Ribamar realiza mutirão de cirurgias oftalmológicas

0comentário

O fim de semana em São José de Ribamar foi marcado pela realização do Mutirão de Cirurgias Oftalmológicas. Durante todo sábado (27) e domingo (28), a Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (SEMUS), realizou cerca de 80 procedimentos no Hospital Municipal.

Os mutirões, que fazem parte da rotina da saúde de São José de Ribamar, têm como objetivo diagnosticar e tratar cirurgicamente os casos. Mais de 300 pessoas já foram beneficiadas com a ação.

Para o prefeito Eudes Sampaio, que aproveitou a oportunidade para visitar as instalações do Complexo Hospital e Maternidade de São José de Ribamar, o sucesso do mutirão é ver a satisfação dos pacientes beneficiados.

“A gente observa que as pessoas estão confiantes, pois o índice de sucesso dessas cirurgias é muito elevado. Estou muito satisfeito vendo o início dos trabalhos do mutirão, além de aproveitar para constatar o bom funcionamento do Hospital”, disse o gestor.

Fátima Oliveira, que fez sua cirurgia no mutirão do ano passado e foi acompanhar a sogra no procedimento, elogiou a ação da prefeitura e o atendimento que receberam no Hospital

“Eu gostei muito da iniciativa da prefeitura, porque algumas vezes você procura outros hospitais e o acesso é muito difícil, mas aqui em Ribamar é diferente: procurei o hospital, fui bem atendida, fiz minha cirurgia e agora estou acompanhando minha sogra. Só temos a agradecer”, comentou a morador do Novo Cohatrac.

No mutirão, os pacientes foram submetidos a consultas e exames oftalmológicos para detectar possíveis problemas de visão e, a partir do diagnóstico, encaminhados ao procedimento cirúrgico.

Para o secretário de Saúde, Tiago Fernandes, o mutirão é mais uma ação que evidencia o esforço da administração municipal de oferecer à população uma saúde de qualidade e eficiente. “Mesmo com todas as dificuldades a nossa equipe não tem descansado, seguindo a determinação do prefeito Eudes Sampaio de fazer o melhor que pudermos fazer para que o município nunca mais volte a oferecer um serviço deficitário, como foi na gestão anterior a 2017”, finalizou o secretário.

Foto: Divulgação

sem comentário »

Ribamar faz mutirão de cirurgias eletivas

0comentário

Durante todo o mês de Janeiro a população ribamarense terá cirurgias gerais, como histerectomia, vesícula retirada de nódulos, sinais, hérnia, entre outras. Com o objetivo de não apenas minimizar a fila de espera por cirurgias, como também oferecer melhor qualidade de vida à população, a Prefeitura de São José de Ribamar, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (SEMUS), deu início neste sábado (06) ao “Mutirão de Cirurgias Eletivas”. O procedimento deverá ocorrer durante todo o mês de janeiro deste ano, o que para o prefeito Luis Fernando é sinal de atenção, respeito e conforto para a população.

“Nós sabemos que tudo que se faz pela saúde ainda é pouco diante da necessidade de cada paciente que busca os serviços médicos. O mutirão chega exatamente para atender aos pacientes, que apesar de não apresentarem urgência e emergência, necessitam igualmente de atendimento”, disse o prefeito, acompanhado do vereador Cristiano.

De acordo com o Secretário de Saúde, Tiago Fernandes, todos os pacientes já agendados, passaram previamente por atendimento e consulta médica, realizadas pelo corpo clinico do Hospital Municipal. “Durante todo o mês de janeiro o mutirão deverá realizar em média 200 cirurgias gerais, entre elas Histerectomia, retirada de nódulos, sinais, Hérnia, Vesícula entre outras”, detalhou o secretário.

Somente neste primeiro sábado, foram programadas e realizadas cerca de 40 cirurgias. Maria das Dores de 24 anos esteve entre os pacientes atendidos. Ela conta que a partir de agora não vai mais precisar conviver com vários sinais indesejáveis.

“Fiz hoje minha cirurgia. Foram 20 minutos que vão significar e muito na minha vida, pois eu me sentia muito ruim com os sinais no rosto e nas costas, me incomodava muito, e agora acabou o problema”, conta aliviada a jovem.

A Cirurgia Eletiva é aquela que apesar de não ser de urgência, incomoda muito as pessoas, e também se consegue escolher a melhor data para realizar o procedimento cirúrgico. Outra importante característica é que são realizadas após diversos exames feitos para obter as melhores condições de saúde do paciente.

Cirurgias

Além de cerca de 200 cirurgias que deverão ser feitas ao longo de todo o mês durante o mutirão, o Hospital Municipal ainda realiza em média quase 7 mil atendimentos de urgência e emergência. Já para os próximos meses também serão oferecidas a população as especialidades de Urologia e Oftalmologia.

Fotos: Willian Tindale

sem comentário »

Nagib acompanha mutirão em Codó

0comentário

A Prefeitura de Codó, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, em parceria com a Secretaria de Estado da Saúde do Maranhão, realizou no último sábado (19) o Mutirão de Oftalmologia, gratuitamente, para diagnóstico e tratamento do glaucoma, com exames de medição da pressão dos olhos e avaliação do fundo de olho. Mais de duas centenas de pessoas foram atendidas em Codó.

De acordo com dados da SEMUS e do Hospital Geral Municipal (HGM), foram 228 atendimentos na manhã e tarde de sábado, sendo 103 consultas sem glaucoma e 128 com glaucoma diagnosticado (28 de primeira vez e 97 retornos). A ação teve como objetivo realizar o diagnóstico precoce e promover o tratamento contínuo para evitar que a doença leve a cegueira. Durante os atendimentos, os pacientes passaram pela triagem de rotina.

Os que receberem o diagnóstico positivo para doença preencheram ficha para retirar o colírio de tratamento, gratuitamente, para a patologia em uma das unidades de referência da rede municipal. O Mutirão do Glaucoma é um programa do Governo Federal em parceria com Estado e Municípios. O hospital da Visão também realiza atendimentos na capital do Estado e mais em municípios de oito regionais de saúde do Maranhão.

Durante os atendimentos, o prefeito de Codó, Francisco Nagib, foi visitar os pacientes e falou da importância da parceria. “Foram mais de duzentas pessoas passando pelos procedimentos, recebendo seu diagnostico e o tratamento, além das pessoas que vem para o retorno de tratamento. Nossa população precisa muito desse serviço para a saúde da visão. É uma parceria entre prefeitura e estado, que vem dando certo e beneficiando milhares de pessoas”.

Fotos: Divulgação

sem comentário »

Alcântara realiza mutirão de glaucoma

0comentário

Prefeitura de Alcântara realiza mutirão de Glaucoma com 120 atendimentos

A prefeitura municipal de Alcântara, por meio da Secretaria de Saúde, em parceria com o Governo do Estado, realizou na última sexta-feira (16), um mutirão de Glaucoma na Unidade Básica de Saúde (UBS), no bairro Mangueiral, localizada na MA-106.

A ação realizada fez 120 atendimentos nesta etapa. No último mutirão realizado, aproximadamente 300 pacientes foram beneficiados. Esta foi a segunda ação oftalmológica realizada na gestão do prefeito Anderson Wilker, que tem investido bastante em saúde pública. Além da consulta, os pacientes que forem detectados com glaucoma, recebem colírio ou até encaminhamento para cirurgias, caso for necessário. A prefeitura dar todo apoio aos pacientes diagnosticados.

Dona Evangelista Viegas Costa, de 64 anos, moradora do bairro Monte Sinal, o mutirão veio em boa hora. “Tenho a vista muito ruim, já enxergo pouco e vim aproveitar para esta oportunidade. Não é todo dia que temos consulta de vista gratuita. Tem dia que fico com a visão muito embaçada, e fui detectada com glaucoma e agora estou fazendo o tratamento. Tem colírio grátis e até cirurgia, se for preciso”, disse a dona de casa.

Seu José de Ribamar Ribeiro, de 77 anos, morador da comunidade Marudá, falou de sua dificuldade de enxergar. “Já fiz cirurgia de glaucoma e catarata e mesmo assim enxergo muito pouco. Este mutirão é muito bom. Graças a Deus o prefeito Anderson tem olhado para o povo, estou muito feliz com essa nova administração”, afirmou o aposentado.

Para a secretária de saúde de Alcântara, Ramone Araújo aos poucos e com muito trabalho, os resultados começam aparecer. “Recebemos uma secretaria de saúde sucateada, sem nada, apenas com os servidores, que são dedicados em nossa equipe. Estamos trabalhando diuturnamente com o apoio do prefeito Anderson, para melhorar a qualidade de vida dos alcantarenses. Em seis meses já realizamos dois mutirões e quase 500 atendimentos oftalmológicos”, destacou.

Foto: Divulgação

sem comentário »

Mutirão da Mama

3comentários

HospitaldaMulher

A Prefeitura de São Luís, através da Secretaria Municipal de Saúde (Semus), realiza nesta quarta-feira (14), no Hospital da Mulher,um mutirão de cirurgias para a retirada de nódulos benignos de mama. A ação, que integra a programação alusiva ao Outubro Rosa, vai atender exclusivamente às pacientes já cadastradas no hospital, que foram previamente atendidas pelo serviço de mastologia e realizaram a biópsia prévia.

A mastologista Gláucia Cordeiro explica que a incidência de nódulo benigno de mama é alta entre a população feminina e a recomendação é para que seja feita a retirada, apesar de – em geral – não haver riscos de desenvolvimento de câncer. “Comumente, a mulher apresenta o fibroadenoma da mama, que é benigno, tem um aspecto de nódulo duro e que não causa dor, mas pode crescer e se tornar incômodo; então recomendamos a retirada”, diz Gláucia Cordeiro.

Em 2014, o Hospital da Mulher iniciou a realização deste tipo de cirurgia, para atender a uma demanda reprimida, conforme explica a secretária municipal de Saúde, Helena Duailibe.”Estamos com uma boa estrutura para a realização de exames, biópsias e cirurgias, e fazemos na rotina o alerta para que as nossas pacientes adotem as condutas de prevenção”, afirma.

O câncer de mama é o que mais mata mulheres no Brasil e a Semus está intensificando a orientação, para superar a falta de acesso da população às informações sobre prevenção. “A nossa recomendação é que a mulher toque as suas mamas, faça a mamografia e esteja atenta. A prevenção não evita o câncer de mama, mas é fundamental para o diagnóstico precoce, e isso aumenta as chances de sobrevivência”, recomenda Gláucia.

A previsão é que sejam realizadas dez cirurgias durante o mutirão. Todas as pacientes que passarem pelo procedimento cirúrgico ficarão em observação no hospital, mas devem ser liberadas no mesmo dia.

3 comentários »

Mutirão em Ribamar

0comentário

GilCutrim

A Prefeitura de São José de Ribamar realizou mais uma etapa do mutirão oftalmológico destinado aos alunos da rede municipal de ensino. A iniciativa visa identificar estudantes que apresentam algum problema de visão e, desta forma, oferecer tratamento adequado com o objetivo de melhorar o desempenho escolar dentro da sala de aula.

O trabalho esteve concentrado na Escola Humberto de Campos, localizada da sede da cidade, e beneficiou centenas de estudantes da rede municipal de ensino, que foram atendidos, sendo que alguns deles, após consulta e exame médico, já deixaram o local usando óculos.

“É um trabalho importante de prevenção e que visa beneficiar os alunos, detectando e resolvendo possíveis problemas de visão e, desta forma, contribuir com o aumento do seu rendimento escolar”, afirmou o prefeito Gil Cutrim que, acompanhado de lideranças políticas e comunitárias da cidade (dentre elas vereadores e o deputado estadual eleito, Glalbert Cutrim), acompanhou o mutirão.

Glalbert Cutrim elogiou a iniciativa da prefeitura ribamarense. Na avaliação do deputado, investir em uma política de prevenção na área da saúde surte resultados mais do que positivos, principalmente quando as ações beneficiam os jovens da cidade.

O mutirão oftalmológico faz parte das ações do Saúde na Escola, programa instituído pelo próprio Gil Cutrim com o objetivo de beneficiar os estudantes da rede municipal de ensino. Participam das ações do mutirão diversos profissionais, dentre eles médicos oftalmologistas.

sem comentário »

SES promove mutirão

0comentário

Mutirao

Vinte e dois homens foram submetidos a procedimentos cirúrgicos, neste sábado (22), durante a realização do mutirão de cirurgias urológicas no Hospital de Alta Complexidade Dr. Carlos Macieira. A ação da Secretaria de Estado da Saúde (SES) é parte da programação Novembro Azul – que promove serviços voltados para a saúde masculina, com ênfase no câncer de próstata.

O coordenador do Serviço de Urologia da Rede Estadual, Silvio Moreira, informou que foram realizadas cirurgias de próstatas, fimose, câncer de pênis, vaporização de próstata por plasma e prostatectomia –remoção cirúrgica de parte ou toda a próstata. “São homens que estavam com consultas e exames atualizadas e aguardavam pelas cirurgias, que também são realizadas diariamente pela equipe do HCM”, disse.

Ele explicou que prostatectomia é realizada em casos de tumores (câncer de próstata) e quando a próstata se torna muito grande (hiperplasia benigna de próstata), a ponto de restringir o fluxo de urina através da uretra. As cirurgias de vaporização de próstata foram iniciadas ano passado, na rede pública do estado.  Na cirurgia vídeoendoscópica, minimamente invasiva, com uso de vaporização (transição direta do sólido para gás), o tecido prostático é removido mais suavemente, utilizando energia por plasma sob baixa temperatura.

O urologista Lúcio Paiva explicou que a técnica de vaporização quase não há contato direto entre o equipamento e o tecido. O dispositivo não apenas vaporiza o tecido aumentado, como também coagula o restante do tecido saudável e deixa uma superfície lisa reduzindo a próstata a tamanhos normais e aceitáveis. “É minimamente invasiva, e o procedimento e a recuperação são mais rápidos. O paciente é liberado em 24 horas e vai para casa sem uso de sonda”, explicou.

Foto: Nestor Bezerra

sem comentário »

SES realiza mutirão de hérnia em Matões

0comentário

mutiraohernia1

O segundo mutirão de cirurgia de hérnia na Unidade Avançada do Hospital de Alta Complexidade Tarquínio Lopes Filho no município de Matões do Norte será realizado nesta sexta-feira (16). Das 43 pessoas encaminhadas pelos municípios adjacentes, 20 serão submetidas aos procedimentos. No primeiro mutirão foram beneficiados 20 pacientes.

A terceira etapa está prevista para acontecer no próximo mês.   “Ainda é grande o número de pessoas que aguardam pelas cirurgias e por isso estamos organizando mutirões para que possamos atender toda a demanda da região”, justificou o diretor do Hospital de Alta Complexidade Tarquínio Lopes Filho (Geral), Luis Alfredo Guterres, que também coordena a equipe médica em Matões do Norte.

Além dos pacientes de Matões do Norte, os procedimentos vão beneficiar moradores de Anajatuba, Arari, Belágua, Cantanhede, Itapecuru-Mirim, Miranda do Norte, Nina Rodrigues, Pirapemas, Presidente Vargas, São Benedito do Rio Preto, Urbano Santos, Vargem Grande e Vitória do Mearim.

A Unidade Avançada em Matões do Norte é mantida pela Secretaria de Estado da Saúde (SES) para atender casos de urgência e emergência daquela região, e os mutirões cirúrgicos foram idealizados para reduzir a fila de espera por cirurgias eletivas.

“Continuamos trabalhando para facilitar o acesso da população a serviços de saúde públicos de qualidade. Ao mesmo tempo em que investimos na ampliação da nossa estrutura física e de equipamentos, também possibilitamos o deslocamento das equipes médicas para atender as pessoas que necessitam de cirurgias”, declarou o secretário estadual de Saúde, Ricardo Murad.

As hérnias abdominais são pretoberâncias observados no abdome (barriga). Dentro destas formações podem estar alojados órgãos que deveriam estar dentro da cavidade abdominal. Atividades de esforço que aumentem a pressão abdominal podem desencadear o aparecimento da hérnia nas pessoas que já tenham esta predisposição. Infelizmente não há tratamento preventivo, e quando a hérnia é confirmada no exame médico, o único tratamento efetivo é a cirurgia.

Foto: Nestor Bezerra

sem comentário »

Mutirão de vesícula

2comentários

vesicula

Trinta e seis pacientes de vários municípios maranhenses foram beneficiados esta semana no Mutirão de Cirurgias de Colecistectomia (vesícula), iniciado segunda-feira (9) no Hospital Estadual Tarquínio Lopes Filho (Geral), em São Luís. A ação prosseguirá até a próxima sexta-feira (20) com o objetivo de retirar cerca de 100 pessoas da fila de espera por esse tipo de cirurgia.

“É o segundo mutirão de vesícula biliar e a meta é superar o número de procedimentos realizados no primeiro, que chegou a 80 cirurgias”, anunciou o diretor do Hospital Geral, Luiz Alfredo Guterres Soares Júnior.  Ele explicou que a cirurgia de vesícula é uma patologia de alta prevalência no Brasil, perdendo apenas para a demanda por cirurgias de hérnias. “São de 800 a 1000 pacientes esperando pela cirurgia de vesícula. Por isso, todos os cirurgiões do aparelho digestivo engajados neste mutirão”, informou.

vesicula1

A cirurgia de vesícula é feita por meio de videolaparoscopia e dura aproximadamente 40 minutos. O coordenador da Clínica Cirúrgica do Hospital Geral, Manoel Francisco Santos, disse que, semanalmente, são submetidos ao procedimento de colecistectomia de 12 a 15 pacientes na rotina do hospital. “É uma cirurgia minimamente invasiva e o paciente tem menor dor e uma recuperação mais rápida”, explicou.

A cirurgia é indicada para indivíduos diagnosticados com vesícula inflamada ou com pedras na vesícula. É relativamente simples, feita com anestesia geral e um pequeno corte na região abdominal. O tempo de internação hospitalar varia entre um e dois dias. Antigamente, o procedimento era indicado somente para pessoas que se encontravam em crise. Hoje em dia muitos médicos operam para prevenir uma crise de pedra na vesícula futura.

A aposentada Maria Aurora de Abreu, 82 anos, veio de Barreirinhas para o procedimento. “Estou confiante que não vou mais sofrer crises de dores na vesícula”, disse. Há 14 meses esperando pela cirurgia, a cozinheira Lenilda Almeida Campos, 44 anos, disse que parou de trabalhar devido às dores que a incomodavam. “Depois desta cirurgia pretendo voltar a ter uma vida normal”, completou.

Foto: Nestor Bezerra

2 comentários »

Mutirão de hérnia

0comentário

mutirao

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) realizará mais um mutirão de hérnia nesta quarta-feira (14), no Hospital Regional de Alto Alegre do Maranhão. Até agora, 12 mutirões já foram realizados no estado por cirurgiões do Hospital Estadual Tarquínio Lopes Filho (Geral), somando mais de 360 cirurgias.

Segundo o médico Luis Alfredo Guterres, diretor do Hospital Geral e coordenador das equipes médicas que atuam no mutirão, a iniciativa está conseguindo amenizar em curto espaço de tempo a espera por esse tipo de cirurgia. Doze mutirões já foram realizados até agora, seis nas dependências do Hospital Geral, em São Luis, e mais seis em cidades do interior para atender a pacientes com hérnias inguinais, umbilicais ou epigástricas.

“Desde que iniciamos estes mutirões pelo interior, no mês de março deste ano, com o apoio dos Hospitais Regionais nas cidades de Lago dos Rodrigues, Itapecuru-Mirim, Barreirinhas, Timbiras, Peritoró e Coroatá, já conseguimos levar este tipo de atendimento a muitas pacientes destes municípios e de cidades vizinhas, reabilitando estas pessoas e fazendo com que voltassem a exercer suas profissões ou até mesmo atividades simples que antes não conseguiam devido a dores abdominais”, disse Luís Alfredo.

Após a triagem, os pacientes são encaminhados ao centro cirúrgico e duas equipes – formadas por cinco cirurgiões e dois anestesistas do Hospital Geral -, além de todos os colaboradores do centro cirúrgico de cada unidade, se empenham em realizar os procedimentos.

“Trata-se da colocação de uma tela cirúrgica junto ao local do abaulamento (ruptura muscular na parede abdominal). Após a cirurgia, o paciente fica 24 horas em repouso e observação, e com uma nova avaliação médica pode ser liberado em até 24 horas após o procedimento”, explicou Luis Alfredo Guterres.

O 13º mutirão a ser realizado em Alto Alegre do Maranhão vai atender a uma demanda de casos já triados e referenciados para cirurgia pelo Hospital Geral de Alto Alegre do Maranhão. O ultimo município a receber o mutirão foi Peritoró, no mês passado.

sem comentário »