Gildo Moraes é o único nome no Moto

1comentário

No Moto Club é grande a expectativa da torcida para a escolha da nova diretoria. Até aqui, pelo que se tem notícia, o nome cotado para assumir o conselho diretor é o de Gildo Morares, atual diretor financeiro. Para confirmar o seu nome, Gildo Espera contar com o apoio de grandes conselheiros que estão afastados do clube. A eleição está marcada para a próxima segunda-feira (19).

1 comentário »

Decisão equilibrada

2comentários

Ficou para o dia 19 de julho a definição sobre o novo presidente do Moto Club. A decisão foi tomada durante a reunião de ontem à noite. Os conselheiros presentes decidiram adiar a escolha porque não apareceu nenhum candidato disposto a assumir a presidência dos clubes.

De imediato, os conselheiros decidiram que a prioridade é quitar os débitos de salários dos jogadores que disputaram a Copa União, para isso eles esperam a liberação imediata dos recursos por parte da iniciativa privada.

Os conselheiros também decidiram que vão aguardar a decisão do Tribunal de Justiça Desportiva sobre o escândalo da 2ª divisão no futebol maranhense. A intenção dos rubro-negros é de levar a questão até o STJD.

O julgamento dos recursos voluntários no TJD-MA está marcado para a próxima segunda-feira (dia 5).

2 comentários »

Eleição no Moto

0comentário

Está marcada para hoje à noite, a escolha do novo presidente do Moto que substituirá a Junta Governativa. A expectativa é grande para saber quem vai ficar com o abacaxi na mão e carregar a missão de tirar o clube do buraco onde se encontra.

Não temos a informação sobre candidatos, mas algum rubro-negro de verdade deverá colocar o seu nome à disposição na hora da eleição. A primeira medida do novo presidente será resolver o problema dos jogadores que foram contratados para a Copa União e que continuam hospedado no Paranã.

sem comentário »

Crise no Moto

12comentários

O Conselho Deliberativo ainda não encontrou saída para destituir a Junta Governativa do Moto. O jeito foi se afastar e retirar a ajuda finaceira ao clube.

Agora, o presidente da Junta, Arimatéia Viegas terá que se virar sozinho. Pior para o Moto. O diretor de futebol, o boliviano Artur Carvalho não suportou tanta bagunça e já jogou a toalha. Não restou outra coisa aos jogadores, senhão iniciar uma greve. è a demonstração que ninguém que o Arimatéia mais.

O time vai continuar mergulhado nesta crise administrativa que parece não ter fim. A onda fuxico continuará. E o torcedor do Moto que assiste a tudo isso passivamente é quem vai continuar sofrendo.

12 comentários »

Patrícia Amorim é eleita no Flamengo

1comentário

0,,33369391-DP,00A presidência do Flamengo será de Patrícia Amorim no triênio 2010/11/12. Ela venceu a eleição com 792 votos dos 2.342 contabilizados nesta segunda-feira, na Gávea. Ou seja, menos da metade dos 5.315 sócios adimplentes participaram do pleito – nas últimas eleições, em 2006, foram 1.684 votantes.

Patrícia teve 93 votos a mais que o segundo colocado, Delair Dumbrosck, que foi votado por 699 sócios. Clóvis Sahione teve 388. Plínio Serpa Pinto conseguiu 311. Pedro Ferrer foi votado por 89 sócios. Lysias Itapicurú foi o menos votado: 49. Foram 11 votos em branco e três nulos.

– Estou no Flamengo há 32 anos, trabalhei para isso. Vou dormir feliz, mas vou acordar preocupada em como pagar os salários, em qual será o patrocinador do Flamengo. Queremos um patrimônio melhor, o Flamengo não tem uma sede digna, da qual possa se orgulhar. É preciso ter equilíbrio. Nem no meu maior sonho eu esperava por isso.

Patrícia pretende ter como primeiro ato no futebol a renovação do vínculo do treinador hexacampeão.

– O Andrade vai continuar. É só manter a base e trazer alguns reforços – garantiu.

A vencedora ainda não decidiu quem será o comandante do futebol do clube. Ela cogita a hipótese de manter Marcos Braz como vice.

– Ainda não conversei com o Marquinhos, mas reconheço nele uma grande liderança – admitiu.

Patrícia elogiou Delair e falou sobre a emoção de ser a primeira mulher a comandar o Flamengo.

– Ser a primeira mulher presidente do Flamengo, o maior clube do mundo, é melhor do que qualquer sonho que eu pudesse sonhar. Eu sonhei e cheguei.
Delair, você sempre foi elegante comigo, nunca vou esquecer isso. Temos de parar de criticar quem veio antes ou depois. Abrimos mão da nossa saúde pelo clube e todo mundo merece. Você apresentou uma melhoria no time, conquistou o título ontem. Tenho essa gratidão por você como rubro-negra. O clube quer melhorias. O futebol já chegou, o basquete já chegou. Agora, o clube tem de chegar.

Um dia sem polêmicas

A votação começou às 8h desta segunda-feira, no ginásio Hélio Maurício, na Gávea. Tudo transcorreu tranqüilamente até o encerramento às 21h. O único incidente ocorreu de manhã com o presidente Marcio Braga. Um sócio foi impedido de votar por estar inadimplente. Irritado, ele começou a insultar o dirigente, que estava votando no momento. Os seguranças tiveram que retirar o sócio do local.

Delair e Patrícia Amorim lideraram as pesquisas de boca de urna feita no clube ao longo do dia. Mas, como mais de 600 sócios não declararam seus votos, a decisão final só foi conhecida após a contagem. O presidente Marcio Braga não disputou as eleições por já ter exercido dois mandatos seguidos, como limita o estatuto do clube.

Alguns atletas e ex-atletas participaram do pleito ao longo do dia. Entre eles, Júnior, Bebeto, Isabel, Mariana Brochado, os irmãos Hypolito (Daniele e Diego). Personalidades como Ziraldo, Sandra de Sá, o deputado federal Miro Teixeira e o ator Milton Gonçalves também votaram.

Patrícia Amorim é vereadora no município do Rio de Janeiro e tem 40 anos. Foi nadadora do clube e vice-presidente de Esportes Olímpicos. Ela terá o ex-presidente Hélio Ferraz como vice-geral.

Rodrigo Benchimol, do Globoesporte.com

1 comentário »

Antes tarde do que nunca

0comentário

Faltando pouco mais de dois meses para terminar o seu mandato, o presidente Cleber Verde começa a descobrir o que é dirigir uma equipe com a tradição do Moto Club de São Luís.

Ontem, no dia em que o clube completou 72 anos e vive, dentro de campo, o pior momento da história, ele fez questão de comandar a festa que aconteceu no Lítero e serviu para arrecadar aproximadamente R$ 30 mil que serão utilizados para pagar o salário de funcionários e jogadores.

Depois, esteve no vestiário durante o clássico com o Maranhão para dar uma injeção de ânimo aos jogadores. Deu resultado. O Moto perdia o jogo, mas acabou virando a partida para a alegria dos poucos torcedores que compareceram ao Nhozinho Santos.

Ao final do jogo, a empolgação foi tão grande que até a camisa que vestia foi arrancada por um torcedor. Cleber Verde, conheceu, enfim, o que é ser rubro-negro. Vai deixar o clube em dezembro, mas garante que comandará as divisões de base.

O presidente garante que não abandoraná o barco. Faz questão de acompanhar a partida decisiva contra o Santa Quitéria, no domingo e espera retornar de lá com a conquista garantida do acesso à 1ª divisão do futebol maranhense, lugar de onde nunca deveria ter saído. 

Agora sim, o Moto começa a ter um presidente. Antes tarde do que nunca.

sem comentário »

Na TV…

0comentário

Entrevista do presidente do Moto, Cleber Verde, hoje cedo, no Bom Dia, na TV Mirante.

sem comentário »