Wellington aponta risco de desabamento na rodoviária

0comentário

Para o deputado Wellington do Curso, o (des) governo que Flávio Dino tem prestado ao Estado é constante. O Terminal Rodoviário de São Luís nem parece o de uma capital, sendo do conhecimento de toda a população. E na noite desta terça (12) foi verificado que o teto do local pode desabar a qualquer momento, pelo rompimento de nove nós na estrutura espacial da cobertura.

Entra governo e sai governo e a Rodoviária parece mais uma estrutura amadora de um projeto que não deu certo e, que, continua ainda pior, no Governo Flávio Dino. Que é conhecido por ter a mania apenas de mascarar serviços com uma maquiagem, muitas vezes, até “borrada”.

Se o Governo do Estado e a Secretaria de Infraestrutura tapam os olhos para não diagnosticarem o perigo que milhares de usuários, passageiros e profissionais estão submetidos no Terminal Rodoviário de São Luís, o deputado Wellington alerta a todos.

“Recebemos várias denúncias de pessoas que trabalham na Rodoviária, que o teto pode desabar a qualquer momento sobre a cabeça de milhares de passageiros, devido ao rompimento de nove nós da estrutura espacial da cobertura. Mais um espaço público, com estrutura velha e sem manutenção, que pode vir ao chão a qualquer momento. Como não é realizada recuperação da estrutura, o teto está escorado com andaimes, de improviso, como mostram as imagens. A minha preocupação é porque os perigos só aumentam. E no Maranhão, existem vários prédios e obras que não passam por manutenções há anos. A exemplo de pontes e viadutos, o Castelinho e agora a Rodoviária, todos estes em alerta, pela ausência de manutenção, seja ela preventiva ou corretiva. O governo do ‘mais impostos’ não é o mesmo que tem zelo pelo bem público. Chamo atenção do governo para um imediato plano de recuperação estrutural do Terminal Rodoviário de São Luís, com urgência, antes que a ‘coisa’ pública entre em colapso”, alertou Wellington.

Foto: Divulgação

sem comentário »

Wellington discute problemas da rodoviária

0comentário

Insatisfação com os serviços prestados, insegurança e falta de infraestrutura. Foram esses os principais problemas apresentados pelos usuários e permissionários da Rodoviária de São Luís, durante audiência pública que aconteceu na tarde desta quarta-feira (5). A audiência aconteceu no próprio Terminal Rodoviário e foi presidida pelo deputado Wellington do Curso (PP).

Fizeram-se presentes o vereador Francisco Chaguinhas (PP), Rosanira da Cruz, presidente da Associação Rodocervice; Ricardo Medeiros, administrador da Rodoviária através da empresa RMC; Harlan Silva, comandante do 9° Batalhão da Polícia Militar do Maranhão; Marcelo Brito, representando a Comissão de Transportes da OAB; Clodoaldo Bento, representando a empresa ANTT; representantes dos permissionários  e sociedade civil.

Na ocasião, os trabalhadores e usuários aproveitaram para expor os problemas que enfrentam diariamente. “Esse é mais um espaço público que está servindo de marionete nas mãos de governantes do estado e que está abandonado e deteriora-se a cada dia. É falta de segurança, de limpeza, iluminação, banheiros, de fiscalização no trânsito, de reparos, reforma em paradas… enfim, são muitos problemas, e passa governo, entra e sai governo e ninguém faz nada pela Rodoviária de São Luís”, desabafou Rosanira.

Enquanto representante da Assembleia Legislativa, Wellington deixou claro o seu papel enquanto fiscal e afirmou apresentar todas as solicitações no Parlamento. “Enquanto deputado estadual, não posso efetivar essas ações, mas cabe a mim fiscalizar, que é uma das funções de um deputado. O Terminal Rodoviário de São Luís é ponto de extrema relevância para o Maranhão, afinal, é por aqui que muitos chegam ao nosso estado. Apresentarei, por meio de proposições na Assembleia, todas essas solicitações quanto à infraestrutura, segurança e, ainda, ênfase no processo licitatório. Não somos contra nenhuma empresa. Ao contrário, o que buscamos é a qualidade dos serviços prestados”, disse Wellington.

(mais…)

sem comentário »