Flávio Dino engaveta projetos de mobilidade

1comentário

O governo Flávio Dino (PCdoB) decidiu retirar do programa de financiamento do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) pelo menos seis importantes obras que estavam previstas na área de mobilidade urbana em São Luís.

A informação foi prestada pela secretária de Estado do Planejamento e Orçamento, Cinthya Mota, ao responder requerimento dos deputados Max Barros (PRP) e Eduardo Braide (PMN) solicitando dados sobre o plano de renegociação de dívidas do Estado com o banco de fomento.

Segundo o documento, após assumir o governo, o comunista deixou de executar os projetos de construção de alças nos viadutos da Cohab e da Cohama; de construção de uma ponte ligando a Via Expressa à Avenida Quarto Centenário; de construção de duas pontes anexas à Ponte José Sarney; e de construção da Ponte Quarto Centenário.

Projetos para as áreas de segurança, saúde e de educação também foram engavetados, como a ampliação do sistema de videomonitoramento de São Luís, a construção de sete centro de hemodiálise e a construção do centro de formação de professores.

Todas essas obras deveriam ser financiadas por recursos da linha de crédito Proinveste do BNDES e estavam previstas no programa “Viva Maranhão”, apresentado pela ex-governadora Roseana Sarney (PMDB) após a confirmação do empréstimo pelo banco – e já aprovados pela instituição financeira.

Críticas – Em discurso na Assembleia Legislativa, o deputado Eduardo Braide – um dos autores do requerimento de informações – criticou a retirada dos projetos estruturantes de mobilidade urbana e segurança pública para a cidade de São Luís.

“Hoje ficamos sabendo que o governador retirou vários projetos estruturantes para a capital, na mobilidade e segurança pública, temas prioritários para a cidade. E em tempos de tanta insegurança, o governador teve a coragem de retirar a ampliação da infraestrutura do sistema de vídeomonitoramento de São Luís.

Em seu pronunciamento, Braide afirmou que, ao retirar projetos estruturantes, o governo Flávio Dino impediu a implementação de soluções definitivas para vários problemas da cidade.

“O Governo do Estado contribui com isso [com os índices negativos de São Luis], quando retira projetos estruturantes para a cidade. A solução definitiva estava nos projetos estruturantes que o governador retirou do empréstimo do BNDES”, completou.

O deputado ainda agradeceu a resposta ao pedido de informações e voltou a criticar a postura do governador Flávio Dino.

“Quero aqui agradecer à secretária Cynthia Mota Lima por ter respondido ao nosso questionamento. O Governo do Estado não pode ter medo de falar a verdade. Não pode ter medo de responder aos pedidos de informações feitos por esta Casa. É assim que a gente pode realmente ver o que está acontecendo e, neste caso, ficou claro que ao retirar todos os projetos estruturantes para a capital, o governador Flávio Dino não teve consideração com o povo de São Luís”, concluiu.

Fotos: Reproduão/ TV Mirante e JR Lisboa/ Agência Assembleia

O Estado

1 comentário »

Delegado assume Mobilidade Urbana

1comentário

O governo do Estado anuncia mudanças no comando de Secretarias e órgãos públicos.

Com as alterações, o delegado Lawrence Melo Pereira passa a ser presidente da Agência Estadual de Mobilidade Urbana e Serviços Públicos (MOB) e o atual presidente, José Artur Cabral Marques, assume a presidência da Companhia Maranhense de Gás (Gasmar).

Na Secretaria de Estado da Mulher, a ex-deputada federal Terezinha Fernandes assume o cargo, em substituição a Laurinda Pinto.

1 comentário »

Prefeitura avança em mobilidade urbana

1comentário

A Prefeitura de São Luís tem feito valer a Lei Nº 4052, que define condições para instalação de polos geradores de tráfego, e firmado parcerias importantes que têm resultado em intervenções viárias em pontos de grandes congestionamentos da cidade. Essas obras somam-se as que vêm sendo realizada em parceria com o Governo do Estado e as com recursos próprios do Tesouro Municipal. Atualmente, a Secretaria de Trânsito e Transportes (SMTT) desenvolve ações de melhorias no trânsito da capital, por meio da parceria público-privada com instituições geradoras de tráfego instaladas nas imediações das intervenções.

Na semana passada, a Prefeitura iniciou as novas obras de intervenções no trânsito na região do São Cristóvão, em parceria com a faculdade Pitágoras, como compensação em decorrência do impacto no tráfego gerado pelo empreendimento na cidade. Os serviços vão promover a melhoria da mobilidade urbana de uma das áreas da capital que apresenta intenso fluxo de veículos e grandes congestionamentos principalmente nos horários de pico.

“Estamos investindo firme na melhoria da estrutura viária da capital com o objetivo de dar mais fluidez ao trânsito e mais conforto e segurança para a população. Com um receita limitada temos buscado parcerias para a realização de intervenções viárias que garantam mais mobilidade urbana e os resultados já são sentidos pela população a partir de intervenções feitas com o apoio do Governo do Estado, a exemplo da Forquilha, e com a iniciativa privada, a exemplo das modificações feitas em um trecho da Avenida Carlos Cunha e na Daniel de La Touche”, disse o prefeito Edivaldo.

Conforme o projeto, as alterações vão permitir que quem atualmente vem da Forquilha no sentido Uema-Cidade Operária, transite por uma alça de quadra que será criada pela Rua 11, atrás do Banco do Brasil; e quem vem da Forquilha, sentido aeroporto, seguirá direto. Já quem vem do aeroporto, no sentido Uema-Cidade Operária, entrará na Avenida 02 (Jardim São Cristóvão).

“As intervenções no São Cristóvão vão se somar a outras já realizadas no complexo viário da Forquilha e nas imediações do aeroporto. Juntas, as intervenções se complementam e proporcionam mais qualidade ao trânsito dessa região que há muitos anos apresenta-se como um dos maiores gargalos no trânsito da cidade”, afirmou Canindé Barros.

Foto: Maurício Alexandre

Leia mais

1 comentário »

Obras vão melhorar escoamento da produção

5comentários

Ivaldo Rodrigues e Artur Cabral em visita a comunidades na Zona Rural de São Luís

O secretário Municipal de Agricultura, Pesca e Abastecimento (Semapa), Ivaldo Rodrigues esteve visitando nesta quinta-feira (20), várias comunidades na Zona Rural de São Luís em companhia do presidente da Agência Estadual de Mobilidade Urbana e Serviços Públicos (MOB), Arthur Cabral.

A visita teve como finalidade a realização de serviços de mobilidade urbana que deverão ser executados a partir dos próximos meses em aproximadamente 50 comunidades na Zona Rural.

“Serão intervenções muito importante e que vão atender às reivindicações da comunidade, seguindo diretrizes do prefeito Edivaldo Holanda Júnior e do governador, Flávio Dino com o objetivo de melhorar o escoamento da produção na capital”, destacou Ivaldo Rodrigues.

Ele também lembrou que além de permitir o escoamento da produção, as intervenções irão beneficiar a questão do transporte, pois ajudará bastante no acesso de veículos na região.

Foto: Divulgação

5 comentários »

Honorato lança candidatura à reeleição

1comentário
Vereador Honorato Fernandes (PT)

Vereador Honorato Fernandes (PT)

O vereador Honorato Fernandes (PT) lança oficialmente a sua candidatura à reeleição no próximo sábado (20), às 17h, na avenida São Luís Rei de França, 79, no Turu (próximo ao posto natureza).

Nos primeiros quatro anos de mandato, o vereador Honorato se destacou com ações e debate de temas importantes para São Luís como Mobilidade urbana e transporte público, infraestrutura, Educação, Saúde, Segurança Pública, Cultura, luta pela garantia de direitos do trabalhadores, Defesa dos Direitos Humanos, Conflitos fundiários e meio ambiente, além de ter se destacado na defesa dos servidores públicos municipais.

Honorato Fernandes também levou o projeto “Fala São Luís” a diversos bairros da capital maranhense e debateu os problemas com a comunidade, bem como buscou soluções para os mesmos junto ao poder público.

“Convido os amigos e amigas para o lançamento oficial de nossa candidatura à reeleição de vereador de São Luís que ocorrerá no próximo sábado. Ficarei muito feliz em compartilhar esse momento com você”, afirmou.

Ouça o jingle da campanha

1 comentário »

Wellington defende política de mobilidade

0comentário
WellingtondoCurso1

Deputado estadual Wellington do Curso (PP)

Durante pronunciamento na Assembleia Legislativa, na semana passada, o deputado Wellington do Curso (PP) apresentou Projeto de Lei que institui as diretrizes da Política Estadual de Mobilidade Urbana, no âmbito do Estado do Maranhão.

Ao defender o transporte público como direito e destacar o caótico trânsito de São Luís e de outros municípios, Wellington evidenciou a importância de se ter uma Política de Mobilidade, a fim de se garantir a locomoção e circulação do maranhense.

“O congestionamento no trânsito de São Luís e em outros municípios do Maranhão já é algo comum. Esses engarrafamentos intermináveis e essa falta de acessibilidade são consequências do descumprimento de recomendações legais. São Luís, por exemplo, vai à contramão de uma recomendação prevista em Lei e sequer possui um Plano de Mobilidade. Como podemos exigir um trânsito que não seja caótico quando não temos nem o básico?”.

Wellington detalhou ainda medidas que, se efetivadas, garantirão menos congestionamento e, certamente, um trânsito mais rápido e acessível.

“É preciso que haja uma convergência na integração dos diferentes tipos de transportes: ônibus, bicicleta, carro e, sobretudo, um esforço para que haja integração e conexão entre os tipos de transportes. A prioridade deve estar nas pessoas e, consequentemente no estudo dos espaços públicos para os pedestres. Medidas simples como padronização de calçadas, enfatizando a acessibilidade, ciclovias, corredores exclusivos etc. seriam capazes de atenuar esse caos em que vivemos. Fazer tudo isso com planejamento, com estudo técnico. Esse é o objetivo do projeto que aqui apresentamos”, afirmou Wellington.

Foto: Agência Assembleia

sem comentário »

Mobilidade muda Bairro de Fátima

3comentários

EdivaldoHolandaJr

3 comentários »

Mobilidade urbana

1comentário

aririzal

Depois da conclusão das obras de recapeamento asfáltico, a sinalização horizontal das duas faixas da pista da Rua do Aririzal, no Turu, foi iniciada essa semana pela Prefeitura de São Luís. A intervenção faz parte de um conjunto de ações e obras executadas pela administração municipal para melhorar a mobilidade urbana, o fluxo de pedestres, carros e cargas com maior rapidez e segurança, além de assegurar maior acessibilidade ao cidadão.

O prefeito Edivaldo apontou que essas obras de reurbanização têm em sua essência vertentes sociais, econômicas e de cidadania. “São obras que propiciam melhor qualidade de vida a todos e um aspecto urbanístico à cidade de São Luís, que elevam a autoestima”, enfatizou o prefeito.

Na área do Turu/Cohama/Vicente Fialho, as ruas Nossa Senhora da Graça, Travessa Boa Esperança, Avenida General Arthur Carvalho, Coronel Eurípedes Bezerra, Alto da Primavera, Santa Isabel, Brasil, Larte Santos, Deputado Luís Rocha, Nossa Senhora da Conceição, estão recebendo um pacote completo de intervenção, que inclui a requalificação asfáltica com drenagem superficial (sarjetas, meios-fios e calçadas) e sinalização horizontal.

Segundo o secretário municipal de Obra e Serviços Públicos, Antônio Araújo, novas ruas e avenidas dessa região vão ser contempladas com asfalto, entre essas a rua São Judas Tadeu – nos trechos I e II, contemplando a comunidade do Cantinho do Céu. As melhorias beneficiam ainda Residencial Pinheiros, Residencial Araras, entre outros e vão se expandir para outros bairros dessa região e de outras áreas da cidade.

Obras de asfaltamento, recapeamento e de calçamento também estão sendo realizadas na Vila Riod, Vila Janaina, Pontal da Ilha, Baixão/Jardim São Cristovão, Vila Cascavel, Vila Cotia, São Raimundo, Cidade Operária, entre outras regiões.

A Prefeitura de São Luís também deu início às obras de recapeamento asfáltico em trecho de cerca de um quilômetro da Avenida Tancredo Neves entre o Supermercado Mateus e a Avenida Um, na Cidade Operária. A obra faz parte das ações da administração municipal para melhorar a mobilidade urbana na capital maranhense e que serão ampliadas e intensificadas com o início das edificações e investimentos de R$ 20,6 milhões, realizados em parceria com o governo do Estado para requalificação de 119,3 quilômetros de vias urbanas em São Luís. Ao todo, vão receber recapeamento asfáltico 296 ruas e avenidas pelo Programa estadual Mais Asfalto.

Foto: Juracy Meireles

1 comentário »

Mobilidade urbana

0comentário

AntonioAraujo

A Prefeitura de São Luís vai implantar um novo Corredor de Transportes Urbanos na cidade que, em uma primeira etapa, vai atingir uma extensão de 15,13 km do São Francisco ao bairro da Cohab, beneficiando diretamente cerca de 300 mil pessoas. O propósito do empreendimento é aprimorar o sistema viário da capital e, com isso, melhorar a mobilidade urbana.

A implantação desse novo Corredor de Transportes Urbanos foi o tema de uma audiência pública realizada na manhã desta sexta-feira (6) na Federação das Indústrias do Estado do Maranhão (Fiema), com a participação de representantes da administração municipal, entidades da sociedade civil, estudantes e da população em geral.

Ao realizar a abertura da audiência, o secretário municipal de Governo, Lula Fylho, que no ato representou o prefeito Edivaldo, enfatizou que esse é um projeto essencial para São Luís. “É uma obra de grande importância para a população por seus impactos altamente positivos em suas vertentes sociais e econômicas, além de proporcionar a melhoria significativa da qualidade de vida”, disse Lula, ressaltando que todas as medidas foram adotadas pela Prefeitura para minimizar os impactos ambientais ocasionados pela implantação do empreendimento.

O secretário municipal de Obras e Serviços Públicos, Antônio Araújo, destacou que o modelo do Corredor de Transportes Urbanos revitaliza o uso do solo urbano na medida em que agrega uma série de benefícios à região onde a obra vai ser construída. “O Corredor vai fomentar a vocação comercial em uma área populosa da cidade, mas que encontra-se hoje isoladas de vias estruturante”, frisou.

O titular da Semosp destacou ainda a importância do Corredor de Transportes para o planejamento, por parte da população, do tempo de deslocamento no trânsito, proporcionando aos moradores mais qualidade de vida.

Também participaram do evento os secretários municipais Marco Aurélio Diniz (Meio Ambiente) e José Cursino (Planejamento). A segunda audiência para debater a implantação do Corredor de Transporte de São Luís acontece na manhã deste sábado (7), no auditório do Colégio Cintra, no bairro Anil.

sem comentário »

Mobilidade urbana

8comentários

EdivaldoHolandaJr

As ações prioritárias para a melhoria da mobilidade urbana foram discutidas na noite desta quarta-feira (4) pelo prefeito Edivaldo e o presidente da Empresa Maranhense de Transportes Urbanos, José Arthur Cabral Marques. Durante reunião realizada no Palácio de La Ravardiére, a Prefeitura de São Luís apresentou projetos que serão executados em parceria com o Governo. A recuperação asfáltica de ruas e avenidas de São Luís é uma das ações de curto prazo a serem realizadas por meio dessa parceria.

A fim de melhorar o fluxo de veículos na capital, também serão realizadas obras de intervenções nas avenidas Guajajaras e dos Holandeses. O prefeito Edivaldo destacou a importância desse trabalho conjunto. “Nesse momento, estamos discutindo as ações prioritárias para podermos dar uma resposta à população e ela possa sentir os resultados dessa parceria”, afirmou.

Alguns dos projetos já estão em processo de licenciamento ambiental e de contratação. As obras estruturantes devem ter início a partir do segundo semestre deste ano. Obras menores de pequenas alterações ou requalificação de vias devem acontecer ainda neste primeiro semestre.

Para Arthur Cabral, presidente da Empresa Maranhense de Transportes Urbanos, órgão criado recentemente pelo governador Flavio Dino, o trabalho é fruto de um compromisso do poder público com a população. “As obras que serão realizadas em São Luís são frutos da vontade política do governador e do prefeito Edivaldo de estreitar esse relacionamento e desenvolver ações conjuntas para a cidade. Na próxima semana, daremos início ao grupo de trabalho da região metropolitana. Em breve, os resultados vão aparecer para a cidade”, destacou o presidente.

Para os projetos estruturantes, os recursos já estão assegurados no governo federal, conforme informou Artur Cabral. “O que está sendo discutido é como cada parte pode se ajudar para que os projetos sejam para a cidade de São Luís, não um projeto do governo ou da prefeitura”, explicou.

A reunião contou ainda com a presença dos secretários municipais Canindé Barros, (Trânsito e Transporte), Lula Fylho (de governo) e Batista Matos (Comunicação).

8 comentários »