Rogério Cafeteira visita o Ginásio Rubem Goulart

0comentário

O secretário de Estado do Esporte e Lazer, Rogério Cafeteira, visitou, nesta quarta-feira (20), o Ginásio Rubem Goulart, localizado no Bairro de Fátima, em São Luís. 

O ginásio estava abandonado e teve sua estrutura toda recuperada pelo Governo do Estado em 2017, depois de 11 anos sem funcionar. O objetivo da visita foi  incentivar a ginástica artística maranhense.

Durante a visita, Rogério Cafeteira e a presidente da Federação Maranhense de Ginástica (Femag), Liane Bezerra, discutiram a manutenção do ginásio e as ações e projetos a serem desenvolvidos, de forma compartilhada, entre o Governo do Maranhão, por meio da Sedel e a Federação para incentivar a ginástica artística maranhense.

“Conversamos sobre ações e projetos a serem desenvolvidos entre Governo do Maranhão e a Federação e aproveitamos para ouvirmos sugestões. Conheci a professora como secretário de Esportes e, também, como pai de atleta, o que me permitiu testemunhar a sua grande paixão pelo esporte. E que venham mais saltos da ginástica maranhense!”, ressaltou o secretário.

Liane Bezerra agradeceu a visita do secretário e destacou a participação do poder público nas atividades esportivas. “Podemos perceber a disposição e determinação da Sedel, por meio do secretário Rogério, para desenvolver o esporte maranhense, garantido mais recursos e apoio aos atletas do nosso estado. Acreditamos que essa proximidade poderá trazer bons frutos, não só para os atletas, mas para todos os maranhenses”.

O ginasta Júnior da Conceição, 24 anos, que faz parte da equipe da Federação Maranhense de Ginástica há cerca de 6 anos, disse que a presença do secretário, Rogério Cafeteira, durante o treino, no Ginásio Rubem Goulart, foi motivadora. 

“Foi uma manhã de treino muito mais produtiva com a presença do secretário, isso mostrou que grandes saltos estão por vir.  Ele reafirmou o compromisso do Estado com o esporte maranhense, participando das nossas atividades. Como a presidente da Confederação sempre diz: ‘antes do campeão se forma o cidadão”, afirmou Júnior da Conceição.

Revitalização

Em 2017, o Governo do Maranhão, por meio da Sedel, revitalizou o Ginásio Rubem Goulart. A estrutura ganhou reparos no telhado e blocos de ventilação foram reconstruídos. A calçada e as rampas foram restauradas para possibilitar o acesso de pessoas com deficiência. O piso de madeira foi substituído por uma malha de concreto a pedido da Femag. As salas de apoio e os dois banheiros passaram por revisão, inclusive hidráulica, com instalação de 16 chuveiros. A parte elétrica também recebeu revisão completa. Os serviços foram finalizados com pintura completa na parte interna e externa.

Fundado em 1977, o ginásio da ginástica artística maranhense recebeu o nome em homenagem ao desportista e professor Rubem Teixeira Goulart. Goulart nasceu em 1920, na cidade de Guimarães.

Foto: Divulgação/Sedel

sem comentário »

Governo libera R$ 1,2 milhão para times de futebol

5comentários

O governador Flávio Dino (PCdoB) anunciou, nesta terça-feira, a parceira com os times de futebol e a Federação Maranhense de Futebol (FMF) para o Campeonato Maranhense.

Por meio da Secretaria de Desporto e Lazer (Sedel), o governo anunciou a liberação de certificado no montante de R$ 1 milhão 200 mil reais, na parceria com a Cemar através da Lei de Incentivo ao Esporte.

Segundo o governo, os recursos devem ser aplicados nas categorias de base dos clubes da série A do futebol maranhense, além da realização da campanha de combate a violência contra a mulher nos jogos e apoio logístico na competição.

Parceria

O governador Flávio Dino disse que o apoio aos clubes está vinculado diretamente ao combate à violência contra a mulher. “Estamos integrando todos nesse esforço. Queremos que o público dos estádios, na maioria masculino, tenha contato com nossa mensagem de proteção e direitos das mulheres”, afirmou.

O secretário da Sedel, Rogério Cafeteira destacou a parceria com clubes e FMF. “Conforme determinou o governador Flávio Dino, o certificado tem como função o fomento das categorias de base do futebol e o custeio da campanha de combate à violência contra as mulheres”, destacou o secretário Rogério Cafeteira.

Presidente da Cemar, Augusto Dantas disse que a companhia já investiu ais de R$ 86 milhões no esporte e na cultura do Maranhão. “Sabemos do poder transformador do esporte na vida das pessoas. É um trabalho já de longo prazo entre a Cemar e o Governo do Maranhão e, através de leis de incentivo, já investimos mais de R$ 86 milhões no esporte e na cultura”, afirma o presidente Augusto Dantas.

“O futebol maranhense vinha numa letargia administrativa que atrasou nossos clubes. Isso mudou graças ao apoio de Flávio Dino que, pelo quinto ano consecutivo, investe em nosso futebol”, disse Antônio Américo, presidente da FMF.

Clubes

O presidente do MAC, Robson Paz disse que a parceria gera renda e mais postos de trabalho. “O apoio aos clubes dinamiza um segmento muito importante para nossa economia que é a cadeia produtiva do esporte, gerando assim mais postos de trabalho e renda”, disse o presidente do MAC, Robson Paz.

O presidente do Moto, Natanael Júnior destacou a importância da parceria “Essa ajuda é importantíssima para os clubes porque nós formamos cidadãos e também atletas, e a porta de entrada deles no futebol é Moto, Sampaio, Maranhão, Imperatriz e as outras equipes”.

O presidente do Sampaio, Sérgio Frota, também ressaltou a ajuda do governo ao futebol. “É importante o poder público, através do Governo do Maranhão ter essa visão sensível em relação à política pública de esporte, em especial ao futebol do nosso estado”, disse Frota.

Transparência

Agora é esperar que Federação e clubes hajam com total transparência e mostrem a todos como será dividido esse R$ 1 milhão e 200 mil reais, e que os clubes apliquem os recursos naquilo para o qual foi destinado.

Já solicitei do presidente da FMF, Antônio Américo informações sobre a divisão dos recursos, mas ainda não tive retorno.

Fica o espaço a quem quiser abrir o jogo…

Fotos: Divulgação/Sedel

5 comentários »

Cafeteira assegura Costa Rodrigues ao Sampaio

0comentário

O Sampaio Basquete vai mandar os seus jogos na Liga de Basquete Feminino (LBF 2019) no ginásio Costa Rodrigues, no Centro de São Luís. (Clique aqui e veja o vídeo).

Os dirigentes do clube, Murilo Dias e Marlos Lamar estiveram reunidos com o secretário de Desporto e Lazer (Sedel), Rogério Cafeteira após o desabamento da cobertura do ginásio Castelinho, onde as atletas vinham realizando os treinamentos.

“Ontem conversamos com os representantes da diretoria do Sampaio Basquete, garantimos o Costa Rodrigues para os treinos e a partir desta sexta-feira o time já começa a treinar”, disse Cafeteira.

O ginásio Costa Rodrigues tem a capacidade para 1 mil torcedores, mas serão colocadas cadeiras na quadra e a capacidade deve chegar a 1 mil e500 torcedores que deverão apoiar o Sampaio Basquete.

A estreia do Sampaio na LBF será no dia 16 de março, contra o Uninassau, de Pernambuco. Após a etreia, as maranhenses farão dois jogos no interior de São Paulo e só voltam a atuar em São Luís, no dia 31 de março, contra a LSB, do Rio de Janeiro.

O Sampaio Basquete tem o patrocínio da Cemar e do Governo do Maranhão por meio da Lei de Incentivo ao Esporte.

Foto: Divulgação/Sedel

sem comentário »

Cafeteira diz que Complexo Esportivo terá melhorias

0comentário

O secretário de Desporto e Lazer (Sedel), Rogério Cafeteira reafirmou em contato com o Blog do Zeca Soares que o governador Flávio Dino determinou prioridade imediata na recuperação do ginásio Castelinho.

No início da tarde de ontem, o teto do ginásio veio à baixo. O ginásio vinha sendo utilizado pelo Sampaio Basquete, mas no momento do incidente não havia treinos e dois funcionários que estavam no local conseguiram deixar o local ao perceber que a estrutura estava caíndo.

Segundo Cafeteira, o trabalho começa hoje, mas não existe um prazo para conclusão da obra.

“Iremos dar início à retirada da cobertura do ginásio para posterior reconstrução, além de toda a avaliação da estrutura.
Não temos uma previsão para entrega da obra. Dependemos de outros fatores, como laudos e projetos básicos, para dar essa resposta de maneira objetiva. Mas nosso compromisso com a população é que seja entregue com a maior brevidade”, disse.

Mas além da cobertura que desabou, o ginásio Castelinho precisa de melhorias em toda a sua estrutura. Nos últimos anos, o máximo que vimos foi a pintura em alguns setores e Rogério Cafeteira garante que além do ginásio, o Complexo Esportivo como um todo pasará por melhorias.

“Inclusive essas melhorias no Ginásio (e em todo o Complexo), como a questão da melhoria da acessibilidade, por exemplo, já estavam em fase discussão e planejamento, logo então que tomamos posse”, disse.

Nos últimos anos, apenas o muro e parte da grade que cerca o Complexo e obras de acessibilidade tem sido feitas, mas em ritmo bastante lento e poderá ter celeridade após essa “tragédia” de ontem para o esporte maranhense.

Além dessas melhorias, acredito que o desabamento do teto, reforça a importância do complexo como um todo e neste sentido se faz fundamental olhar para a piscina olímpica que está completamente abandonada. Não tenho a menor dúvida que o Complexo esportivo totalmente revitalizado pode se transformar, inclusive num belo cartão de visita para os turistas em nossa cidade.

Vamos esperar que a nossa maior e principal praça esportiva venha a ser recuperada totalmente e que isso aconteça antes que acabe.

Foto: Divulgação/Secap

sem comentário »

Flávio Dino garante policiamento no Castelão

1comentário

O governador Flávio Dino (PCdoB) garantiu o policiamento no Estádio Castelão para a partida entre Moto e Santa Cruz, neste sábado (2), às 16h, pela Copa do Brasil.

A boa noticia aos torcedores do Moto que temiam que a partida fosse realizada com portões fechados foi confirmada pelo secretário de Desportos e Lazer (Sedel), Rogério Cafeteira.

Pela manhã, fizemos aqui um apelo ao governador Flávio Dino e ao secretário Rogério Cafeteira para que evitassem que o Moto fosse prejudicado por conta da falta de policiamento.

Entendemos a importância do carnaval, mas que bom que tivemos a compreensão e colaboração das nossas autoridades.

Ponto para Flávio Dino e, principalmente para Rogério Cafeteira que começa bem…

O futebol agradece!!!

1 comentário »

Rogério Cafeteira revela seus planos para o esporte

0comentário

O ex-deputado estadual, Rogério Cafeteira (DEM) assume nesta segunda-feira (24), a Secretaria de Desportos e Lazer do Maranhão (Sedel).

Rogério Cafeteira conversou comigo e falou sobre os desafios que terá nos próximos 4 anos à frente da Sedel. Ele conta que pretende focar o esporte como fato de inclusão social.

Para o novo secretário, nem mesmo o orçamento considerado por muitos pequeno para o esporte poderá vir a ser um problema, pois acredita muito nas parcerias com a iniciativa privada.

Rogério Cafeteira destaca que pretende retornar com o programa Bolsa Atleta e melhorar os JEMs, além da obra de reforma da piscina olímpica do complexo esportivo será uma das suas prioridades. Leia a entrevista na íntegra:

Blog – De que forma o senhor recebeu a sua indicação pelo governador Flávio Dino para comandar a Sedel?

Rogério – Com muita alegria e entusiasmo. Feliz que o governador tenha confiado a mim uma missão que envolve, principalmente, trabalhar a inclusão e a transformação da vida das pessoas. Estou me sentindo extremamente motivado.

Blog – Como planejar e executar ações numa pasta como esporte que tem ainda um orçamento considerado pequeno?

Rogério – A questão do orçamento é relativo. Creio que com um bom planejamento estratégico e uma boa gestão, é possível executar ações que tenham grande impacto na vida dos maranhenses, sem que custem fortunas. Ações simples, colocar pra funcionar o que já temos, buscar parcerias publico-privadas é um caminho também; além de convênios e projetos. Temos um instrumento muito eficiente, que é a Lei de Incentivo ao Esporte, que nós buscaremos utilizá-la da forma mais ampla possível, abrangendo todas as modalidades. Além dos atletas de alto rendimento, também temos o compromisso de atender a questão social. O governador Flávio Dino, dentro das possibilidades, tem grande interesse em ajudar todas as áreas e creio que com o Esporte não será diferente. Vamos nos empenhar para correr atrás de fazer acontecer.

Blog – Que projetos o senhor tem pensado para implantar na sua gestão na Sedel? Que políticas o senhor pretende trazer para o esporte?

Rogério – Meu principal pensamento é focar na Inclusão. Será a palavra-chave e o princípio norteador da gestão que pretendo fazer. É pensar de que forma a Sedel poderá, também, servir aos cidadãos, como agente de transformação social. De uma maneira mais genérica, posso dizer que tenho pensado em ampliar o número de espaços esportivos no Estado, democratizar o acesso às Políticas do Esporte; volta de torneios que propiciem a integração social, parcerias com a Educação, Cultura, Saúde, Infraestrutura, enfim, são muitas áreas. E ainda tem muito a tomar conhecimento e planejar. Costumo dizer que não devemos “inventar a roda”, mas nos esforçarmos para colocá-la para girar.

Blog – O senhor pretende estudar a possibilidade de retornar com o Bolsa Atleta?

Rogério – Sem dúvidas, pretendo sim. Já existe em andamento um estudo com uma parceria para o retorno desse projeto e será de extrema importância o retorno dele.

Blog – Nos últimos anos o JEMs perdeu a importância que tinha no passado. O senhor pretende melhorar os Jogos Escolares?

Rogério – Eu vivi uma época em que os Jogos Escolares tinham um significado especial na vida dos estudantes. Além de um período saudável de lazer e integração entre escolas de todo o Estado, há também a questão da formação de cidadãos. A bem da verdade, esse é um dos pontos que já estamos trabalhando com muito carinho, para aprimorar já nessa edição de 2019.

Blog – Um gargalo da gestão da Sedel é a piscina do Complexo Esportivo. O que fazer para que essa obra enfim seja feita?

Rogério – É um grande desafio que tomei como meta para a Sedel. Temos uma licitação, com esse objeto, já em fase de conclusão e esse será o ponto de partida para a tão sonhada conclusão do nosso Parque Aquático.

Blog – Nos últimos anos tem sido comum a presença de atletas nossos em semáforos pedindo ajuda para participar de competições fora do estado. O que pode ser feito pela Sedel para mudar essa realidade?

Rogério – Inclusive já publicizei meu pensamento sobre estas questões em entrevistas. Penso em democratizar o acesso aos auxílios através de editais públicos, para que federações e atletas tenham acesso a essas ajudas de custo, de forma isonômica.

Blog – A sua equipe já está formada? Qual será o perfil dela?

Rogério – Está em processo final de formação. Estou buscando um perfil técnico e engajado. É preciso, além da capacidade técnica, que a minha equipe vista a camisa desse projeto que tenho em mente. Com muito trabalho e dedicação, vou fazer de tudo para deixá-los ainda mais motivados, do primeiro ao último dia em que estivermos na Sedel.

Blog – Que mensagem o senhor deixa aos desportistas maranhenses?

Rogério – Contem com a Sedel, com o governador Flávio Dino e comigo, Rogério Cafeteira. E, também, nos ajudem a melhorar a cada dia mais com sugestões, críticas, através do diálogo. Que daqui para frente, possamos construir uma relação de confiança e respeito mútuo. Nós estaremos à disposição e trabalhando por vocês e por todo o Maranhão!

Foto: Divulgação/Agência Assembleia

sem comentário »

Os desafios de Rogério Cafeteira na Sedel

7comentários

O secretário Rogério Cafeteira (DEM) terá muitos desafios pela frente assim que assumir a Secretaria de Desporto e Lazer (Sedel). Mas não tenho a menor dúvida de que terá a capacidade de superá-los nos próximos anos.

Logo de cara, Cafeteira que assume o cargo na quinta-feira (21), verá como é difícil fazer esporte com tão poucos recursos. Nesse sentido, a sua proximidade ao governador Flávio Dino, de quem foi líder na Assembleia Legislativa nos últimos 4 anos, poderá ajudar muito.

Além disso, o fato de ter sido deputado e ter boa relação com os parlamentares é outro fator muito importante, pois estes poderão destinar mais emendas para o esporte.

De saída, Rogério Cafeteira terá que enfrentar alguns “gargalos”. Dentre os desafios, vamos enumerar alguns…

Vai precisar mostar o quanto antes que não foi para a Sedel por acaso. Nós sabemos que, normalmente, os escolhidos para a pasta, pouco ou nada tem a ver com ela e, em muitos casos nem gostariam de ter sido indicados ao cargo.

A Lei de Incentivo ao Esporte tem sido a salvação do esporte no Maranhão, mas muitas críticas ainda são feitas. Muitos atletas e muitas Federações ainda reclamam não ter acesso e que o benefício é sempre de poucos.

A Sedel pode disponibilizar o seu corpo técnico para orientar a elaboração de projetos e a correta prestação de contas. Muitos que reclamam não ter acesso à Lei de Incentivo ao Esporte não sabem fazer seus projetos ou não prestam contas corretamente.

A reedição do programa Bolsa Atleta deve ser vista como prioridade para garantir aos atletas o auxílio nas despesas dos seus treinamentos e preparação para as competições.

Os Jogos Escolares Maranhenses (JEMs) devem ser reformulados. Hoje, por exemplo, uma escola se prepara o ano todo para disputar no futsal, apenas dois jogos. Se vencer seguem e podem fazer mais dois ou três jogos. Uma parceria com a Seduc, por exemplo poderia garantir uma competição mais longa, com mais escolas e conseguentemente mais atletas/alunos.

A necessidade de programas de qualificação para técnicos, professores e até atletas é muito importante também. Nesse sentido, as parcerias com as universidades e a iniciativa privada podem ser o caminho.

Será que a piscina do Complexo Esportivo agora vai ser feita? Essa é uma pergunta que todos nós fazemos toda vez que muda um secretário. Além da piscina, diria que o Complexo Esportivo do Outeiro da Cruz e o Estádio Castelão precisam ser vistos com a devida atenção.

Temos muitos espaços públicos que podem ser transformados pela Sedel em espaços para a prática de esporte e lazer. São praças ou terrenos ocupados por lixões em todos os municípios maranhenses e que podem viarar espaços para a prática esportiva, além de ajudar a mudar a paisagem nas cidades.

Em São Luís, por exemplo, é possível incentivar a prática esportiva nas praias disponibilizando o equipamento necessário para diversas modalidades durante todo o dia.

Bom, as ideias são muitas.. Se Rogério Cafeteira quiser desenvolver um bom trabalho e dar a sua contribuição para o desenvolvimento do esporte no Maranhão basta se cercar de auxiliares que conheçam o assunto de verdade.

Não é difícil não, basta ter sensibilidade e vontade para fazer…

Foto: Agência Assembleia

7 comentários »

Arrumando a casa!

0comentário

Por Joaquim Haickel

Passei os dois últimos anos do primeiro governo de Flávio Dino fazendo análises e críticas sobre seu modo de agir politicamente. Indiquei e provei diversas vezes que a mecânica da política se impõe sobre qualquer um e em qualquer caso, não importando quem seja o agente ou sua ideologia. Digo isso para reafirmar que a mera mudança de governante não significa mudança na prática política propriamente dita.

É bem verdade que pelo fato do grupo hegemônico anterior ter permanecido muito tempo no poder, a mudança que ocorreu em 2014 se sobressaiu bem mais.

Há uma outra coisa que precisa ser dita. Flávio Dino, espertamente, agiu em seu primeiro mandato como se na verdade estivesse na oposição, fazendo com que as críticas e as cobranças que deveriam ser feitas ao seu governo, fossem direcionadas para seus adversários!

Mas isso tudo é passado! Vamos ver o que o presente nos oferece e qual futuro nos aguarda.

FD está fazendo uma grande rearrumação em seu governo, trocando secretários de pastas, demitindo uns e indicando novos para substituí-los. O governador tem para com seus auxiliares uma postura muito peculiar. Ele não é igual a João Castelo, que ganhou de seus amigos o carinhoso apelido de “Deixa Comigo”, pois em que pesasse ter um excelente time de secretários, Castelo jogava nas 11 e fazia gols de placa em várias áreas! Flávio tem poucos auxiliares que possam ser chamados realmente de secretários, pessoas que realmente tenham autonomia. O que ele tem em abundância são prepostos, pessoas designadas por ele para cumprirem o papel protocolar de obedecê-lo e seguirem milimetricamente suas orientações.

Depois de se eleger para um segundo mandato, o governador precisa reacomodar seus aliados, que não são poucos, e para isso precisa calcular com astúcia e perícia cada movimento, no que é ajudado pela falta de competência de seus correligionários no que diz respeito à indicação de bons nomes para ocuparem cargos estratégicos.

Exemplo disso é o DEM, que perdeu a SEDES por não ter a sabedoria de indicar o nome do ex-líder do governo, Rogério Cafeteira, para essa secretaria. Flávio Dino precisava colocar Rogério em um cargo e o DEM, pensando mais em seu umbigo, perdeu uma grande oportunidade de empreender uma das mais importantes manobras da política: fazer filho na mulher dos outros!…

Rogério Cafeteira foi indicado para a SEDEL na conta pessoal do governador e o DEM parece que ficará com menos do que já tinha ou receberá algum posto bem menor que a SEDES.

Sobre a indicação de Cafeteira para a SEDEL, Dino comete o mesmo erro cometido por Roseana Sarney em 2011, ao nomear uma pessoa com excelente qualificação em outras áreas para exercer a gestão da SEDEL.

Quanto ao futuro, tudo indica que os ventos sopram decisivamente para estufar as velas do barco de Carlos Brandão, que como vice-governador, deve assumir o governo em meados de 2022 e se candidatar ao governo.

Deste movimento dependem todos os outros que passo aqui a imaginar e relatar: Em 2022 Flávio Dino se desincompatibilizará para disputar o Senado; Brandão, que sábia e competentemente, desde já, começa a criar em torno de si um grupo que lhe garanta a disputa do governo com grande vantagem, tomará posse; Weverton e Josimar devem ser outros dois postulantes ao governo e também estão neste mesmo grupo político; no time da oposição não vislumbro até este momento nenhum nome que possa ameaçar Brandão; Weverton deve se acertar com o vice, que precisará em sua campanha, do partido do senador, o PDT, que numa negociação vai querer indicar o vice do colinense; Josimar pode ou não se candidatar ao governo, mas penso que o “bota pra moer” que existe dentro dele não permitirá, levando-o a um possível acordo.

Bem, era isso que eu tinha pra dizer hoje! Até uma outra oportunidade.

sem comentário »

A escolha de Cafeteira e o equívoco de Joaquim

7comentários

O ex-secretário de Desporto e Lazer (sedel), Joaquim Haickel cometeu um grande equívoco ao analisar a escolha do ex-deputado Rogério Cafeteira (DEM) para ocupar a pasta no governo Flávio Dino. E o equívoco a que me refiro diz respeito a ele mesmo em relação ao governo de Roseana Sarney.

Joaquim diz que colocar Rogério Cafeteira na Sedel é um desperdício e injustiça. Da forma como Joaquim escreve, até parece que o esporte não necessita de alguém tão qualificado. É claro que precisa sim.

Neste sentido, na minha opinião, tanto Roseana Sarney, quanto Flávio Dino acertaram na escolha.

Rogério Cafeteira é um político hoje com bastante acesso ao governador e isso é fundamental para quem vai assumir uma secretaria.

Flávio Dino embora possa fazer muito mais pelo esporte tem de certa forma apoiado várias modalidades por meio da Lei de Incentivo ao Esporte.

Lembro que, quando da escolha de Joaquim Haickel, o ex-secretário não demonstrava muito entusiasmo, mas dentro das limitações e dificuldades que encontrou acabou realizando um bom trabalho e deixou a sua principal marca – a Lei de Incentivo ao Esporte.

Além do apoio do governador, Rogério Cafeteira precisará ter uma equipe que de fato conheça e se dedique ao esporte, além de buscar meios necessários para que possam desenvolver um bom trabalho.

E o seu acesso ao governador deve servir para sensibilizá-lo a destinar mais recursos para que possa retomar com projetos fundamentais como Bolsa Atleta, desenvolver programa de qualificação para profissionais, buscar parcerias com as universidades, realizar a reforma da piscina e melhorar a estrutura do complexo esportivo, reformular o JEM’s e neste sentido poderá buscar parceria com a Seduc e o secretário Felipe Camarão, dentre outras coisas.

Vamos torcer para que Rogério Cafeteira faça um bom trabalho e que contribua com o desenvolvimento do esporte no Maranhão.

Foto: Reprodução/Twitter

7 comentários »

Rogério Cafeteira é o novo secretário de Esporte

2comentários

O ex-deputado estadual Rogério Cafeteira (DEM) é o novo secretário de Desporto e Lazer do Maranhão.

O anúncio foi feito agora à noite pelo governador Flávio Dino (PCdoB) nas redes sociais.

“O economista e empresário Rogério Cafeteira, que fez um grande trabalho como líder do governo na Assembleia, será o novo secretário de Esportes”, escreveu Dino.

Rogério Cafeteira é economista e empresário e foi líder do governo Flávio Dino por 4 anos na Assembleia Legislativa e substitui a Hewerton Pereira que comandava a Sedel desde o ano passado.

Cafeteira disputou a eleição, mas não conseguiu a sua reeleição.

“Muito obrigado, governador Flávio Dino. Será uma honra integrar sua equipe de trabalho e continuar na luta por um Maranhão ainda melhor! Estarei empenhado em utilizar o Esporte como ferramenta de Inclusão e transformação social. Tenha certeza que farei por onde merecer a sua confiança”, destacou o novo secretário.

Foto: Agência Assembleia

2 comentários »