Roberto Rocha comemora novas regras dos royalties

0comentário

Ministros, senadores, deputados federais, prefeitos e autoridades ligadas à atividade da mineração acompanharam, nesta terça-feira (12), a assinatura do decreto presidencial que regulamenta as novas regras para a Compensação Financeira pela Exploração de Recursos Minerais (CFEM).

A partir de agora, os municípios não produtores, mas que são impactados pelo transporte, operações de embarque e desembarque, ou ainda, para localidades com pilhas de estéril, barragem de rejeitos e instalações serão beneficiados com 13% dos royalties da CFEM.

Dentro desse percentual, 50% serão destinados exclusivamente para municípios não produtores, mas que são cortados por ferrovias. Essa alíquota foi assegurada pelo senador Roberto Rocha (PSDB-MA), após longa articulação política junto com o Governo Federal, que inicialmente iria contemplar com apenas 25% para localidades não produtoras. Com a fração maior, os municípios maranhenses cortados pela Estrada de Ferro Carajás serão finalmente contemplados de forma mais justa, após 32 anos de luta e esforços.

“A partir agora, 23 cidades do Maranhão que são severamente prejudicadas por sucessivos impactos ambientais causados pela poluição e a população com o pó do minério serão recompensadas com recursos que vão reforçar a saúde pública, educação, segurança e melhorias em infraestrutura urbana. Estamos hoje fazendo uma correção de uma injustiça que acontece há mais de 30 anos no Estado”, destacou o senador Roberto Rocha.

O parlamentar maranhense disse ainda que “as novas regras estimulam novos investimentos em regiões onde apenas são deixados rastros de poluição do minério de ferro, proporcionando um novo momento de desenvolvimento nessas localidades”, disse o senador.

O município de Vila Nova dos Martírios será um dos beneficiados. A prefeita Karla Batista e presidente do Consórcio Intermunicipal Multimodal (CIM), entidade que envolve os municípios do Maranhão comemorou a decisão. “A palavra de hoje é de gratidão ao senador Roberto Rocha e aos deputados presente. Entendemos que é uma grande vitória aos municípios que não recebiam nenhum centavo até hoje pela exploração do minério que passa dentro das nossas cidades, mas que não deixa nada para a população mais necessitada e carente”, afirmou.

Foto: Enio Borgmann

sem comentário »

Famem comemora derrubada de vetos dos royalties

0comentário

gilcutrimO presidente da Federação dos Municípios do Estado do Maranhão (Famem), prefeito Gil Cutrim (PMDB), comemorou nesta quinta-feira (7) a derrubada, pelo Congresso Nacional, dos vetos da presidente Dilma Roussef (PT) ao projeto de redistribuição igualitária dos royalties do petróleo a todos os estados e municípios brasileiros.

Para Gil Cutrim, o resultado da votação prova que a mobilização, iniciada ainda no ano passado, surtiu efeito. Ele destacou o papel da Famem na articulação com a bancada federal maranhense. O próprio presidente passou os últimos três dias em Brasília, com os representantes do estado.

“Há que se destacar essa integração da Famem com a nossa bancada federal e, também, o empenho dos nossos deputados. Todos participaram da sessão conjunta do Congresso e todos votaram pela derrubada dos vetos, o que mostra, ainda, que toda essa mobilização dos prefeitos surtiu efeito”, pontuou.

O peemedebista ressaltou, ainda, o incremento orçamentário que todos os municípios maranhense terão assim  que começar a vigorar o novo modelo de redistribuição dos royalties do petróleo. Segundo ele, a medida “fortalecerá o municipalismo”.

“Essa derrubada dos vetos fortalece e valoriza os municípios, em especial os do Maranhão”, completou.

No total, os municípios maranhenses receberão em 2013, R$ 200,4 milhões – seriam apenas R$ 35,7 pela fórmula antiga. O rateio entre as prefeituras atende ao critério de divisão do Fundo de Participação dos Municípios (FPM). A lista completa de quanto cada município do Maranhão receberá pode ser acessada no site da Famem (www.famem.org.br)

sem comentário »

Parlamentares derrubam veto aos Royalties do Petróleo

1comentário

B

Depois de uma sessão tumultuada que entrou pela madrugada, o Congresso Nacional derrubou os vetos da presidente Dilma Rousseff à Lei dos Royalties do Petróleo.

Na Câmara dos Deputados o placar foi de 350 a 45 pela derrubada dos vetos, e no Senado o placar foi de 54 a 7 também pela derrubada dos vetos. A informação foi repassada pelo deputado federal Chiquinho Escórcio (PMDB), a rádio Mirante AM.

O deputado acompanhou toda a votação e ficou até o fim da contagem dos votos. Com a derrubada dos vetos os parlamentares dos estados produtores de petróleo anunciaram que vão recorrer da decisão.

Foto: Fábio Rodrigues Pozzebom/ABr

1 comentário »

Congresso conclui votação de vetos a royalties

3comentários

royalties

Em sessão tumultuada, Congresso conclui votação de vetos a royalties. Resultado da votação, contudo, será conhecido somente nesta quinta (7). Parlamentares de estados produtores advertem que irão recorrer à Justiça. Parlamentares de estados não produtores protestam contra veto à Lei dos Royalties no Congresso (Foto: Agência Brasil)

Leia mais

3 comentários »