Obra dará mobilidade na região do Turu

5comentários

PaiInacio

As obras na ponte Pai Inácio – que interliga a rua General Artur Carvalho, localizada no Turu, à travessa Nossa Senhora da Vitória, no Parque Vitória – já estão fazendo com que os moradores daquela região comecem a perceber a transformação social e econômica que ocorrerão com a melhoria da mobilidade urbana.

Com a conclusão prevista para o fim deste mês, a obra integra o Programa Interbairros – um conjunto de 14 intervenções urbanísticas na capital realizadas por meio de parceria entre a Prefeitura de São Luís e o governo do Estado.

O prefeito Edivaldo destacou que a proposta do Programa Interbairros visa não só amenizar congestionamentos nas grandes avenidas, mas também assegurar à cidade um plano de desenvolvimento urbano com reflexos positivos do ponto de vista socioeconômico.

“O processo de urbanização reflete as condições de desenvolvimento da cidade. Nesse sentido, estamos trabalhando para que São Luís seja uma capital na qual as pessoas se sintam bem, tenham qualidade e possam, inclusive, ter rendimentos próprios que possibilitem que elas usufruam de uma vida digna”, disse o prefeito Edivaldo.

A ação municipal na ponte Pai Inácio avança em ritmo acelerado. Na última semana, foi iniciado o serviço de asfaltamento da ponte, coordenado pela Secretaria Municipal de Obras e Serviços Públicos (Semosp) e pela Secretaria de Estado da Infraestrutura (Sinfra). A ponte é apenas uma parte da interligação que está sendo construída entre a Estrada da Maioba e a Avenida dos Holandeses.

A via alternativa de tráfego assim criada vai ajudar a desafogar o tránsito em várias grandes avenidas e diminuir distâncias entre bairros de São Luís. Com 8.565 metros de extensão, a Interbairros Maioba/Holandeses é considerada a intervenção mais expressiva do programa. A via parte da Estrada da Maioba, passando pela Avenida 2, no Itapiracó, cruzando a Ponte Pai Inácio, no Turu, e pela Alameda Jaú, na Divineia.

A obra vai favorecer moradores de bairros como Divineia, Vila Luizão, Santa Rosa, Parque Vitória, Sol e Mar, Cohab e Cohatrac. Ao longo da ponte do Pai Inácio já foi instalada iluminação pública pela Prefeitura de São Luís.

5 comentários »

Obra acelerada

0comentário

PontePaiInacio

As obras de construção da ponte Pai Inácio – que interliga a rua General Artur Carvalho, no Turu, à Travessa Nossa Senhora da Vitória, no Parque Vitória – avançam em ritmo acelerado. Nesta sexta-feira (11), foram realizados os serviços de concretagem. A obra integra um conjunto de intervenções realizadas pela Prefeitura de São Luís e governo do Estado para a implantação de 14 interbairros na capital maranhense.

A ponte integra o trecho do programa que vai permitir a interligação da estrada da Maioba à Avenida dos Holandeses. Com 8.565 metros de extensão, é considerada a intervenção mais expressiva do programa. A obra contempla parte da Estrada da Maioba, passando pela Avenida 2, no Itapiracó, cruzando a Ponte Pai Inácio, no Turu, e pela Alameda Jaú, na Divineia.

“Estamos implantando um projeto de desenvolvimento urbano em São Luís. Essas vias alternativas vão proporcionar crescimento econômico e social em diversas regiões de nossa capital de forma mais equitativa e equilibrada”, pontuou o prefeito Edivaldo.

O secretário municipal de Obras e Serviços Públicos, Antônio Araújo, enumerou que as interbairros trazem uma gama significativa de benefícios à população que vão desde a melhoria da mobilidade e acessibilidade urbana ao incremento e fortalecimento da economia de cada região. E ainda a geração de emprego e renda, condições favoráveis a abertura de novos negócios e postos de trabalho e, essencialmente, assegurar a real melhoria da qualidade de vida de todos. “As interbairros estão sendo viabilizadas graças a visão do prefeito Edivaldo e do governador Flávio Dino em transformar São Luís em uma capital moderna e um local aprazível de se viver”, enfatizou.

Foto: Cláudio Pacheco

sem comentário »

Obra polêmica

0comentário

WellingtondoCurso

O deputado estadual Wellington do Curso (PPS) ocupou a tribuna, na manhã desta quarta-feira (2), para rebater as declarações feitas pelo deputado Othelino Neto (PCdoB) em defesa do prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Júnior (PDT), sobre a construção da Ponte Pai Inácio. Ao se pronunciar, o parlamentar enfatizou o motivo que o levou a questionar e solicitar informações quanto à aplicação dos recursos destinados à drenagem – canalização e retificação do canal do Rio Gangan, bem como a construção da Ponte Pai Inácio.

Partindo do princípio de que o acesso à  informação é direito de todo cidadão, Wellington destacou que a população de São Luís está à espera da apresentação de documentos que confirmem como os recursos públicos foram gastos, a fim de retirar quaisquer dúvidas sobre a aplicação do dinheiro. Para o deputado, diante da declaração feita pelo prefeito, há quase dois anos,  de que iria iniciar a construção da Ponte, o gestor municipal deveria esclarecer se falseou a verdade ou se houve desvio de finalidade da verba.

“Desde a semana passada tenho solicitado informações sobre esta obra. Em momento algum eu disse que o Prefeito de São Luís era improbo. Apenas solicitei informações, o que é um direito. Mais uma vez, trago à Assembleia Legislativa a dúvida quanto a aplicação dos recursos destinados pelo Governo Federal. Primeiro, disseram que a construção da ponte não estava contemplada nos quase 8 milhões destinados à drenagem-canalização e retificação do canal do Rio Gangan; depois, que sequer havia recurso e, agora, nos deparamos com a obra sendo construída. Já que a obra está sendo construída, onde está a transparência e informações referentes ao valor da obra, processo licitatório, empresa contratada,  empenho e prazos? Se, inicialmente, não havia recurso, de onde veio, subitamente, tal verba? Se a princípio a construção da obra não estava inclusa, por que que agora está sendo construída? Em qual dessas ‘afirmativas’ o cidadão deve acreditar?  Nós somos, sim, a favor da construção da ponte que beneficiará diretamente a população dos bairros Parque Vitória e Turu e, paralelo a isso, somos a favor do respeito que é devido ao cidadão”, afirmou.

sem comentário »