Edivaldo Holanda comanda encontro do PTC

0comentário

O presidente estadual do Partido Trabalhista Cristão (PTC), deputado estadual Edivaldo Holanda, demonstrou força e prestígio político nesta sexta (01), durante Encontro Estadual que reuniu filiados e lideranças estaduais e nacionais para discutir os rumos do partido nas eleições de 2018. Na oportunidade, Edivaldo declarou apoio à reeleição do governador Flávio Dino e à candidatura do deputado federal Weverton Rocha ao senado.

Além de vereadores, prefeitos e vice-prefeitos de todo o Estado, o encontro contou com a presença do governador Flávio Dino; do presidente nacional do PDT, Carlos Lupi; do prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Júnior; do deputado federal Weverton Rocha; e do presidente em exercício da Assembleia Legislativa, deputado Othelino Neto.

“O PTC acredita que o Maranhão está no rumo certo e por isso precisa dar continuidade à política de desenvolvimento implantada pelo Governo Flávio Dino, dando segmento aos avanços que estão sendo conquistados”, afirmou Edivaldo, que abriu oficialmente o encontro ao lado do presidente nacional do PTC, Daniel Tourinho e do deputado estadual Evaldo Gomes (PTC-PI). “Um momento muito importante, pois estão em pauta o debate político para a consolidação das escolhas da sigla para as eleições majoritárias de 2018 no Maranhão, e as composições para o pleito proporcional”, destacou.

Em todos os discursos, a lideranças políticas deixaram mensagens de apoio e aliança ao projeto político do PTC, além de declarar apoio à reeleição do governador Flávio Dino e à candidatura de Weverton Rocha ao senado. “Seguimos reforçando nossas alianças políticas e a parceria de sempre. Weverton pode contar com o PTC, que já fechou aliança com o PDT para representar o Maranhão como senador”, declarou o deputado.

Edivaldo Holanda também agradeceu as palavras de apoio do prefeito Edivaldo Holanda Junior, que tem feito um grande trabalho pela cidade, avançando com obras e projetos mesmo diante de um cenário de crise nacional. “Em 2018, somaremos forças em prol de mais desenvolvimento para São Luís e para o Maranhão”, completou.

O evento foi encerrado com a filiação de novos membros do partido. Lideranças como Telma Pinheiro; deputado Costa Ferreira; e os secretários Canindé Barros, Israel Ferreira e Moacyr Feitosa; entre outros.

sem comentário »

PTC define rumos para as eleições 2018

0comentário

O Partido Trabalhista Cristão (PTC) reunirá filiados e interessados em compor a legenda em encontro estadual que ocorrerá nesta sexta-feira, 1º de dezembro, às 2 horas da tarde, no Hotel Abbeville, localizado no bairro São Francisco. Estará em pauta o debate político para a consolidação das escolhas da sigla para as eleições majoritárias de 2018 no Maranhão e serão debatidas as composições para o pleito proporcional.

De acordo com o deputado Edivaldo Holanda, presidente estadual do PTC, para a disputa ao Governo do Estado, o partido já tem rumo definido. Para o Senado, a sigla já fechou aliança com o PDT – partido do prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Júnior, em apoio à candidatura do deputado Weverton Rocha.

“O PTC acredita que o Maranhão está no rumo certo, e por isso precisa dar continuidade à política de desenvolvimento implantada pelo Governo Flávio Dino, dando segmento aos avanços que estão sendo conquistados. A continuidade dessa política vem contribuir para a consolidação dos avanços na capital na gestão do prefeito Edivaldo”, afirma o presidente do partido.

Já sobre a outra vaga de senador em disputa, serão avaliados outros nomes postos como pré-candidatos e, assim, posteriormente, ser definida qual candidatura receberá o apoio dos petecistas.

O que também será discutido no encontro é como o PTC virá na disputa para a Assembleia Legislativa e para a Câmara Federal. Com seu quadro partidário, é possível que a legenda saia com chapa pura, ou seja, não coligue com outra sigla aliada, ou faça coligação para garantir a ampliação da bancada de parlamentares da legenda.

Para o encontro estadual estão confirmadas a presença de membros da direção nacional da sigla, como o presidente nacional do PTC, Daniel Tourinho, e o deputado do Piauí, Evaldo Gomes Tanto o governador Flávio Dino quanto o prefeito Edivaldo Júnior confirmaram a participação, uma demonstração de agradecimento pelo apoio que o PTC tem dado às suas gestões.

Os prefeitos e vereadores da sigla, que também já confirmaram presença, prestarão informações sobre suas atuações no interior. Na ocasião será dado início à campanha de filiação no partido e também serão apresentados por presidentes de diretórios municipais a situação da legenda em cada município.

As lideranças comunitárias e políticas da grande São Luís também se farão presentes fortalecendo as discussões. Foram convidados ainda deputados, vereadores e presidentes de outros partidos. “É um encontro democrático e toda comunidade está convidada para participar conosco”, reiterou o deputado Edivaldo Holanda.

Foto: Divulgação

sem comentário »

Edivaldo tem encontro com líderes cristãs

5comentários
Prefeito Edivaldo Holanda Júnior tem encontro com Lideranças cristãs do PTC

Prefeito Edivaldo Holanda Júnior tem encontro com Lideranças cristãs do PTC

Oração e benção para iniciar uma campanha eleitoral vitoriosa. Esse foi o objetivo do encontro do Movimento das Mulheres Cristãs com o candidato à reeleição do prefeito Edivaldo Holanda Junior (PDT) que aconteceu nesta terça-feira (16), na sede do PTC (Cohafuma). O evento contou ainda com a presença do vice na chapa Júlio Pinheiro (PCdoB), de pastores, liderançacomunitárias e candidatos da legenda.

Para o prefeito e candidato à reeleição Edivaldo, a oportunidade de receber orações do Movimento das Mulheres Cristãs do PTC é fundamental para o processo eleitoralpara que a campanha se desenvolva tranquila e de forma limpa, com mais propostas e menos ofensas. “São quase quatro anos de bênçãos e ações, apesar das dificuldades. E nesse momento entregamos nosso projeto de reeleição diante de Deus para que Ele caminhe junto com a gente”.

O presidente do diretório de São Luís, Manuel Lima, destacou que o prefeito Edivaldo tem sua trajetória política no PTC, onde foi eleito vereador, por dois mandatos, deputado federal e prefeito. “Por esse motivo se torna importante este culto promovido pelas mulheres cristãs do partido, a fim de fortalecermos espiritualmente a campanha de reeleição, porque agora somos todos 12”.

Segundo uma das coordenadoras do evento, Telma Pinheiro, o encontro reforça a intenção das lideranças cristãs pela continuidade do candidato Edivaldo à frente da Prefeitura de São Luís. “Que Deus o abençoe e opera para Edivaldo continuar no Poder Municipal”, enfatizou. “Edivaldo é cristão, leal. Deus estará contigo e lhe dará a vitória”, disse a irmã Fernanda, responsável pela oração.

Foto: Divulgação

5 comentários »

Fala prefeito

3comentários

O prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PTC) abriu novo canal para diálogo com a população. A partir de hoje, o prefeito de São Luís conversará com a população pela internet toda segunda-feira.

Em sua primeira mensagem gravada, o prefeito destaca a parceria que vem sendo desenvolvida com o Governo do Maranhão.

Além disso, o prefeito abriu uma conta no Twitter e pretende manter atualizado o seu perfil no Facebook que na época da campanha eleitoral era bastante atualizado.

Com este novo canal, Edivaldo Holanda Júnior pretende responder às perguntas e críticas sobre os problemas da cidade.

3 comentários »

Tucanos no jogo

0comentário

tucanosOs recentes movimentos do PSDB maranhense, nas duas últimas semanas, mostram cada vez mais que o partido pretende mesmo disputar as eleições de 2016 em São Luís. E se não for com o deputado Neto Evangelista – ora no governo Flávio Dino (PcdoB), sob a condição de não se envolver na sucessão de Edivaldo Júnior (PTC), os tucanos buscarão outras opções.

O vice-governador Carlos Brandão fez convite oficial ao ex-prefeito de Santa Rita, Hilton Gonçalo (ainda no PDT), que foi entendido no fim de semana passado como uma forma de entrar no jogo na capital maranhense.

Movimento mais intenso, no entanto, foi feito pelo ex-deputado federal Pinto Itamaraty, que tem mobilizado não só os companheiros de partido, mas lideranças de outras legendas para conversar com os tucanos.

A mudança de postura do PSDB – que quase entrou no ostracismo ao final das eleições de 2014 – foi determinada pelo senador Aécio Neves (MG), presidente nacional do partido. Neves entende que 2018 será sua grande chance de chegar à presidência da República, e sabe que fortalecendo a legenda nas capitais ampliará suas chances.

O partido não necessariamente disputará a eleição com candidato próprio, mas poderá, inclusive, compor com outras legendas.

E os tucanos têm conversado mais intensamente com o PPS e o PP, que também têm interesse nas eleições de 2016. Só parece mesmo improvável ao PSDB – que foi derrotado nas eleições de 2012 – é uma composição com o prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PTC).

Ao contrário disso, os tucanos querem mesmo é ter a chance de mostrar ao eleitor o erro de ter mudado de rumo nas eleições de quatro anos atrás.

Coluna Estado Maior/ O Estado

sem comentário »

Edivaldo terá que fazer cortes no Município

2comentários

edivaldoholandajuniorO prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PTC) deverá anunciar nos próximos dias medidas de impacto para diminuir os gastos da administração municipal.

Embora tenha iniciado o pagamento dos servidores no dia de ontem (29), a Prefeitura de São Luís teve bastante dificuldade para fechar a folha de pagamento.

O problema teria sido provocado pela queda na arrecadação municipal e do repasse por parte do Governo Federal.

Uma das medidas em estudo é a reducão dos serviços terceirados em até 30%. Não está descartado novo corte de serviços prestados. No início da gestão de Edivaldo Holanda Júnior, quase 4 mil prestadores de serviços foram demitidos.

A situação é bastante difícil. Ontem, prestadores de serviço fecharam o acesso à  Secretaria Municipal de Obras (Semosp) para protestar contra o atraso nos pagamentos por serviços realizados para a Prefeitura de São Luís.

Além de enfrentar dificuldade financeira, o prefeito Edivaldo Holanda Júnior ainda terá que administrar o início de uma crise com vereadores da base na Câmara Municipal.

A chiadeira tem sido grande contra o prefeito que não estaria honrando compromissos políticos. Muitos vereadores também reclamam o fato de não terem os pleitos atendidos por secretários da administração municipal, e de sequer conseguir falar com o prefeito que estaria se “escondendo”.

2 comentários »

Comunistas no caminho

0comentário

edmilsonjansenO líder do PTC na Câmara Municipal de São Luís, Edmilson Jansen, defendeu ontem (26), o rompimento do prefeito da capital, Edivaldo Holanda Júnior, com o PCdoB. Segundo o parlamentar, os comunistas estão atrapalhando a administração do petecista e impedindo o desenvolvimento de São Luís.

Um dia após ter subido à tribuna do legislativo municipal para criticar a postura da vereadora Rose Sales (PCdoB) em insistir na convocação do secretário municipal de Saúde, César Felix Diniz, o vereador Edmilson Jansen defendeu o rompimento do PTC com o PCdoB.

“Se dependesse somente de mim, o PTC não estaria mais com o PCdoB. Faria igual a mim: romperia com Flávio Dino e seu PCdoB”, afirmou.

Segundo ele, as parcerias institucionais entre a Prefeitura e o governo estadual ainda não se consolidaram por culpa das ações do PCdoB, que está voltado somente para a campanha do pré-candidato comunista ao Governo do Estado, Flávio Dino.

“O PCdoB está levando o prefeito para o buraco. Eles impedem a consolidação das parcerias institucionais e ainda querem dominar todas as áreas da administração”, disse o vereador do PTC.

Além de defender o rompimento, Edmilson Jansen garante que já comunicou ao PTC que mesmo o partido acompanhando Dino nas eleições do próximo ano, o vereador não apoiará o comunista.

Ele deverá seguir outro candidato, podendo ser Luis Fernando Silva (PMDB), Eliziane Gama (PPS), Roberto Rocha (PSB) ou Hilton Gonçalo (PDT). Qualquer candidato, menos Flávio Dino.

Leia mais

sem comentário »

Discurso e prática

0comentário

robertojr

“O discurso de mudança não pode ser esvaziado pela falta de prática”. A frase é do vereador Roberto Rocha Jr. (PSB) filho do vice-prefeito de São Luís, Roberto Rocha.

roberto

Este desabafo foi postado pelo vereador logo após ter sido convencido a retirar a sua assinatura da CPI do Transporte na Câmara de São Luís.

Mais do que um simples desabafo, a declaração mostra que as coisas não estão afinadas na base governista.

Seria um recado ao prefeito Edivaldo Holanda Júnior?

sem comentário »

Prefeito antecipa voto para 2014

12comentários

coletiva

Ainda está longe demais, mas o prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PTC) já antecipou o seu voto nas eleições de 2014.

“Já temos candidatos a governador que é o Flávio Dino (PCdoB) e a senador que é Roberto Rocha (PSB)”, disse o prefeito durante coletiva marcada para hoje pela manhã, onde falaria sobre as ações nestes 100 primeiros dias de administração.

O prefeito lembrou: “Isso e algo que foi trabalhado ainda na eleição passada e nós iremos caminhar juntos em 2014”.

Na semana passada, Edivaldo Holanda Júnior chegou a declarar que será cabo eleitoral de Weverton Rocha (PDT) para deputado federal. Bom, resta o voto para deputado estadual que deverá ser dado a Edivaldo Holanda, pai do prefeito que que pode sair candidato.

A declaração de Edivaldo Holanda Júnior sobre a sucessão estadual foi o que mais chamou a atenção durante a coletiva.

Foto: Honório Moreira

12 comentários »

Entrevista com o prefeito Edivaldo Júnior

7comentários

edivaldoO prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Júnior (PTC) completa, nesta quarta-feira (10), 100 dias no cargo. Ele conta em entrevista ao G1 que assumiu a Prefeitura de São Luís com salários dos servidores atrasados, postos de saúde fechados, hospitais na iminência de fechar, aulas atrasadas, débitos com fornecedores, enfim, uma situação realmente muito difícil.

O prefeito que, durante a campanha prometeu uma máquina administrativa enxuta, porém eficiente, explicou porque aumentou o número de secretarias e apontou os avanços na administração nestes meses iniciais de administração.

G1 – O senhor disse logo ao assumir o cargo no dia 1º de janeiro que recebia uma prefeitura com “cenário de terra arrasada”. O que o senhor quis dizer exatamente ao utilizar esta expressão?
Edivaldo Júnior – Referi-me à situação real da cidade, de grandes dificuldades. Salários dos servidores estavam atrasados, postos de saúde fechados, hospitais na iminência de fechar, aulas atrasadas, débitos com fornecedores, enfim, uma situação realmente muito difícil. Graças a Deus estamos dando a volta por cima, com muito trabalho, muita dedicação.

G1 – Quais os setores em pior situação?
Edivaldo Júnior – Pela importância que possui, sem dúvida o setor que mais preocupava no início e ainda preocupa é o da saúde. Veja, são vidas… Se o município não atende o paciente, ele pode até morrer. Encontramos uma situação muito aflitiva, enfrentamos com determinação e estamos conseguindo, como se diz na linguagem médica, “normalizar o paciente”.

G1 – Durante a campanha, o senhor falou muito numa administração enxuta, porém eficiente. Mas ao anunciar a sua equipe, o número de secretarias aumentou em relação à administração anterior. Como se explica isto.
Edivaldo Júnior – As secretarias anunciadas ainda não foram criadas efetivamente. Estamos realizando estudos, analisando dados, reorganizando a máquina. As secretarias anunciadas, mas ainda não implantadas, atendem às necessidades concretas de melhor implementar políticas públicas em áreas fundamentais como trabalho e renda e habitação.

G1 – O senhor tem falado muito em produtividade dos secretários. Nestes 100 primeiros dias já é possível apontar avanços?
Edivaldo Júnior – Claro que sim. Em todas as áreas há avanços. Uma análise isenta mostra que com o auxílio dos nossos secretários conseguimos superar o quadro mais grave da crise e estamos construindo saídas sustentáveis para nossa cidade. Temos uma equipe de grande qualidade técnica, mas que para dar os resultados todos precisam de tempo.

G1 – Na primeira semana de governo foi anunciado um planejamento para os primeiros 120 dias. Quais os principais pontos realizados?
Edivaldo Júnior – Apresentaremos hoje, um relato minucioso área por área. Mas posso adiantar como pontos importantes o pagamento dos servidores, normalização do ano, letivo, garantia do funcionamento do Samu; ampliação do atendimento através de parceria com a Santa Casa; criação de novas linhas de ônibus; garantia de títulos de propriedade para 200 famílias no Coroado… Enfim, muita coisa foi feita em apenas 100 dias. E isso é só o começo.

G1 – Que aspectos ainda não evoluíram, mesmo estando dentro deste planejamento de 120 dias?
Edivaldo Júnior – Tivemos e estamos tendo ainda problemas com contratos antigos. Isso coloca limites para várias ações que queríamos ter implantado. Mas tudo será realizado, não tenha dúvidas disso.

7 comentários »