarta-feira dirigia o time campeão olímpico.

Em agosto, pelo troféu Juan Gamper, os dois se reencontraram em seus respectivos clubes no duelo entre Milan e Barcelona. Mas por poucos minutos. Messi e Ronaldinho estiveram em lados opostos do gramado do Camp Nou por apenas 14 minutos. Enquanto o argentino entrou em campo aos 17 minutos da etapa final, o brasileiro deixou o gramado aos 31.

E Messi levou a melhor. No tempo normal, empate por 1 a 1. Nos pênaltis, triunfo do Barcelona por 3 a 1. Porém, no fim, o capitão Puyol e todo o time catalão homenagearam Ronaldinho Gaúcho com a taça do torneio. O atleta ainda recebeu o carinho dos torcedores espanhóis que lotaram o Camp Nou.

Globoesporte.com

sem comentário »

Recompensa só em 2014

1comentário

desaparecidos_da_copa

1 comentário »

Messi: ‘São coisas do Dunga’

0comentário

messi_daviviila_gcom_jpg300 Ao ver as imagens dos jovens Neymar e Paulo Henrique Ganso, atletas do Santos, o atacante argentino Lionel Messi logo reconheceu as figuras: “conheço os dois”. Mas a informação de que ambos não foram convocados pelo técnico Dunga, da seleção brasileira, para a Copa do Mundo na África do Sul, no próximo mês, causou estranheza ao atleta do Barcelona e promessa da equipe do técnico Maradona.

– Já disseram quem vai? Eles não estão na lista? Bom, são coisas do Dunga… Acho que os dois se sairiam bem ao lado do Robinho no Brasil – disse Messi, de 22 anos.

Na tarde desta terça-feira, no circuito de Montemelò, em Barcelona, Messi esteve ao lado do atacante David Villa, do Valência, participando do lançamento de suas novas chuteiras para o Mundial da África do Sul. Apesar de ter comentado sobre a dupla santista, o argentino evitou se prolongar quando o assunto foi a ausência do atacante Adriano, que está no Flamengo, da lista de convocação de Dunga.

– São decisões do treinador. Se ele pensa que o Adriano não deve ir, então pergunte a ele – limitou-se a dizer.

Segundo o atacante argentino, o Brasil chega como um dos favoritos ao título mundial pela força que tem no conjunto.

– O Brasil chega como um dos favoritos. É uma equipe muito boa porque tem uma defesa forte e um ataque muito bom. É uma seleção completa.

Globoesporte.com

sem comentário »