Sérgio Frota nega participação em escândalo na PB

7comentários

O presidente do Sampaio, Sérgio Frota se manifestou no programa Ponto Final, na Rádio Mirante AM, sobre a reportagem publicada no portal Correio da Paraíba, na qual aparece o seu nome nas conversas com dirigentes do Botafogo-PB que estariam envolvidos no escândalo no futebol paraibano denunciado pelo Fantástico, da Rede Globo.

Segundo o Correio da Paraíba, Zezinho do Botafogo liga para o deputado estadual Sérgio Frota para articular sobre a arbitragem do jogo entre Botafogo e Altos-PI, pela última rodada da fase de grupos da Copa do Nordeste. Zezinho pede ao deputado o nome do juiz, que seria do Maranhão.

Em um determinado momento, Zezinho passa o telefone para Breno e eles conversam rapidamente. O deputado pede que a conversa continue de noite e diz que vai resolver o problema. A partida em questão foi vencida pelo Belo pelo placar de 1 a 0. O árbitro do jogo foi o maranhense, da cidade de Imperatriz, como o próprio deputado fala no telefonema, Ranilton Oliveira.

Frota revelou ter conversado com dirigentes do time paraibano, mas descartou qualquer tipo de participação nesse escândalo que tomou conta do futebol da Paraína e disse ainda nunca ter conversado com o árbitro maranhense citado pela reportagem.

“Ele [Zezinho] me ligou e eu falei que era um árbitro sério. Eu estava no plenário e eu disse que à noite eu retornaria. Eu não tenho contato e nunca falei com o Ranilton. Vocês podem ligar para ele e saber se eu liguei um dia. Não, eu não tenho o telefone do Ranilton. Qual o interesse de Sérgio Frota num jogo entre Botafogo e Altos? Eu tenho a ver é com o Sampaio.. Eu não tenho nada com o Zezinho [vice do Botafogo], eu apenas falei com ele e ele foi me visitar depois em um jogo do Sampaio em João Pessoa, apenas isso”, explicou.

Sérgio Frota disse não ter qualquer influência sob os árbitros e negou qualquer responsabilidade em relação ao rebaixamento do Moto para a Série D com a derrota do Sampaio, no Castelão, por 3 a 2, para o Botafogo-PB.

“O pessoal do Moto está fazendo conjectura por conta do jogo com o Botafogo na Série C, mas o Moto não caiu por conta desse resultado porque se tivesse empatado com o Fortaleza teria permanecido, mas me coloco à disposição para qualquer esclarecimento. Se eu tivesse influência em arbitragem você acha que o Sampaio teria ficado fora do Campeonato Maranhense num jogo em que o árbitro errou, assim como errou no jogo com o Maranhão e eu não reclamei nada”, finalizou.

Foto: Agência Assembleia

7 comentários »

Fantástico mostra esquemão no futebol da Paraíba

9comentários

O campeonato paraibano de futebol deste ano, que terminou no domingo (8) e que teve o Botafogo como campeão está sob suspeita.

A polícia investiga um grande esquema de manipulação de resultados em diversas partidas da série A.

Dirigentes de clubes são suspeitos de pagar propina para árbitros e bandeirinhas, para garantir a vitória nos jogos.

Segundo a polícia, até o presidente da Comissão de Arbitragem do estado estava envolvido na fraude revelada pela Operação Cartola.

A reportagem mostra que vários jogos suspeitos envolve o Botafogo, aquela mesma equipe que esteve aqui no ano passado e venceu o Sampaio que facilitou a vida dos paraibanos, na última rodada da Série C, rebaixando o Moto para a Série D.

Veja na reportagem do Fantástico.

9 comentários »

Vejam o exemplo de respeito ao torcedor….

10comentários

Meus amigo, olhem que exemplo para os dirigentes da Federação Maranhense de Futebol (FMF)….

Vejam o que é de fato respeitar a voz do torcedor….

A pedidos de Campinense e Botafogo-PB, a Federação Paraibana de Futebol (FPF) fez novas mudanças nos jogos da final do Campeonato Paraibano. A entidade informou na manhã desta terça-feira a modificação nas datas e horários dos jogos. O jogo de ida, no Amigão, em Campina Grande, permaneceu na quinta-feira, mas passou das 19h para as 20h30. E a volta, no Almeidão, em João Pessoa, que seria às 21h da segunda-feira, foi antecipado para as 19h do domingo. A solicitação dos clubes foi motivada pela insatisfação dos torcedores.

Inicialmente, os jogos estavam marcados para as 20h30 da quarta-feira e para as 16h do domingo. Mas aí, a pedido da empresa detentora dos direitos de transmissão dos jogos do Campeonato Paraibano, as partidas passaram para as 19h da quinta-feira e para as 21h da segunda-feira. Essa primeira alteração foi feita nessa segunda-feira, durante reunião entre os clubes, a FPF, a Comissão Permantente de Combate e Prevenção a Violência nos Estádios da Paraíba e a Polícia Militar, na manhã dessa segunda-feira, na sede do Ministério Público do estado, em João Pessoa.

No entanto, a decisão não foi bem vista pelos torcedores de Campinense e Botafogo-PB. Com a insatisfação manifestada nas redes sociais, as diretorias dos dois clubes decidiram viabilizar junto à Federação uma adequação que fosse satisfatória para suas torcidas. Vale ressaltar que a mudança do horário do jogo na quinta-feira inviabiliza que a partida seja televisionada.

A informação que foi confirmada pela FPF na manhã desta terça-feira já havia sido divulgada pelas diretorias de Campinense e Botafogo-PB ainda na noite dessa segunda-feira. Segundo o diretor jurídico da Federação, Marcos Souto Maior Filho, a entidade acatou as solicitações para beneficiar o futebol paraibano.

“Nós estamos atendendo os pedidos dos clubes. A FPF está pronta para a realização dos jogos em qualquer dia e horário desde que o Estatuto do Torcedor seja respeitado’, afirmou Marcos Souto.

… Vocês viram? Para atender aos torcedores, a Federação da Paraíba vai contra a TV….

Aprendam dirigentes da FMF como se faz futebol ou peçam para sair, assim vocês não atrapalharão nunca mais….

Leia mais

10 comentários »

Maranhão permanece com 18 deputados federais

1comentário

tabela-deputados

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) decidiu nesta terça-feira (9), por cinco votos a dois, alterar a quantidade de deputados federais de 13 estados para as eleições de 2014.

O novo cálculo foi feito com base dos dados do Censo de 2010 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Atualmente, a divisão das 513 cadeiras da Câmara tem por base a população dos estados em 1998.

Se algum estado considerar inconstitucional a nova divisão, pode recorrer ao Supremo Tribunal Federal (STF).

Pelos dados apresentados pelo TSE, os estados de Alagoas, Espírito Santo, Pernambuco, Paraná, Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul perderão uma cadeira. Paraíba e Piauí perderão dois deputados.

Ganharão mais uma cadeira Amazonas e Santa Catarina. Ceará e Minas Gerais passarão a ter mais dois deputados. O Pará foi o maior beneficiado – passará de 17 cadeiras para 21. O estado de São Paulo continuará com 70 cadeiras.

O Maranhão permanecerá com os mesmos 18 deputados federais.

Leia mais

1 comentário »

Na Paraíba, Treze perde o título no Tapetão

0comentário

Há nove dias, o Treze conquistou o título estadual na Paraíba ao passar pelo Campinense na decisão. Antes, porém, a semifinal contra o Botafogo havia sido marcada por pancadaria, expulsões e interrupção da partida por insuficiência de jogadores. Na noite desta terça-feira, a polêmica foi julgada no Tribunal de Justiça Desportiva da Paraíba (TJD-PB), o Galo perdeu a causa e, assim, os pontos somados no duelo. Assim, não há mais um campeão local, oficialmente. A diretoria do Treze já promete recorrer no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD).

Além de, por ora, ter de esperar o resultado da final do segundo turno entre Botafogo e Campinense, em data a ser agendada pela Federação local, para enfrentar um dos dois na final, o clube foi multado em R$ 20 mil. A alegação da promotoria tem base na falta de provas do departamento jurídico do Treze em relação às lesões de Ferreira e Doda, absolvidos, que caíram no gramado quando o time tinha apenas jogadores sete em ação.

O técnico Maurício Cabedelo, que agrediu o árbitro e chegou a ser levado para a delegacia, levou um gancho de 180 dias; Vavá, oito partidas; e Cléo e Carlos, cinco cada. Pelo lado alvinegro, Genivaldo, Henrique e David pegaram pena de seis jogos. O preparador de goleiros Luciano dos Santos pegou pena de dois jogos, mesma pena aplicada ao conselheiro Breno Morais. O árbitro da partida foi absolvido.

Clique e relembre o relato do tumulto ocorrido no dia 8 de maio, entre Treze e Botafogo

Esse atraso do campeonato pode impedir que a Paraíba tenha um representante na Série D do Brasileiro, já que o prazo para inscrições acaba nesta semana.

– Se vai ter continuidade um time da Paraíba na Série D ou não, não tenho como dizer. Agora, é estranho para a gente, fica chato, mas fazer o quê? É a lei, e temos de apurar as infrações – disse o procurador Tiago Sobral.

Houve até comemoração de torcedores do Botafogo em frente da sede do tribunal.

SporTV.com

sem comentário »

Treze fatura o bi na Paraíba

0comentário

O Estádio Amigão recebeu neste domingo mais um importante capítulo do Clássico dos Maiorais: a final do returno do Campeonato Paraibano de 2011. Depois do empate por 1 a 1 no jogo de ida, o Treze, que faturou o primeiro turno, enfrentou o rival Campinense novamente. Com o mesmo resultado do primeiro confronto,  o Alvinegro conquistou também o returno e, de forma direta, sagrou-se bicampeão estadual. Foi o 16º caneco do Treze na Paraíba.

Vale ressaltar que o Botafogo-PB, que sentiu-se prejudicado na semifinal do segundo turno, ainda promete lutar no tribunal para reconquistar a sua vaga na decisão e modificar a história da competição.

O primeiro tempo foi de intenso equilíbrio, com um ligeiro equilíbrio para o Campinense, que teve as melhores chances. O Rubro-Negro chegou a pedir pênalti em um lance que Samir caiu na área, mas o juiz mandou a jogada seguir.  A melhor chance do Treze surgiu dos pés de Cléo, que obrigou o goleiro Pantera a realizar excelente defesa.

No finzinho da etapa inicial, aos 44 minutos, Renato Santiago aproveitou rebote do goleiro Marcelo Galvão – após cruzamento de Felipe – e abriu o placar para Campinense, que tinha minoria da torcida na arquibancada.

Apesar da vantagem no marcador, o Campinense seguiu mais audacioso e criou boas jogadas, principalmente na habilidade de Marcelinho. O Treze, quando ameaçava com o artilheiro Cléo, era parado pela boa atuação de Pantera.

Quando o título do returno parecia nas mãos do Campinense, Laércio, que entrara no segundo tempo, mudou a história da partida. Aos 40 minutos, ele invadiu a área e carimbou a rede adversária, fazendo o gol do título do segundo turno e, consequentemente, do estadual para o Treze.

Globoesporte.com

sem comentário »

Eu já vi este filme…

4comentários

A crise bate em todas as portas, e desta vez, é o Campinense que está sofrendo com ela. Afundado em dividas trabalhistas, o clube teve que cumprir uma decisão judicial que mandou apreender todos os bens da Raposa. Ele terá que enfrentar, no segundo semestre, o Campeonato Brasileiro da Série C, mesmo com todos os problemas.
 
Esta penhora serve para todo o tipo de bem que o clube tiver, por isso, já foram levados camas, sofás, colchões, cadeiras, mesas e até o material esportivo dos atletas, como bolas, chuteiras e padrões de jogo e de treinos. No total, o Campinense deve, aproximadamente, R$ 1,5 milhões.

Os diretores nada puderam fazer, e por isso, viram toda a sede do clube ser esvaziada. Como os móveis do alojamento também entraram na dança, estão a procura de um hotel para que os atletas que moram na sede do clube passem a noite.

Em 94 anos de existência, dos quais 56 anos apenas dedicados à prática do futebol profissional, o clube cartola já coleciona 18 títulos estaduais, um Vice-Campeonato Brasileiro da Série B (Década de 70), Torneios Regionais. É o clube paraibano pioneiro nas disputas de Competições Nacionais, primeiro clube estadual a conquistar acesso no 3º milênio. para uma Divisão Especial do Futebol Brasileiro. 

Agência Futebol interior

4 comentários »