O futuro do MAC

3comentários

Hoje é um dia importante na história do Maranhão Atlético Clube. É que nesta data, os conselheiros do MAC estarão reunidos em assembleia geral para decidir sobre a venda da área onde está instalado o Parque Valério Monteiro, local de treinamento dos jogadores atleticanos. Com a venda do terreno na Cohama para a construção de prédios e lojas, o MAC terá um novo CT em um local ainda a ser definido. Há quem garanta que o MAC, após o negócio será um clube totalmente diferente. Então tá!

3 comentários »

Maranhão

1comentário

O Maranhão goleou o Americano por 4 a 0, no amistoso realizado ontem à tarde, no Parque Valério Monteiro. Os gols atleticanos foram marcados por Francisco Jr, Denílson, Edgar e Ideílson. As novidades foram Diego, Richardson e Ricardo, contratados como reforços para o 2º turno da Copa União.

MAC faz outro amistoso no sábado, às 4 da tarde, o adversário será o time do Madureira,  do bairro Bom Jesus. A estreia do MAC no 2º turno da Copa União será no dia 18 de abril, contra o Sampaio, às 17h, no Nhozinho Santos.

1 comentário »

Que moral!

0comentário

edgarO Edgar reclamou de novo dos companheiros da defesa, após o empate do Maranhão por 2 a 2 com o Sampaio. O “garoto de ouro” do Parque Valério Monteiro esbravejou contra a defesa que levou mais no saco.

O garoto é largo e anda cheio de moral!

Tudo bem que o ataque vem marcado e a defesa falhando, bem, mas vamos falar de ontem. Quantos gols perdeu o ataque do MAC somente no 1º tempo? Um, dois, três, quatro….

O Edgar mesmo perdeu um incrível que até o meu avô se estivesse vivo faria.

Futebol é um esporte coletivo. Se um ganha, ganham todos. Se um perde, perdem todos também.

Aprenda logo isso Edgar!

sem comentário »

Apagando as velinhas

0comentário

O Maranhão Atlético Clube completa nesta quinta-feira, 77 anos de glórias no futebol maranhense, mas a festa será realizada no domingo, a partir de 9h. O Parque Valério Monteiro deverá receber os históricos atleticanos.

Não vou citar nenhum nome para não cometer o pecado do esquecimento. Tinha apenas 13 anos em 1979 e lembro daquele timaço do MAC.

Fui muitas vezes ao Nhozinho Santos e como todos no Maranhão, também vibrei com o Bode.

sem comentário »