Santa Rita receberá duas ambulâncias do SAMU

0comentário

O prefeito Hilton Gonçalo anunciou uma importante conquista para a população de Santa Rita. Na última quarta-feira (6), o Ministério de Saúde emitiu uma portaria autorizando o envio de duas ambulâncias para o município, as quais vão integrar o SAMU – Serviço de Atendimento Móvel de Urgência.

De acordo com o documento do Ministério da Saúde, uma ambulância será equipada de forma que possa funcionar como UTI e a outra será para fazer atendimentos mais urgentes que não necessitem de um atendimento complexo.

Com a chegada das ambulâncias em Santa Rita, a população do município passará a utilizar o serviço de emergência 192 e terá muito mais agilidade no atendimento médico. Antes já existia na cidade, o Disque Saúde, que contava com ambulâncias do sistema público de saúde municipal, agora com o SAMU, a abrangência será ainda maior.

O projeto de implantação do SAMU em Santa Rita era um antigo desejo do prefeito Hilton Gonçalo, que até destacou em seu programa de governo, como a proposta número 7. Ela só foi possível, após o município atender os requisitos mínimos e também uma solicitação junto ao Governo Federal.

“Mais uma vez estamos provando que o nosso povo é a nossa prioridade. Garantir atendimento médico eficiente é algo básico e nós queremos que isso esteja acessível a todos”, destacou o prefeito Hilton Gonçalo.

A chegada das ambulâncias do SAMU em Santa Rita, só consolida um trabalho de expansão e melhorias dos serviços de saúde no município. Antes, o prefeito Hilton Gonçalo já havia adquiridos novos equipamentos para o Hospital municipal, equipe de médicos 24 horas, assim como investimentos na medicina preventiva, através da entrega de UBS´s e kits para combater a hipertensão e o diabetes.

Foto: Divulgação

sem comentário »

Ribamar bate meta contra pólio e sarampo

0comentário

O município de São José de Ribamar mais uma vez superou a meta de vacinação estipulada pelo Ministério da Saúde contra a poliomielite e o sarampo.

O município, que saiu na frente e bateu novo recorde, não apenas alcançou a casa dos 95% de vacinação do público-alvo, como também superou as expectativas chegando a vacinar 103,37% de crianças entre 1 e 5 anos incompletos.

De acordo com dados da Secretaria de Saúde, 102,32% do público-alvo de crianças receberam uma dose contra a Poliomielite e 103,37% foram imunizadas contra o Sarampo. Juntos os números representam mais de 24 mil doses aplicadas em crianças da faixa-etária estipulada pela campanha.

No município, a campanha foi desencadeada no dia 23 de julho, portanto, uma semana antes do início formal, medida determinada pelo prefeito Luis Fernando e que segundo o gestor ribamarense foi estratégico para o sucesso do resultado alcançado.

“De parabéns todos os profissionais envolvidos e o resultado não poderia ser outro: êxito da campanha. Alcançar esses números expressivos, significa não apenas atender a recomendação do Ministério da Saúde, mas superar e significa que estamos ainda mais empenhados em proteger nossas crianças e assim trabalhar intensamente pela prevenção”, comemorou o prefeito.

No total, foram mais de 35 salas de vacinação em todo o município, 04 postos volantes que percorreram localidades de difícil acesso além da oferta da vacina nas áreas limítrofes, a exemplo do Parque Vitória, Cohatrac V e Miritiua.

Para o secretário de saúde, Tiago Fernandes, a oferta da vacina nas áreas limítrofes colaborou consideravelmente com o resultado final da campanha. “A determinação do prefeito era levar a vacina para todo o município e nossas áreas limítrofes receberam total atenção, garantindo assim o êxito e resultado final”, concluiu o secretário.

sem comentário »

Ribamar amplia oferta de vacinação do HPV 

0comentário

O município de São José de Ribamar, atendendo a recomendação do Ministério da Saúde, ampliou para o público entre 15 e 26 anos a oferta da vacina de HPV pelo Sistema Único de Saúde (SUS). A partir de agora, homens e mulheres pertencente a essa faixa etária poderão receber a dose da vacina além do público-alvo de 9 a 15 anos que já recebem normalmente.

A medida ocorrerá para os municípios que ainda tenham vacinas em estoque, com prazo de validade até setembro de 2017, a exemplo de São José de Ribamar.

O secretário de saúde, Tiago Fernandes, avalia como positiva a iniciativa, uma vez que o objetivo é evitar possíveis desperdícios de doses e uma maior cobertura vacinal. “Apesar das frequentes campanhas, ainda percebemos que a cobertura vacinal continua abaixo da meta preconizada pelo Ministério da Saúde e com a ampliação, teremos a oportunidade de disponibilizar a vacina para outros grupos”, avaliou o gestou.

No município, a vacina estará disponível até o fim do estoque nos 33 postos de saúde, nos períodos manha e tarde. Para a faixa etária de 15 a 26 anos, o esquema vacinal ocorrerá em três etapas, com intervalo de zero, dois e seis meses. As pessoas que tomarem a primeira dose neste período, excepcionalmente, terão as duas doses subsequentes garantidas no SUS.

A recomendação é que os municípios utilizem as vacinas com prazos de validade a expirar até que durem esses estoques, evitando as perdas e dando a oportunidade para que outras faixas etárias possam usufruir dos benefícios proporcionados pela vacina.

No sexo feminino, a vacina protege contra o câncer de colo de útero, que atualmente é o 3º mais frequente e a 4ª causa de morte por câncer em mulheres no Brasil. Para os homens, o objetivo é proteger contra os cânceres de garganta, pênis e ânus. Além disso, previne mais de 98% das verrugas genitais.

Foto: Divulgação

sem comentário »

Ribamar supera meta de vacinação

0comentário

São José de Ribamar supera meta de vacinação estabelecida pelo Ministério da Saúde

A prefeitura de São José de Ribamar, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (SEMUS), ultrapassou a meta de vacinação contra a Influenza (Gripe) estabelecida pelo Ministério da Saúde (MS).

O município conseguiu atingir a marca de 97,35% de vacinação da população incluída nos grupos prioritários, superando os 90% da meta proposta pelo ministério.

A influenza é uma doença respiratória infecciosa de origem viral, que pode levar ao agravamento e ao óbito, especialmente nos indivíduos que apresentam fatores ou condições de risco para as complicações da infecção.

Desde o início da campanha, no mês de abril, a equipe da SEMUS trabalhou diariamente para imunizar a população ribamarense, contemplada nos grupos prioritários.

“Foi mais uma conquista da nossa equipe que, orientada pelo prefeito Luis Fernando, não tem medido esforços para oferecer uma saúde de qualidade à população ribamarense”, comemorou o secretário de Saúde, Tiago Fernandes.

Entre trabalhadores da saúde, idosos, gestantes, puérperas e crianças, foram imunizadas 28.044 pessoas durante a campanha.

Foto: Divulgação

sem comentário »

Andrea destaca programa Saúde é Vida

0comentário

Andrea Murad ressalta Programa Saúde é Vida em audiência sobre per capita da saúde

Andrea Murad ressalta Programa Saúde é Vida em audiência sobre per capita da saúde

A deputada Andrea Murad, titular da Comissão de Saúde na Assembleia Legislativa,  participou da audiência pública que discutiu a per capita da saúde no Maranhão e a luta pelo aumento do teto. Deputados, representantes do Ministério da Saúde, de Conselhos Estaduais e secretários municipais, estiveram presentes na reunião onde se destacou a união de forças para melhorar os repasses para o Maranhão. Em seu pronunciamento na audiência, a deputada Andrea ressaltou o programa Saúde É Vida que garantiu, consideravelmente, um aumento no repasse do Governo Federal.

“Considerando a compra de equipamentos, a abertura de novos leitos hospitalares, de centros de diagnósticos por imagem, UPA’s, hospitais regionais e macrorregionais, tudo isso proporcionado ao longo de 5 anos pelo Programa Saúde é Vida, elevou o repasse de R$ 98 Milhões (2009) para R$ 312 Milhões (2014). Mas entendo que ainda não é o suficiente e o Maranhão precisa receber valores compatíveis com a média de outros estados e até nacional. O programa trouxe o incremento de nossas unidades, o aumento na produção, uma ampliação jamais vista na rede estadual de saúde e precisa ter continuidade. Em paralelo vamos também fazer uma frente política para que o Ministério reveja nosso teto”, explicou Andrea Murad.

Para a parlamentar, o poder legislativo tem um papel preponderante e a força necessária de cobrar o reajuste junto ao Ministério da Saúde. Andrea Murad quer uma força tarefa para que deputados estaduais e federais busquem o aumento que alcance, no mínimo, a média praticada nacionalmente.

“A média nacional é R$ 204,61 por habitante e recebemos atualmente R$150,05, uma vergonha. O deputado federal André Fufuca, que compõe o mesmo partido do ministro da saúde, Ricardo Barros, já se comprometeu de marcar uma audiência, então vamos compor uma nova comitiva para cobrar uma reavaliação do valor per capita da saúde para o Maranhão. E em paralelo continuarei defendendo intensamente a continuidade do Programa Saúde é Vida, que foi o que alavancou os recursos para nosso estado e não podemos desmerecer isso, é fato, é a realidade, caso contrário estaríamos no patamar que encontramos em 2009”, adiantou Andrea Murad.

Foto: Divulgação/ Assessoria

sem comentário »

Falta medicamentos para pacientes renais

1comentário

RobertoCosta

Roberto Costa faz denúncia na Assembleia

O deputado Roberto Costa (PMDB) denunciou nesta segunda-feira (25), na Assembleia Legislativa a grave situação de pacientes renais crônicos do Maranhão, que necessitam de tratamento fornecido pelo Ministério da Saúde.

O parlamentar relatou que durante este fim de semana, em Bacabal, esteve com representantes da Associação dos Pacientes Renais e Transplantados do Médio Mearim (Apartam) e, na ocasião, eles afirmaram que três mil pacientes renais estão sem receber a medicação fornecida pelo Ministério da Saúde.

“É um assunto grave, porque envolve vida de maranhense, de pessoas realmente que já vivem numa luta diária em função do seu problema renal, de fazer hemodiálise”, disse.

Dos três mil pacientes renais crônicos do Maranhão, 300 são do município de Bacabal. E o deputado confirmou que estará em Brasília na próxima semana, juntamente com o senador João Alberto e o deputado João Marcelo, para viabilizar com o ministro da Saúde, Marcelo Castro, o reestabelecimento do fornecimento da medicação.

“Os pacientes renais precisam urgentemente dessa medicação, caso contrário, eles correm um sério risco de vida e nós temos a responsabilidade de buscar uma solução. 300 destes pacientes estão em Bacabal, são famílias que vivem numa agonia, numa situação de dificuldade em função do tratamento que é delicado e não podemos aceitar que eles fiquem sem essa medicação”, declarou.

(mais…)

1 comentário »

Socorrão II é referência em emergência

3comentários

SocorraoII

Hospital Socorrão II é classificado como unidade de referência pelo Ministério da Saúde

O Ministério da Saúde habilitou o Hospital de Urgência e Emergência Dr. Clementino Moura, o Socorrão II (Cidade Operária), unidade de saúde da Prefeitura de São Luís, como referência em emergência, no Maranhão, para assistência de alta complexidade em traumatologia e ortopedia. A portaria foi publicada no dia 15 de abril pelo governo federal no Diário Oficial da União.

Mensalmente, a equipe médica do hospital atende na emergência ortopédica mais de 600 pacientes, provenientes tanto da capital quanto de municípios do interior do estado. Em média, são realizadas cerca de 300 cirurgias ortopédicas por mês.

Com o parecer positivo da Secretaria de Atenção à Saúde do Ministério da Saúde, a Prefeitura de São Luís se qualifica para a inclusão, no orçamento do Ministério da Saúde, da realização de serviços complexos de traumato-ortopedia que antes eram realizados com recursos próprios pelo hospital Socorrão II.

A qualificação positiva do hospital Socorrão II é fruto do planejamento determinado pelo prefeito Edivaldo. “Ao tornar o Socorrão II referência em alta complexidade de traumatologia e ortopedia no Maranhão, o Ministério da Saúde reconhece o trabalho que temos feito desde que começamos a promover ações na rede de saúde, nos hospitais de urgência e emergência. Com a habilitação, vamos aplicar o recurso do governo federal para oferecer um atendimento ainda melhor à população nessa área”, afirmou o prefeito Edivaldo.

“Os pacientes da saúde pública de São Luís, tanto da Grande Ilha quanto de outros municípios que recorrem ao Socorrão II, já usufruíam de uma assistência de alta complexidade. Agora, estando habilitado, o hospital de emergência continuará fornecendo o mesmo serviço de qualidade e, com os recursos que virão, intensificaremos serviços e daremos mais qualidade”, explicou a secretária municipal de saúde, Helena Duailibe.

Foto: Maurício Alexandre

3 comentários »

Lançada campanha contra o Aedes Aegypti

0comentário

Combateaedes

O Ministério da Saúde e o Governo do Maranhão lançaram, oficialmente, a campanha contra o Aedes Aegypti no estado. O lançamento oficial da ‘Campanha de enfrentamento ao Aedes Aegypti no Maranhão’, foi feito na manhã desta sexta-feira (8), no auditório do Palácio Henrique de La Roque.

O evento foi, ainda, um encontro de articulação para fortalecimento de ações de combate a esse vetor e reuniu o governo federal e estadual, autoridades políticas e representantes municipais para discutir a grave situação da saúde pública do país devido à proliferação do mosquito.

“Essa mobilização só terá utilidade se cada um voltar para os seus municípios e colocar em prática todas as ações de combate que foram apresentadas aqui. O governo Flávio Dino tem se colocado como parceiro dessa luta para fornecer estrutura e acompanhar se, de fato, as medidas têm sido praticadas”, ressaltou o governador em exercício, Carlos Brandão, durante o lançamento oficial da campanha.

O Ministro da Saúde, Marcelo Costa, ressaltou que todos os gestores públicos e a população precisam unir esforços e as ferramentas necessárias para combater e destruir os criadouros do mosquito.

“Só tem uma maneira de combater o mosquito, não deixando ele nascer. E isso se faz acabando com os criadouros. Portanto, é uma luta conjunta e de interesse de todos”, afirmou o ministro da Saúde, resumindo a principal maneira de acabar com o mosquito Aedes Aegypti, transmissor da Dengue, Chikungunya e Zika vírus.

A necessidade desse fortalecimento das ações se dá, principalmente, pelo aumento da ocorrência de casos de microcefalia, que no Brasil aponta para 3.174 confirmados e no Maranhão 105 casos.

sem comentário »

Fumo proibido

2comentários

cigarroNo Dia Mundial Sem Tabaco, o Ministério da Saúde anuncia a regulamentação da Lei Antifumo por meio de decreto da presidenta da República, Dilma Rousseff, que estabelece ambientes fechados de uso coletivo 100% livres de tabaco. O objetivo é proteger a população do fumo passivo e contribuir para diminuição do tabagismo entre os brasileiros. A norma entrará em vigor 180 dias após a publicação do decreto no Diário Oficial da União, previsto para próxima segunda-feira, dia 2 de junho.

De acordo com a nova regra, está proibido o consumo de cigarros, cigarrilhas, charutos, cachimbos e outros produtos fumígenos em locais de uso coletivo, públicos ou privados, como hall e corredores de condomínio, restaurantes e clubes, mesmo que o ambiente esteja só parcialmente fechado por uma parede, divisória, teto ou até toldo. Os narguilés também estão vetados.

A norma também extingue os fumódromos e acaba com a possibilidade de propaganda comercial de cigarros até mesmo nos pontos de venda, permitindo somente a exposição dos produtos, acompanhada por mensagens sobre os malefícios provocados pelo fumo. A legislação anterior permitia as propagandas no display.

“A regulamentação da lei é um grande avanço para o Brasil. É fundamental para que o país possa continuar enfrentando o tabagismo como um grave problema de saúde pública e um desafio para que toda a sociedade possa viver de forma mais saudável. A regulamentação é um compromisso com a saúde do povo brasileiro”, afirmou o ministro da Saúde, Arthur Chioro.

Foto: Shutterstock/Arquivo

Leia mais

2 comentários »

Salto de qualidade

8comentários

saude

O representante do Ministério da Saúde, Marcos Marinho, que veio a São Luís discutir o atendimento de pacientes maranhenses no Piauí, acompanhou o secretário de Estado da Saúde, Ricardo Murad, em uma visita às dependências do Hospital de Alta Complexidade Carlos Macieira. E declarou que, quando estiver em pleno funcionamento, a unidade estadual dará um grande salto de qualidade na assistência aos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS) no Maranhão.

“Vim a convite do secretário Ricardo Murad para visitar esta unidade que é fantástica, sem dúvida nenhuma. Quando este hospital estiver funcionando com toda a sua capacidade, vai desafogar muito o atendimento aos pacientes do SUS no Maranhão”, elogiou Marcos Marinho. Ele disse que relatará no Ministério a qualidade das instalações físicas, de equipamentos e de assistência que presenciou no Carlos Macieira.

O Hospital de Alta Complexidade Carlos Macieira passa por uma ampla reestruturação física e de equipamentos, sendo que já foram reinaugurados parte do térreo, o segundo, o terceiro, o quarto e o quinto andares, com 172 leitos de internação clínica, 33 de semi-intensiva e 39 de UTI. A obra deve estar totalmente concluída em maio deste ano.

Durante a visita, Marcos Marinho pôde conhecer de perto as novas instalações do Hospital Carlos Macieira que já estão em funcionamento e as áreas que estão em fase de conclusão e nas quais funcionarão setores como o centro cirúrgico, o centro de hemodiálise, a central de material esterilizado, laboratório e setor de imagem, entre outros.

Antes da visita, o secretário apresentou a Marcos Marinho dados sobre o Programa Saúde é Vida, que vem sendo implantado no Maranhão desde 2009 e está fortalecendo a rede de saúde pública no estado com a inauguração, reforma e ampliação de unidades hospitalares, aquisição de equipamentos e capacitação dos profissionais de saúde.  “Com o Saúde é Vida, estamos construindo verdadeiramente uma rede de saúde pública no estado com investimentos concretos”, disse Ricardo Murad.

Foto: Nestor Bezerra

8 comentários »