Maranhão pega o Sport

0comentário

iziane1O Maranhão Basquete está na semifinal da Liba de Basquete Feminino (LBF). A classificação veio após a segunda vitória contra Ourinhos, no playoff, por 93 a 66, no Ginásio Castelinho, em São Luís. No primeiro jogo, em Ourinhos, o Maranhão já havia vencido por 75 a 47.

O jogo começou equilibrado, mas o Maranhão sempre se manteve à frente no placar fechando o primeiro quarto por 22 a 19.

No segundo quarto, a maranhense Iziane passou a comandar a partica e com seguidas cestas de três pontos ampliou a vantagem maranhense para 10 pontos fechando o quarto em 44 a 34.

O Maranhão voltou para o terceiro quarto disposto a decidir logo o jogo e Iziane seguiu com excelente aproveitamento de três pontos. A diferença aumentou para 26 pontos. Maranhão 70 a 44 Ourinhos.

Durante todo a partida, o técnico Antônio Carlos Barbosa aproveitou para dar ritmo ao elenco e alternou as atletas do banco de reservas que mantiveram o ritmo do jogo até fechar o placar em 93 a 66  e terminar o jogo com os gritos do torcedor: “Sport pode esperar a tua hora vai chegar”.

Pela excelente atuação que teve, a ala Iziane foi o destaque e cestinha da partida com 31 pontos. Kelly (13 pontos) e Mariana (10 pontos).

Clássico do Nordeste na semifinal

iziane

O Maranhão Basquete vai enfrentar na próxima fase o Sport. Serão três jogos. O primeiro sábado em São Luís, às 16h, no Ginásio Castelinho.

Se vencer, o Maranhão precisará apenas de uma vitória nos dois confrontos que acontecerão em Recife para fazer a final inédita na LBF. Os jogos em Recife acontecerão nos dias 5 e 7 de abril.

Maranhão e Sport já se enfrentaram duas vezes na temporada com uma vitória para cada equipe. No primeiro jogo, em São Luís, o Maranhão venceu por 68 a 66 e em Recife, o Sport levou a melhor 67 a 61.

E para vencer o Sport, o Maranhão espera contar com o ginásio lotado. Aliás, merece destaque o público que compareceu ao Castelinho hoje (23).

A outra semifinal reunirá Americana e São José. Americana foi a segunda colocada na primeira fase, enquanto São José venceu Santo André, nos dois jogos pelo playoff.

Fotos: BIaman Prado

sem comentário »

Quase na semifinal

0comentário

maranhaoeourinhos

Se alguém ainda tinha alguma dúvida da força do Maranhão Basquete, certamente depois da atuação deste sábado (15) não tem mais. A equipe maranhense brilhou no primeiro jogo dos playoffs de quartas de final da Liga de Basquete Feminino (LBF). Mesmo enfrentando Ourinhos fora de casa, no Ginásio Monstrinho, o MB mostrou muita intensidade durante todo o jogo e, contando com uma atuação impecável da norte-americana Roneeka, abriu 1 a 0 na série melhor de três com a vitória por 75 a 47.

Roneeka, por sinal, foi a cestinha da partida com 22 pontos. A camisa 15 do Maranhão Basquete não sentiu a pressão de um jogo de quartas de final e foi fundamental para o triunfo maranhense. Quem também teve uma atuação de destaque foi a armadora January que deu 11 assistências e anotou 7 pontos. Pelo lado de Ourinhos, a principal pontuadora foi Bibiano (11 pontos).

Mas tem tudo foi perfeito para o time maranhense. Logo no início da partida, Iziane sentiu dores no tornozelo esquerdo e atuou poucos minutos contra Ourinhos. A atleta será avaliada para ver se terá condições atuar no próximo jogo contra a equipe paulista pelas quartas de final da LBF.

A derrota na primeira fase para Ourinhos, no interior paulista pelo visto serviu de lição ao time maranhense que desta vez deu o troco e mostrou que uma equipe que pretende brigar por título tem mesmo que atropelar os adversários.

Após a partida deste sábado, a série de quartas de final entre Maranhão Basquete e Ourinhos chega a São Luís. O segundo duelo está marcado para o domingo (23) e, caso seja necessário, a terceira e decisiva partida ocorrerá na terça-feira (23), também no Ginásio Castelinho.

O jogo

A partida entre Ourinhos e Maranhão Basquete começou com uma superioridade absurda para o time maranhense. E tudo por causa da atuação da norte-americana Roneeka. A camisa 22 do MB fez um primeiro quarto perfeito. Com 19 pontos anotados, Roneeka comandou a equipe maranhense a vencer o período por 29 a 10.

No quarto seguinte, o Maranhão Basquete continuou praticamente impecável. Com uma defesa bastante eficiente e com Roneeka precisa nos arremessos de três pontos, o MB abria vantagem no placar. Quem também brilhava em quadra era a também norte-americana January, líder em assistências na partida. Com tudo dando certo, o time maranhense foi para o vestiário com quase trinta pontos de vantagem: 51 a 23.

O dia era realmente do Maranhão Basquete. No terceiro período, o time maranhense manteve o ritmo forte mesmo com as alterações feitas pelo técnico Antônio Carlos Barbosa. Enquanto isso, Ourinhos não conseguia encontrar seu melhor basquete e a vantagem maranhense começava a ser algo impossível de ser alcançada: 64 a 39.

No período final, o Maranhão Basquete administrou a larga vantagem conquistada nos três quartos anteriores. Com a vitória assegurada, coube ao time maranhense aguardar o fim da partida: 75 a 47.

Foto: Rosana Gomes/PMO

sem comentário »

Maranhão pega Ourinhos

0comentário

maranhaobasqueteO Maranhão Basquete venceu São José por 83 a 58, ontem, no ginásio Castelinho e terminou a primeira fase da Liga de Basquete Feminino (LPB) na quarta colocação e garantiu a vantagem no playoff contra Ourinhos.

A primeira partida será em São Paulo, no dia 15 de março. A segunda partida, em São Luís, no ginásio Castelinho será no dia 22. Se houver a necessidade de uma terceira partida esta será realizada no dia 24 de março, também em São Luís.

Maranhão Basquete e Ourinho se enfrentaram duas vezes este ano. A primeira, em São Luís, o Maranhão Basquete venceu por 68 a 59. No jogo de volta, Ourinhos passeou e venceu por 75 a 51. O vencedor deste confronto enfrentará o Sport na semifinal.

O outro playoff será disputado entre São José e Santo André com vantagem do São José que terminou em terceiro. O vencedor enfrenta na semifinal o time de Americana.

sem comentário »

Baile em Ourinhos

0comentário

barbosa“Que porra de time é esse”. A frase foi do técnico Antônio Carlos Barbosa às jogadoras do Maranhão Basquete antes do último período da partida contra Ourinho. Àquela altura, o Maranhão Basquete já estava batido e perdia por 65 a 34.

E não teve jeito no último período. Numa noite para ser esquecida, o Maranhão Basquete esteve irreconhecido e sem qualquer interesse no jogo. E não poderia ser diferente: levou um baile em Ourinhos sendo derrotado por 75 a 51.

E essa foi daquelas derrotas que vão fazer falta na sequência da Liga de Basquete Feminino. Um desastre para um time que pretende ser campeão.

O Maranhão Basquete foi um time desorganizado e sem qualquer interesse na partida. Mais uma vezes repetimos erros de principiantes e olha que estamos falando de um time cheio de jogadoras experientes.

Para piorar a situação, a apatia que tomou conta das jogadoras na quadra contaminou o treinador Antônio Carlos Barbosa que até mexeu na equipe, mas não conseguiu mudar a história da partida.

Bom, agora, a missão das maranhenses só se complicou. O time tem que vencer o Sport, em Recife e depois bater Americana e São José em São Luís para garantir vaga direto à semifinal da Liga.

Não é impossível, mas o próprio Maranhão Basquete fez as coisas ficarem mais difíceis.

“Não temos o que falar. Time que quer chegar na ponta não pode acontecer isto”, a entrevista de Micaela no fim do jogo explica tudo.

Só para não ser injusto com Ourinhos, foi uma aula de basquete num dia em que tudo deu certo para o time paulista.

sem comentário »